Revista GGN

Assine

Millor, a Lava Jato e a fábula do burro ou do canalha, por Luis Nassif

“Entre um burro e um canalha, não passa o fio de uma navalha” - Millor Fernandes

Na abertura do 8o Congresso Nacional do Ministério Público, o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, foi incisivo: o Ministério Público se orienta pela Constituição, e não se fala mais nisso.

Disse mais:

— Afirmo aos senhores e senhoras que uma instituição plural, democrática e altiva como é o Ministério Público brasileiro jamais estaria a reboque dos acontecimentos, de pessoas ou de interesses menores. Ao contrário, fomos moldados pelo constituinte para ser uma instituição de vanguarda, que dita o próprio caminho e que busca como norte apenas as leis e a Constituição.

Consta que, quando soube do teor das conversas de familiares de Lula, divulgadas pela força tarefa da Lava Jato com o seu consentimento, Janot teria reagido com uma gargalhada.

Não sei se procede. Mas sei que foi graças ao seu empenho pessoal, dos procuradores da Lava Jato, da adesão de procuradores por todo o país, que se conseguiu o feito de consolidar no comando do país uma organização criminosa.

O MPF se tornou uma instituição tão vanguardista que conseguiu bater a Operação Mãos Limpas. Na Itália foi necessário aguardar as eleições para chegar um Berlusconi. Por aqui, entregaram o país a seco para Temer, Padilha, Moreira e companhia.

Enquanto ocorria o banquete dos piratas no Congresso, o nobre Janot falava para a história:

— A resposta positiva da sociedade ao nosso trabalho na Lava-Jato, bem como o severo crivo pelo qual sempre passaram nossas investigações no Poder Judiciário, inclusive no Supremo Tribunal Federal, demonstra que aquilo que alguns poucos inconformados chamam, levianamente, de loucura é, de fato, apenas o cumprimento sério e honesto de um mandato constitucional.

Janot bradava aos seus a relevância do “nosso trabalho na Lava Jato”, enquanto o coordenador político do governo Temer era flagrado negociando emendas milionários, uma emenda de R$ 8 milhões aqui, outra de R$ 7 milhões acolá. E tudo devidamente legalizado pelo controle imposto pela quadrilha ao Executivo.

Os craques conseguiram. Primeiro, tiraram do poder uma presidenta eleita, pouco importa os erros cometidos na condução da política e da economia. Tiraram por um motivo fútil com a ajuda indispensável do MPF.

O que imaginaram com a quebra da ordem constitucional? Que sir Galahad desceria dos céus ungido pelo espírito anticorrupção emanado do MPF, e traria a paz, a bondade, a caridade e a honestidade para o Brasil? Que, depois de Dilma, tirariam Temer? O que fazer agora com a quadrilha que passou a utilizar até dinheiro das emendas parlamentares para compra de voto? Pergunte ao Janot.

Sem a onda a favor, que perdoava qualquer erro, minimizava qualquer abuso, Janot voltou à sua estatura normal. Sem noção de timing, pediu pela terceira vez a prisão de Aécio, enfraquecendo mais ainda sua posição junto ao Supremo. Agora, seus porta-vozes na mídia acenam com ações em massa contra os deputados quadrilheiros. E daí? Como manobrará os prazos, agora que entregaram ao comando da quadrilha? Como contornará o controle que impuseram ao Congresso, comprado a peso de ouro pelas emendas parlamentares?

No Twitter, uma brava procuradora buscava se consolar

“Alma quieta, espinha ereta, coração tranquilo. O @MPF_PGR fez a sua parte, dentro de suas atribuições constitucionais e legais. #orgulho

Ao que responde outro procurador, este do staff pessoal de Janot:

“Com certeza (...)! Tenho orgulho da nossa Instituição e da nossa missão de defesa da Ordem Constitucional”.

Que mané orgulho? Objetivamente, o que fizeram foi entregar o país ao comando do mais corrupto grupo da moderna história política do país. E fizeram de maneira calculada, sincronizando os eventos da Lava Jato em momentos fatais para a deflagração do impeachment, saindo as ruas em passeatas pró-impeachment, abrindo representações contra colegas que defendiam a ordem legal. Ou não sabiam que o poder conferido à quadrilha os tornaria quase imbatíveis? O que queriam era colocar no coldre a marca da derrubada de uma presidente da República.

E, agora, qual sua estratégia para avançar contra os bucaneiros que tomaram de assalto o Congresso? Montar uma nova lista de Janot?

Como diria Millor...

Média: 4.8 (50 votos)
65 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Quando o juiz é o bandido

../../Desktop/Untitled%20collage%20copy.jpg

Quando o juiz é o bandido: o sequestro dos cofres públicos pelo Sistema de Justiça

Por “Dom Cesar” & Romulus

"Jabuticaba": doce para uns (poucos) e amarga para outros (tantos). Os números evidenciam com clareza, numa análise comparativa com outros países ocidentais, que os custos do Judiciário e do Ministério Público brasileiros são anômalos.

Consumindo ambos, juntos, 1,62% do PIB (!) ...

(atenção: nessa conta ainda não entram nem a Polícia Federal, nem as defensorias públicas!)

- ... a “escolha” institucional-orçamentária em favor do Judiciário/ MP foi longe demais.

- Num contexto de desequilíbrio fiscal relevante, com queda de receitas e compressão dos investimentos públicos, tão necessários num quadro de depressão econômica, isso está perdido em algum lugar entre o escândalo e o...

- ... escárnio!

Inexiste incentivo para o Poder Judiciário/ MP controlarem as suas próprias despesas. Como resultado, há um claro descasamento entre as despesas com o Sistema de Justiça, hipertrofiado, e as demais variáveis do gasto público.

Diante desse quadro, cabe à sociedade realizar esse trade-off.

No Estado democrático de direito, ela o faz por meio de mandato (“procuração”) conferido aos Poderes políticos do Estado para tanto.

(como todos sabemos, é após a iniciativa do Executivo que o Legislativo elabora e, finalmente, aprova o orçamento geral do Estado)

Ocorre que, no presente, os Poderes políticos foram virtualmente sequestrados pelos atores do Sistema de Justiça. Seja no nível de atores individuais, seja em nível corporativo. Não só na cúpula (STF/ PGR) como também na base (e.g., Moro/ Dallagnol/ ANPR/ AJUFE).

Arrancam seus (crescentes!) privilégios por vezes com “doçura”, por vezes com...

- ... “chibata”!

Fãs (em demasia...) da cultura pop americana, não hesitam em adotar a tática do “good cop, bad cop” no “diálogo” (??) institucional.

A “cenoura e o porrete”:

- De um lado os velhos laços do compadrio oligárquico;

e, do outro...

- As chantagens (mais ou menos explícitas) contra a classe política...

- ... “corrupta” (!)

 

LEIA MAIS »

http://bit.ly/JuizBandido

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Evandro Vianna
Evandro Vianna

Será o Nassif burro ou canalha?

Que texto falacioso e mal intencionado. Essa galera está aí roubando horrores há décadas, sempre por trás dos bastidores. O que a lava jato fez foi expô-los na linha de frente, onde eles não têm outra escolha senão escancarar o seu despudor em roubar e se manter o poder a qualquer preço. Eles sempre foram o câncer do país mas nunca eram vistos como tal. Obrigado Janot e MPF por nos fazer ver que a realidade era pior que poderíamos imaginar. Claro, há os que gostam de atirar no mensageiro... Sabe-se lá a mando de quem...

Seu voto: Nenhum
imagem de André élebê
André élebê

  Em um ponto seu texto me

  Em um ponto seu texto me causa admiração, Nassif: a baderna atual é tão grande que vi o que nunca imaginei ver: você sair do sério.

Seu voto: Nenhum
imagem de André élebê
André élebê

"Que mané orgulho?

"Que mané orgulho? Objetivamente, o que fizeram foi entregar o país ao comando do mais corrupto grupo da moderna história política do país. E fizeram de maneira calculada, sincronizando os eventos da Lava Jato em momentos fatais para a deflagração do impeachment, saindo as ruas em passeatas pró-impeachment, abrindo representações contra colegas que defendiam a ordem legal. Ou não sabiam que o poder conferido à quadrilha os tornaria quase imbatíveis? O que queriam era colocar no coldre a marca da derrubada de uma presidente da República."

 

   Desculpe o autor das linhas acima, mas quando (dos baixios da minha irrelevância) falei do MPF em termos bem desabonadores, anos atrás, a reação foi de louvar os ótimos préstimos do MPF como um todo... 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Max Müller
Max Müller

Com a Máfia das Oligarquias

Com a Máfia das Oligarquias do Crime Organizado tendo tomado por completo os Três Poderes, as portas da corrupção estão escancaradas, e nenhum recurso há para combate-la. Omvoto é, pura e simplesmente, mera legitimação dos corruptos no poder. O cidadão brasileiro fica sem absolutamente nenhuma alternativa para decidir os rumos da nação: nem pelo voto, nem pelas armas. Máfia, que é ruim, é só o que tem; Democracia, que é bom, nada. Esta é a mais óbvia verdade. O resto é mais conversinha para boi dormir.

Seu voto: Nenhum
imagem de Eduardo André
Eduardo André

Lava jato

Senhores sem dúvida passamos por um período negro de nossa história.
Sem dúvida estamos envergonhados com tantas denuncias e fatos escabrosos em nossas instituições.
Mas vale ressaltar que qualquer faxina começa pela retirada de tudo de seus lugares para remover a sujeira dos cantos e locais escondidos.
Temos em 2018 a oportunidade de escolher quais os itens que deverão ir definitivamente para o lixo os quais serão reaproveitados e principalmente redecorar nosso panorama político com novas figuras que sejam comprometidas com a pátria no sentido amplo da palavra.

Seu voto: Nenhum
imagem de Fabio !
Fabio !

Sentem orgulho de quê ? Merecem é ser jogados no lixo !

Será que sentem orgulho de fecharem os olhos para um elefante no meio da sala ? 

O grampo em Romero Jucá , afirmando categoricamente que o STF só estancaria a Lava Jato se a Dilma saisse ;

a declaração de Cunha de que só abriu o processo de impeachment como um retaliação ao PT não ter lhe dado apoio no conselho de ética ;

Lula foi impedido de tomar posse como ministro , mas seis ministros de Temer na mesma condição de Lula não foram impedidos de assumir o cargo ; 

a delação de Marcelo Odebrecht de que entregou não sei quantos milhões a Cunha para formar a frente parlamentar de apoio ao impeachment ;

a afirmação de Joesley de que deu não sei quantos milhões ao marqueteiro de Temer para montar a estratégia do impeachment; 

a declaração de deputados (como Aliel Machado) que não quiserem participar da romaria na distribuição de propinas no Palacio do Jaburu , pouco antes da votação do impeachment na Câmara; 

o site VEM PRA RUA - maior ativista pró impeachment -  cujo domínio se encontra em propriedade de ONG do sr. Paulo Lehman ; o mesmo com operações suspeitas de aquisições de empresa  junto com a filha de Serra , Verônica Serra ; 

a inação contra José SErra e contra os abusos do governo tucano no estado de SP apesar das evidências escancaradas de enorme corrupção (merenda , Metrô) ; bem como a inação contra Aécio Neves , a Lista de Furnas , o helicóptero 1/2 tonelada de cocaina dos Perrela ; 

a inação contra a Rede Globo na sonegação de impostos e lavagem de dinheiro no caso da compra dos direitos de transmissão da Copa 2002 . 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Aristoteles Coelho
Aristoteles Coelho

Não culpemos apenas o MPF

Não culpemos apenas o MPF Janotista, não que ele não tenha culpa, tem para dar e vender, mas acima de tudo a quadrilha assumiu porque o país enquanto sociedade assim o permitiu, não só permitiu como, insuflado pelo antipetismo semeado dioturnamente pelos barões midiáticos, exigiu , cometemos um democraticidio, pegamos uma ordem democrática que bem ou mal salvaguardava o cidadão e seus direitos e a substituímos por esse “novo normal” que esta aí.

Não fomos a primeira sociedade a fazer isso, os alemães na década de 1920 também rejeitaram a república de Weimar e a democracia que ela tentava implantar, lá como cá a democracia sucumbiu em meio a crise, lá uma guerra terrível havia sido perdida e as conseqüências disso pressionaram o novo regime desde o nascedouro, cá não perdemos nenhuma guerra terrível mas desde que um governo trabalhista foi eleito nossa elite declarou guerra a qualquer mudança nos status quo que de a população algo mais que as migalhas que sempre recebeu.

Na Alemanha após o democraticidio um governo autoritário assumiu e suprimiu toda e qualquer cidadania, exigindo completa submissão a nova ordem, por aqui temos um aprendiz de ditador mequetrefe afiando as garras e as da sua trupe embalando o sonho de que “chegou a  vez do radical livre”.

Não é possível prever o que vem por aí, mas uma velha afirmação popular vai ser posta a prova, será Deus realmente brasileiro?

Seu voto: Nenhum
imagem de luciano paulo sanfelice
luciano paulo sanfelice

millor, a lava jato e a fabula do burro

Janot os procuradores, moro os juizes todos ganham acima do teto salarial, tem varios privilegios e nao tem moral para julgar ou condenar ninguem, sao da mesma rale da nossa politica.

Seu voto: Nenhum
imagem de Clever Mendes de Oliveira
Clever Mendes de Oliveira

Preferi o post anterior Xadrez da prova que sumiu . . .

 

Luis Nassif,

Sem desmerecer outros que eu talvez nem tenha lido, ontem seu blog apresentou três posts supimpas. Houve o post “Santa Corrupção, por Janderson Lacerda” quarta-feira, 02/08/2017 às 15:46, de autoria de Janderson Lacerda e que pode ser visto no seguinte endereço:

http://jornalggn.com.br/noticia/santa-corrupcao-por-janderson-lacerda

Aproveitando sua referência a Millor Fernandes, diria que o texto de Janderson Lacerda, autor que eu não conhecia, é uma fábula fabulosa ou uma alegoria incrível que finda com desfecho surpreendente. Vale ser mais lido e merecia ter tido mais divulgação e espero que a existência de um só comentário não espelhe a difusão que ele angariou.

Um segundo post  foi“Lucy Kellaway, please be back soon, por Rui Daher” de quarta-feira, 02/08/2017 às 08:09, e de autoria de Rui Daher e que pode ser visto no endereço a seguir:

http://jornalggn.com.br/blog/rui-daher/lucy-kellaway-please-be-back-soon-por-rui-daher

No post Rui Daher comenta a aposentadoria de Lucy Kellaway que escrevia no Financial Times e tinha suas colunas publicadas no jornal Valor Econômico onde ela discorria sobre a cultura nas corporações. Um post leve que foi beneficiado pela levesa dos comentários que foram enviados. Tão leves quanto o post ao ponto que eu me senti impedido de levar a carga pesada dos meus comentários.

E finalmente houve o seu post “Xadrez da prova que sumiu da Lava Jato, por Luís Nassif” quarta-feira, 02/08/2017 às 00:35, e que pode ser visto no seguinte endereço:

http://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-da-prova-que-sumiu-da-lava-jato-por-luis-nassif

Ali no post você foi superior. Ali você trata do mesmo assunto do seu post de hoje, Millor, a Lava Jato e a fábula do burro ou do canalha, por Luis Nassif” de quinta-feira, 03/08/2017 às 07:06. Gostei, entretanto, muito mais do post “Xadrez da prova que sumiu da Lava Jato, por Luís Nassif” porque lá você foi genérico quando tinha que ser genérico, pois lá você mostrava que não só se equivoca como se mostra fraco o Ministério Público Federal. Aqui você é específico e critica o Rodrigo Janot. Não penso que o Procurador Geral da República mereça algum destaque como se estivesse em um proscênio, mesmo que a ele sejam destinadas críticas ainda que merecidas.

Clever Mendes de Oliveira

BH, 03/08/2017

Seu voto: Nenhum

Millor, a Lava Jato e a fábula do burro ou do canalha

a Guerra de Famiglias gerou uma situação inédita no Brasil. tudo está exposto como irremediavelmente contaminado. e nada mais restou como opção a não ser a nulidade do impeachment. ou então o mergulho na barbárie do Fascismo.

o Brasil não prosseguirá entregue aos burros e canalhas.

o Congresso será dissolvido. não restará pedra sobre pedra do Judiciário. todos os que venderam seu voto para anistiar Temer serão sumariamente presos. é inevitável que aconteça. ou mais cedo, ou mais tarde. ou de um jeito, ou de outro.

muitos se perguntam: "Mas quem irá fazer isto?". e é razoável que perguntem. mas quando se chega ao estado de terra arrasada, nele é impossível permanecer indefinidamente. não há mais nenhum plano, nenhum comando. a crise tem dinâmica própria e já está fora de controle.

neste impasse de extremo perigo, ou pela Esquerda ou pelo Fascismo, um novo ciclo se deflagrará.

.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Álvaro Noites
Álvaro Noites

Janot, junto com Moro, PF e

Janot, junto com Moro, PF e aqueles dallagnóis de Curitiba irão irremediavelmente não apenas à lata de lixo da História: serão os grandes responsáveis pela acensão da maior quadrilha política ao Poder, quadrilha essa que peitou a Globo e que, por ora, está resistindo aos golpistas herdeiros.

Janot, Moro, parte da PF e os dallagnóis precisam algum dia responder por alta traição ao país, por atender às demandas e conveniências de potências estrangeiras.

Eles precisam pagar, e caro.

Que fiquem pobres.

Que seus descendentes envergonhem-se deles.

Canalhas, débeis, ignorantes, podres, imprestáveis.

Se eles sairem impunes, seremos uma eterna lavoura do mundo.

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Ricardo LV
Ricardo LV

"Se eles sairem impunes,

"Se eles sairem impunes, seremos uma eterna lavoura do mundo."

Vamos às enxadas.

Seu voto: Nenhum
imagem de rvizin
rvizin

Assino embaixo

Assino embaixo, esse pessoal da justiça e mpf, visto o que fizeram na vazajato, é imprestável, não serve para nada mesmo....

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de j.marcelo
j.marcelo

Nassif o mundo deles é

Nassif o mundo deles é perfeito né,tudo conforme a constituição e sem abusos, deve ser o MPF de outra dimensão,outro planeta!

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de JoaoMineirim
JoaoMineirim

Janot tem que fingir que é

Janot tem que fingir que é contra o Temer, da mesma forma que a Rede Globo faz.

Janot teve acesso a todas delações, poderia ter acusado o Temer antes do impeachment, mas isso atrapalhariam os planos do golpe.

A Rede Globo, também, aparentemente abandonou o Temer. Mentira. Ela só está querendo ficar com imagem de isenta no final da história. 

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Hildermes José Medeiros
Hildermes José Medeiros

Tudo certo, mas nada disso

Tudo certo, mas nada disso faria o Ministério Público, desde Roberto Gurgel, nos primórdios do golpe de estado trasvestido de impeachment deflagrado em 2016 contra Dilma, no império do chamado Mensalão e até à Lava a Jato, já sob o comando de Rodrigo Janot, sem as participações decisivas  (no sentido das ações golpistas) da Justiça (principalmente Paraná, Rio de Janeiro e Brasília, e o Supremo Tribunal Federal) e as áreas federais de Segurança e Inteligência e a compra de votos de parlamentares do Congresso. Temer é peça chave do golpe, ainda inconcluso, sendo um dos grandes óbices a hoje oposição que ainda atua, afastada de posições na máquina do governo, mas não de todo aniquilada, dona de um gigantesco eleitorado, nada desprezível no arremedo de Democracia que ainda resta. Não foi o Ministério Público que arquitetou o golpe. É também peça chave, sim, mas foi o capital multinacional, com seus sócios no Brasil que planejou, e financiou com empresas brasileiras a patranha, com o apoio de sempre da imensa maioria da mídia, esta golpista contumaz, no sentido de afastar todos os que atuem para beneficiar os pobres e trabalhadores, o mínimo que seja. Está sobrando muito inquérito de propinas pagas a parlamentares, mas é difícil acreditar, a não ser por ingenuidade, que os sem votos envolvidos não tenham sido compensados por suas atuações, atropelando leis e a constituição, o estado democrático de direito..

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de saulogeo
saulogeo

Efeito colateral.

Mas, consideram que o objetivo final de criminalizar o PT e aliados foi alcançado, apesar do Lula "insistir" em ressuscitar das cinzas e, como fantasma, assombrar os golpistas, aparecendo em primeiro nos vários cenários elaborados pelas últimas pesquisas.

Destruir o país e entregá-lo aos salteadores é, para eles, apenas um dano colateral.......

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de João de Paiva
João de Paiva

Janot e toda a Fraude a Jato também fazem parte da quadrilha

Caro Luís Nassif, caros leitores.

Compreendo a indignação do Jornalista, mas por que ele se mostra espantado, surpreso? Foi Nassif que, há quase dois anos, cravou a PGR e o PGR como sendo o alto comando local do golpe. 

A Fraude a Jato é uma ORCRIM institucional e dela participam policiais federais, procuradores do MP (sobretudo MPF, mas de outros também), juízes federais (como ségio moro, seu duplo joão pedro gebran neto e outros do TRF4, ricardo leite, vallisney de oilveira, cattapreta, marcelo bretas, gilmar mendes, teori zavascki (depois alexandre de moraes), luiz fux, luís roberto barroso, luiz edson fachin, cármen lúcia, rosa weber, celso de mello, marco aurélio mello, dias tofolli, dentre muitos outros togados que integram e defendem a casa grande, as oligarquias escravocratas, plutocratas, cleptocratas, privatistas e entreguistas.

Não apenas o congreso nacional e a quadrilha de michel temer constituem as ORCRIMs que hoje comandam o Brasil. As mais perversas e perigosas ORCRIMs institucionais são as compostas pela burocracia estatal cooptada pelo alto comando internacional do golpe - que fica nos EUA. As quadrilhas que primeiro devem ser combatidas e desmanteladas são as do chamado "sistema de justiça". Ou algum de vocês tem dúvida quanto à indole e conduta criminosa de figuras como os delegados aecistas, os lavajateiros do núcleo curitibano da Fraudea a Jato (aí inclusos sérgio moro, deltn dallagnol , carlos lima e outros procuradores)?

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Ricardo LV
Ricardo LV

Essa gente toda é a

Essa gente toda é a casa-grande. Não se movem necessariamente por idologia de direita. Pinço aqui:

Wanderely Guilherme dos Santos, ao referir-se a essa "elite", diz que o Brasil não tem complexo de vira lata, é vira lata.

Mino Carta diz que a questão no Brasil não é direita e esquerda, é casa-grande e senzala, e a casa-grande age nos conformes do patrimonialismo.

Jessé de Souza diz que a casa-grande (e os aspirantes a ela) age nos conformes do ódio aos pobres.

Humildemente considero que o que ocorre é um cadinho dos três pensamentos.

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Bobo
Bobo

Janot grampeou a presidenta

Janot grampeou a presidenta mas não grampeou o vice? Pediu o afastamento de Cunha por interferencia nas investigações e deixou Temer livre para negociar um grande acordo com Aecio, Gilmar, e tudo?

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Como sua porta de saída está

Como sua porta de saída está próxima, Janot resolve gozar da cara dos brasileiros. Quanta hipocrisia e escárnio! Provavelmente, a exemplo do que fizeram vários de seus comandados, já tem emprego arrumado em algum escritório de empresa. Pois que suma logo, o Brasil não merece um sujeito tão ultrajante. 

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Augusto Pimentel
Augusto Pimentel

Braszil, é isso mesmo, com Z

um grande abraço á todos, mas escrever, escrever, escrever, não adianta mas , temos que sair pro combate, ou os ABBRUTRES não sairão mas do poder.

 

Seu voto: Nenhum

Prezado Nassif, concordo

Prezado Nassif, concordo plenamente que a maioria do MPF tem lado, que o diga a tchurma de Curitas. Mas, especificamente, no caso do golpe, 90% da culpa, dentro do judiciário, foi do Teori. Como explicar que ele tenha ficado, com um pedido de afastamento do gângster Cunha, feito pelo sr. Janot, por mais de 4 meses, durante todo o deplorável espetáculo das votações de afastamento da Dilma junto a assembléia de bandidos, como foi denominada a votação de 17 de abril de 2016, e não tenha decidido monocraticamente e nem submetido a apreciação de colegiado do stf?

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Álvaro Noites
Álvaro Noites

Acho que ele ficou com

Acho que ele ficou com medo.

Quando parecia que, mesmo com medo, iria deixar rodar os inquéritos, ocorreu o que todos sabemos.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de OVIDIO CARLOS DE BRITO
OVIDIO CARLOS DE BRITO

Impedimento Temer

Nassif, a sua lucidez ajuda definir um rumo neste momento tão sofrido.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

O que eu sei é que a bancada

O que eu sei é que a bancada do MPF no Congresso,  ontem, deu um espetáculo deprimente mas faturou alto pra cacete. Por mais que pareçam canalhas, osrepresentantes do MPF no Congresso, são, infinitamente,melhores que os representados.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Depois do golpe, o caos.

Agradeçamos aos golpistas a situção do país. Lixo do lixo. E, tem mais, o temer e o desastre econômico ainda não é o pior.

A destruição da constituição pelos que deveriam garantí-la, é obra imensurável.

Preparemo-nos para escutar que "as instituições estão preservadas"; "orgulho-me do judiciário"; "a lei é para todos"; etc. É o que eles, destruidores do futuro, têm a dizer.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Quem não desconfia de si próprio não merece a confiança dos outros (ditado árabe)

*

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de João de Paiva
João de Paiva

Só boa música p nos ajudar suportar essa ditadura dos corruptos

Maurício Maestro, Davi Tygel, Cláudio Nucci, Zé Renato, esse quarteto de ouro formou um dos melhores grupos vocais e instrumentais de fins da década de 1970 a meados da década de 1980. Mesmo com as formações seguintes, ora sem Cláudio Nucci, ora sem Zé Renato, outras feras os substituíram e o grupo manteve a qualidade das composições e das interpretações.

Outros grupos vocais que merecem destaque: Os Cariocas, Momento 4, MPB4, 14 Bis, O Terço, para citar apenas alguns cujos LPs costumo ouvir.

 

Seu voto: Nenhum

Traidor

Gostaria de acrescentar o adjetivo traidor. Que outra designação se pode dar a qualquer pessoa que, atropelando a nossa legislação, teve a ousadia de, sem autoridade para tanto, fornecer a países estrangeiros, sobretudo aos Estados Unidos, informações prejudiciais às empresas brasileiras, logo, ao Brasil? Isso não tem outra definição que a de crime de lesa pátria, traição.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

O Mino tem razão...

O Brasil só se resolve com sangue na calçada...

Infelizmente

Seu voto: Nenhum (5 votos)

AS MOSCAS DA PRAÇA PÚBLICA – Friedrich Nietzsche

AS MOSCAS DA PRAÇA PÚBLICA – Friedrich Nietzsche

 

“Foge, meu amigo, para tua solidão! Eu te vejo aturdido pelo rumor dos grandes homens e apoquentado pelo aguilhão dos pequenos.

Dignamente contigo sabem calar-se os bosques e os rochedos. Assemelha-te de novo à árvore que amas, a árvore de grande ramagem que escuta silenciosa, suspensa sobre o mar.

Onde cessa a solidão, começa a praça pública; onde começa a praça pública começa também o ruído dos grandes cômicos e o zumbido das moscas venenosas.

No mundo as melhores coisas nada valem se não houver alguém que as ponha em cena. O povo chama a esses encenadores de grandes homens.

O povo não tem a dimensão do que é grande, quer dizer, o que cria. Mas dá sentido a todos os apresentadores e a todos os comediantes.

O mundo gira em torno dos inventores de novos valores. Gira de modo invisível, mas é em torno dos comediantes que gira o povo e a fama: assim anda o mundo.

(…) Derrubar: chama a isto demonstrar. Enlouquecer: chama a isto convencer. E o sangue é para ele o melhor de todos os argumentos.

Chama mentira e nada a uma verdade que só penetra em ouvidos apurados. Verdadeiramente só crê em deuses que provocam muito barulho no mundo.

A praça pública está cheia de palhaços solenes e o povo se vangloria de seus grandes homens. São para eles os senhores do momento.

O momento os oprime e eles a ti, por sua vez, oprimem. Exigem de si um sim ou um não. Infeliz! Queres colocar-te entre um pró e um contra?

Não invejes esses intransigentes, esses exigentes, tu que amas a verdade! Nunca a verdade pendeu do braço de um intransigente.

Diante desses impulsivos, recua para teu abrigo! Não é só na praça pública que assediam para arrancar a alguém “um sim ou um não?”

Com muito vagar é que todos os poços profundos vivem sua experiência. Têm de esperar muito tempo para saber o que foi que caiu em seu fundo.

Tudo quanto é grande passa ao largo da praça pública e da fama. Longe da praça pública e da fama sempre viveram os inventores de novos valores.

Foge, meu amigo, para tua solidão. Vejo-te atacado por moscas venenosas. Refugia-te onde sopre um vento rijo e forte!

Foge para tua solidão. Vivias próximo demais dos pequenos e mesquinhos. Não levantes mais o braço contra eles! São inumeráveis e teu destino não é ser espanta-moscas!São inumeráveis esses pequenos e mesquinhos e mais de um altivo edifício foi visto desmoronar sob a ação dessas infinitas gotas

(…)

Vejo-te picado pelas moscas venenosas, vejo-te arranhado e sangrando em muitos lugares. E teu orgulho nem uma só vez se quer encolerizar.

(…)

Muitas vezes, também se tornam amáveis contigo, mas foi sempre essa a astúcia dos covardes. Sim, os covardes são astutos!

Pensam muito em ti com sua alma mesquinha. Suspeitam sempre de ti. Tudo o que dá muito que pensar se torna inquietante.

Como és benévolo e justo, chegas a dizer: “Não têm culpa da mesquinhez de sua vida”. Mas sua alma tacanha pensa: “Aquele que vive uma grande vida é sempre culpado”.

(…)

Foge, meu amigo, para tua solidão, para onde sopre vento rijo e forte. Não é destino teu ser espanta-moscas.

Assim falava Zaratustra.”

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Magnífico esse texto de

Magnífico esse texto de Niezstche, e absurdamente atemporal, no cado do Brasil, pertinente até a medula. Obrogado por trazer, Franci!!!!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Interessante, Millor: na ilustração o Wladimir Costa está...

Interessante, Millor: na ilustração o Wladimir Costa está...

...mais com cara de burro. Burro esperto, dos que zurram alto. Quem será o canalha, então?

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Francisco de Assis

Prezados camaradas Prezado

Prezados camaradas

Prezado Nassif

Além de tudo isso, esses safados são pagos COM NOSSO DINHEIRO, e inventam suas gambiarras IMORAIS para ganharaem mais e mais

O presidente da liga da justiça (que se disfarça se juiz em Curitiba) morde, de MODO IMORAL E CORRUPTO 100 contos por mês, enquantos os patetas têm de ralar para manter o emprego no escritório, pagar uma nota de plano de saúde; e se pendurar no cartão de crédito

O pior imbecil é o pobre de direita, que mimetiza o comportamento e o discurso que esses papagaios do mercado financeiro berram todo dia no rádio, TV e jornais. Vai afundando enquanto os de sempre riem de seu aperto

Ainda acredito, que qualquer um que vier (até o Maligno, se disputar e ganhar a eleição - pq vai haver eleição) não vai pôr só um cabresto neste gordão, no outro gordão do PR, no cara com nome de supositório e no agente da CIA que dá expediente no tribunal de Curitiba; mas enfiar um processo na goela de todos esses pilantras  

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de naldo
naldo

Quem deu força para isso foi

Quem deu força para isso foi a midia.....

 

quando para proteger seus interesses corruptos e imorais protegeu sem descanso os laraíos de então do MPF ridicularizando os procurados como se fossem idiotas de terno, a culpa maior é da midia, dos tribunais (que não puniram abusos, e até hoje correm do julgamento do mérito do impeachment, ou seja: são um amontoado de agentes bens pagos que não servem para nada ao país), essa turma só surfou na onda. Em qual estado a pf. o mp, a policia civil é atuante? Nenhum, e no sulmaravilha é quase unha-e-carne com o executivo, unidos na podridão como irmãos siameses........

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Estamos ferrados!

Sem tirar uma vírgula...

O resultado é o que vale!

O que o MP e Justiça fizeram, a prática está ai escancarada...

às favas, as boas intenções!

O resultado é Temer!

E sabe-se-lá o que virá depois!

Imagina pode ser aécio!

A situação é tão grave que não basta apenas tirar o Temer!

A conta já passa dos milhares!

Tudo isso sustentado por trouxas e impostos....

É um buraco negro!

Vai sugar tudo do Brasil!

Vai colapsar toda sociedade!

Seu voto: Nenhum (6 votos)

"O que fazemos na vida, ecoa na ETERNIDADE!" (Máximus - Gladiador)

"Os dois mais importantes dias em sua vida são o dia em que você nasceu e o dia em que você descobrir o porquê... - M

imagem de jossimar
jossimar

Agora só falta a quadrilha

Agora só falta a quadrilha cancelar as eleições de 2018 e se manter no poder "ad eternum".

Pelo resultado das votações que estão fazendo não estão nem aí para as urnas.

Isto é um sinal preocupante para a democracia, se é que ainda temos alguma.

E o fato do país estar sendo governado por ma quadrilha composta pelos maiores ladrões do país pode sim ser atribuído UNICAMENTE A RESPONSABILIDADE DO MPF E DA LAVA JATO, que em nome de um falso combate a corrupção(a prova disso é que NUNCA incomodaram tucanos) pavimentaram o caminho dos ladrões.

Na verdade são ladrões também porque roubam o povo brasileiro todos mês recebendo saláriios bem acima do teto constitucional. Ladrão protege ladrão.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Ao final sempre sobra algo. As vezes um botão. As vezes os ratos

Na abertura do 8o Congresso Nacional do Ministério Público, o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, foi incisivo:

Que século, meu Deus! -Exclamaram os procuradores e retomaram a roer a avenida Brasil.

Seu voto: Nenhum (10 votos)

Enquanto mantiverem o

Enquanto mantiverem o orçamento intocado e o salário com ganhos reais, o MP dirá que é um instituição de prestígio. Prestígio no Brasil virou uma questão monetária.

Seu voto: Nenhum (11 votos)
imagem de gaúcho
gaúcho

O fato é que a elite

O fato é que a elite brasileira representada pelo MPF, judiciário, PF, STF, OAB, FIESP, maçonaria, globo... encontraram um 'presidente' às suas respectivas alturas: o ladrão michel temer e sua quadrilha.

'Parabéns' no Brasil porque no exterior vocês são percebidos como lixo. 

Seu voto: Nenhum (13 votos)
imagem de Eduardo Outro
Eduardo Outro

Momento tostines : "É burro

Momento tostines : "É burro por ser canalha, ou é canalha por ser burro". Mesmo sendo só um pouquinho canalha, ninguém é de ferro, compenso sendo enormemente burro, vou dar uma de oráculo e tentar responder : O canalha imagina que num país governado por canalhas vai levar alguma vantagem ? Só se for burro. O burro imagina poder conseguir uma posição de destaque num governo legítimo ? Só se for canalha. 

 

 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Romanelli
Romanelli

Violentaram os direitos mais

Violentaram os direitos mais elementares  ..vazaram ..tramaram  ..CONSPIRARAM contra a democracia do país

Agrediram, oprimiram, presionaram, CHANTAGEARAM, humilharam, pré julgaram

e o circo parece não ter fim ..é bala na agulha, bambu e flecha, manchetes na mídia todo santo dia

pra não nos esquecermos ..ENQUANTO o país tropeça e regride ..enquanto os escândalos prosperam e se ETERNIZAM ..enquanto o cansaço abate, a impunidade e abusos entorpecem, a indignação adormece e a desesperança cresce ..cadê o dinheiro do LULA mesmo ?

 

 

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Celso Paulo da Silva
Celso Paulo da Silva

Quadno meus netos perguntarem

Quadno meus netos perguntarem a mim o que se passou no brasil deses tempos macabros, direi a eles: releiam o nassif e vocês entenderão tudo. Obriagado, Nassil pelo seu papel histórico de esclarecimento público. Que Deus o abençoe sempre.

Seu voto: Nenhum (13 votos)
imagem de Roberto Pivador
Roberto Pivador

Aguardo ansioso o livro do

Aguardo ansioso o livro do Nassif com o xadrez do golpe. Será best seller da história politica brasileira

Deus abençoe e cuide do Nassif e família!!! 

Mineiro Nassif, filho do seu Oscar!!

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

"Sem noção de timing, pediu

"Sem noção de timing, pediu pela terceira vez a prisão de Aécio":

Sem nocao de ridiculo...

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Homem de bem

é o primeiro disfarce de um canalha.

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Rafael Ramos
Rafael Ramos

O Brasil virou uma CBF. Esse

O Brasil virou uma CBF. Esse Temer tem mais pinta de presidente da federação paulista que presidente do país. Igualmente vale para esses deputados!

Alias, temos até os problemas de arbitragem viciada...

Seu voto: Nenhum (5 votos)

avançarão como sempre...

por uma via de mão dupla

uma para proteger tucanos e outra para perseguir petistas

motivo de Temer ter se sentido à vontade, livre e incentivado a fazer o que acabamos de ver

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.