Revista GGN

Assine

Jucá será exonerado e reassume mandato no Senado

Da Agência Brasil

Apesar de o ministro do Planejamento, Romero Jucá, anunciar que vai se licenciar da pasta para aguardar uma manifestação da Procuradoria-geral da República (PGR) sobre a conversa que teve com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, sobre a Operação Lava Jato, Jucá será exonerado do cargo para reassumir o mandato no Senado e a portaria com a exoneração será publicada nesta terça-feira (24).
 
Irritado, Jucá disse que pretende voltar ao Senado para fazer “o enfrentamento” e evitar “babaquices” e manipulações da oposição, como o PT. “Sou o presidente do PMDB, sou um dos construtores desse novo governo e não quero, de forma nenhuma, deixar que qualquer manipulação mal intencionada possa comprometer o governo. Portanto, enquanto o Ministério Público não se manifestar, aguardo fora do ministério o posicionamento. Se ele se manifestar que não há crime, que é o que acho, caberá ao presidente Michel Temer me reconvidar ou não”, disse Jucá.
 
Jucá avaliou que seu afastamento do ministério não vai prejudicar a aprovação da nova meta fiscal de R$ 170,5 bilhões. “A meta é uma meta de governo, que foi feita por mim e pelo ministro [da Fazenda, Henrique] Meirelles. É técnica, um dado de responsabilidade, e vamos aprovar a meta”.

Gravação

Romero Jucá voltou a negar que tenha cometido crime no diálogo que teve o ex-presidente da Transpetro. “A sangria é de um modo geral, sobre a questão política, econômica social. O governo estava sangrando, o país estava sangrando. Portanto, essa questão é geral, eu tenho dito isso em diversas entrevistas. Não se atenham a uma frase, se atenham ao contexto do que eu tenho dito em entrevistas nas páginas amarelas da Veja, na Isto é, na Época, na Folha de S.Paulo, no Roda Vida. Tenho debatido isso o tempo todo, não mudo um milímetro do que eu tenho dito”, argumentou Jucá.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, em conversa com Machado, Jucá sugere um “pacto” para tentar barrar a Operação Lava Jato. De acordo com o jornal, Machado afirma estar preocupado por acreditar que ele seria alvo do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, devido a relação dele com a cúpula do PMDB. Machado já foi citado por delatores da Lava Jato.

Em resposta a Machado, Jucá diz que a solução tem que ser política. “Você tem que ver com seu advogado como é que a gente pode ajudar. Tem que ser política, advogado não encontra [inaudível]. Se é político, como é a política? Tem que resolver essa p... Tem que mudar o governo pra poder estancar essa sangria”, disse Jucá, segundo a reportagem.

 

Média: 2 (8 votos)
14 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Maria Rita
Maria Rita

Nelson Rodrigues vive porque

Nelson Rodrigues vive porque parte do Brasil, aquela do verde e amarelo que seguiu os mendigos sociais da champanhota, devem estar enviando uma mensagem clonada do escritor para o governo interino com o seguinte teor: Perdoa-me por me traíres. A outra parte já estava careca de saber, só não tinha provas. Agora tem.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de ATavares
ATavares

O Senador Reguffe, sem

O Senador Reguffe, sem partido-DF, eleito em 2014 pelo PDT foi campeão de votos no DF. 

Sua plataforma é o moralismo. Nos moldes do Demóstenes.

Reguffe é sobrinho de Sérgio Machado, o interlocutor de Jucá na gravação.

Quando Machado era senador, empregou Refuffe na liderança do governo FHC no Senado. Nepostismo?

O líder do governo FHC era José Roberto Arruda, do DF. Aquele do mensalão do DEM, que foi filmado recebendo dinheiro.

Reguffe, pela moralidade, votou a favor do afastamento de Dilma.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O pig quer resumir tudo à "Jucá ou não Jucá", menos um:

A queda de Jucá, que durou apenas 12 dias como ministro da junta de salvação nacional, é a consequência menos importante do episódio. Agora é preciso esclarecer as questões que o grampo deixou no ar.

As delações dos empreiteiros são mesmo “seletivas”, como afirma Jucá? Ministros do Supremo teriam aceitado participar de um acordão, como sugere o senador? O que os comandantes militares prometeram “garantir”? E Temer, o que pretendia fazer com a Lava Jato em nome de um “grande acordo nacional”?

Bernardo Mello Franco, na Folha

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Juliano Santos

imagem de ATavares
ATavares

Supremo/Jucá - Quem cala

Supremo/Jucá - Quem cala consente.

FFAA/Jucá - Quem cala consente.

Conselho de Ética/Jucá - Quem cala consente.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Solução "golpe forever": Jucá

Solução "golpe forever":

Jucá sai mais fica, ou vice-versa. Facção Cunha do golpe avança sobre facção Jucá/Padilha/Gedel/Moreira no PMDB. Renan corre por fora. Facção PSDB avança sobre facção PMDB. Facção Serra avança sobre facção Aécio no PSDB. Alkimin corre pro fora.

Na outra banda de facções, o STF e o Janot ensaiam o silêncio ensurdecedor. Moro corre por fora. E o pig faz ginástica para "limpar" o governo Temer do Jucá, como se um não fosse o outro e vice e versa. Blogueiros sujos correm por fora. Ôpa, aí está fora do script! 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Juliano Santos

imagem de ATavares
ATavares

Segundo um consultor

Segundo um consultor especialista, o regimento interno do senado, no artigo 43, prevê que, uma vez licenciado e o suplente empossado, o senador não pode retornar ao senado antes do prazo de 120 dias. É o caso do Jucá.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

@MIchelTemer cometeu o

cometeu o suicídio ao participar do golpe de estado. Agora só falta ele apertar o gatilho.

Getúlio Vargas saiu da vida para entrar na História. entrou na infâmia e será sepultado duas vezes.

A História perdoou Vargas, nunca será perdoado. Ele será um cadáver condenado a feder eternamente

 

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Jucá o safo mas, breve.

A linhagem de políticos safos no Brasil, a exemplo de Jucá, que além, de tudo que praticou e defendeu, ainda se considera na condição de peitar a oposição "babaca" segundo ele; demonstra sem tintas e maquiagens, e sem efeitos especiasi da golpenws, que nossas Instituições nas Três esferas de Poderes estão carcomidas pelo aparelhamento e hospedagem indesejada, de parasitas incrustrados na máquina pública. Sejam eles levados pelos votos comprados pela corrupção, sejam eles levados por concursos públicos moldados pelo estamento conservador.

Essa gente, estando em qualquer das esferas, Judiciário, Legislativo e Executivo, se acostumou agir de forma corporativista, imediatista e sem qualquer obrigação com o eleitor, com o cidadão brasileiro. Uma vez na posse da teta e, com as prerrogativas do cargo, imediatamente, passam a defender a corporação a que pertence.

Pra essa gente, não existe Nação, não existe Brasil, não existe comunidade, não existe cidadania; o que conta pra eles, é o grupo, a gangue, a fam;ilia, a corporação em primeiro lugar. O resto, tratam com tal hipocrisia e cinismo, que quando suas intençòes são reveladas como agora, o rebanho de imbecis(que somos todos nós) fica atônito se perguntando: como pode uma situação desta ocorrer no Planalto e o governo provisório ainda estar de pé, embora cambaleante?

O Brasil do progresso, o Brasil do emprego, o Brasil das riquezas, o Brasil da natureza, o Brasil das oportunidades, tudo é filtrado pelo viés patrimolialista, passado e repassado pelas mãos safas da casta corporativa dos três poderes, para no final depois de atendidas as "necessidades"do estamento burocrático, entregue as riquezas aos países centrais, que nos bastidores monitoram a máquina púnlica, solver o que resta ao povo iludido, enganado.

O retrato do Brasil atual, é o retrato da falta de educação, falta de valorização da cultura nacional, falta de ideologia, e fragilidade às imposições do capitalismo global capitaneado pelas grandes corporações.

As Universidades brasileiras em geral, à décadas não formam cidadãos, formam indivíduos capacitados à se enfileirar nas vagas de emprego das multinacionais, das empresas nacionais que assimilaram a cultura do imperialismo globalizado neoliberal liderado pela FIESP entreguista.

O viralatismo da política macunaímica infiltrada e consolidada nos três poderes da República, é condição sine qua non, para o domínio das forças conservadoras, reacionárias que dão golpe, transformam de cima pra baixo, manipulam e acertam tudo, para que no fundo não se altere nada de substancial na estrutura corrompida do Poder.

Este é o retrato resumido, em preto e branco e superficial do Brasil, que quando elege um Governo Reformista, ou que se pretende ser, esta casta se mobiliza nos bastidores, e vem com tudo para que não se viabilize a cidadania, a soberania, a auto estima do povo brasileiro.

O Jucá é o sonho e espelho da maioria dos vereadores, prefeitos, deputados estaduais, federais, senadores deste Brasil em construção que não se acaba, desde 1500.

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Ugo
Ugo

eu acredito em reação

Não somos nada sem uma base cultural nossa, não imagino a invenção aqui de um novo Aristóteles, Kant Freud Machiavelli e assim por diante, mas a valorização dos educadores do tamanho do Freire Darcy Ribeiro e muitos ainda a serem reverenciados.

Somos tartufos FHC, vazios vaidosos incultos e venais , não somos a casa grande auto iludidos imaginamos pertencer a esta elite minúscula e estamos a serviço dela sempre prontos para o descarte quando incômodos.

O grande feitio do Cabral foi construir uma nação sem povo e edificar em seguida uma sociedade sem autoestima e identidade, mantida na ignorância e manipulável como pode ser testemunhado no boletim “Globo Cabral edição numero um de 1500”.

O tio sam construiu a identidade nas boas e propositalmente manipuladas interpretações de Hollywood, nas marchas para o oeste, no combate aos índios assassinos de brancos, na justificativas patrióticas de todas as guerras, na superioridade necessária de ter sempre mais armamentos e mais atualizados, no combate aos Saddam por ter armas de destruição em massa que nunca existiram, na hipocrisia do fato ser este genocídio o interesse apenas das corporações petrolíferas e das suas empreiteiras.

Destruir os Vargas Juscelinos Lulas é de interesse de quem?

Seu voto: Nenhum
imagem de Naldo
Naldo

Cara de pau dessa turma não

Cara de pau dessa turma não tem limites, foi pego em flagrante e ainda quer cantar de galo, toma tenencia homem! Fica quietinho que é melhor.

Seu voto: Nenhum
imagem de Jossimar
Jossimar

Vai ao senado para votar pelo

Vai ao senado para votar pelo impeachmente da Dilma.

POr um crime dez vezes pior que o do Delcídio, que era só intenção, não sabemos se era só dele e nem chegou a ser cometido, o Delcídio foi imediatamente preso e cassado. Quanto ao Jucá cujo crime é muito mais grave e já foi perpetrado, não está preso e permanece senador.

O que o Jucá afirmou sobre os ministros do STF era verdade?

Temos STF?

Se temos, Podemos acreditar neste STF?

Penso que não.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

(Sem título)

Seu voto: Nenhum (2 votos)

 

...spin

 

 

imagem de André de Sousa R
André de Sousa R

golpistas e seus tentaculos

golpistas e seus tentaculos destroem o brasil

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Àlvares de Souza
Àlvares de Souza

Os canalhas morrem canalhas.

Os canalhas morrem canalhas.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.