Revista GGN

Assine

ICIJ endossa boicote de Fernando Rodrigues aos dados do HSBC

O jornalista Amaury Ribeiro Jr, então membro do ICIJ, pediu o acesso aos documentos e foi negado: "não estamos planejando abrir os dados para outras organizações de mídia do Brasil por agora", disse vice-presidente do ICIJ
 
 
Jornal GGN - O monopólio de Fernando Rodrigues sobre os dados das contas secretas do HSBC, no Brasil, foi confirmado por Amaury Ribeiro Jr. O jornalista, que também integrava o Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ), ao lado de Angelina Nunes, Marcelo Soares, Claudio Tognolli, não fazia parte de um grupo menor, selecionado para as investigações do banco suíço.
 
Como membro do ICIJ desde 1997, solicitou, então, o acesso a essas informações, o que foi negado. "Não estamos planejando abrir os dados para outras organizações de mídia do Brasil por agora", afirmou a vice-diretora do ICIJ, Marina Walker, que ainda o refutou: "não sei no que você baseou sua afirmação de que Fernando está escondendo o nome de políticos neoliberais. Você viu os dados para fazer tal acusação tão séria contra seu colega e co-integrante do ICIJ?".
 
Como apenas Fernando Rodrigues tem acesso aos documentos, o Jornal GGN, com o auxilio de seus leitores e colaboradores, iniciou um mutirão para investigar essas informações, por meio de uma base de dados disponibilizadas no site http://offshoreleaks.icij.org/. As colaborações podem ser acompanhadas e enviadas no Mutirão do HSBC.
 
A carta foi enviada pelo próprio jornalista Amaury Ribeiro Jr. ao VioMundo, que a publicou traduzida. Confira:
 
Querida Ms Walker:
 
O seu nome me foi indicado pelo amigo Rosenthal Calmon. Meu nome é Amaury Ribeiro Jr, sou jornalista, escritor e membro do ICIJ desde a fundação da organização em 1997, na Universidade de Harvard. Estava lá na companhia de Calmon e outros amigos. Tenho me dedicado durante os 30 anos de traballho à publicação de livros, que ajudaram a elucidar vários casos de lavagem de dinheiro. Entre os meus livros públicados estão A Privataria Tucana (mais de duzentos mil cópias vendidas no Brasil) e O Lado Sujo do Futebol (compartilhado com amigos da TV Record e traduzido para o espanhol).

Desde que o ICIJ decidiu publicar as contas de políticos na Suiça, o meu telefona não pára de tocar. Ao me pedirem ajuda, os jornalistas de toda parte do Brasil dizem que o site UOL (escolhido pelo ICIJ para divulgar o caso), ao contrário do que vem ocorrendo em outros países, só tem divulgado o nome de políticos de esquerda, livrando os chamados políticos neoliberais apoiados pela grande mídia. Me comprometi, como membro do ICIJ, a tentar obter a lista.

Caso consiga com o ICIJ, me comprometi a divulgar somente as chamadas contas sujas e não declaradas ao Fisco, na íntegra, aos demais colegas da imprensa. O Brasil vive uma crise política sem precedentes, que poderá acabar para sempre com todo o esquema de corrupção que perdura há mais 50 anos. Mas, para que isso ocorra, a imprensa não deve colaborar com a manipulação de dados. Mando-lhe também, para a sede do ICIJ, os exemplares dos meus livros.

Grato,

Amaury Ribeiro Jr

*****

Amaury,

Bom ouvir de você. Tenho trabalhado para o ICIJ por quase 10 anos e penso que esta é a primeira vez que você entra em contato conosco em busca de uma reportagem.

Como você sabe, estamos trabalhando com o Fernando Rodrigues, que ainda está fazendo as reportagens. Ele vai publicar outras delas brevemente. Não sei no que você baseou sua afirmação de que Fernando está escondendo o nome de políticos neoliberais. Você viu os dados para fazer tal acusação tão séria contra seu colega e co-integrante do ICIJ?

Não estamos planejando abrir os dados para outras organizações de mídia do Brasil por agora. Se isso mudar, você será informado.

Obrigado,

Marina

*****

Marina,

Quem sabe talvez você, uma jornalista argentina, se interesse em conhecer o mínimo do que está acontecendo em seu país vizinho.

Não estou acusando o Fernando Rodrigues, colega há mais de 30 anos, e sim a empresa em que ele trabalha (UOL). Assim como todos os grandes grandes veículos de comunicação do Brasil, o UOL segue a cartilha neoliberal dos patrões.

A denúncia de que o UOL está escondendo as contas de políticos me foi feita por centenas de jornalistas. Eles viram meu nome na lista do ICIJ e passaram a me cobrar. Por isso eu te escrevi após conversar com o Rosenthal, que me indicou para o ICIJ.

A informação também me foi confirmada por fontes da Polícia Federal, que garantem que no HSBC está grande parte do dinheiro que foi desviado na época das privatizações. Te encaminhei a carta apenas para dar satisfação aos meus colegas do país.

Queria deixar bem claro que não estou escondendo nada de ninguém. Mas há uma maneira fácil de resolvermos o problema. Tire o meu nome da lista dos membros do ICIJ. A partir de hoje não faço mais parte da organização de jornalistas. Fico devendo a prova das contas dos ladrões neoliberais que vocês estão ajudando a esconder.

Nas contas offshores desses paraísos fiscais está amopitado o dinheiro que eles desviaram durante o processo de privatizações. Nós, jornalistas progressistas brasileiros, acostumados a tantos golpes da mídia patronal, não podiamos esperar nada de uma organização mantida pelo megassonegador George Soros.

Amaury Ribeiro Jr.

*****

​Amaury,

Obrigado por compartilhar suas impressões. Não concordo com elas, mas respeito. Tal como você pediu, retiraremos sua biografia do site do ICIJ e aceitamos sua renúncia como membro.

Muito obrigado,

Marina Walker Guevara

ICIJ Deputy Director

[email protected]

Média: 4.5 (15 votos)
60 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Direto na fonte...

Sugiro ir direto na fonte, procurar Hervé Falciani.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Alan Carvalho

Saudades do Julian

Saudades do Julian Assange!

Se essa lista tivesse sido vazada para o Wikileaks não teríamos esse problema.

Isso é a verdadeira democracia...

Isso se o Sr. Fernando Rodrigues quiser se beneficiar pode até chantagear os sonegadores em troca de favores e até mesmo dinheiro.

Tudo pode acontecer e não duvido mais de nada!

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Pero
Pero

Duas hipóteses: Ou esse

Duas hipóteses: Ou esse estudo foi feito por interesses americanos, e aí o processo de vazmentos seletivos é o que virá, ou a Sra. Guevara deseja ainda, por questões éticas, preservar a parceria com Fernando Rodrigues. Se for assim o caldo entornará, outra possibilidade é que a informação seja privativa de Fernando ;rodrigues, se ele trabalhou como testa de ferro da Folha pode até ser um dos financiadores da investigação.

Sugiro aos senhores jornalistas do blog e outros que enviem carta mais formal e respeitosa do que a do Amaury ao Conselho Diretor do ICIJ em nome de 1000 jornalisas, por exemplo.

Sugiro jogarmos com o ICIJ  da confiança, usando a carta respeitosa assinada por muitos, afinal se o que motivou a investigação tiverem sido os interesses dos americanos para pegar os sonegadores deles e de lambuja fazer a política guerreira do império, o jogo está definido e nada há a ser feito.

Então senhores jornalistas, mãos à obra com a carta respeitosa ao Conselho diretor.

Seu voto: Nenhum
imagem de MAAR
MAAR

A CASA CAIU

Não adianta tentarem tapar o sol com peneira, pois a treva não resiste à luz. A velha fórmula investigativa que recomenda seguir o dinheiro é o caminho para coibir a hegemonia do crime organizado, do qual a corrupção constitui o principal sustentáculo, desde sempre. É hora então de redobrar esforços no sentido de cobrar das instituições representativas a exigência e garantia da máxima transparência e isonomia, dentro dos claros limites determinados pelo Estado Democrático de Direito. A torpe pantomima farsesca que pretende cingir as responsabilidades pelos atos ilícitos apenas ao PT já caiu no ridículo. E restará devidamente condenada pela História, à luz dos fatos que já começam a vir à tona. As manobras diversionistas resultarão inúteis.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Jairo Bock Ribeiro
Jairo Bock Ribeiro

ICIJ ENDOSSA BOICOTE DE FERNANDO RODRIGUES AOS DADOS DO HSBC

VAMOS FAZER COM QUE O  TWITAÇO - DIVULGA A LISTA (@)uol (@)folha (@)folha_poder, dos BRASILEIROS no #SuiçalaoDoHSBC #SwissLeaks - SEGUNDA-FEIRA, 23/02 ÀS 09h, ATINJA TAMBÉM A MÍDIA INTERNACIONAL:

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Cintra Beutler
Cintra Beutler

A base de dados

A base de dados disponibilizada no Mutirão contém as mesmas informações fornecidas ao Fernando Rodrigues?

Algo me diz que o que está no portal do ICIJ não são informações sensíveis ou possuem pouca relevância. Estou certo?

Seu voto: Nenhum

1- O @UOL divulgou a lista

1- O divulgou a lista dos vitoriosos no Carnaval paulista e carioca, mas não o nome dos políticos paulistas e cariocas no Swissleaks.

 

2- A ética jornalística do é carnavalesca ou algum ditador tucano pagou com grana do Swissleaks pelo samba silencioso do "nãodarlista"?

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de nosden
nosden

""""Como você sabe, estamos

""""Como você sabe, estamos trabalhando com o Fernando Rodrigues, que ainda está fazendo as reportagens. Ele vai publicar outras delas brevemente"""".

Impressionante como ela sabe tin tin por tin tin o que o tal Rodrigues vai fazer . . . ele é um drone . . . .

Seu voto: Nenhum
imagem de nosden
nosden

O ICIJ existe para

O ICIJ existe para neutralizar as possiveis consequencias da publicitação de dados importantes por qualquer pessoa. Foi criado para antecipar vazamentos de documentos que a cada dia se tornarão mais comuns . . . . . ICIJ é uma vacina . . . . 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Daytona
Daytona

Gunter e seus amigos.... Open

Gunter e seus amigos....

Open Society é do George Soros, da turma da Neca do Itaú, do Pérsio Arida, da Marina Silva e do Gunter!

Gunter, e a violação do nosso direito à informação?

Seu voto: Nenhum
imagem de Tucanês
Tucanês

Esse desespero para revelar

Esse desespero para revelar os nomes deixa mais do que claro que no meio tem algum nome que de alguma forma pode ser  dita ser petista.  E , só mesmo jornalilsita imbecil pode  já não  ter tal lista, apenas como eleitor não gar nada para ter....

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Tucanês
Tucanês

Esse desespero para revelar

Esse desespero para revelar os nomes deixa mais do que claro que no meio tem algum nome que de alguma forma pode ser  dita ser petista.  E , só mesmo jornalilsita imbecil pode  já não  ter tal lista, apenas como eleitor não gar nada para ter....

Seu voto: Nenhum (1 voto)

A verdade é que muitas

A verdade é que muitas empresas de comunicação tanto no Brasil como no exterior podem constar da lista do HSBC. Não é mesmo senhor Fernando Rodrigues??

Seu voto: Nenhum (5 votos)

webster franklin

imagem de Paulo Afonso Freire
Paulo Afonso Freire

O Brasil é o país de apenas

O Brasil é o país de apenas um Juiz e um Jornalista.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de altamiro souza
altamiro souza

sutilmente, os brasileiros

sutilmente, os brasileiros que encaminharam pedidos de saída dessa

entidade deixaram claro de que lado ela está...

financiada pelo  soros etc e tal, só poderia representar

o grande capitalismo financeiro.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de babyface
babyface

Somente uma operação tipo

Somente uma operação tipo "anonymous e/ou Wikileaks" seria capaz de expor estes documentos, no mais, é esforço para angariar mais "sponsored by.......".

Não se iludam a busca disponibilizada ( faz parte do projeto off-shore)está totalmente filtrada, a SwissLeaks está "trancada".Nomes e offshores fazem parte do projeto OffShore.

abcs

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de babyface
babyface

Somente uma operação tipo

Somente uma operação tipo "anonymous e/ou Wikileaks" seria capaz de expor estes documentos, no mais, é esforço para angariar mais "sponsored by.......".

Não se iludam a busca disponibilizada ( faz parte do projeto off-shore)está totalmente filtrada, a SwissLeaks está "trancada".Nomes e offshores fazem parte do projeto OffShore.

abcs

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Renato Lages
Renato Lages

E onde estão os hackers para

E onde estão os hackers para pegar a lista completa? Sera que nenhum grupo lá fora se interessou em conseguir os dados Swissleaks completo?

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Carl Oliveira
Carl Oliveira

O problema também é que

O problema também é que aparecendo as aves de alta plumagem na lista, ou algum banqueiro a eles ligados, ou algum barão da mídia, alguma autoridade do judiciário ou do MP, ou até mesmo um mero colunistas, eles serão blindados de tal forma pela mídia, que vai ser difícil alguma autoridade levar a efeito alguma investigação, o último que tentou isso perdeu o cargo de delegado da PF e ainda foi condenado criminalmente pelo STF (Protogenes).

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de edna baker
edna baker

A Marina Walker Guevara

A Marina Walker Guevara parece ser uma senhora bem conservadora. Está explicado.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Sem dúvida ela é mais uma

Sem dúvida ela é mais uma Free Walker.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Srªs Senadoras e Srs. Senadores, a Transparência Internacional divulgou, nesta terça-feira, a classificação anual dos países mais corruptos do mundo, e a situação do Brasil, sob o império do “lulismo”, só piorou. Demóstenes Torres 08/10/2003

Na foto do fernanco rodrigues

Na foto do fernanco rodrigues que está no post ele parece um nazista, olhando de cima pra baixo de soslaio. É um pulha! 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Tá na cara (TNC)

É "colonista" e "colaboradora" dos jornais "The Miami Herald" e El País da Espanha, dentre vários outros meios reaças da direita internacional. Explica-se por ai....

Se for da Opus Dei, ai é batata...

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Carl Oliveira
Carl Oliveira

Quando eu falo que existe uma

Quando eu falo que existe uma megaconspiração mundial contra os governos progressistas da América Latina, capitaneada principalmente pelos órgãos de imprensa nacional e internacional, e por alguns integrantes de órgãos aplicadores da lei nacionais e internacionais, falam que estou paranóico.

Seu voto: Nenhum (21 votos)

É duro heim ver um país

É duro heim ver um país inteiro submetido à ditadura midiática de direita ou da elite.

Seu voto: Nenhum (15 votos)

Subserviência

"Um país inteiro" e, sobretudo, o governo atual, que, além de se submeter, tem pela ditadura da mídia uma complacência que às vezes beira a subserviência...

Seu voto: Nenhum (10 votos)

"O mundo estaria salvo se os homens de bem tivessem a mesma ousadia dos canalhas" Nelson Rodrigues

Que dor saber que  se tem a

Que dor saber que  se tem a chance de mostrar ao Brasil(e mundo)

quem são os verdadeiros bandidos. A população por vezes não se

interessa pelo jogo do poder ou da politica..mas quando entra "grana"

na jogada a coisa pega! E os manifestantes?

 

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de L. Souza
L. Souza

Marina

Se tornou uma jornalista marionete. Não honra o sobrenome.

Seu voto: Nenhum (13 votos)
imagem de Ivo Miter
Ivo Miter

Se na Inglaterra está assim, imaginem aqui

Donos de diário britânico receberam empréstimo de R$ 1,1 bi antes de mudar cobertura sobre escândalo do HSBC

publicado em 19 de fevereiro de 2015 às 17:56

 

Fonte: http://www.viomundo.com.br/denuncias/diario-britanico-recebeu-emprestimo...

HSBC

Empréstimo de 250 milhões de libras aos donos do Telegraph levanta novas questões sobre cobertura

Irmãos Barclay garantiram empréstimo para uma companhia que perdia dinheiro antes de repórteres do Telegraph serem desencorajados na produção de artigos críticos ao HSBC

por Simon Bowers, no diário britânico Guardian

Thursday 19 February 2015 18.51 GMT

Os donos do Daily Telegraph asseguraram um empréstimo equivalente a R$ 1,1 bi — do HSBC para uma empresa do grupo que enfrentava dificuldades — pouco antes de repórteres do jornal terem sido alegadamente “desencorajados” a publicar artigos críticos ao banco, o Guardian descobriu.

O timing do empréstimo para a Yodel, uma empresa de entrega de pacotes de propriedade dos irmãos Barclay, levanta novas questões sobre a influência de considerações comerciais na cobertura editorial doTelegraph sobre o HSBC.

O empréstimo foi completado no dia 14 de dezembro de 2012, demonstram documentos da empresa. O ex-chefe de comentário político do jornal, Peter Oborne, alegou esta semana que houve uma grande mudança editorial no tratamento dado ao banco a partir do início de 2013.

Os documentos demonstram que Sir David e Sir Frederick Barclay tiveram de dar uma garantia financeira pessoal como segurança adicional aos credores.

As decisões editoriais do jornal sobre o HSBC foram questionadas esta semana por Oborne, que acusou o jornal de “fraudar seus leitores” em uma carta de renúncia.

Ele alega especificamente que a cobertura do Telegraph sobre o banco mudou abruptamente dois anos atrás. “A partir do início de 2013 as reportagens críticas ao HSBC foram desencorajadas”, afirmou.

A Yodel foi refinanciada na metade de dezembro de 2012 com o maior banco da Europa, o HSBC. Como garantia, o banco assumiu parte da renda de quase todo o negócio — significando que poderia assumir controle da companhia se ela não cumprisse os compromissos assumidos.

O novo empréstimo do HSBC foi usado para pagar empréstimos anteriores com o Lloyds. Os negócios da Yodel tiveram perda de £112m no ano terminado em 30 de junho de 2013. Informações da Yodel mostram uma dívida de £242m no empréstimo do HSBC no final de junho de 2013 e não há informações oficiais de que a dívida tenha sido quitada.

Procurada pelo Guardian, a família Barclay não quis comentar o empréstimo, mas uma fonte próxima a ela descartou a tese de que a cobertura do Telegraph poderia ter sido influenciada pelo empréstimo do HSBC. A fonte também indicou que as empresas da família emprestam de muitos outros bancos.

Os Barclay acreditam que muitas inverdades foram escritas sobre eles em dias recentes, mas não explicaram exatamente quais.

Oborne se afastou do Telegraph esta semana de forma pública, em protesto contra a cobertura do escândalo do HSBC. O veterano jornalista pediu uma investigação independente da linha editorial do jornal por falta de reportagens sobre o caso do HSBC.

Guardian, a BBC, o Le Monde e outras 50 empresas de mídia revelaram como o braço suiço do banco HSBC ajudou clientes ricos a sonegar impostos e esconder milhões de dólares em bens, driblando autoridades locais.

As revelações sobre as atividades bancárias de alguns dos clientes mais ricos do HSBC dominaram as manchetes da mídia britânica em semanas recentes, mas apareceram apenas brevemente no Telegraph, Oborne argumenta.

Os diretores da Yodel, que incluem os filhos de Sir David Barclay, Aiden e Howard, admitem que o negócio da entrega de pacotes passa “por mudanças rápidas”. Embora isso represente oportunidade de crescimento, há muitas empresas no ramo, levando a um “alto grau de competição”.

Dados oficiais demonstram que a empresa conseguiu ser qualificada como “ativa” para efeitos de contabilidade graças à disposição de sua empresa parente, baseada em Jersey — outra companhia do império dos Barclay chamada LW Corporation — de dar apoio financeiro. Companhias baseadas em Jersey não são obrigadas por lei a publicar balanço.

No início desta semana Oborne alegou que o HSBC suspendeu suas campanhas publicitárias noTelegraph depois que o jornal publicou uma investigação em novembro de 2012 baseada em vazamentos de contas pessoais do HSBC em Jersey.

Ele também alega que repórteres receberam ordens para destruir e-mails, relatórios e documentos relacionados à investigação. “Foi o momento chave”, Oborne escreveu.

Ele atribuiu a mudança a uma tentativa de reconquistar a conta de publicidade. Disse que tinha sido informado por uma fonte extremamente bem informada, de dentro do jornal, de que a publicidade do HSBC era de grande valor. “Reconquistar os anúncios do HSBC se tornou uma prioridade”, Oborne afirmou.

Em uma nota respondendo às acusações de Oborne, um porta-voz do Telegraph disse que não poderia comentar sobre relações comerciais do jornal, mas continuou: “Temos o objetivo de dar a nossos parceiros comerciais um amplo leque de soluções de publicidade, mas a distinção entre publicidade e nossa premiada operação editorial sempre foi fundamental para nosso negócio. Refutamos totalmente qualquer alegação em contrário. É uma pena que Peter Oborne, que por quase cinco anos contribuiu com o Telegraph, tenha decidido lançar ataque tão surpreendente e sem fundamento, cheio de imprecisões e insinuações, contra seu próprio jornal”.

Leia também:

HSBC: Amaury Ribeiro Jr. deixa o Comitê Internacional de Jornalistas Investigativos

 

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Yacov
Yacov

SOROS financia o ICIJ e a

SOROS financia o ICIJ e a LISTA do HSBC é um perigo para os seus sonhos de adquirir a PETROBRAS a preço de banana, depos do PETROLÃO, portanto esperemos a divulgação dessa lista para daqui uns 50 anos, capice?!?

 

"O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÂO & GOLPES - O que passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS"

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Tem dente de coelho...

Visto o posicionamento do tal ICIJ, tem gente nele, ou por trás dele, de olho gordíssimo num possível espólio da Petrobrás, se os neolibs daqui, irmãos siameses dos neolibs que sustentam essa agremiação, voltarem ao poder. E enquanto seu lobo não vem, ou não vier a vir, em tirar uma casquinha do pré-sal.

P.S. A Secom não vai se manifestar a respeito da atuação do Rodrigues? O sindicato dos jornalistas? A ABI? E quem mais do ramo?

Seu voto: Nenhum (9 votos)

"O mundo estaria salvo se os homens de bem tivessem a mesma ousadia dos canalhas" Nelson Rodrigues

pelo menos fica bem claro...

um só jornalista brasileiro irá formar a opinião pública

reparem que daqui dá seguimento a uma escala global, passsando da esfera pública, civil, para a política

Seu voto: Nenhum (3 votos)

  Eis a prova cabal de que

 

Eis a prova cabal de que esta dominado, esta tudo dominado, nada que atinja o poder hegemônico será permitido, imprensa livre e independente é uma miragem para engabelar quem ainda se permite ser feito de tolo.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Srªs Senadoras e Srs. Senadores, a Transparência Internacional divulgou, nesta terça-feira, a classificação anual dos países mais corruptos do mundo, e a situação do Brasil, sob o império do “lulismo”, só piorou. Demóstenes Torres 08/10/2003

imagem de Yacov
Yacov

E quem não é tolo faz o

E quem não é tolo faz o quê!?! Assina a VEJA, compra um caminhão ou uma bicicleta !?!?

 

"O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÂO & GOLPES - O que passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS"

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Vai pra PQP
Vai pra PQP

CENSURA Como o sr. Motta

CENSURA

Como o sr. Motta Araújo disse: associação bacada pela Open Society, do George Soros. Não dava pra epserar diferente!

Seu voto: Nenhum (7 votos)

O Nassif não deveria PUBLICAR

O Nassif não deveria PUBLICAR nada do que ele escreve.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Foi o Motótótótótóquinha

Foi o Motótótótótóquinha araújo que disse isso?

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Vai pra PQP
Vai pra PQP

Sim, mas ele disse elogiando,

Sim, mas ele disse elogiando, elogio precoce.

Seu voto: Nenhum

com certeza,

ele foi o primeiro a cantar essa bola.

Seu voto: Nenhum

"Se é para o bem de todos e felicidade geral da Nação, estou pronto! Digam ao povo que fico" MT

A vida é curta demais para se beber cerveja barata!!

A diferença entre o Brasil e a República Checa é que, a República Checa tem o gove

imagem de Zanchetta
Zanchetta

A ausência do Amaury Jr vai

A ausência do Amaury Jr vai preencher uma grande lacuna no ICIJ...

Seu voto: Nenhum (22 votos)
imagem de Jorge Jaba
Jorge Jaba

Jornalismo morto

Podridão jornalística ultrapassa fronteiras do Brasil . Li lá na página do ICIJ gente da Turquia , Portugal e Canadá reclamando da mesma coisa . É a praga Neo Liberal comprando tudo. Imaginem só se esses caras vão liberar estes nomes . A pancada na credibilidade dessa gente e as consequencias disso no valor de empresas vinculadas .

Seu voto: Nenhum (13 votos)
imagem de Bernardo F Costa
Bernardo F Costa

Para mim, esse conluio do

Para mim, esse conluio do ICIJ com Fernando Rodrigues devia ser denunciado internacionalmente. Chega a ser pior do que o caso do jornalista inglês que se demitiu pois, no caso, o ICIJ poderia alegar que não estava envolvido diretamente. Mas agora não, eles tomaram o lado da UOL em detrimento do lado público. Ficou escancarado para todo mundo ver que existe interesse na divulgação seletiva dessa lista de pessoas no mundo todo. Recomendo a todos, Nassif incluído aí, que divulguem essa troca de email em sites internacionais, de preferência com notícias relacionadas ao escândalo. Uma denúncia em nível internacional pode vir a trazer consequências maiores seja para o UOL/Fernando Rodrigues ou mesmo para o próprio ICIJ se este não voltar atrás na sua decisão de privilegiar determinados grupos de midia nos países.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Guevarismo?

A biografia do Amaury fica preservada.

Além de aceitar a renúncia dele, ela deveria renunciar ao sobrenome que porta, para preservar a biografia da família Guevara.

Seu voto: Nenhum (15 votos)

Batata

imagem de Eliane Ribeiro
Eliane Ribeiro

Sera que não vai aparecer nem

Sera que não vai aparecer nem artistazinho oportunista.Para fazer um poemazinho safado igual a de uma certa interprete,inclusive muito boa cantora.Sobre "Passaram a mão no meu Brasil.....

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Euler Conrado
Euler Conrado

Tá na cara que se trata de

Tá na cara que se trata de mais uma organização que não se deve levar a sério. Escolher um órgão da mídia golpista para manter o monopólio da lista de sonegadores é o mesmo que colocar a raposa para tomar conta do galinheiro. Os tucanos de alta plumagem serão poupados, como sempre. Os sonegadores que tiveram qualquer ligação com o PT e com a Petrobras, ainda que seja uma ligação indireta, serão expostos ao escracho midiático. Até quando o povo brasileiro vai aceitar essa ditadura midiática que controla as ondas das rádios, e tvs, além de jornais e revistas?

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de NNN
NNN

Aspirações...

E pensar que um dia o jornalismo já almejou isenção... Que m...a!

Ou ainda: "comprem dimim porque sou isento o suficiente para corroborar teus preconc... errr. tuas crenças!"

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Eliane Ribeiro
Eliane Ribeiro

Nossa depois dessa é de dar

Nossa depois dessa é de dar pena."Dos indignados limpos e moralista",que se julgam bem informados pela imprensa nativa."Que amam a bandeira brasileira".Assaltaram e sonegaram e esconderam dos imbecis informações ohhh para moralizar esse Pais. 7bilhões de dolares e em reais 20 bilhões! como é mesmo o slogam dos derrotados ,bandidos e hipocritas:com esse dinheiro dava para construir hospitais,escolas,segurança....vão pra PQP...que hoje eu não encontre um nojento desses.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Cleuber tales
Cleuber tales

O confiável Amaury

O tal do amaury era tão confiável (nesse caso especificamente, pois não posso falar de outras situações, já que não o conheço) que nunca procurou a tal da Marina (segundo ela mesma afirmou), se apresentou como super confiável, se comprometendo a resguardar alguns dados e etc, quando obteve a recusa, a primeira coisa que fez foi dar uma de apelão, detonar a organização e pedir pra sair.  Acho que fez bem a vice-diretora e concordo com o colega que disse preferir o amaury jr original.

Seu voto: Nenhum (21 votos)

Já disse isso. Quem financia

Já disse isso.

Quem financia a ICIJ é essa turminha aqui:  Adessium Foundation, Open Society Foundations, The Sigrid Rausing Trust, The Ford Foundation, The David and Lucile Packard Foundation, Pew Charitable Trusts and Waterloo Foundation.

Portanto não esperem nada muito espetacular sendo veículado por esse pessoal. Aliás não é só no Brasil que estão reclamando desses vazamentos muito seletivos.

A esperança é que alguém com acesso aos arquivos possa vazá-los das mãos desses jornalistas. Convenhamos,  é tarefa mais difíciil do que vazá-los de banqueiros.

A que ponto chegamos.

Seu voto: Nenhum (18 votos)

Exatamente!!  Já teve

Exatamente!!  Já teve jornalista se demitindo justamente por causa disso.  Aqui como lá fora, enfrentar grandes grupos não é tarefa das mais fáceis.  

Precisamos ficar atentos às mídias globais pois já tem gente postando links que ajudam...  Quem sabe o ex-funcionário da HSBC não libera mais informações...

 

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.