Revista GGN

Assine

Segredo do golpe é parecer algo constitucional e democrático

Jornal GGN - O que é que se parece com um golpe, tem cheiro de golpe, tem contorno de golpe, mas é apresentado de tal forma que não se parece com um? Pois o site Causa Operária trouxe um bom texto analisando este golpismo disfarçado. Leia a matéria a seguir.

Enviado por Leo V.

do Causa Operária

 

Depois da Marcha da Família, “o retorno”, realizada em março desse ano, a direita novamente foi às ruas pedir a intervenção militar em ato realizado no início de novembro.

Tal reivindicação é extremamente repudiada e, para os golpistas, é mais que isso; é uma maneira desastrada de colocar o problema.

Logo em seguida à passeata, diversos políticos, principalmente do PSDB, negaram que defendessem uma intervenção militar de qualquer tipo. Xico Graziano, do PSDB, condenou tanto os que desejam a volta do regime militar, dizendo que esses deveriam sair do PSDB, e também se disse contrário ao pedido de impeachment. O próprio Aecio Neves e outras figuras tucanas adotaram a mesma posição.

Na passeata chamada para o dia 15 de novembro, os manifestantes se dividiram entre os que pediam intervenção militar, impeachment já e investigação do governo. Os primeiros eram minoritários e ficaram relativamente isolados dos demais. O cantor Lobão, que inclusive já deu declarações defendendo a ditadura, escreveu em seu twitter que não compareceu ao ato desse sábado justamente em razão da campanha em favor da intervenção militar. O colunista da Veja Reinaldo Azevedo escreveu um artigo também criticando a reivindicação. O título da matéria diz “Canalha minoritária e golpista macula protesto democrático contra desmandos do governo petista”. Azevedo procurou ainda amenizar o discurso de Eduardo Bolsonaro que não pediu intervenção militar no ato porque considera que “não é o momento”. Bolsonaro revela as intenções da direita assim como Olavo de Carvalho, que escreveu “os adeptos sinceros da ‘intervenção militar’ NÃO SÃO nossos inimigos. Apenas ninguém lhes informou que se querem realmente uma ação militar, não deveriam frustrar tão afoitamente o elemento-surpresa”.

A polêmica no meio da direita não é ser a favor ou contra a intervenção, mas sim falar abertamente ou não em intervenção e em que momento.

O golpe de Estado é uma daquelas coisas das quais não se deve falar e sim fazer. E os golpistas sabem disso.

Além disso, é preciso fazer o golpe parecer algo constitucional e democrático e não uma violação flagrante dos direitos da população. Provavelmente a direita percebeu que as condições ainda não estão dadas. Falar em golpe só cria um repúdio e, em lugar de preparar o próprio golpe, prepara a população para combate-lo.

De agora em diante, a direita se dedicará a aparecer como a grande defensora da democracia e da legalidade para que sua ação golpista não seja percebida como tal. É nosso dever revelar suas intenções.

 

Média: 4.6 (9 votos)
15 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

A palavra GOLPE entrou na mente do Nassif e não sai.

Ultimamente nosso amado e querido mestre Luis Nassif tem ficado obsecado pela palavra GOLPE, já viu GOLPE na apuração agora vê golpe na POSSE, sugiro que nosso mestre Nassif vá a algum SPA e pegue algumas seções de Florais de Bach, acalma os nervos.

Logo após a sua nova visão de um golpe, escrevi um pequeno artigo demonstrando que para darem um GOLPE não é necessário somente a vontade, as últimas notícias sobre os comandantes militares, sobre a articulação de movimentos populares e a ação de Lula tem demonstrado que um golpe seria mais um pedido para um imenso contra-golpe do que uma esprança de sucesso.

Nassif, até o Lobão entendeu que um Golpe não dava pé, e isto só usando a parte que lhe sobrou do seu cérebro, vá por mim, Florais de Bach aliviam a tensão e não fazem mal a ninguém.

Releia o artigo que ficou lá no fora de pauta e relaxa.

Seu voto: Nenhum
imagem de RICARDO EDMUNDO CECONELLO
RICARDO EDMUNDO CECONELLO

FHC e Aécio andam dizendo que

FHC e Aécio andam dizendo que estão indignados com o caso de corrupção na Petrobras. O que eles tem a declarar sobre o fato de que, segundo os procuradores que atuam na operação Lava-Jato, o esquema funcionava pelo menos desde 1999? Se tiver alguma dúvida sobre isso, consulte o ESCÂNDALO DO BANESTADO, no desgoverno do PSDB.

Outra pergunta importante é a seguinte: no que este escândalo da Petrobras é diferente do escândalo envolvendo a Alston-Siemens em São Paulo? As propinas milionárias do trensalão, chamadas eufemisticamente pela nossa imprensa de "cartel".

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de altamiro
altamiro

para contrapor-se ao golpe,


para contrapor-se ao golpe, de qualquer cor, é preciso reunir as

forças democráticas para manter o estado de direito..

ou será a radicalização de ambas as partes,

que ninguém sabe  no que vai dar.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Eduardo Lima
Eduardo Lima

Contra Golpe: ação política + social + econômica

Golpismo se combate com demonstração de força política, social e popular. O governo precisa atuar de forma pragmática no Congresso, para recompor sua base política. Mas não pode esquecer de recompor sua base popular, reconquistando a Classe C, especialmente a do Centro-Sul do país. Recomendo os textos abaixo, que fazem uma reflexão sobre o assunto:

http://reino-de-clio.com.br/Pensando%20BR2.html#

http://reino-de-clio.com.br/Pensando%20BR.html

Seu voto: Nenhum
imagem de Ronaldo R Freitas
Ronaldo R Freitas

Golpista se aproveitam de

Golpista se aproveitam de maneira vil da liberdade propiciada pela democracia para subtraí-la de quem a tem por direito. Não a merecem. A cadeia é um bom lugar pra eles simularem e viverem num regime ditatorial.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Álvaro Noites
Álvaro Noites

Notaram como sumiram o Álvaro

Notaram como sumiram o Álvaro "Botox" Dias e o Fernando "Tchuchuca" Francischini?

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Guilherme Nery
Guilherme Nery

Impeachment...

Impeachments de Presidente e de Governador já ocorreram. Quero ver agora é de Ministro do STF...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

De Mordor, oops, Havana o senhor do escuro preocupa-se...

O seu tenente, na terra ordinária e não na média, é quem tem nove dedos. A torre da estrela vermelha  pode ruir. Planaltogard está a tremer.
 
"Um Anel para a todos governar, Um Anel para encontrá-los,
Um Anel para a todos trazer e no vermelhão aprisioná-los"
 
“…a dúvida oprimiu-lhes os corações, seu riso falhou, suas mãos tremeram e suas pernas bambearam. O poder que os fazia avançar e os enchia de ódio e fúria estava vacilando, sua vontade afastava-se deles; agora, olhando nos olhos do inimigo, eles viam uma luz fatal, e sentiam medo.”
 
Porém para infelicidade do Brasil, Gandalf, o cinzento, após ser morto pelo Balrog de Fhcgoth, não retornou como o branco, mas como o vermelho. A contenda ocorre nas trevas. O rei-bruxo de Minas Gergul é o líder dos orcs revoltados. 
 
 
 
 
 
 
Seu voto: Nenhum

Atrás da moita.

A direita golpista que frequenta democraticamente esse blog, como sempre deve ser, agora esconde-se sob o manto das fábulas.  

Vai buscar no Senhor do Anéis possíveis camuflagens que ocultem seu medo, seu invencível cagaço de expor sua opiniões próprias.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

MAF

Opiniões mais claras que nas fábulas é impossível...

Ao contrário da Terra Média no Brasil os oponentes foram servidores de Melkor. Não é o combate contra as forças das trevas, é o confronto entre contingentes igualmente sombrios.

Ambos os lados são igualmente formados por criaturas repelentes. Sméagol Nunes, o Gollum do bico grande, é um exemplo.

Se para você os tucanos são da direita, para mim são da esquerda.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Carlos FM
Carlos FM

Quaquaquaquaquá!

O artigo é sério e equilibrado, mas logo vem esse comédia com diversionismo, inclusive invocando o santo nome de J. R. R. Tolkien em vão...

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Marco C.
Marco C.

Eu acrescentaria que a

Eu acrescentaria que a direita auto nomeada "civilizada"  finge não aprovar esse tipo de manifestação, mas está muito contente come ela (Lobão inclusive ). Afinal quem ficaria com o poder caso todos os petistas fossem trucidados? Esses boçais ou a direita "civilizada"? Como sempre, esses fascistóides só seriam usados para torturar ou matar nas masmorras da "nova ordem". Não lhes falta ódio para isso, basta ler os cometários em qualquer site da Interenet.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de maria rodrigues
maria rodrigues

Em 1964, Natal tinha como

Em 1964, Natal tinha como prefeito da cidade Djalma Maranhão. O governador era Aloísio Alves. Aquele crescia em popularidade, porque foi, até hoje, o maior prefeito havido aqui. Aloísio, pai de Henrique Alves, e tão cretino quanto, nas primeiras horas arquitetou um modo do Exécito mandar prender o Prefeito, que não aceitou sua renúncia como os abutres queriam. O resultado foi trágico: Djalma terminou fugindo para o Rio, e, com a ajuda de Dinarte Mariz, que rezava na cartilha dos militares, mas era muto amigo de Djalma, conseguiu que ele se axilasse na Embaixada do Uruguai. O fato é que Djalma, como contam seu amigos, ainda vivos, em documentário, morreu naquele país, triste e solitário, além de revoltado por nunca mais ter podido voltar ao Brasil. Aloísio - o canalha traidor - curtiu muito a desgraça daquele que poderia tomar a sua cadeira nas próximas eleições, que não existiram. Todavia, com aquelas levas e levas de cassados políticos, que se sucediam ao longo dos anos, chegou a vez dele. Ou seja, Aloísio também se lascou.

Quero dizer que nas novas circunstâncias, se esses partidos de oposição entenderem que a volta dos militares seria uma solução para uma desforra da derrota que tiveram nas eleições passadas, com o único objetivo de tirar o PT do poder, talvez pensando que os militares, por meio de um novo golpe, faça diferente, determinando um civil para o comando do país, podem sentir o enorme desprazer se os militares retomarem aquele mesmo percurso que durou 21 anos de miséria.

O que impera nessas cabeças nã-pensantes é irresponsabilidade, imprudência e até diria que muita burrice. Sobretudo, impera a falta de amor ao Brasil, como se todos fossem apátridas, e não soubessem, em plena democracia, respeitar a vontade popular, preferindo destilar venenos pra todos os lados, sem ver as consequências de seus atos.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Lacerda

Muito boa sua historia. O PSDB não quer, evidentemente um golpe militar. Ele conhece a historia e a historia de Lacerda. Quer um golpe civil, branco, um impeachment em cima de Dilma, como no caso Collor. E veja: se for antes da posse, melhor, porque ai criaria uma crise institucional e teriamos que fazer novas eleições em tempo recorde. Advinha quem sera o maior beneficiario ? Nem Lula salvaria o PT logo apos um empeachment, com a imprensa que temos.  

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de edna baker
edna baker

"É nosso dever revelar suas

"É nosso dever revelar suas intenções" É o que estamos fazendo capitaneados por você. Viva o Brasil!

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.