Revista GGN

Assine

O analfabeto midiático, por Celso Vicenzi

Do Outras Palavras

 
POR CELSO VICENZI
 
O pior analfabeto é o analfabeto midiático.

Ele ouve e assimila sem questionar, fala e repete o que ouviu, não participa dos acontecimentos políticos, aliás, abomina a política, mas usa as redes sociais com ganas e ânsias de quem veio para justiçar o mundo. Prega ideias preconceituosas e discriminatórias, e interpreta os fatos com a ingenuidade de quem não sabe quem o manipula. Nas passeatas e na internet, pede liberdade de expressão, mas censura e ataca quem defende bandeiras políticas. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas. E que elas – na era da informação instantânea de massa – são muito influenciadas pela manipulação midiática dos fatos. Não vê a pressão de jornalistas e colunistas na mídia impressa, em emissoras de rádio e tevê – que também estão presentes na internet – a anunciar catástrofes diárias na contramão do que apontam as estatísticas mais confiáveis. Avanços significativos são desprezados e pequenos deslizes são tratados como se fossem enormes escândalos. O objetivo é desestabilizar e impedir que políticas públicas de sucesso possam ameaçar os lucros da iniciativa privada. O mesmo tratamento não se aplica a determinados partidos políticos e a corruptos que ajudam a manter a enorme desigualdade social no país.

Questões iguais ou semelhantes são tratadas de forma distinta pela mídia. Aula prática: prestar atenção como a mídia conduz o noticiário sobre o escabroso caso que veio à tona com as informações da alemã Siemens. Não houve nenhuma indignação dos principais colunistas, nenhum editorial contundente. A principal emissora de TV do país calou-se por duas semanas após matéria de capa da revista IstoÉ denunciando o esquema de superfaturar trens e metrôs em 30%.

O analfabeto midiático é tão burro que se orgulha e estufa o peito para dizer que viu/ouviu a informação no Jornal Nacional e leu na Veja, por exemplo. Ele não entende como é produzida cada notícia: como se escolhem as pautas e as fontes, sabendo antecipadamente como cada uma delas vai se pronunciar. Não desconfia que, em muitas tevês, revistas e jornais, a notícia já sai quase pronta da redação, bastando ouvir as pessoas que vão confirmar o que o jornalista, o editor e, principalmente, o “dono da voz” (obrigado, Chico Buarque!) quer como a verdade dos fatos. Para isso as notícias se apoiam, às vezes, em fotos e imagens. Dizem que “uma foto vale mais que mil palavras”. Não é tão simples (Millôr, ironicamente, contra-argumentou: “então diga isto com uma imagem”). Fotos e imagens também são construções, a partir de um determinado olhar. Também as imagens podem ser manipuladas e editadas “ao gosto do freguês”. Há uma infinidade de exemplos. Usaram-se imagens para provar que o Iraque possuía depósitos de armas químicas que nunca foram encontrados. A irresponsabilidade e a falta de independência da mídia norte-americana ajudaram a convencer a opinião pública, e mais uma guerra com milhares de inocentes mortos foi deflagrada.

O analfabeto midiático não percebe que o enfoque pode ser uma escolha construída para chegar a conclusões que seriam diferentes se outras fontes fossem contatadas ou os jornalistas narrassem os fatos de outro ponto de vista. O analfabeto midiático imagina que tudo pode ser compreendido sem o mínimo de esforço intelectual. Não se apoia na filosofia, na sociologia, na história, na antropologia, nas ciências política e econômica – para não estender demais os campos do conhecimento – para compreender minimamente a complexidade dos fatos. Sua mente não absorve tanta informação e ele prefere acreditar em “especialistas” e veículos de comunicação comprometidos com interesses de poderosos grupos políticos e econômicos. Lê pouquíssimo, geralmente “best-sellers” e livros de autoajuda. Tem certeza de que o que lê, ouve e vê é o suficiente, e corresponde à realidade. Não sabe o imbecil que da sua ignorância política nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista, pilantra, o corrupto e o espoliador das empresas nacionais e multinacionais.”

O analfabeto midiático gosta de criticar os políticos corruptos e não entende que eles são uma extensão do capital, tão necessários para aumentar fortunas e concentrar a renda. Por isso recebem todo o apoio financeiro para serem eleitos. E, depois, contribuem para drenar o dinheiro do Estado para uma parcela da iniciativa privada e para os bolsos de uma elite que se especializou em roubar o dinheiro público. Assim, por vias tortas, só sabe enxergar o político corrupto sem nunca identificar o empresário corruptor, o detentor do grande capital, que aprisiona os governos, com a enorme contribuição da mídia, para adotar políticas que privilegiam os mais ricos e mantenham à margem as populações mais pobres. Em resumo: destroem a democracia.

Para o analfabeto midiático, Brecht teria, ainda, uma última observação a fazer: Nada é impossível de mudar. Desconfiai do mais trivial, na aparência singelo. E examinai, sobretudo, o que parece habitual.

O analfabeto político

O pior analfabeto, é o analfabeto político.
Ele não ouve, não fala, não participa dos acontecimentos políticos.
Ele não sabe que o custo de vida,
O preço do feijão, do peixe, da farinha
Do aluguel, do sapato e do remédio
Depende das decisões políticas.
O analfabeto político é tão burro que
Se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia política.
Não sabe o imbecil,
Que da sua ignorância nasce a prostituta,
O menor abandonado,
O assaltante e o pior de todos os bandidos
Que é o político vigarista,
Pilanta, o corrupto e o espoliador
Das empresas nacionais e multinacionais.

Bertold Brecht

 

Média: 5 (25 votos)
33 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Fran Oliveira
Fran Oliveira

Leões e carneiros

O texto é bom...

Quando entro na internet, "vejo leões" se expressando abaixo das matérias, mas quando saio a rua, antes espreito, somente "vejo carneirinhos"!

Seu voto: Nenhum

O problema é que o analfabeto

O problema é que o analfabeto mediático não reconhece suas limitações. O principal sintoma da "burrice" é a ingorância da mesma. O analfabeto das mídias é aquele que não entende de história política, que não sabe interpretar os acontecimentos históricos e contextualizá-los. Ele não sabe as relações de força de uma determinada situação, não tem noção da profundidade dos problemas políticos do país. Seu conhecimento limita-se à construção coletiva do senso comum, construção essa que atualmente é potencializada através da internet. Não conhece – e talvez nem saiba o que é a nossa Constituição. É inocente, pensa que a corrupção foi inventada pelo Partidos dos Trabalhadores, ou qualquer outro partido político, não conhece a promíscua história brasileira marcada pelas relações fisiológicas entre o público e o privado.

Seu voto: Nenhum

Luiz Claudio Tonchis é Educador e Gestor Escolar, trabalha na

imagem de Cp. Óbvio
Cp. Óbvio

É bom não se esquecer,

É bom não se esquecer, pessoal, que essa mesma página também faz parte da mídia. Interessante escrever um artigo criticando o analfabeto midiático ao mesmo tempo que faz propaganda socialista e critica o capitalismo. Vamos ver quantos analfabetos ainda caem nessa.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Rodrigo Brandão
Rodrigo Brandão

Qual é a novidade?

"O analfabeto midiático gosta de criticar os políticos corruptos e não entende que eles são uma extensão do capital, tão necessários para aumentar fortunas e concentrar a renda. Por isso recebem todo o apoio financeiro para serem eleitos. E, depois, contribuem para drenar o dinheiro do Estado para uma parcela da iniciativa privada e para os bolsos de uma elite que se especializou em roubar o dinheiro público" .

Isso serve tanto para o PMDB, quanto para o PT. Não!?

Desculpa. Mas qual é a novidade neste texto!?

 

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Sergio l
Sergio l

Passou recibo

O texto não fala em siglas partidárias em nenhum momento. Quem as colocou foi você, quando indagou sobre o  PT e o PMDB e, sintomaticamente, deixou de fora o PSDB, passando o recibo de que concorda com a ilação da midia de que a corrupção é de um lado só

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de luis indignado
luis indignado

IMAGINO A CENA....

Imagino a cena em que foram digitados a maioria dos comentários acima: Uma sala parecida com sala de telemarketing, com um bando de "internautas" contratados pelo partidão (ou burros trabalhando de graça mesmo) buscando as notícias contra a "santa", o "inocente" e o partidão, e escrevendo com pseudônimos tipo nelsinho seguro, e outros... é hilário!!!!!

E alguns ainda discutem com avatares... essa será a campanha eleitoral mais mentirosa da história. 

Triste e vergonhosa realidade de um país que perdeu a noção das coisas....

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Marcos Km
Marcos Km

Em resumo: é o típico eleitor

Em resumo: é o típico eleitor do PSDB, o mesmo que xingou a Dilma na abertura da Copa. São mesmos que postam mensagem com análises incrivelmente primárias neste blog, cujos nomes todos conhecem.

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de jose parente
jose parente

o analfabeto midiático

Discurso de vítima, de um partido que se alinhou com políticas ditatoriais e que é um engodo em si mesmo. PMDB, PSDB e outros partidos não têm, por óbvio, o monopólio da virtude, mas pelo menos não se travestem do que não são. A ação penal 470 julgada por 11 ministros em sua maioria nomeados pelo PT, o escândalo inominável da PETROBRAS, cuja presidente do conselho de administração e ministra das minas de energia é a atual presidente da República, joga uma pá de cal sobre os frágeis argumentos do articulista. Peço licença para discordar: "Assim é, se lhe parece".

Seu voto: Nenhum (14 votos)
imagem de J. Andrade
J. Andrade

Mensagem do analfa-mídia

Eis aí um analfa-mídia. Permita-me discordar também com Pirandello: Um, nenhum e cem mil... Milhões, aliás.

Seu voto: Nenhum
imagem de Ricardo Camargo
Ricardo Camargo

Gostaria de lembrá-lo (ou

Gostaria de lembrá-lo (ou informá-lo, pois parece que não sabe) de que os ministros que julgaram a AP470 e também os advogados dos réus foram deliberadamente privados do acesso aos documentos do inquérito 2474, que contém provas da inocência dos réus. Foi portanto um julgamento falso, forjado, dirigido midiaticamente, conduzido por alguém que tem o filho empregado na 'grobo' e que mesmo sem poder (pois isso é vetado para um ministro) possui uma empresa e a usou para comprar imóvel no exterior com valor de milhão de dólares sem pagar impostos.

Portanto, vejo que seu comentário encaixa-se bem no trecho do artigo que diz: "O analfabeto midiático imagina que tudo pode ser compreendido sem o mínimo de esforço intelectual. Não se apoia na filosofia, na sociologia, na história, na antropologia, nas ciências política e econômica – para não estender demais os campos do conhecimento – para compreender minimamente a complexidade dos fatos." Ficou apenas no que foi intensamente divulgado pela mídia, não foi além. Idem em relação ao falso escândalo da PETROBRAS. A oposição criou o escândalo, usou de uma ministra para impedir que a CPI incluísse a investigação de escândalos ligados a essa oposição, e agora AUSENTA-SE das sessões dessa CPI, pois já percebeu que o golpe não 'vingou'.

Seu voto: Nenhum

Petrobras

Escândadlo inominável da Petrobras? Esse senhor não sabe o que fala! Nunca foi a uma refinaria e provavelmente nem sabe para que serve uma. Com certeza, um verdadeiro analfabeto político.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Luciano Bastiani
Luciano Bastiani

Analfabeto político ou funcional?

Com certeza um analfabeto funcional (já que por tabela também será analfabeto político...)

Seu voto: Nenhum
imagem de tiao
tiao

Vendo este vídeo tenho ainda

Vendo este vídeo tenho ainda mais nojo da burguesia.Viva Robespierre!!!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Sem novidade
Sem novidade

Antes do petismo chegar ao

Antes do petismo chegar ao poder o que mais se li era do nível avançado em educação e informação do povo,.mas depois, tudo é como se o eleitor brasileiro fosse o mais completo imbecil.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Nelsinho Seguro
Nelsinho Seguro

O Brasil era quase todo analfabeto.

Antes do PT o Brasil era quase todo analfabeto. O PT universalizou o Ensino Médio. 50% dos jovens não tinham ensino médio em 2000.

Não fale o que não sabe tucano bicudo e lascado.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Sensacional. Na veia! rsrs

A militância do PiG merece....

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Carlo Zardinni
Carlo Zardinni

Sem retoques!

Parabéns!

Irretocável,um artigo que fala por mim e, penso eu, por muitos de nós que frequentamos este democrático espaço proporcionado pelo Jornalista Nassif.

Quisera eu ter pendores para escrever este artigo, pois ele expressa ipsis literis o que penso sobre a turma que não pensa, que sequer tem um mínimo de pensamento crítico, sendo estas as presas mais fáceis da midia desavergonhada deste País.

No mais Viva Brecht, muito bem lembrado nesta analogia!

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Zanchetta
Zanchetta

Além dos analfabetos

Além dos analfabetos midiáticos temos os blogueiros de partido democráticos que listam os jornalistas que devem ser atacados pelos seus militontos...

Seu voto: Nenhum (22 votos)

ha ha ha. Engracado, quando

ha ha ha. Engracado, quando se dah nome aos bois que semeiam o odio a tropa da Veja cai dentro. E o que dizer desses caras? Eles mandam atacar todo mundo atraves de sua dose diaria de odio. Vc eh maluco cara, quer defender o indefensavel

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Ques as forças maiores me livrem de linchar o devido processo legal

imagem de Porém
Porém

Pois é, Fidel sempre se

Pois é, Fidel sempre se queixou não ter tido amigos do seu lado na mídia para que no dia seguinte que assumiu o poder não tivesse como fazer uma limpeza competa no meio jornalísto.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de DUDE
DUDE

É você tem razão mesmo!

Zanchetta, pela primeira vez, tenho que lhe dar razão.

Tenho visto por aí um verdadeiro ataque aos jornalistas brasileiros.

Taí um da Folha de São Paulo, Vinicius Torres Freire.

Veja o que o Tijolaço teve a coragem de falar dele: e depois você me conta

http://tijolaco.com.br/blog/?p=11157

Gostou?

Falou a verdade ou não!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

analfabeto

Lendo este post, descobri que sou analfabeto midiatico.

Seu voto: Nenhum (13 votos)

Pode-se enganar alguem por algum tempo, muitos por muito tempo, mas não todos o tempo todo!

imagem de Carlos Dias
Carlos Dias

Dei cinco estrelas pra você!!

Analfabeto eu não creio. Mas chato midiático com certeza!

Seu voto: Nenhum (9 votos)

O pior é que estamos cheios

O pior é que estamos cheios deles !

Seu voto: Nenhum (7 votos)

lenita

Olha aí os "anarfa políticos"

Seu voto: Nenhum (10 votos)

Ques as forças maiores me livrem de linchar o devido processo legal

Oloco meu!

Oloco meu!

Seu voto: Nenhum (6 votos)

será que estes abaixo também fazem parte?

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Adaptação perfeita

Grande contribuição. Parabéns!

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Excelente.

E preocupante.

As correntes, independentemente de assuntos, se formam na internet  e WhatsApp se espalham feito rastro de pólvora sem qualquer questionamento; é um fato corriqueiro.

Recentemente em Salvador se espalhou pelas redes um boato sobre um toque de recolher por traficantes em reprimenda ao assassinato de seu líder pela polícia.

Escolas suspenderam as aulas e até repartições públicas não funcionaram. O Pânico foi instalado.

Informações seguras que recebi da Polícia Civil afirmaram que não existia um mínimo de movimento no sentido de uma ação ordenada por parte dos traficantes.

E a cidade parou por um boato.

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de iron
iron

E que tipo de analfabeto

E que tipo de analfabeto seria aquele que enxerga conspirações em tudo e em todos ? Dias atras, o grande Tostão foi acusado de sabotador. Os indicios? Uma frase solta em um de seus artigos.

Seu voto: Nenhum (13 votos)

Ora, vai perguntar pro

Ora, vai perguntar pro pessoal que vê uma foice e um martelo em qualquer coisa que o Governo faça.

Sem contar a mania com o tal Foro de SP. Esse pessoal diz que o PT fica com ideias do passado, mas a todo momento ressucitam o Machartismo a moda tupiniquim.

Por outro lado, depois que surgiu o Snowden esse negócio de ficar desqualificando teorias de conspiração não cola muito né?

Seu voto: Nenhum (16 votos)

Ques as forças maiores me livrem de linchar o devido processo legal

imagem de iron
iron

Cuidado hein!! O senhor usou

Cuidado hein!! O senhor usou o nome que não deve ser dito. Tá monitorado.

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Que nome? Foro de SP?

Que nome?

Foro de SP? srsrsss. Vc acredita nesse papo de comunismo?

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Ques as forças maiores me livrem de linchar o devido processo legal

Não sei. Seria o mesmo tipo

Não sei.

Seria o mesmo tipo que tira frases do contexto para prejudicar

o entrevistado? Ah..tô nem ai..

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.