newsletter

Marcola diz ter sido responsável pela queda da criminalidade em SP

Do Estadão
 
 
Líder máximo da facção, condenado pelos ataques de 2006, ainda se orgulha de ter abolido o crack nas cadeias paulistas
 
Marcelo Godoy
 
Ninguém importante no crime organizado de São Paulo escapou das interceptações telefônicas feita pelo Ministério Público Estadual. Nem mesmo Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola. Conhecido por sua aversão a falar no telefone celular, o chefão do Primeiro Comando da Capital (PCC) foi flagrado duas vezes pela equipe de policiais militares que trabalhavam para os promotores.
 
O homem condenado pelos ataques à polícia em 2006 e pelo assassinato em março de 2003 do juiz Antonio José Machado Dias, da Vara de Execuções Penais de Presidente Prudente, orgulha-se de ter abolido o crack das cadeias de São Paulo. "Nós paramos, na prisão ninguém usa", diz o chefe para um dos subordinados, identificado pelo apelido de Magrelo.
 
A conversa entre os dois ocorreu em 2 de março de 2011, às 21h12. Marcola estava na Penitenciária 2 de Presidente Venceslau. Mas não é só de sua ação na cadeia que o bandido se vangloria. Ele afirma que "hoje pra matar alguém é a maior burocracia", referindo-se às normas impostas pela facção. Por elas, quando um bandido tem alguma queixa contra outro deve se dirigir a um tribunal do PCC. Neles, o faltoso pode ser desde repreendido até morto. Mas a sentença de morte tem de ser referendada pelo "comando".
 
"Então quer dizer, os homicídios caíram não sei quantos por cento e aí eu vejo o governador chegar lá e falar que foi ele." Em outra conversa no mesmo dia, Marcola diz para Marcio Alarido Esteves, o Turim, que é necessário contratar um advogado por R$ 100 mil para defender a facção.

 

Sem votos
10 comentários

Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de C. Acácio
C. Acácio

Não é possível , no momento ,

Não é possível , no momento , dizer o que é fato nesse episódio. O MP-SP carece de credibilidade , seu histórico de cumplicidade com o executivo tucano é inacreditável. O que diz o Marcola , não se escreve ...o Marcola é bandido e ponto final. As estatísticas do setor de segurança paulista , sempre foram encaradas com grande desconfiança pelos entendidos e a suposta participação do crime organizado no controle social  , corre a meia boca por aí. Agora , armação ou não , o que se pode afirmar é que o governador ficou bem na fita , num momento político crucial para a Casa Grande ...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Quando vi Globo e Estadao

Quando vi Globo e Estadao dando destaque as ultimas noticias do PCC em Sampa, e as heroicas atitudes do Alckmin, pensei que com a Marina e Campos e de outro lado Aecio, cada vez mais enfraquecidos para enfrentar Dilma, o PIG  estaria tentando levantar a bola do governador de sao paulo. Mas pensei melhor, e descobri: a eleicao a presidente nao tem mais jeito, e a preocupacao agora é com a reeleicao do Alckmin. Com o escandalo dos trens e metrôs e suas concorrencias fraudadas, denunciadas por uma empresa privada mundial, a SIEMENS, que de petista nao tem nada, ou eles convencem que Alkmin esta acima do bem e do mal, e na verdade é um gladiador contra a banditagem, ou o PT tira o governo paulista do PSDB. Porisso o pessoal está tão estressado.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de cleverson
cleverson

Infelizmente, ACREDITO

Infelizmente, ACREDITO píamente em Marcola.

E tem mais, eles fazem JUSTIÇA (a deles, mas fazem), exemplo disso sao aqueles rapazes que mataram a criança boliviana.

Na nossa justiça tradicional, eles presos sairiam em uns dez anos - e com certeza continuariam no crime-.

Já pela justiça deles, esses criminosos nao roubarao e nem matarao mais ninguém.

A pergunta é:  A ONDE CHEGAMOS?!!!!!

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Helio Gomes
Helio Gomes

Censurando idéias

Não publicaram meus comentários

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Helio Gomes
Helio Gomes

perguntem a periferia

Visitem Jd Angela, Capão Redondo e perguntem ao povo

Seu voto: Nenhum
imagem de Fabio (o outro)
Fabio (o outro)

O pior é que tem tudo para

O pior é que tem tudo para ser verdade !

Faz todo o sentido na lógica perversa deste país , de estado falido.

Não me surpreendo ao ver o PCC se consolidar como poder. E acredito ser muito provável que num futuro próximo ele seja responsável por ocupar o lugar de justica , no vácuo deixado pelo Estado. 

Devem se lembrar que há poucas semanas tivemos a notícia da execucão de todos os criminosos envolvidos no assassinato do garoto boliviano de 5 anos BRYAN . Lembram desse episódio ? Cinco criminosos invadiram a casa dos pais de BRyan , e mataram o menino porque não parava de chorar de medo ?

Pois o PCC tem ética , e fez a justica. Isso me assusta. Sou a favor da pena de morte. Mas quero viver num estado legal , onde haja o devido processo com ampla possibilidade de defesa e apuracão dos fatos. 

Com a falência do estado , há mais e mais espaco para o PCC ocupar esse lugar. Quem não gostaria de recorrer à faccão se tivesse um familiar molestado por um bandido , sabendo que as chances de a polícia ,  e todo o aparato do estado responsável por ministrar a justica , em resolver o caso são mínimas ?

Seu voto: Nenhum
imagem de Helio Gomes
Helio Gomes

Pergunte a periferia e verá que é verdade

Na periferia, a vida melhorou com o tranforte clandesdino de vans, e melhorou com o PCC, confesso que cresci na periferia da zona SUl, e hoje não tenho mais medo de visitar colegas em outros bairros, O estado nunca cuidou das periferias, sempre houve vácuo de poder que acabou sendo ocupado pelo PCC. A periferia é mais segura hoje, e melhor, embora a Rota e PM quando aparecem impoe o terror e não o respeito. A policia mata muito, e o governo irresponsável, com o povo. As escolas são feias, sujas, não recebem pintura, no geral são escuras. Escola de periferia é uma hipocrisia, pra formar peões, e trabalhadores braçais e já foi muito pior. Quer saber se a violencia melhorou, visite Jardim Angela, Capão Redondo e São Luiz, e constatara que o tal Marcola está certo

Seu voto: Nenhum

Nossa....mas quanta modéstia.

Nossa....mas quanta modéstia.  E ninguém pensou em agradecer ao Bolsa Família? Já imaginaram este país hoje, sem BF....os níveis de violência!!  Mas era só o que  faltava.... agradecer bandido pela não violência... 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

imagem de Helio Gomes
Helio Gomes

Visite a periferia e verá que

Visite a periferia e verá que esta realmente agradecida. E banbido poruqe não deve ter tido uma oportunidade melhor, mais vamos admitir que o cara é um administrador de primeira, mobilizar tantos homens e colocar ordem num lugar que nem o governo consegue, realmente ele é muito bom, poderia ter sido um grande deputado federal, vereador ou senador, pois tem visão

Seu voto: Nenhum
imagem de NNN
NNN

Ué! Estão esperando o que

Ué! Estão esperando o que para botar este caboclo como ministro da justiça?

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Seguindo essa lógica ....

... também é possível dizer que o maior responsável pela paz mais longa e duradoura na Europa foi, (ele mesmo, aquele austríaco de bigode esquisito, que se acovardou ao final da vida:) Adolf Hitler. É mesmo - a guerra acabou em 1945, e de lá até hoje nenhum país da comunidade européia guerreou contra outro país. 

Aquele detalhezinho de que todos os países envolvidos naquela guerra estavam tão exauridos, que não havia outro caminho senão trazer a paz, é apenas um detalhe ... 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Dorielms
Dorielms

Mas já chamaram o bigodinho

Mas já chamaram o bigodinho pra conversa? Não vou comentar a parte das guerras, mas é o foco é exatamente isso que ele disse. As estatísticas cairam por causa da burocratização da vala, não por causa do governo do estado.

A diferença é que o bigodinho já morreu, mas o Marcola ainda está aí...

Seu voto: Nenhum

Dúvida e certeza

Dúvida: será que realmente teve queda da criminalidade, ou em linguagem popular, será que as estatisticas são confiáveis?

Certeza: o tal de Marcola teve mais participação que um tal de "picolê de chuchu"...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.