Revista GGN

Assine

Justiça de MG condena o primeiro réu do "mensalão" tucano

Jornal GGN - Depois de seis anos, a Justiça Federal em Belo Horizonte condenou o ex-diretor do Banco Rural, Nélio Brant, pelos crimes de gestão fraudulenta e gestão temerária de instituição financeira. Ele deverá cumprir pena de 9 anos e 9 meses de reclusão, em regime fechado, e terá que pagar 140 dias multa, no valor de R$ 949.200.

A denúncia foi feito pelo Ministério Publico Federal, em 2007, e apontou o esquema desvio de recursos públicos durante a campanha à reeleição do ex-governador e atual deputado federal Eduardo Azeredo (PSDB), conhecido como “mensalão” tucano. Segundo a acusação, foram desviados R$ 3,5 milhões de três estatais para a campanha de Azeredo.

O valor do dia multa foi estabelecido em dez salários mínimos. A decisão cabe recurso, e Brant poderá recorrer em liberdade. Outros quatro réus foram absolvidos.

O esquema teve a participação de mais 19 pessoas e vigorou durante a campanha de reeleição de Eduardo Azeredo ao governo de Minas Gerais no ano de 1998.

A Justiça Federal de Belo Horizonte anunciou que a sentença será publicada na próxima terça-feira (1º) e, até lá, não divulgará detalhes e nem comentará sobre o processo. O MPF informou que recorreu da sentença. Segundo a procuradoria, no processo existem provas para a condenação dos quatro absolvidos e pede o aumento da pena imposta a Nélio Brant.

José Geraldo Dontal, Paulo Roberto Grossi, Caio Mário Álvares e Wellerson Antônio da Rocha, que compunham o comitê de crédito da instituição financeira foram absolvidos por falta de provas.

Também tramita no STF (Supremo Tribunal Federal) a PET (Petição) 3067/ Minas Gerais, contra o deputado federal Eduardo Azeredo e Clésio Andrade, por terem direito ao foro privilegiado. Tendo como relator, o ministro Luís Roberto Barroso, designado para dar andamento na matéria que está finalizada desde o dia 26 de junho último.

STF x “Mensalão” Tucano

O STF suspendeu por duas vezes, em maio de 2012, o julgamento da ação cível no chamado “mensalão” mineiro ou “tucanoduto”. Um vídeo produzido pelo Congresso em Foco narra com exatidão o momento em que Ayres Britou retirou o projeto da pauta, nos dias 16 e 23 de maio do ano passado, e nunca mais voltou.

Na sessão do dia 16, a PET (Petição) 3067/Minas Gerais entra em pauta, entretanto, o ex-presidente do STF, ministro Ayres Britto diz aos demais ministros que Gilmar Mendes havia lhe pedido o adiamento do julgamento do “mensalão mineiro”. Consultados, a maioria da Corte concordou com a mudança de data, apenas Joaquim Barbosa e Marco Aurélio defenderam, à época, o julgamento imediato. Britto remete a Petição para sessão seguinte, justificando a ausência de Celso de Melo e Dias Toffoli. 

Na sessão do dia 23 de maio, o “mensalão” mineiro volta à pauta. No entanto, quando chega à vez de votar o PET 3067, ao anunciar seu voto, Ayres Britto diz trata-se de “um voto longo” e suspende a sessão por trinta minutos para o café. “Eu vou suspender a sessão e chamo (PET 3067) quando do retorno”.

Quando regressaram, ao invés de trazer a julgamento o “mensalão” mineiro, Britto chama outro processo. Questionado em entrevista pelo Congresso em Foco, por telefone, sobre porque o inquérito não foi colocado em pauta, o ministro responde “se eu não coloquei (em julgamento) é porque não tive condições”. Ainda com entrevista, ele advertiu “ser uma pessoa atenciosa e que conversa com os ministros e que ninguém negaria essa qualidade, de buscar a todo instante um consenso”.

O julgamento da ação permitiria a recuperação de recursos desviados do “mensalão” mineiro, também conhecido como valerioduto tucano.

Com informações do STF, Congresso em Foco e jornal O Tempo

Sem votos
17 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Alceste Pinheiro
Alceste Pinheiro

Afinal, não puniram o mensalão tucano?

Mas não cansaram de dizer aqui e alhures que com o mensalão tucano a Justiça não se incomodava?

Pois é.

E afinal existe mensalão tucano? Existe o mensalão petista?

A Justiça brasileira se pronunciou e isso me basta.

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Até parece, mas não é
Até parece, mas não é

Por isso o julgamente tinha

Por isso o julgamente tinha que ser um só e tal como o seguinte: um cara tá assaltando uma loja  e obriga um cliente ir no caixa pegar o dinheiro e toda filmagem que aparece é o coitado pegando o dinheiro.  

Seu voto: Nenhum

Há uma diferença enorme entre

Há uma diferença enorme entre os dois casos. Está provado por A mais B que os petistas não usaram recursos públicos, enquanto que os tucanos sangraram as estatais mineiras. E outra diferença: Essa sentença é de um juizo de primeiro grau, terão direito a recorrer para outra Corte de juizes, isso foi negado aos petistas no tribunal de exceção. Essa condenação foi prá inglês ver, prá dizer que pau que dá em Chico dá em Francisco, o que não é o caso.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

 

...spin

 

 

imagem de Durvalino
Durvalino

....   viva  !!!!!!!!!!!! mas

....   viva  !!!!!!!!!!!!

mas quando eh q vao pedir para devolver o dinheiro publico desviado .

Seu voto: Nenhum

Essa quadrilha aí acabou

Essa quadrilha aí acabou ficando sem chefe, né? Pq o chefe da quadrilha, que montou o maior esquema de desvio de dinheiro público da galáxia para comprar apoio político, denro do Congresso Nacional, é o Zé Dirceu. O idealizador do esquema, sempre segundo os Sábios do STF, chegou com meia década de atraso. Vamos esperar a vítima recorrer pq ainda existe a possibilidade da Corte concluir que o JD era o chefe da quadrilha que organizou a campanha tucana... Parece impossível????? Então aguardem. Do STF, a gente pode esperar qq coisa. Pessoal fala que é um BBB mas tá mais pra  "Lata Velha"  jurídico. O MPF entra com uma denúncia Chevette 77, toda trabalhada no plastik, porta amarrada com fio, pneu careca, bola de siri no câmbio...  a Corte faz a mágica e entrega uma condenação Land Rover 0 KM. O problema é que o motor, continua sendo o do Chevette e a bola com o siri ficou pendurada no retrovisor; vai daí que a máquina deslumbra todo mundo mas o siri pendurado, entrega...

Eu vi no FB que o MAM, disse que não houve pressão midiática na AP 470 e que ele e Fux é que sofreram pressão dos blogs "ligados" aos réus ( seja lá o que isso signifique ) Custo a crer que tenha proferido uma barbaridade dessas mas, caso tenha dito isso mesmo, vai ser o primeiro caso na História da Humanidade que um sujeito é que segue o perseguidor... Como alguém pode ser perseguido por um Blog dentre milhares? Só existe uma ÚNICA maneira de alguém sentir-se perseguido/pressionado por um blog... É acompanhando ele. Ou seja, a pessoa tem que CATAR a pressão... assim fica difícil... Quando  a gentepensa que a capacidade criativa de nossos magisrados esgotou-se, eles surgem com uma criação, infinitamente, superior a última.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Cuma???
Cuma???

Digamos que seja verdade.

Digamos que seja verdade. Como é possível um semianalfabeto montar esquema tão engenhoso? isso é coisa para quem tem curso superior

Seu voto: Nenhum
imagem de Ledour
Ledour

Bem lembrado, o Paulinho,

Bem lembrado, o Paulinho, Secretario Geral do PT, recebeu sim um Land Rover ingles de nascenca com exame de DNA e tudo, nao foi um chevetinho 77 nao. Alias, o Paulinho Land Rover como ficou conhecido, foi o primeiro reu confesso do Mensalao, fez acordo com o Ministerio Publico e pagous (sei la') 780 horas de trabalho comunitario e sumiu. Foi o mais esperto dos mensaleiros.

 

Seu voto: Nenhum

Não seja desonesto

SILVINHO PRATICOU TRÁFICO DE INFLUÊNCIA - Vc deve estar de porre que até trocou o nome do homem. Ta aí o único cara que deveria ter sido condenado, e no entanto recebeu essa facilidade do MP, pq será. Ah, se for instalada uma Comissão da Verdade STF vamos ficar sabendo de coisas de tirar pica-pau do oco. Em 2004 o Silvinho praticou tráfico de influência junto a Petrobrás e recebeu o Land Rover da empresa GDK em troca de contratos na estatal. Deveria ter sido condenado por isso, não tem nada a ver com esquema de mensalão e, como não se encaixava na lógica "mensaleira" que estava sendo montada pelo pig-stf-oposição-mpf, deram um jeito de deixar ele fora. Pq será também que deixaram fora os chefes de Pizzolato, só pq eram tucanos,...mistérios..

Seu voto: Nenhum (1 voto)

 

...spin

 

 

imagem de Orlando Soares Varêda
Orlando Soares Varêda

  Se foi mensalão, ou não,

 

Se foi mensalão, ou não, pouco importa. O que verdadeiramente interessa, é se respeitar a lei do direito autoral. E, conceder os créditos aos verdadeiros autores da modalidade para remunerar apoios à "governabilidade."  Dai, a importância de se resgatar os primeiros movimentos que deram ensejo ao nascimento do mensalão primogênito.

Conforme registro de nascimento, sabe-se que o mensalão é filho legítimo, do Fernando Henrique Cardoso e do Eng. Sergio Motta. Trator tucano, conhecido entre a massa cheirosa pela carinhosa alcunha de O Serjão. 

O histórico evento se dá, ao se complentar o primeiro mês da desastrosa governança (para o País) do Senhor FHC. Isto é, em primeiro de fevereiro de 1995. Ai, se inic iam as primeiras negociações para compra de votos de parlamentares, necessárias para o estupro da Constituição a permitir a futura reeleição do intelectual de merda do FHC.

Os demais grupos partidários que posteriormente vieram a adotar aquela tecnologia, já o fizeram, como franqueados licenciados pelos tucanos. Eram os cheirosos, detentores da titularidade da franquia master, para o Brasil. Vale lembrar, que a propriedade da franquia, ao que se sabe, era de propriedade do governo norte-americano, do Clinton. Tendo sido negociada para Fujimori no Peru, Menem na Argentina, dentre outros neocons espalhados pelo mundo.

Orlando

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

No Mensalão Tucano, virá à

No Mensalão Tucano, virá à tona aquela famosa lista de Furnas, onde tem o Nome de um Ilustre Ministro do STF.....

aí sim veremos o que será feito do " Domínio do Fato ".

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de João Francisco
João Francisco

No JN de ontem, o assunto foi

No JN de ontem, o assunto foi tratado como "Valerioduto Tucano", e escondido bem perto do fim do noticiário!!

Mensalão Tucano a Globo não usa!!!

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Alceste Pinheiro
Alceste Pinheiro

Na verdade, a Globhop e a

Na verdade, a Globhop e a Globo Nwes usaram os dois termos - mensalão tucano e valerioduto tucano que eu ouvi muito bem.

Seu voto: Nenhum
imagem de Ledour
Ledour

O Mensalao nunca

O Mensalao nunca existiu.......eram recursos nao contabilizados, caixa 2, sobras de campanha...Nao e'  isso que os petistas afirmam?

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Mas onde esta Wally ? No senado....

"Segundo a acusação, foram desviados R$ 3,5 milhões de três estatais para a campanha de Azeredo."

Essa acusação, que me lembre, não existe no "mensalão petista". Inventaram e deturparam bastante, mas desvio de estatais para a campanha do PT, até hoje, não ouvi falar. 

 

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de MThereza
MThereza

Só não tiveram foi tempo ou

Só não tiveram foi tempo ou lembrança de criar a acusação, já que dispensaram provas. Devem estar se lamentando.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Desconfiança

Ou muito me engano, mas no caso do Mensalão Tucano em MG serão condenados apenas os diretores de bancos e de agências de publicidade...

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Sim este caso foi tratado de

Sim este caso foi tratado de maneira diferente do outro mensalão.

No outro foi todo mundo para o STF. Neste o processo foi desmembrado. tem gente lá embaixo, objeto desta matéria, e tem gente lá no STF.

Como deveria ter sido com o outro mensalão.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.