Revista GGN

Assine

Moro cobra R$ 1,5 milhão para soltar Vaccarezza por causa de tratamento de câncer

Fotos: Lula Marques e Agência Brasil

Jornal GGN - O juiz Sergio Moro decidiu não acolher o pedido da Polícia Federal para transformar a prisão temporária de Cândido Vaccarezza (Avante, antigo PTdoB) em prisão preventiva. Mas tem uma condição: o ex-líder dos governos Dilma e Lula deve pagar uma fiança de R$ 1,5 milhão, junto com a imposição de outras medidas cautelares.

Vaccarezza é investigado na fase da Lava Jato chamada de "Abate" por supostamente ter recebido 500 mil dólares em propina de esquema na Petrobras. O ex-deputado nega as acusações.

A PF quer manter Vaccarezza preso porque achou suspeito ele ter um aplicativo no celular que destrói mensagens, além de ter encontrado R$ 112 mil em dinheiro vivo em sua residência. A defesa explicou que os recursos são lícitos: uma parte foi declarada à Receita Federal e outra seria fruto de um empréstimo tomado com comprovantes, para custear as despesas com o tratamento do câncer no Hospital Sírio Libanês.

Por Sabrina Craide

Da Agência Brasil

O juiz federal Sérgio Moro decidiu hoje (22) mandar soltar o ex-deputado Cândido Vaccarezza, que foi preso temporariamente na última sexta-feira (18) , no âmbito da Operação Lava Jato. Ele terá que pagar fiança de R$ 1,5 milhão, em dez dias.

Moro também determinou cautelarmente a proibição de deixar o país, de mudar de endereço, de fazer contatos com os demais investigados e de exercer cargo ou função pública.

A defesa de Vaccarezza alegou que ele tinha agendado uma biópsia de próstata diante da constatação de uma alteração na glândula. Por esse motivo, Moro considerou mais adequado impor medidas cautelares alternativas em vez de decretar a prisão preventiva de Vaccarezza. A conversão da prisão temporária em preventiva, que não tem prazo definido, havia sido solicitada pela Polícia Federal (PF) e pelo Ministério Público Federal (MPF).

Propina

A investigação da PF e do MPF apontaram que Vaccarezza recebeu cerca de US$ 430 mil em propina para cada contrato celebrado entre a Petrobras e a Sargeant Marine, entre 2010 e 2013. Em sua decisão, Moro diz que há provas de que Vaccarezza cometeu crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, além de associação criminosa.

Há ainda suspeita de que ele estaria envolvido em outros crimes contra a administração pública, “aparentemente tendo posto seu mandato eletivo à venda para intermediar contratos com a Petrobras ou com outras entidades da Administração Pública direta ou indireta”.

O ex-gerente da Petrobras Márcio Albuquerque Aché Cordeiro, que também foi detido na sexta-feira, também foi liberado, sob fiança de R$ 371 mil.

Média: 2.7 (7 votos)
9 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Dr. Sigmundo Pineo
Dr. Sigmundo Pineo

Moro é um debiloide

Beluzzo, professor da Unicamp, já observou que os agentes da Lava Jato sofrem visivelmente de deficiência mental. É só ver as caras deles: a catadura do juiz e as expressões abestalhadas dos procuradores. Fazer o que? Foi o que a CIA conseguiu comprar; sabe como é: a verba está curta...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

A defesa do Vacarezza deveria

A defesa do Vacarezza deveria o direito de usar os 2 milhões que o Aécio não pegou e os 500 mil da mala pra pagar o Moro. Salvador Dali não daria conta de representar esse país.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Vera Lucia Venturini

Ou pagar com o triplex do

Ou pagar com o triplex do Lula. Ou com o dinheiro da cocaína sem dono do Perrela. Ou pedir o direito de exportar os 120 kg de maconha do filho da desembargadora. Sabe como é a lei no Brasil e o poder de Moro. Com ele tudo é possível. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Vera Lucia Venturini

Exemplo Superior

Nassif: não sei se é o caso. Mas dizem que um "Canguru" do PT vale o dobro.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Como ele consegue dormir?

O que me espanta nisso tudo é a total falta de caridade, de compaixão, como também no caso Genoíno. De onde vem o ódio que move essa gente?

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de jose carlos vieira
jose carlos vieira

capo mafioso

solta mas cobra uma taxa maior que o cara tem.

babau cirurgia. deixa morrer e resolve tudo.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Faltou proibir o tratamento de câncer, se não tiver dinheiro

O Moro deveria também proibir o Vacarezza de morrer, mesmo que não tenha o valor que o Moro exige.

Moro sequestrou o Vacarezza e exige resgate a fim de que ele não morra de câncer.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Moro, o monstro, ataca mais

Moro, o monstro, ataca mais uma vez.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

...

E aqueles que subtraem recursos públicos.. são as fadas? 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Aécio Neves e Temer são as fadas do Beto Filho da Santa

Aqueles que subtraem recursos públicos estão por aí, livres, leves, soltos e, pior, no comando da nação. Só os que trabalharam pela melhoria de vida da população é que vão presos.

Seu voto: Nenhum
imagem de ze sergio
ze sergio

moro....

O Brasil não é para principiantes. Será que é coincidência a soltura de Vacarezza,logo após sua prisão, no mesmo dia que o Tucano Azeredo é julgado em 2.a Instância e não vai preso?  Petista responde ao Processo estando preso. E imediatamente cumpre pena. Tucano é ameaçado a todo instante e não vai para a cadeia nunca? Lava Jato funciona numa Comarca na cidade de Curitiba. E nos outros 5.000 municipios? E nas outras Instâncias? E com Tucanos, mesmo pegos em flagrante com as provas nas mãos? Que Justiça é esta?   

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.