Revista GGN

Assine

O grande Lanny Gordin, em um CD clássico

Lanny Gordin, um dos grandes guitarristas da historia do país, em um CD inesquecível.

Aqui, o repertório

  O Homem que Matou o Homem... - com Max de Castro
  Dindi - com Gal Costa
  Dê um Rolê - com Zeca Baleiro
  Evaporar - com Rodrigo Amarante
  Enquanto Seu Lobo Não Vem - com Caetano Veloso
  Mucuripe - com Fernanda Takai
  Farol da Jamaica - com Péricles Cavalcanti
  El Blues - com Edgard Scandurra
  Abre o Olho - com Gilberto Gil
  Me dê um Motivo - com Adriana Calcanhotto
  Onde Eu Nasci Passa um Rio - com Junio Barreto
  O Sol - com Arnaldo Antunes
  Era Você - com Vanessa da Mata
  Let's Play That - com Jards Macalé
  Lanny, Qual:? - com Chico César
  Corcovado - Solo

Média: 4.2 (5 votos)

Recomendamos para você

4 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Lanny Gordin é uma maravilha

Lanny Gordin é uma maravilha de guitarrista. Poderia ser um dos melhores do mundo, esse brasileiro nascido na China e filho de russos. Mesmo tendo passado por tantos problemas pessoais, deu a volta por cima. Segue primeiro um documentário sobre Lanny, de 2002, e mais músicas e depoimentos.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Caro Jair Foneca: Durante

Caro Jair Foneca:

Durante anos, neste blog, discordamos sobre o mesmo assunto: voce me classificando como um "obsessivo" acusador do reacionarismo politico do Gilberto Gil.

Nunca cheguei ao exagero de lhe acusar de um "obsessivo" defensor do nosso ex ministro, apesar de voce jamais explicar como  considera que dois artistas mantenham, durante toda uma vida, uma parceria de ideias, ações e musica, sem comungarem  dos mesmos valores ideologicos.

Mas deixa isso para la, não é o assunto em questão.

No tema de hoje, concordamos plenamente, o Lanny Gordon pode ser considerado um dos melhores guitarristas do mundo.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Antonio, mesmo que Gil fosse

Antonio, mesmo que Gil fosse reacionário (o que não é), ainda assim seria um artista genial.

Aliás, um dos trabalhos de guitarra mais brilhantes de Lanny Gordin é do último álbum de Gil antes de seu exílio durante a ditadura. Aliás 2, ele não foi exilado por ser reacionário, nem foi ministro do governo Lula, décadas depois, por essa característica... 

Aquele abraço!

 

Seu voto: Nenhum

Caro Jair: Voce continua não

Caro Jair:

Voce continua não respondendo a questão. Como um artista pode ser,durante toda a vida parceiro de outro, em ações, movimentos, musica, sem comungar dos mesmos valores ideologicos.?

Voce justifica agora que o Gil não é reacionario porque foi exilado.

No Brasil existem um milhão de "exilados" que são destacados reacionarios, para começar o proprio Serra, depois o FHC, o Aluisio Nunes e outros. E um detalhe: A Inglaterra nunca foi pais de dar asilo a exilado de esquerda. Foi uma das nações que mais apoiou a ditadura militar, seus militares vinham aqui ensinar aos nossos como torturar.

E muito menos, ser ministro do Lula, significava em si, certificado ideologico. O apagão cultural que assistimos hoje é o resultado de uma gestão errada e reacionaria do MINC.

E para finalizar, voltamos a  discordar.

Concordamos que o Lanny é um dos maiores guitarristas do mundo.

Porem, para mim "genial" é o Tom, o Pixinguinha, o Caymmi, o Baden, o João Gilberto, o Ary Barroso, o Cartola.

O Gil é um bom artista, mas com forte queda pela arte comercial.

 

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.