newsletter

Assinar

Quando o assunto é educação, Nova Escola não recomenda Bolsonaro

Jornal GGN - A revista Nova Escola fez um vídeo respondendo afirmativas do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ). O deputado diz que o tema é educação, mas comete alguns deslizes evidenciados pela publicação. Além disso, ele é infeliz acusando a revista de braço do governo, e a resposta chega a ser comovente: é ligada à editora Abril e não recebe verba do governo federal. Bolsonaro conseguiu vários feitos neste vídeo e nenhum deles vai ficar para a posteridade como contribuição efetiva à educação. 

 

CHECAGEM DE INFORMAÇÕESO deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PP-RJ) publicou há alguns dias um vídeo sobre Educaçã...

Publicado por Nova Escola em Sexta, 15 de janeiro de 2016

 

Média: 3.5 (8 votos)

Recomendamos para você

25 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Márcio Rodrigues de Carvalho
Márcio Rodrigues de Carvalho

Deputado Bolsonaro acusou

Deputado Bolsonaro acusou distribuição para escolas; MEC negou.
Ministério da Cultura diz ter comprado unidades para bibliotecas públicas.



http://g1.globo.com/educacao/noticia/2016/01/livro-de-educacao-sexual-al...

Seu voto: Nenhum

Esse cara é um idiota, assim

Esse cara é um idiota, assim como seus seguidores e eleitores.

Essas pataguadas ele faz para seus simpatizantes, como são todos bovinos, não estão nem aí para o que diz,  se é certo ou errado. Eles querem ficar contra o governo à qualquer custo.

E viva a democracia !! Podem falar a merda que quiserem, que serão desmascarados.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Consagre os seus sonhos e projetos ao Senhor, e eles serão bem sucedidos, creia.

gAS

imagem de Leandro Rodriguessss
Leandro Rodriguessss

Vai se arrepender do que disse..

Amigo, raciocine um pouco mais...sei que você pode...de uma olhada neste site aqui aula=10519 http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=10519

Veja se ele está mentindo.. amigo, dê uma olhada em uma das últimas postagens do jair denunciando a pouca vergonha do mec que está neste site acima. Não julgue sem saber. Corra atrás da informação, pois, onde há fumaça não há fogo, mas sim um vulcão em erupção.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

O MEC já desmentiu esse

O MEC já desmentiu esse militante de extrema direita de meia pataca.

Se você é um dos bovinos, lamento.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Consagre os seus sonhos e projetos ao Senhor, e eles serão bem sucedidos, creia.

gAS

imagem de Álvaro Noites
Álvaro Noites

Afffff. Pelo visto os

Afffff.

Pelo visto os bolsominions descobriram o blog.

Seu voto: Nenhum

Veja só,

nem os Civita aguentam o Bolsonaro.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Ouso pensar porque ouso pensar que ouso pensar.

 

Tudo leva a crer que

Tudo leva a crer que Bolsonaro traz algo de patológico sobre sua sexualidade ao falar sobre a questão homossexual. Bolsonora - percebe-se - sofre um grande impacto psicólogico ao se exprimir sobre essa questão. Só falta babar, sua voz fica muito alterada, como se tentasse buscar no fundo de si os argumentos mais enfáticos contra o despertar da sexualidade infanto-juvenil.

Só um indivíduo muito insensível não consegue perceber que, se um menino se apaixona por outro, ele sempre, até o fim de sua vida, estará às voltas com a paixão por alguém do mesmo sexo, sendo que o mesmo acontece entre uma menina em relação a outra. Isso não ocorre por causa de livros ou materiais didáticos, isso está em camadas muito profundas do psiquismo. E nada, absolutamente nada, poderá modificar a energia pulsante que os conduzem a amar a beleza do corpo, do psiquismo e da alma do ser do mesmo sexo. Bolsonar deveria ler Fedro, de Platão, um livro escrito a cerca de 2400 anos atrás, que já trazia ao mundo a resolução dessa - digamos - problemática que, no fundo, não é nenhuma problemática.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

COMANDANTE DO TRADICIONAL

COMANDANTE DO TRADICIONAL REGIMENTO SAMPAIO NO RJ, É PRESO POR POLICIAIS MILITARES AO FAZER SEXO ORAL EM OUTRO HOMEM DENTRO DE VEÍCULO PRÓXIMO AO QUARTEL 

 

A homofobia de Jair Bolsonaro e a bichas enrustidas do Exército Brasileiro

23/04/2015

ComportamentoDireitos Humanos

Perseguir homossexuais é muito comum no Exército. Por isso, Bolsonaro não é exceção. O que mais tem na caserna é gente como ele, que vive em permanente estado de negação da própria sexualidade.Homofibia_Exercito2

Capa da revista Manchete, 1996.

Em outubro de 1996, oficiais do Exército a bordo de um jipe militar foram me buscar no prédio da Bloch Editores, no bairro da Glória, no Rio, onde funcionava a redação da revista Manchete. Eu estava em apuros por causa de uma matéria que levava o título: “Sou militar e sou gay”. Tratava-se de uma extensa apuração sobre a perseguição do Exército contra militares homossexuais.

A matéria fora inspirada em uma curiosa ocorrência: a prisão do comandante do tradicional Regimento Sampaio de Infantaria, Tenente-Coronel Sérgio Carlos Zani Maia, conhecido por sua implacável perseguição contra militares “suspeitos” de serem gays.

O coronel não fora preso por causa de sua perseguição aos colegas de farda. Foi preso após ser flagrado fazendo sexo oral em outro homem, dentro do carro, em uma rua escura atrás dos trilhos de trem que cortam o bairro do Méier.

Pobre coronel. Pobre Exército Brasileiro. Acabaram com a vida do cara. Maia foi fuzilado em vida, afastado do comando do regimento, execrado, humilhado, afastado da atividade de instrutor da Escola de Comando e Estado Maior do Exército. Alguns meses depois de seu afastamento, foi espancado quase até à morte por “desconhecidos”. A autoria do crime nunca foi identificada.

Uma tragédia, quando era para ser o contrário. Deveria receber uma medalha um coronel que decide, por vontade própria, fazer sexo oral em quem quer que seja. É bom para o a Pátria que um coronel possa chupar quem bem entender, sempre que tiver vontade. A livre orientação sexual é um direito humano e deveria ser respeitada pelo comando do Exército.

Mas infelizmente não foi isso o que aconteceu. O coronel pagou caro pelo seu “crime” e o Exército perdeu uma grande oportunidade de liberar o sexo entre seus homens, enfrentar a pavorosa homofobia que grassa em suas fileiras.

Quando servi em um batalhão de engenharia, tive colegas expulsos pelo “crime” de amar outro homem.  “Expulsão a bem do serviço público”. Sensacional. A bem do serviço público.

Quando estive no Exército, ao mesmo tempo em que via toda a perseguição contra amigos gays, eu e meus colegas de farda éramos sistematicamente assediados por oficiais do próprio batalhão. Um deles era o tenente “kiko”, que adorava levar recrutas para o seu apartamento, dar banho, passar creminho e fazer sexo. De noite era uma lady, uma dama. De dia, um implacável perseguidor de homossexuais.

Esse tipo de comportamento é muito comum no Exército, muito comum. Por isso, o ex-militar Bolsonaro não é exceção. O que mais tem no Exército é gente como ele. Comportamento típico de quem não aceita a própria condição. Bolsonaro é tão homofóbico, mas tão homofóbico, que usa isso para negar a si mesmo. Uma negação comum, corriqueira e típica nas fileiras do Exército.

Tratou disso a reportagem que levou o Exército mandar me buscar na Bloch: a implacável perseguição do Exército contra militares homossexuais, o assédio, a violência moral, o crime de homofobia que ainda hoje infesta os quartéis e que transforma militares e ex-militares, como Jair Bolsonaro, em terríveis algozes de pessoas que são tolhidas do seu direito de ser o que são.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

A disputa equivocada

O post mostra claramente a ingenua separação política de esquerda ou direita acima de assuntos familiares e comportamentais. Bolsonaro -  e muitos como ele, também amam o Brasil (do jeito deles) e discutem assuntos polêmicos dentro da sociedade de todos (Bolsonaro tem todo o direito de pensar diferente), sobre o aborto, educação, homossexualismo, diversidade de gêneros e etc.

Bolsonaro, notadamente nacionalista (ex-militar) defende com intransigência o que ele acha serem valores mais adequados para a educação das crianças (dentre outros temas polêmicos). Por conta disso, ele é então rotulado como sendo extrema direita e é para lá, na direita, onde ele leva os seus eleitores, que apenas acham que a educação deva ser diferente.

Bolsonaro, por outro lado, é questionado aqui por gente mais modernosa, pelo fato de apoiar homossexualismo e outras situações comportamentais, dentro do ambiente escolar, ainda em idade muito prematura. Isso então, é chamado de esquerda e, então, além de trazer alguns "modernosos" de direita (de alma global) para a esquerda, afugentam conservadores (comportamentais) para a direita do espectro político.

Do jeito que as coisas vão (e como tem sido nas últimas eleições), não é nação Brasileira contra a globalização e colonização o foco principal da discussão política, mas apenas uma discussão entre aspectos comportamentais da sociedade e reivindicações de minorias, ou seja, tudo o que poderia ser muito bem discutido depois de salva a nação autônoma brasileira de quem nos coloniza há 500 anos.

Não sou daqueles que, no sentido econômico, pensem que primeiro deve crescer o bolo antes de distribuir, eternizando a pobreza, mas, no assunto comportamental, definitivamente sou daqueles que acham que a primeira discussão é a definição do Brasil como nação autônoma, com economia planejada e com forte desenvolvimento econômico e social, para, depois, discutir se o pato do silabário é macho.

Neste tema específico do post, sou Bolsonaro e sou PT. Primeiro quero ver o Brasil autônomo, caminhando para o desenvolvimento e justiça social. Depois, discutiremos sobre livrinhos de escola. Nesta caminhada inicial, pelo Brasil, são milhões de Bolsonaros e evangélicos, além de outras categorias, que estamos entregando gratuitamente para o outro lado da disputa atual. Como deve rir de nós a verdadeira direita econômica e global!! Geramos uma auto-torre de babel.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Nao me admira nada q vc seja seguidor de Bolsonaro

O conservadorismo rançoso e moralista é o mesmo.

Tb igual é o desprezo pelos problemas que afligem os outros.

E vc pensa que é de esquerda, quando ignora a orpessao que sofrem nao só grupos minoritários, mas inclusive grupos majoritários (mulheres, por ex.).

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Eu quero

Eu quero, Anarquista, termos uma nação que possa discutir, com tranquilidade, o melhor destino para todos nós.

Da minha parte, acho que existem alguma prioridades, como por exemplo, fazer do Brasil mesmo uma nação, autônoma, onde sejamos donos do nosso nariz, e possamos discutir - inclusive - a melhor educação para os nossos filhos.

Acho apenas que, de uma forma equivocada, estamos adiantando um debate. É como a roupa suja se lava em casa, desde que tenhamos primeiro uma casa.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Vc quer uniformizar a açao e o pensamento de todos

Jamais o movimento negro vai desistir de lutar contra o preconceito racial, o movimento feminista contra o machismo, o movimento LGBS contra a opressao sexual, etc. Mas na sua cabeça louca vc acha que pode disciplinar todos segundo seus objetivos apenas e "deixar para depois" tudo o que nao se enquadra neles. Se o PT ouve seus argumentos, perderia mais de metade dos seus simpatizantes para o PSOL. E nao ganharia os conservadores, que se sentem muito bem nas maos da direita.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Pelo contrario

Ninguém precisa de desistir, durante todo o tempo. Apenas na hora de votar tem que lembrar do que aqui falamos. Conheço muita gente pobre que vota na direita, por conta de achar que a esquerda é apenas aquela modernosa e comportamental, e não aquela que deseja um Brasil justo e melhor para todos. Por outro lado, tanto eu como você temos o direito de colocar e discutir as nossas posições, sobre este ou qualquer assunto. Acho que requer-se cuidado para não misturar as coisas politicas com as coisas do tipo comportamental.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

As "coisas do tipo comportamental" sao políticas

E é por que se deseja um Brasil melhor PARA TODOS que nao se pode desistir dessas questoes.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

São

São políticas que a gente de uma nação discute, internamente, desde que tenha primeiro uma nação. 

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Sao políticas q nao se pode adiar, e TEMOS UMA NAÇAO

Com problemas, claro, que é preciso lutar para resolver. E entre eles os de que tratam essas questoes.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

OK

Obrigado pela discussão Analú. Vamos ver se conseguimos conciliar tudo isso no grande objetivo.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

PIB

Alexis: não cai nessa de apoiar Bolsonaro.

Você pode se sair melhor e contribuir mais do que Bolsonaro, se você mesmo defender ideias conservadoras sobre costumes, comportamentos e educação para crianças. Você não precisa da bengala do Bolsonaro.

Bolsonaro, além de ser o Perfeito Idiota Brasileiro (PIB), como demonstrado no vídeo, não é nacionalista. Ele é completamente alinhado com o imperialismo americano, como foram parte das FFAA, em 1964, ao darem um golpe de estado contra o governo legítimo de Jango Goulart.

Se eu entendi bem, a tua tese tem um aspecto interessante: parte da população que luta contra a desigualdade social e a desigualdade econômica, por ser conservadora quanto a costumes e comportamentos, pode se iludir com tipos como Bolsonaro e ser levada a apoiar a direita. Concordo contigo.

E aí, o que fazer ?

A primeira providência é desmascarar Bolsonaro, como fez o vídeo produzido pela revista atacada por ele.

Daí por diante você sugere o que deve ser feito.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Jorge Vieira

Valeu

Obrigado Jorge pela sua resposta e pela elegância desta. Citei o Bolsonaro não como ícone de alguma coisa (eu nem gosto dele!), mas por que era o tema deste post. Permanentemente luto aqui, neste blog, por valores de família, mérito, nação, e muitas outras bandeiras que a direita espertamente se apropriou (até usam camisetas do Brasil e cantam o hino nas suas marchas), arrastando para a direita, ingenuamente, pessoas que acham que o que está em jogo é o aborto, a "ordem", ou qualquer coisa, menos o futuro da nossa nação, nação de todos.

Estamos com isso fazendo o jogo da direita global. Devemos ter cuidado com isso, pois estamos perdendo muito espaço político e votos até para pastores ridículos que, apenas com discurso comportamental, tiram votos da esquerda, de gente que tem muito mas a ver com o campo progressista nesta disputa. Isso é um jogo artificialmente criado por quem manda no mundo.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de PEDRO M.
PEDRO M.

Depois de ler seus

Depois de ler seus comentários, vou me abster de qualquer outro comentário, pois de fato, no mínimo, são menos relevantes e urgentes diante de tantas prioridades o Brasil têm. Nessas discussões estamos mesmo levantando a bandeira da direita e perdendo espaço para por em pauta as verdadeiras e urgentes discussões.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Ironia?

Pedro, por favor, este blog é justamente para discutir coisas. Não deixe de participar.

Não me acho dono da verdade, neste ou qualquer assunto, e apenas coloco a minha opinião. 

Há gente que apoio o PT e Dilma (como eu), mas não necessariamente algumas situações comportamentais. Ainda, há gente dentro da considerada direita, que apenas vota anti-PT por conta de que a esquerda partiu com bandeiras comportamentais antes da bandeira do Brasil.

Acho que somos uma maioria que queremos um Brasil autônomo e justo e, dentro dessa maioria há gente que acha que o pato é macho, apenas isso, Vamos deixar o assunto do pato para depois!

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Não é questão de pensar

Não é questão de pensar diferente. Diferenças de opinião são importantes. Se todo mundo pensar igual, não tem debate. Nem direitistas nem esquerdistas são oniscientes. Ninguém é dono da verdade e é importante que o debate (no âmbito das ideias e não das ofensas) exista, pois é assim que a democracia funciona.

No caso em questão, ele afirma que o MEC está distribuindo para as escolas públicas o tal livro "Aparelho Sexual e Cia", o que é MENTIRA. Nenhum debate pode ser realizado se for baseado em mentiras. E é essa a crítica feita ao vídeo do deputado.

Seu voto: Nenhum (9 votos)

OK, em parte

Bolsonaro foi infeliz com parte dos seus argumentos.

Mas, me desculpe, a materia que contesta ao Bolsonaro é muito fraquinha.

Ainda, em nada muda o conceito principal do meu texto: a disputa equivocada de esquerda e direita.

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Colocamos divergências de

Colocamos divergências de cunho puramente ideológico no mesmo patamar das convergências possíveis, e até mesma necessárias, por conta do nosso egoísmo e do nosso orgulho intelectual. Avançamos muito nesses últimos anos, mas ainda permanecem alguns ranços. 

Isso na dimensão política estrito senso. Já na questão dos costumes, aí a coisa pega porque envolve visões e convicções bem mais enraizadas, portanto mais difíceis até de serem discutidas.  Questões essas de fundo moral que as crenças religiosas sequestraram para si. Mais fácil um consenso envolvendo certo tipo de política econômica do que, por exemplo, concordâncias acerca da educação sexual para crianças. Convenhamos: isso foge a qualquer tipo de racionalidade. 

 

 

Seu voto: Nenhum

Concordo JB

É mais fácil construir maiorias em coisas prioritárias e depois vamos abrindo o leque para outros assuntos. Não me incomoda ter ideias diferentes a muitos dos colegas aqui, mas, no prioritário, eu visto minha camiseta vermelha quando for preciso.

Seria uma bonita experiencia abrir diálogo com outras correntes, partidos ou grupos da comunidade brasileira, levando em conta assuntos mais prioritários. O PT, dentro dele, congrega tendencias diferentes, dentro do possível. 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de altamiro souza
altamiro souza

"educador como esse que mente

"educador como esse que mente descaradamente e que interpreta

tudo conforme a cabecinha pequena e doentai dele só pode formar

pessoas  tb que vão pensar equivocadamente...

nem ia ver o cídeo porque quem conhece essa

figura pela atuação na camara e no dia a dia da grande

mídia golpísta não  o engole de jeito nenhum

e já sabe de antemão o que vai dizer, só asneiras...

só exagera, sai das áreas humanas para entrar

num reino de violencia  contra tudo o que é pacificador..

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.