newsletter

Assinar

MPF critica site que noticiou grampos em advogados de Lula

Jornal GGN - A Procuradoria da República no Estado do Paraná criticam o site Consultor Jurídico e afirmam que ele 'criou factoides' sobre matéria que mostrava que os 25 advogados do escritório que defende o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O site revelou que o MPF induziu o juiz a erro, pedindo a interceptação telefônica do escritório de advocacia afirmando que o terminal era da empresa Lils Palestras, Eventos e Publicações. 

O MPF diz que errou ao se basear na informação de um site privado onde o número do escritório consta como sendo da Lils, mas o Conjur afirma que 'qualquer busca no Google' com o número traz o telefone do escritório Teixeira, Martins. Após publicar a matéria, o site recebeu nota dos procuradores acusando o site de criar factoides, mas sem explicar quais. 

Enviado por Henrique O

Do Conjur

 

Lamentando a não observância da Constituição e das leis na apelidada operação “lava jato”, a revista eletrônica Consultor Jurídico publicoureportagem mostrando que todos os 25 advogados de escritório que defende o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram grampeados, uma vez que o telefone central do escritório Teixeira, Martins e Advogados foi interceptado. A notícia mostra como o Ministério Público Federal induziu o juiz a erro: pediu a interceptação telefônica da sociedade de advogados dizendo que o terminal pertencia à empresa Lils Palestras, Eventos e Publicações. 

Durante a apuração da reportagem, os procuradores da República foram procurados. Em resposta, os integrantes do MPF explicaram que cometeram o erro por se ter baseado na informação de um site privado, o FoneEmpresas.com, onde o número do escritório consta como sendo da Lils. A versão foi publicada na reportagem. A ConJur também checou que qualquer busca no Google com o número de telefone indicado trazia como resultado o escritório Teixeira, Martins. A redação também ligou para o número e ouviu a gravação que começa com a seguinte frase: “Você ligou para Teixeira, Martins e Advogados”. Durante a interceptação por pelo menos 30 dias, os investigadores parecem não ter percebido o engano. 

Depois que a notícia já estava no ar, com a íntegra da resposta enviada pela assessoria da imprensa da Procuradoria da República no Estado do Paraná, a redação recebeu uma “nota à imprensa”, disparada pelos procuradores que se apelidam de “força tarefa”, acusando a ConJur de ter distorcido os fatos e de “criar factoides”.  

A nota do MPF, no entanto, não aponta em nenhum momento qual seria a distorção e repete tudo o que já foi publicado na notícia que mostra como as conversas de 25 advogados (além de empregados da banca) com pelo menos 300 clientes — que não eram investigados na “lava jato” — foram grampeadas a pedido do MPF. 

Assim, nada há que corrigir ou acrescentar ao que foi dito na referida notícia.

Clique aqui para ler a notícia questionada.

Leia a nota enviada pelo MPF:

Nota para a imprensa

Lamentando a não observância das boas práticas jornalísticas pelo site Consultor Jurídico, que não analisou minimamente os autos de interceptações telefônicas objeto da 24ª fase da Operação Lava Jato, falha essa que resultou na distorção dos fatos apresentados na matéria Todos os 25 advogados de escritório que defende Lula foram grampeados, publicada no site (http://www.conjur.com.br/2016-mar-17/25-advogados-escritorio-defende-lula-foram-grampeados), a força-tarefa Lava Jato vem esclarecer:

(1) Conforme consta na petição, o telefone foi obtido por fonte aberta na internet, como vinculado à LILS PALESTRAS (link:http://www.foneempresas.com/telefone/empresa/telefone-de-l-i-l-s-palestras-eventos-e-publicacoes-ltda/13427330000100), cuja quebra foi deferida pelo juízo.

(2) Nos relatórios juntados aos autos, não constam transcrições de diálogos do referido número como alvo.

(3) No entanto, constam no relatório ligações em que telefones de alvos mantiveram conversas com terceiros que utilizaram o referido número.

(4) Quanto ao referido escritório, cumpre rememorar ainda o quanto posto pelo Juízo na decisão proferida nos autos da interceptação, o que revela que Roberto Teixeira é investigado: 'Rigorosamente, ele não consta no processo da busca e apreensão 5006617-29.2016.4.04.7000 entre os defensores cadastrados no processo do ex-Presidente. Além disso, como fundamentado na decisão de 24/02/2016 na busca e apreensão (evento 4), há indícios do envolvimento direto de Roberto Teixeira na aquisição do Sítio em Atibaia do ex-Presidente, com aparente utilização de pessoas interpostas. Então ele é investigado e não propriamente advogado. Se o próprio advogado se envolve em práticas ilícitas, o que é objeto da investigação, não há imunidade à investigação ou à interceptação'.

(5) Além de tudo isso, no evento 42 dos autos 5006205-98.2016.4.04.7000, Roberto Teixeira se tornou alvo da medida tendo sido diretamente interceptado e investigado em razão da existência de evidências de seu provável envolvimento em crime, o que torna a reclamação inócua.

Diante das explicações acima, todas evidentes nos autos da medida mencionada, a referida notícia insere-se na estratégia de confundir a opinião pública, criando factoides sem qualquer fundamento.

Média: 3.7 (6 votos)

Recomendamos para você

21 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de saulogeo
saulogeo

Adendo.

Está faltando um adendo na mensagem estampada no telão:

" Ninguém está acima da lei, com exceção do nosso MPF "

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Isto significa que todos os

Isto significa que todos os clientes do escritório foram grampeados?

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de saulogeo
saulogeo

Mais 300

Mais 300 dossiês para o grande irmão (Moro-PIG) utilizarem quando for necessário.

A Constituição Moroniana autoriza expressamente.

Será que estou sendo grampeado?

Por vias das dúvidas, vou começar a usar sinais de fumaça.....

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Celso André
Celso André

Fácil, extremamente fácil...

É fácil, extremamente fácil "hotoridades brasileiras" quebrarem o sigilo telefônico de qualquer cidadão:

Bastará alguém com interesse espúrio cadastrar o seu telefone numa página de internet qualquer e atribuir o seu número a um investigado qualquer, se vazar é só depois justifficar o "equívoco". Estava naquela página da internet alí, fui induzido ao erro.

Seus direitos e suas garantias constitucionais não existem. A CF é uma farsa!

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de PauloBR
PauloBR

Qual brinquedo?

Dizia-se antigamente que certos guris mimados eram incapazes de jogar bola, por não saberem respeitar as regras do jogo. Esses tinham de ter uma bola só para si.

O mesmo raciocínio se poderia aplicar agora a certos sujeitos subitamente notórios e seu desejo de ter uma Constituição da República Federativa do Brasil só para chamar de sua (e nem precisa ser federativa).

O mesmo raciocínio se encaixa quando se pensa em palanques (materiais ou midiáticos).

Desnecessário dizer que as religiões são uma tentativa de ter a exclusividade de Deus (um deus curioso, preso aos desígnios de seus messias).

Enfim, certos sujeitos querem exclusividade de Deus (havendo Deus ou não), do palanque, da Lei e da bola. Pensando bem, só da Lei e do palanque. Bola tem um significado figurado que...

Seu voto: Nenhum
imagem de gaúcho
gaúcho

A ditadura judicial não só é

A ditadura judicial não só é a pior como a mais cara de pau.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de MMCASSIO
MMCASSIO

LULA: ASSUME LOGO A CASA

LULA: ASSUME LOGO A CASA CIVIL!!! A PARTIR DO MOMENTO QUE MP, PF E SERGIO MORO NÃO RESPEITAM AS LEIS PARA QUE O POVO DEVE RESPEITÁ-LA?? DESOBEDIENCIA CIVIL COMEÇA ASSIM!!! UMA JUSTIÇA QUE NÃO SE DÁ O RESPEITO NÃO MERECE RESPEITO!!! NÃO ME REPRESENTA!!!!

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Cada vez mais estou convencido de que...

Só uma guerra civil e um banho de sangue vai resolver de uma vez por todas esse golpismo desenfreado do partido midiático-judiciário. Se a porra desse STF de merda fica mais preocupado com o que foi dito informalmente numa conversa particular num grampo ILEGAL, do que com em defender a Constituição e a própria segurança nacional, se a porra do CNJ é corporativo até a medula e não se manifesta contra claras violações à lei por parte de seus membros, se a porra do PGR, o gurgel II, a omissão, só se mexe para melar ainda mais o jogo. Enfim, se a justiça não faz justiça e só alimenta a massa fascista, qual será a solução? A única que vejo é o enfrentamento direto. É isso o que o cruzamento desse filho de chocadeira do camicia nera junto com os donos da rede golpista conseguiram parir: um bando de fascistóides descerebrados. Qualquer pessoa com um mínimo conhecimento de história sabe que, contra o fascismo, não há como contemporizar, não há meias medidas, não há diálogo. A única linguagem que os fascistas entendem é a da violência. Espero que não reclamem na hora em que tiverem uma resposta à altura. Espero que, nessa hora, sobre para o PIG, e a antiga tradição de empastelamento de redações volte com tudo.

Golpistas atentam contra a Constituição e devem ser tratados como criminosos da mais alta periculosidade.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

"CAVALEIRO NEGRO. DESAFIO..."

imagem de chris
chris

Pois é...

Quando a instituição  justiça, que deveria prioritariamente zelar pelo estado democrático, é omissa e criminosa, o que nos restará???

Os militares tem que se posicionar. Afastado o fantasma do comunismo, é óbvio que o governo do PT teve um zelo maior pelas nossas defesas, com a prerrogativa de trocar tecnologia naquela negociação pela compra dos caças. O que percebo claramente é que este governo golpista e submisso aos interesses dos EUA tenderão a sucaterar e enfraquecer mais as forças armadas. Não é interesse deles que tenhamos capacidade de nos defender. O alto comando tem muito o que refletir antes de se posicionar, pois será impossível eles ficarem em cima do muro por mais tempo.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Plenamente de acordo!

O atual momento é de total anomia da sociedade brasileira.

Em um momento em que impera a ruptura da legalidade, em que se viola a Constituição com o beneplácito dos que a deveriam defender, só um homem ingênuo, o Cândido de Voltaire, lhe ocorreria continuar levando a disputa política baseando-se no cumprimento das regras que seus adversários estão dispensados de cumprirem.

Dirão os estupidamente ingênuos que isto significará a barbárie, e nós devemos concordar. Mas uma vez, alheia à nossa vontade, criada a barbárie, como deve proceder o homem sensato na defesa de sua vida, sua honra e de seus direitos? Na defesa da vida e da honra de sua sua família? Deve responder com a força e o desprezo pelas regras e leis que seus adversários há muito tempo desprezaram.

Foi dito que Lula não foi conduzido a Curitiba pelos seus algozes porque um oficial da Aeronáutica deu ordem para que não se deixasse decolar o avião a jato que o esperava no Aeroporto de Congonhas. Este oficial agiu sob a plena convicção de que se estava cometendo uma ilegalidade e não precisou de nenhuma ordem de juiz para colocar por terra a vontade dos membros do Ministério Público, em acerto com a Globo e o juiz Moro, sob a proteção fortemente armada de 200 homens da Polícia Federal. Ele fez o que julgou certo e ponto final.

Este oficial nos mostra o caminho. Em tempos de anomia nosso único juiz é nossa consciência.

Se é da atribuição da Presidente nomear seus ministros, uma atribuição sagrada do Poder Executivo, como então um juiz, membro de outro poder, tem a ousadia de suspender esta atribuição, este direito? Não tem e nunca terá.

Os juízes podem abrir processos que poderiam levar, em última instância, à deslegitimação da ação de membros de outros poderes. Enquanto os guardiães da Constituição não se pronunciarem em recurso último, o ato é legítimo, e a Presidente tem o dever e o direito de descumprir liminares que invadam sua competência constitucional.

Da mesma forma, quem elegeu sua Presidente tem o direito de defender o seu mandato, mesmo que para isto se instaure um clima insurrecional no sociedade.

Respeitar regras num jogo sem regras é se submeter à sanha dos mais violentos. Saibamos responder a esta violência ilegítima com a violência popular que eles acabam de legitimar em seu desvario. É legítimo o povo se rebelar contra a violência de seus adversários.

Na falta de uma Constituição, que impere a força!

Select ratingNota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5Nota 1

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de bonobo de oliveira, severino
bonobo de oliveira, severino

Tem razão.

Se está todo mundo ACOVARDADO, embora o Noronha do STJ não goste de sentir o gosto amargo dessa palavra, não resta muito o que fazer, a não ser por o bloco na rua. Aliás o Noronha disse que não aceita "...dinheiro de empreiteiras..."? Curioso! Se não me engano, não foi nem uma, nem duas vezes que ele e seus colegas reuniram-se com seus herdeiros moralmente mal formados para participar de alegres passeios em Resorts caríssimos pagos por agentes privados interessados nas causas julgadas por Suas Excias..... Ou eu estaria confundindo os juizes com os procuradores? Vale fazer um esforço de memória e depois confirmar essa lembrança.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

O que esperar?

Uma categoria que teoricamente tem que cumprir as leis, e esta lei diz que nenhum funcionário pode ganhar acima de um certo valor, ai essa categoria inventa os auxilios (cueca, meia, paletó, moradia, papel higienico, etc...) driblar essa lei, se isso não é corrupção, o que é?

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de hilson mergulhão breckenfeld filho
hilson mergulhão breckenfeld filho

Quimera II

Do paraná ? tá explicado ! a água no estado deve estar batizada 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de sabra
sabra

Golpe judiciário

O golpe judiciário já se deu. Os políticos de todas as matizes ainda não se deram conta que o Judiciário, agora, veta ações do executivo, encurrala políticos, prende quem quer, controla a divulgação midiática. Intepreta a lei a seu dispor. Viola a constituição, viola os direitos privados e direitos de instituições. Mesmo sabendo da inocência, controi falsas provas, ou quer transformar em provas suas poprias interpretações.  E a cada violação vem um ungido por Deus, mentir, distorcer, defender violações, defender campanhas difamatórias, defender enfim os interesses mais escusos e sombrios, em resumo  o ungido vem  usar palavras de Satã.

O golpe já veio, e como sempre veremos atores proeminentes como Cunha, Temer , Renan, Aécio,  e atores menores como Cassio Cunha Lima , Caiado Aloysio NUnes,  serem varridos pelos mesmos que os colocaram no poder. Os que tem couro grosso.   

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Alexsander Julio Amorim
Alexsander Julio Amorim

Esse Dagngol é um fanático.

Esse Dagngol é um fanático. Me parece que ele tem ainda fortes inclinações religiosas. Essa república de guantanamo é uma caso pra pscólogos. São perigosos. Fato !

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Exceção

Já estamos no estado de exceção. Só falta Janot voltar de Paris, para onde foi para se proteger, se houvesse alguma reação.

Agora é só voltar que os procuradores assumirão o poder. Mas mesmo assim pode correr muito sangue.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Bandidos!

A turma da lava jato não passa de Bandidos mascarados a serviço dos EUA, mas pagos com o nosso dinheiro. Destroem a economia e jogam o país no caos político.

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de JeffBrasil
JeffBrasil

Joseph Goebbels - Uma mentira

Joseph Goebbels - Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade.. 

 

Há quem acredite nessa historinha do texto..

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de valdemar de oilveira
valdemar de oilveira

Lei nº  8.906,  de 04 de

Lei nº  8.906,  de 04 de julho de 1994

Art. 1º .......

§ 3º - No exercício da profissão, o advogado é inviolável por seus atos e manifestações, nos limites desta lei.

Art. 7º - São direitos do advogado:

II - ter respeitada, em nome da liberdade de defesa e do sigilo profissional, a inviolabilidade de seu escritório ou local de trabalho, de seus arquivos e dados, de sua correspondência e de suas comunicações, inclusive telefônicas ou afins, salvo caso de busca ou apreensão determinada por magistrado e acompanhada de representante da OAB;

 

Este juiz e os procuradores, bem como do delegados da pf, grampearam os telefones dos advogados, bem como de autoridades que tem foro priveligiado.

Cometeram vários crimes, se ninguém esta acima da Lei. Ora, eles também não. O correto era o CNJ exonerar este juiz e o CNMP exonerar estes procuradores, bem como a PF exonerar estes delegados. Eles tem emrpego certo na globo.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

mais uma da série me engana que eu gosto!

será que o divino promotor nã sabe que é pecado mentir??

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Brasil, há muito pra temer!

A vida é curta demais para se beber cerveja barata!!

A folha é contra a corrupção no pt, no psdb não!!!

 Frede69

imagem de paulmoura
paulmoura

Agora sim

o "grande" MP põe lá qualquer número e o juiz autoriza o grampo sem mais nem menos.

Olhem o outro caso que o MP ludibriou um juiz da comarca de Pinhais com o mesmo artifício.

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de mz
mz

Um "erro" muito primário para

Um "erro" muito primário para o "grupo" da força tarefa que age aos arrepios da lei. A frase que estampam na tela também deve ser aplicada a eles. Não vamos achar no google, mas uma investigação pode esclarecer como este telefone foi parar neste site privado. Quem obrou lá este número.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

"O MPF diz que errou ao se

"O MPF diz que errou ao se basear na informação de um site privado onde o número do escritório consta como sendo da Lils, mas o Conjur afirma que 'qualquer busca no Google' com o número traz o telefone do escritório Teixeira, Martins":

O MPF MENTIU.

Ponto final.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.