newsletter

Assinar

Quando Muhammad Ali foi impedido de comer um cachorro quente

Enviado por El Cid

 

Média: 4.7 (13 votos)
7 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Sandro Molina
Sandro Molina

Um IDIOTA!!!

Muhammad Ali era um perfeito IDIOTA e vou dizer porquê:
1) Abandonou a fé cristã porque a considerava “religião dos homens brancos” e abraçou o islamismo, seita maligna que promove o ódio e a morte entre os não-muçulmanos (e até entre eles mesmos!)
2) Sofria de egocentrismo: "eu sou o rei do mundo, eu sou o maior, eu sou Muhammad Ali, eu abalo o mundo, eu sou o maior, eu sou o rei do mundo, eu sou bonito, eu sou um homem mau!" foi uma de suas infelizes frases
3) Se achava o homem negro mais lindo do planeta, inclusive se dizendo de uma classe de negros superior aos seus adversários
4) Foi covarde e impatriota, não defendendo seu país na Guerra do Vietnã, por mais contraditória que foi essa guerra. Mas é dever de TODO cidadão defender sua pátria!
5) Promovia o ódio racial entre brancos e negros, e entre os próprios negros! Ali era um mau caráter, falso, manipulador e segregador
6) Ali cansou de fazer ofensas raciais a Joe Frazier, o xingando de “feio”, “gorila” (ofensa ainda pior de negro para negro) e “Tio Tom” (personagem negro do livro "A Cabana do Pai Tomás". Expressão usada para designar negros submissos aos brancos). Até os filhos de Frazier na escola foram afetados com brincadeiras relacionadas as declarações infelizes de Ali
7) Ofendeu a George Foreman, dizendo que nenhum lutador com aquele nariz poderia permanecer campeão

Enfim, de falastrão da língua descontrolada a impotente e mudo, que nem a própria bunda consegue limpar hoje em dia. Como diz o ditado: "a soberba DERRUBA! Pode demorar, mas o soberbo cai!". O próprio Frazier dizia ter certeza de que foi um castigo divino o Mal de Parkinson que Ali contraiu.

Alá (ou melhor, Satanás!) não vai protegê-lo de queimar no fogo eterno! Pelo contrário, está ansioso pela sua moribunda alma!

Seu voto: Nenhum
imagem de altamiro souza
altamiro souza

comovente o  desbafo do

comovente o  desbafo do grande lutador...

Seu voto: Nenhum
imagem de Carlo Zardinni
Carlo Zardinni

Este é o grande Muhamad Ali

Este é o grande Muhamad Ali que sempre admirei, mesmo não sendo aficionado do boxe: - pancadas no ringue e o chicote cortante na ponta da língua.

Uma crítica fina e contundente, paradoxalmente à la inglesa, pois o sujeito te estapeia o rosto tão sutilmente que nem te cabe respostas.

E a claque, meio que sem graça, ria, de sua própria hipocrisia racista, o tempo todo e o chicote do MA batendo em suas costas e cortando fundo. Deep to the deepest damned South.

 

Seu voto: Nenhum

comentei no face e reproduzo por aqui:

Escolheu o Islão pra tentar compreender seu proprio país. Se a questão da origem das religiões fosse mais focada, saberia que os anjos negros são do Candomblé, Umbanda, da África. Mas nasceu nos EUA. Ponto para o Brasil que aqui se permite a prática de religião qualquer " marca" garantida por lei.
Mas sua luta no boxe e contra o racismo em nada o desabona.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Este comentário deveria ser

Este comentário deveria ser anexado ao post. Bela observação.

Todo país ou cultura, como todo ser humano, tem virtudes e mazelas. 

Uma das virtudes da cultura brasileira é nosso sincretismo (leia-se LIBERDADE de manifestação religiosa), mesmo que de certa forma reproduza muitos vícios de uma sociedade escravocrata (étnica) como a americana.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

entretanto ...

Vou além:
A História da África nos é sonegada há tempos.
Tamanha a aberração é compará-la a qualquer tragédia humana.
Todos os mortos que viveram no tempo de escravatura - brancos e negros deixaram um rastro animalesco.
Não faz sentido algum a escravidão, a não ser para os que pararam no tempo ou é claro, se beneficiam com isso. O CONTINENTE é dominado por mercenários.em duas pontas. A sociedade civil e políticos

do wikipedia:

O Norte da África é a região mais antiga do mundo. A civilização egípcia floresceu e inter-relacionou-se com as demais áreas culturais do mundo mediterrâneo, motivos pelas quais essa região foi estreitamente vinculada, há milhares de séculos, depois que a civilização ocidental foi geralmente desenvolvida. As colônias pertencentes à Fenícia, Cartago, a romanização, os vândalos aí fixados e o Império Bizantino influente são os fatores pelos quais foi deixada no litoral mediterrâneo da África uma essência da cultura que posteriormente os árabes assimilaram e modificaram. Na civilização árabe foi encontrado um campo de importância em que foi expandido e consolidada a cultura muçulmana no Norte da África. O islamismo foi estendido pelo Sudão, pelo Saara e pelo litoral leste. Nessa região, o islamismo é a religião pela qual foram sendo seguidas as rotas de comércio do interior da África (escravos, ouro, penas de avestruz) e estabelecidos encraves marítimos (especiarias, seda) no Oceano Índico.[2] Simultaneamente, na África negra foram conhecidos vários impérios e estados que aí floresceram. Estes impérios e estados nasceram de grandes clãs e tribos submetidos a um só soberano poderoso com características próprias do feudalismo e da guerra.

 

 

Seu voto: Nenhum

Fabuloso.

Fabuloso.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Grande Muhamad Ali

Grande Muhamad Ali, o clássico Cassius Clay!

A canção é do britânico Johnny Wakelin (& The Kinshasa Band).

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.