Revista GGN

Assine

Renan diz que Senado deve ouvir o que Delcídio tem a dizer

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse hoje (23) que o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) precisa ser ouvido pelo Senado. Ele afirmou que prisão de Delcídio foi “tão rápida e fulminante” que o senador nem teve tempo de se manifestar. “É hora do Senado ouvi-lo e saber o que ele tem a dizer.”

De acordo com o presidente da Casa, quando retornar às atividades no Senado o senador petista vai exercer o mandato na sua plenitude e na forma da Constituição Federal.

Na semana passada, a liderança do Partido dos Trabalhadores chegou a encaminhar à Secretaria -Geral da Mesa um pedido de substituição de Delcídio do Amaral na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) pelo senador Donizete (PT-TO).

O pedido deveria ter sido lido no plenário da Casa até sexta-feira passada, a fim de garantir a realização de uma nova eleição, já que oficialmente Delcídio ainda é presidente do colegiado.

A leitura não ocorreu, sinalizando um recuo na decisão de tirar imediatamente o petista do comando da CAE. “Se o Delcídio vai falar e se vai continuar na CAE dependerá muito da decisão dele. É uma questão de foro íntimo. Ele terá de decidir”, acrescentou Renan Calheiros.

João Santana

O presidente do Senado também comentou a prisão do publicitário João Santana. “Ele, que fez campanhas em vários países, deve ter tomado os cuidados necessários, pois qualquer dia poderia ser questionado. Espero que esclareça tudo. Isso será bom para a democracia”, ressaltou Renan, informando ainda que espera de Santana um "depoimento esclarecedor".

João Santana e a mulher, Mônica Moura, tiveram a prisão temporária decretada na 23ª fase da Operação Lava Jato, que investiga a relação do publicitário com a empresa Odebrecht. A empreiteira também é alvo de investigações da Polícia Federal e teria feito repasses financeiros ao marqueteiro no exterior.

Pauta prioritária

Renan Calheiros, que continua realizando reuniões com os blocos partidários da Casa, adiantou que, na quinta-feira (25), anunciará uma pauta prioritária de consenso para as votações do semestre.

Segundo ele, a pauta abrangerá “pontos controversos”, que não têm apoio do governo. Um deles é o projeto de lei de autoria do senador José Serra (PSDB-SP) retirando a participação obrigatória da estatal na exploração dos campos do pré-sal.

Conforme Renan, a proposta deve ser votada ainda esta semana. “Esse projeto será votado esta semana. Será um dos pontos controversos. É evidente que a matéria divide, conflita pontos de vista, mas o Brasil precisa muito dela. A Petrobras não tem condições de levar os investimentos adiante.".

O presidente do Senado disse ainda que, apesar das últimas reuniões com a presidenta Dilma Rousseff, não conseguiu captar de modo conclusivo a avaliação dela sobre o assunto.

 

Média: 3 (6 votos)

Recomendamos para você

12 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

cachorro picado por cobra criada tem medo de linguiça...

"Renan diz que Senado deve ouvir o que Delcídio tem a dizer"

...desde que, é óbvio, assessores e seguranças de doutor Delcidio, de antemão, recolham compulsivamente pente fino todos os celulares e gravadores de voz do recinto senátorio.

  

 

Seu voto: Nenhum

"Não há segredo que o tempo não revele, Jean Racine - Britânico (1669)" - citação na abertura do livro Legado de Cinzas: Uma História da Cia, de Tim Weiner. 

imagem de altamiro souza
altamiro souza

perguntarofende?... se cunha

perguntarofende?...

se cunha pode ficar e o moro pode condenar a torto e à direita 

- por Que delcídio não pode permanecer?

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Maria Rita
Maria Rita

Renam deveria ter diio isso

Renam deveria ter diio isso na época da prisão do senador, Ele também tem a corda no pescoço, assim como Cunha. Concordo com André que o PT não tem defendido os seus como deveria, especialmente o Zé Dirceu. Imperdoável. Agora, Renam que parecia ter chegado a um acordo com o governo, desliza mais do que sabonete ensopado. A ópera-bufa não tem fim. Cada dia é uma nova intriga do mais baixo nível. Dá muita vontade de sair gritando: Olha aqui, seus fajutos, deem o golpe de uma vez. Porque até agora, são ameaças, são atos de desrespeito ao direito de defesa de muitos cidadãos, ataques internos a nossa economia, todo santo dia uma guerra de nervos a fomentar a simples idéia: Quando será o desfecho? É um país desgovernado pelo seu judiciário, mesmo com todos os defeitos do governo. Nenhum governo sofreu por tanto tempo, resistiu por tanto tempo a ataques como esses. Nenhum, na nossa história. A história de Getúlio é uma história de altos e baixos, foi diferente. E vai ser diferente a reação do Brasil, podem apostar.

Seu voto: Nenhum
imagem de Arthemísia
Arthemísia

Pelo que se nota, Renan já

Pelo que se nota, Renan já combinou sua impunidade com o PSDB após o golpe.

Seu voto: Nenhum

O que é impressionante é o PT

O que é impressionante é o PT pretender expulsa-lo do Partido antes de qualquer julgamento, onde está o  o espirito de corpo essencial a um partido politico em qualquer tempo?

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

O julgamento eh irrelevante:

O julgamento eh irrelevante:  as gravacoes, lembra se?

Elas sao o suficiente.  Ah, e elas sao gravacoes ilegais tambem, mas isso eh outro assunto.

Seu voto: Nenhum
imagem de Severino Januário
Severino Januário

Renan diz que a Petrobras não

Renan diz que a Petrobras não tem condições de levar os investimentos adiante. E dai? Deixa então o Pré-sal para ser explorado quando a Petrobras tiver condições para tal. Quanta pressa em livrar o fundo do mar deste peso enorme do petróleo do pré-sal! Nem o mundo nem o Brasil precisam agora desesperadamente do petróleo do pré-sal. Mas os entreguistas e traidores que tentam livrar o próprio pelo entregando tudo por nada, estes também têm uma pressa danada! O petróleo não tem pressa para sair do fundo do mar e se lá ficar não vai desaparecer - puft!- de repente. Aliás, o mundo está inundado de tanto petróleo. Quando este escassear por algum acordo e os preços voltarem a subir, talvez a Lava Jato já tenha acabado e a Petrobras então já tenha se livrado dos grilhões moristas/chevronistas. Então, nossa heróica Petrobras talvez já tenha condições de "levar os investimentos adiante". O resto é pressa em dilapidar o patrimônio nacional, coisa de entreguistas que ainda serão pelo povo mandados para onde deverão se enterrar: O lixo da História.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Você tem toda a razão

Exatamente, se a Petrobras não tem condições de investir agora, é preciso adiar para quando tiver condições para isso. Porque tanta oressa ? Está sobrando oetróleo no mundo e a preço de banana. Esse argumento de Renan & Cia. é simplesmente ridìculo.

Seu voto: Nenhum
imagem de Severino Januário
Severino Januário

Tínhamos um pré-sal, que nos

Tínhamos um pré-sal, que nos escorreu pelos dedos. O país não pode resistir ao apetite dos países imperiais, sem um governo forte. Um governo nacionalista forte, muito forte, para um Brasil realmente forte.

Seu voto: Nenhum

Ele já disse. Se for cassado

Ele já disse.

Se for cassado leva pelo menos uns quarenta com ele, ou seja, a metade do senado.

Vamos aguardar !

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Consagre os seus sonhos e projetos ao Senhor, e eles serão bem sucedidos, creia.

gAS

imagem de Arthemísia
Arthemísia

Mas Renan é um dos

Mas Renan é um dos investigados da Lava Jato.

Seu voto: Nenhum
imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

Eh armadilha, gente.

Eh armadilha, gente.  Delcidio nao disse uminha coisa naquelas gravacoes que nao fariam qualquer pessoa morrer de rir se ele fosse petista.

SE ELE FOSSE PETISTA.

Nao eh.  Eh infiltrado.  Vao fuder ao maximo os petistas.  E eh nisso que Renan esta contando, com o resto da tucanada.

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.