Revista GGN

Assine

Servidores da Papuda denunciam politização do MPDFT de Brasilia

Da Istoé
 
 
Servidores da Papuda acusam Ministério Público de promover insegurança no presídio e pedem afastamento de seis procuradoras
 
Paulo Moreira Leite

A reportagem da VEJA sobre a vida de José Dirceu na Papuda, sem apresentar um fato concreto, sem conferir um boato junto a quem poderia confirmar ou desmentir o que se pretendia  publicar, é aquilo que todos nós sabemos. Não é séria nem respeitável.

Não passa de um esforço redundante para acrescentar uma nova camada de boatos (no juridiquês da Papuda eles se chamam “supostas irregularidades noticiadas”) para prejudicar os réus da AP 470, esforço redobrado depois que eles conseguiram vitórias importantes, como o reconhecimento do erro no crime de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Quem está sendo chamado a  dar explicações e prestar esclarecimentos, na verdade, é o Ministério Público do Distrito Federal.

Num documento assinado pela Associação de Servidores do Sistema Penitenciário do Distrito Federal, seis integrantes do MP – todas são mulheres, por concidência -- são acusadas de atuar contra a ordem na sistema prisional.

O pedido foi encaminhado ao Conselho Nacional do Ministério Público, o órgão responsável por examinar, julgar e punir desvios de comportamento por parte dos procuradores.

A acusação diz que elas estimulam  a “publicação  de fatos ou atos” que perturbam a “paz prisional ”.

A base é o artigo 198 da lei de execução penal, que diz que “é proibido ao integrante dos órgãos de execução penal e ao servidor, a divulgaçao de ocorrência que perturbe a segurança e a disciplina dos estabelecimentos …”

Conforme o documento, as procuradoras ajudam a promover a desordem entre os presos e suas famílias através da reproducão, no site do próprio Ministério Publico, de rumores e boatos que não foram comprovados nem confirmados. Através disso, conclui-se pela leitura do documento, cria-se um ambiente artificial de agitaçao e descontentamento entre a população encarcerada.

Sabemos como isso começa. Sem cometer a deselegância de perguntar quem assopra essas coisas (fatos? Hipóteses? Delírios?) para jornalistas, estamos falando de suspeitas e hipóteses  divulgadas por jornais e revistas com a técnica marota de sempre.

A partir de depoimentos anonimos, verbos no tempo condicional, fontes desconhecidas e outros recursos típicos de quem sabe que pode estar embarcando numa fria, publica-se uma reportagens recheada de (fatos? Hipóteses? Fantasias? Delírios?  ) que seriam graves se fosse demonstrado que são verdadeiros.

Em seguida, essa reportagem é reproduzida no site do ministério publico do DF – mais uma vez, sem qualquer checagem para confirmar sua veracidade.

Numa terceira etapa, estes “fatos” -- imaginários ou não -- aterrisam em documentos oficiais e são usados para prejudicar os réus e pressionar as autoridades do sistema prisional.

Em suas petições, o juiz Bruno Ribeiro, da Vara de Execuções Penais, cobra investigações para apurar “supostas irregularidades noticiadas”, definição cujo sentido desafia os estudiosos do direito e da língua portuguesa.

Convém não esquecer uma realidade elementar. Tudo o que é um suposto ser também é  um suposto não-ser, ensina-se no jardim de infancia da filosofia.

Se as irregularidades são apenas supostas, podemos supor, pela simples lógica, que elas também podem ser “regularidades “ – e, talvez, nada de errado esteja acontecendo, como se poderia pensar, supostamente.

O único elemento consistente no pedido de investigação reside no fato de as “supostas irregularidades,” terem sido “noticiadas. ”

Uma notícia, como se sabe, pode ser produzida a partir de uma apuração cuidadosa e responsável. Mas também pode ir para o papel somente porque lá pelas 19 horas um editor de jornal clicou “salvar” e depois “enviar ” antes de mandar um texto para o leitor. O que isso tem a ver com Direito, com a Justiça, com a Liberdade de cada um? Nada.

Jornais e revistas erram todos os dias. Erram sem querer e erram por querer. Podem ter interesse na verdade, mas também ganhar com a mentira. São empresas comerciais e também atuam politicamente.

Têm interesses privados nem sempre transparentes, agendas ocultas e um padrão cada vez mais frágil de proteger.

Também contam com a proteção de um regime legal que não estimula posturas responsaveis. As vítimas de seus erros – e também falsidades – não tem direito de resposta. Empresas de faturamento bilionário são levadas a pagar – quando isso acontece – multas irrisórias.

Um exemplo recente. Depois de fugir durante oito anos de suas responsabilidades pela divulgação de uma denúncia irresponsável sobre contas de ministros no exterior, a mesma VEJA que agora denuncia Dirceu está sendo chamada a pagar uma multa de R$ 100 000 para a família de uma das vítimas, Luiz Gushiken.  

Lê-se na sentença assinada pelo desembargador Antonio Velinils  que a revista “não tinha prova consistente” para dizer o que disse. Fez uma reportagem sem oferecer “um único indício de confiança.” Em vez de assumir uma postura prudente, como a situação recomendava, preferiu “insinuar  que as informações eram, sim, verdadeiras.”

Mais tarde, quando o caso chegou a Justiça, a revista tentou justificar-se sem conseguir apresentar um único argumento aceitável para explicar o que fez, Usando de subterfúgios e truques de linguagem, construiu uma “falácia de doer na retina,” acusa o desembargador, que ainda concluiu que VEJA “abusou da liberdade de imprensa.”

É disso que estamos falando. Abusos. Os presos não constestam, na Papuda, as penas que receberam. Querem cumprir o que a lei determina. Lutam por este direito – o que dá uma ideia do absurdo que enfrentam.

Mas não é isso o que acontece. A repetição de pedidos de investigação das “supostas irregularidades noticiadas” está longe de configurar um esforço para se cumprir a obrigação de apurar e investigar todo indício de crime, o que seria natural.

O que se faz  é criar um circulo vicioso. Lembra o fatiamento que Joaquim Barbosa inventou para apresentar a denúncia da AP 470?

Cada suposição leva a outra, que leva a seguinte, depois a próxima, e mais uma  … num calderão de “irregulardades noticiadas” que não precisam ser provadas. Basta que em seu conjunto formem uma nuvem política, uma conviccão maligna que pode levar muita gente acreditar que a Papuda é um presidio inseguro, instável, perigoso – e que o jeito é mandar os réus da AP 470 para um presidio federal, como um deputado do Solidariedade pretende fazer. 

Claro que não seria uma medida fácil. Como recorda a Associaçao dos Servidores, a Papuda encontra-se entre os melhores presidios do país:

“Há mais de uma década não temos rebelião; nunca tivemos decapitação de seres humanos; há mais de seis anos não há homicídios intramuros; há inexistência de faccões criminosas…”

A verdade, porém, é que tudo tornou-se perigosamente possível depois que Joaquim Barbosa confessou que havia manipulado as penas da AP 470 para conseguir condenações mais duras, em regime fechado. Assim, sem retratar-se.  

Não importam os fatos, nem mesmo a lei. Importa a vontade do juiz.

Lembra da frase “A constituição é aquilo que o Supremo diz que ela é”?

Quando uma “suposta irregularidade noticiada”  não chega aonde se imagina que deveriam chegar, encontra-se um atalho para manter a pressão.

Foi assim com o telefonema de Dirceu. Nada indica que tenha ocorrido. Não se provou.

Em vez de se questionar a denúncia, o que se questiona é a investigação. A tese, agora, é que foi “  atípica. “ Por que não admitir uma “suposta denuncia” ou mesmo uma “denuncia suposta”?   

O que está claro é que as “supostas irregulariades noticiadas”  foram investigadas, apuradas – e só tinham valia como cortina de fumaça para estigmatizar os presos, reduzir seus direitos e impedir a progressão de suas penas.

As primeiras foram as célebres visitas em dias especiais. Elas não são uma raridade na Papuda, mas uma tradição, oferecida a todo preso considerado “vulnerável.” Foi assim que, por oito anos, os familiares dos jovens de classe media que assassinaram o índio Galdino, em Brasília, visitavam seus filhos numa data diferente daquela reservada aos parentes de outros internos. Isso porque havia, entre eles, não só ministros de Estado, mas também um juiz federal, motivo para se tentar prevenir reações imprevistas por parte da massa carcerária.

Em nome do “combate ao privilégio” todas as visitas em caráter especial da Papuda foram suspensas no final de 2013. Em função disso, “muitos pais e familiares não se arriscam a visitar seus entes, junto a massa carcerária,” diz o documento dos servidores. “Fato lamentável!”, dizem os servidores.

Outro privilégio “suposto” foi a feijoada em lata que Deludio e duas dezenas de colegas de sua ala no Centro de Progressão de Pena comeram. Num local onde há um fogareiro, panelas e uma cantina que vende até costelinha, o que se gostaria que presioneiros fizessem? Pedissem para serem algemados?

O que se vê, aqui, é um fato analisado e resolvido através de uma sentença do Superior Tribunal de Justiça:

“Foge ao limite do controle jurisdicional o juizo de valoração sobre a oportunidade e conviência do ato administrativo, porque ao judiciário cabe unicamente analisar a legalidade do ato, sendo vedado substituir o Administrador Público.”

O que se diz aí é que mesmo cidadãos condenados a viver atrás das grades tem direitos que devem ser respeitados, o que inclui, inclusive, o respeito pela divisão de poderes que caracteriza o regime democrático.

Não é preciso acrescentar mais nada, certo?

Num país que assiste a passagem dos 50 anos do golpe de 64, é bom refletir sobre o que acontece com seus prisioneiros. Não custa recordar que a face mais horrenda da ditadura foi construída em seus cárceres.

Tags

Média: 4.8 (23 votos)
69 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de altamiro souza
altamiro souza

mais uma de mestre do

mais uma de mestre do mpl....

há que denunciar e punir esses falsos denunciantes...que tal criar uma lei neste sentido? seria o fim do lacerdismo!e de todas as vejas e pigs....

Seu voto: Nenhum
imagem de Zanchetta
Zanchetta

Fico pensando em Azeredo

Fico pensando em Azeredo sendo preso e enviado para Presidente Bernardes e o Alckmin indo visitá-lo regularmente...

IA CAIR O MUNDO!!!

Seu voto: Nenhum (2 votos)

mas que boa noticia!

O cerne deste post é altamente positivo: alguém, no caso a Associação de Servidores, TOMOU UMA ATITUDE. A partir deste primeiro passo poderemos esperar que outros se achem suficientemente seguros para enfrentar essa ditadura dos órgãos de justiça brasileiros, a começar por esse Ministerio Público que se acha com mandato do povo para destruir tudo que se refira ao PT e seus simpatizantes. 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Eu também sou DILMA!

imagem de helcio dias de sa
helcio dias de sa

Servidores da papuda politizaçao do MPF

"Deus é demasiado perfeito para poder pensar noutra coisa senão em si proprio"(Aristoteles)

Para distrair um leitor da VEJA por varias horas: escreva nos dois lados de um papel: "LEIA O OUTRO LADO" e dê a ele.

Pesquisas recentes: 75% nunca lê jornal +85% não lê nenhum tipo de revista+Globo é lembrado por 3,8%+Folha por 2,1%+Estadao por 1,3%,portanto amigos do pedaço. Estamos discutindo o telhado sem nenhuma estutura.O cartel midiatico não é mais formador de opiniao,alem do que todo excesso produz o seu contrario,esse mensalao foi barato pra caramba.Na fritada dos ovos o samgue que sungam do Genoino,Ze Dirceu sera mais banefico que a Cruz de Jesus Cristo.

Seu voto: Nenhum

Papuda e MPDF

O problema é que o MPDF e o JB lêem estes lixos e assim usam o "irregularidades noticiadas" para prticar sua VENDETA.

Seu voto: Nenhum
imagem de Rodrigo Souza
Rodrigo Souza

Sugestão, bota o nome dessas

Sugestão, bota o nome dessas 6 fnucionárias do MP, site com foto, face ou qlq midia social ou outra forma de encontrar essas ilustres cidadãs, e vamos parar de falar e dar nomes aos bois.

 

 

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de GLÓRIA
GLÓRIA

Difícil não chorar

Quando olhamos a capa da Veja, somos levados por muitas emoções. Revolta, por uma perseguição que não tem fim. Medo, pelas consequências que podem vir , de uma matéria  direcionada para induzir a uma rebelião no presídio. Nojo, ao perceber o nível de baixeza que um jornalista pode chegar, ao tentar classificar como privilégio, uma privada na cela, de um homem que não deveria estar alí.

Mas acredito que ,como eu, muitas pessoas sentiram,acima de tudo,  uma profunda tristeza.

Difícil não chorar com aquela imagem do Zé Dirceu.

Nem os generais da Ditadura conseguiram torturá-lo tanto. Nem os carcereiros da Ditadura conseguiram expôr uma imagem tão sofrida do Dirceu.

Massacram um homem de 68 anos, como se ele ainda tivesse o vigor da juventude, dos idos de 68. 

Difícil não chorar com aquela imagem do Zé Dirceu.

Ele não vai se dobrar. Não vai gritar, não vai ceder aos seus algozes, não vai se humilhar nem pedir clemência.

Zé Dirceu pede Justiça. Zé Dirceu, uma vez mais , mostra as algemas. Zé Dirceu, é a imagem da injustiça. 

Zé Dirceu, uma vez mais, é muito maior do que seus adversários. Mantém a cabeça erguida, sobre um corpo que traz as marcas do massacre. Mas é, também e acima de tudo, uma pessoa que está sofrendo. Física e emocionalmente.

Na mensagem que postei ontem, pelo seu aniversário , desejei que Deus lhe desse de presente: saúde  e a certeza de que seus milhares de amigos e admiradores estarão sempre com ele. Na tristeza de hoje e na alegria que virá com o fim desse martírio.

A MAIOR VINGANÇA É SER FELIZ...E ZÉ DIRCEU ENSINOU ESSE PAÍS A NÃO TER MEDO DE SER FELIZ.

e depois, chorei.

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Me emocionou muito seu

Me emocionou muito seu comentário, Glória. Conheci Dirceu jovem, na idade que tinha quando foi preso pela 1ª vez. Era um jovenzinho de apenas 22 anos, mas nunca foi banal como muitos jovens atuais. Resistiu bravamente a tudo sem se queixar. Nunca teve uma mácula sequer na vida nesses 46 anos. E agora, aos 68 anos, quando merecia estar sendo homenageado, além de não o ser, ainda é submetido a essa tortura incessante. Também espero que ele se mantenha saudável, e confiante de que está sendo penalizado pelas suas virtudes. Parabéns por seu emocionante depoimento, Glória.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de GLÓRIA
GLÓRIA

Nilccemar, agradeço sua

Nilccemar, agradeço sua solidariedade porque essa é uma emoção compartilhada por todos nós, que  temos consciência do que está acontecendo.Zé Dirceu é um grande guerreiro, mas não deixa de ser um homem, sofrendo todas as dores do corpo e da alma, como qualquer um de nós. Acredito que hoje está sofrendo muito mais, do que na luta contra a ditadura, há quase 50 anos atrás. Ele nunca imaginou que o pesadelo do arbítrio se voltaria contra ele, novamente, em pleno regime democrático. Além do massacre promovido contra ele e Genoíno, é óbvio que estão mantendo notícias diárias contra os dois, mesmo depois de presos arbitrariamente, para desviar a atenção dos crime cometidos pelos tucanos. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

MP - Meus Pêsames, justiça.

MP - Meus Pêsames, justiça.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

OFF TOPIC:  Nassif, o post da

OFF TOPIC:  Nassif, o post da "Ylana" (a "mulher" com voz e aparencia de homem) tem lugar de colocar comentario mas nao tem o botao de enviar.  Corrija quando puder.

Seu voto: Nenhum

Solidariedade nos tempos de cólera

É mais que simbólico, no ano do cinquentenário do golpe militar, que pessoas que lutaram contra o sanguinário regime tenham seus direitos de condenados sapateados por um poder arbitrário e sem nenhum controle. Vejam que, como cita bem PML, trata-se de garantir direitos de condenados que querem cumprir suas penas de acordo com suas sentenças. Aí está o absurdo dentro do absurdo. O que se tem feito, diante do silêncio de muitos (não convém aqui citar nomes), é um verdadeiro teatro de horrores contra pessoas trancafiadas, sem o direito sequer de exercer a própria defesa e poucos assumem uma posição mínima, aparente, de indignação,  muito menos de protesto. O que se vê de denúncias  e contra o horror, a solidariedade ampla, se passa quase que unicamente pela blogosfera e redes sociais. Nos tempos da aniversariante ditadura a solidariedade era maior.

A reportagem criminosa da Veja pelo menos serviu para uma coisa: Apesar das mensagens de otimismo de alguns que visitam Zé Dirceu, como seu advogado, pode-se constatar o definhamento que ele sofre. Dentro de seu orgulho e de sua dignidade, ele tenta superar o pesadelo que vive, com uma imprensa paranóica, irresponsável e fascista, aliada a um judiciário igualmente fascista e colérico. Zé Dirceu, com certeza, continuará de pé. Não se ajoelhou aos carrascos de cinquenta anos atrás e não se ajoelhará a traidores da Constituição que ele ajudou a construir, nem a homens que antes ajudou e agora o perseguem. Zé Dirceu, Genoíno, não vendem a própria dignidade, mas eles e especialmente Zé Dirceu, mostram claramente que os sofrimentos injustos que passam estão visíveis nas suas fisionomias.

Fica a pergunta: Foi este o país desejado por muitos brasileiros que deram a vida  por liberdades democráticas? Substituir os capachos dos ditadores por togados desequilibrados?  Sinceramente, a resposta atinge até mesmo o mais convicto dos reacionários, pois mesmo ele, o reacionário, pode ser vítima do ódio pessoal de um juiz descontrolado e arbitrário. 

Seu voto: Nenhum

Toni

Falei!!!

Que o JB está no lugar certo.

Revirou a poeira,  agora a poeira está entrando na porta de sua casa.

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Sorano
Sorano

Esses procuradores são

Esses procuradores são coxinhas. Aliás, o Ministério Público está infestado de coxinhas.

 

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Neideg
Neideg

....boas vidas que os

....boas vidas que os cidadãos comuns gostariam de saber em que para-quedas caíram por la.

Quem tem um emprego desses, conseguido a duras penas não se expõe vergonhosamente como um bando de moleques que vemos no Ministério Público Federal.

Naquele antro estah abarrotado de Demostenes Torres. Estou chegando a conclusão que se fecharem as portas daqueles folgados, não farão falta a sociedade, ao contrário.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de MThereza
MThereza

Bem fazem os servidores da

Bem fazem os servidores da Papuda, pois as "denúncias" de supostas irregularidades colocam todos sob suspeita de infringir as regras. E até quando vão ficar presos em regime diferente do estabelecido?

Seu voto: Nenhum (6 votos)

A perseguição a José Dirceu

Outro condenado da AP 470 é tratado de forma diferente. Do site Valor Econômico

 

Ex-deputado Pedro Henry trabalhará em hospital por R$ 7,5 mil mensais

  • Compartilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  

SÃO PAULO  -  Condenado a sete anos e dois meses de prisão no processo do mensalão, o ex-deputado federal Pedro Henry (PP-MT) conseguiu nesta quarta-feira autorização da Justiça para trabalhar fora da prisão.

Após audiência na Vara de Execuções Penais no fórum de Cuiabá, Henry foi autorizado, como havia solicitado, a trabalhar como coordenador de clínica médica no hospital particular Santa Rosa, na capital de Mato Grosso.

Segundo o advogado José Antônio Álvares, que representa o ex-deputado, Henry receberá R$ 7,5 mil mensais e poderá trabalhar nos dias úteis das 7h às 17h. Ele poderá deixar o presídio a partir desta quinta-feira.

Henry, de acordo com o defensor, é médico com especialização em anestesia, perícia médica legal e medicina hiperbárica (tratamento baseado no uso de oxigênio puro para cicatrização de feridas e combate a infecções).

Condenado à prisão em regime semiaberto por corrupção e lavagem de dinheiro, Henry está detido no anexo da penitenciária central de Mato Grosso, em Cuiabá.

Com a decisão do juiz Geraldo Fidélis, tem agora permissão para ficar fora da unidade a partir das 6h, voltando às 19h. Poderá ainda se ausentar aos sábados até as 14h e deverá passar domingos e feriados na unidade.

A Justiça fixou outras condições que são praxe no regime semiaberto, como proibição de ingerir bebidas alcoólicas e comprovação do trabalho na função solicitada. Determinou ainda o uso de tornozeleira eletrônica durante o período fora da prisão, mas o Estado de Mato Grosso ainda não usa esse equipamento.

Henry era líder do PP quando o mensalão foi revelado, em 2005. A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) entendeu que ele participou das negociações que levaram ao repasse de pelo menos R$ 3 milhões do valerioduto para o PP e ao uso da corretora Bônus Banval para distribuir o dinheiro.

O ex-deputado renunciou ao mandato na Câmara dos Deputados no mês passado, minutos após o STF determinar o início do cumprimento de sua pena.

(Folhapress)


 

© 2000 – 2014. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico. 

Leia mais em:

http://www.valor.com.br/politica/3389560/ex-deputado-pedro-henry-trabalhara-em-hospital-por-r-75-mil-mensais#ixzz2wFH6ntza

Seu voto: Nenhum

Desde tempos idos

"Quem está sendo chamado a  dar explicações e prestar esclarecimentos, na verdade, é o Ministério Público do Distrito Federal." No caso Arruda tivemos o envolvimento do procurador-geral Leonardo Bandarra. Veja mais aqui Portanto já faz um tempinho que o MP do DF está agindo politicamente. 

Seu voto: Nenhum (10 votos)

Politicagem

A politização da AP 470 se deu desde sua investigação e continua até o momento presente, com todas as violações aos direitos dos réus, com assinatura de JB e carimbo do STF embaixo. Lembro que durante o julgamento, alguns colunistas diziam que os esquerdistas, como sempre, estavam a denunciar uma politização do julgamento que não existia. E agora ? 

Seu voto: Nenhum (10 votos)
imagem de Fernando G Trindade
Fernando G Trindade

Imagine-se o que pode ser

Imagine-se o que pode ser armado na época das eleições.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Caro Nassif e demais De um

Caro Nassif e demais

De um lado temos o nome, Zé Dirceu, de outro, alguem se mantem no anonimato do nome da revista.

Precisa-se dar o nome do dono da Veja.

Saudações

Seu voto: Nenhum (9 votos)

para a Veja fazer o que faz e sem qualquer preocupação...

só pode ser porque conta com a garantia pessoal de muitos do MPF....................taí a prova

jamais se preocuparam com o que esta revestinha vem fazendo, mesmo depois do Demóstenes e do Cachoeira

 

pior coisa que fizeram foi terem dado tanta autonomia para  os ministérios públicos

Seu voto: Nenhum (11 votos)
imagem de Flavio Martinho
Flavio Martinho

Juiz e MP indo na onda do

Juiz e MP indo na onda do ministro. Este logo sai e vai usufruir sua aposentadoria em Miami enquanto esse juiz e os procuradores continuarão na lida, no dia-a-dia, massacrados pelos colegas até completarem 70 anos. Será duro o futuro dessas 'otoridades'.

Seu voto: Nenhum (10 votos)
imagem de Carlos Dias
Carlos Dias

Sem ser misógino

Mas acho que as companheiras precisam meditar....

Já na eleião da Dilma, vimos.

Parece existir um rancinho e picuinha "de mulherzinha".

Dilma perdeu no eleitorado feminino... Dia das mulheres etc, homenagens as mães.. Então, mães, dignifiquem sua conduta política ..né?

Vocês imaginem só, dependesse do voto feminino, estaríamos com José Serra no Poder!!!!

Olha, e digo isso na maior tranquilidade, pois sou crítico ferrenho da violência, truculência e machismo... Então, moças, procurem meditar sobre suas ações... Não pode ser por acaso, 6 (SEIS!) procuradorAs

 

Seu voto: Nenhum (10 votos)

Deve ter procuradores(as)

Deve ter procuradores(as) demais no DF, não ? 6 ( SEIS ) para cuidar de um réu já preso, já em pleno cumprimento de pena ! Será que não têm nada para elas fazerem lá em Brasília ?

Seu voto: Nenhum (16 votos)

Tem MUITO, mas eles (e elas)

Tem MUITO, mas eles (e elas) só fazem politicagem.

O judiciário é o mais podre e corrupto dos três poderes. E o Ministério Público é sério candidato a ser o que há de pior no judiciário. Se bem que lá a briga pelo lugar de pior de todos é bastante acirrada.

Seu voto: Nenhum (15 votos)

ABAIXO A DITADURA

 

Ruy, eu acho que o MP está na

Ruy, eu acho que o MP está na frente, pois não tem um deles que é até o chefe dos juizes ? Azucrina tudo lá, desrespeita os juizes, impõe sua opinião a eles ... um se infiltrou e está na cúpula.

Seu voto: Nenhum (10 votos)

O MP funciona em parceria com

O MP funciona em parceria com a mídia; na verdade, é acionado por ela e aí ficam fazendo tabela até que a vítima sucumba. Mas isso é antigo. Para a sociedade o MP não serve para nada. Mas para os grupos de comunicação é imprescindível, tanto que nas manifestaçãoes, 30 promotores com suas famílias na praia de Copacabana, foram transformados pela Globo em milhares de manifestantes contra a PEC 37. 

O MP vai melhor com o Cachoeira na chefia.

 

Seu voto: Nenhum (16 votos)
imagem de MarcosCN
MarcosCN

É cartel entre o pig, psdb e

É cartel entre o pig, psdb e judiciário. No tremsalão por exemplo, o psdb cobra extra das empresas, o pig esconde e o Ministério público olha para o outro lado.

Seu voto: Nenhum
imagem de MThereza
MThereza

O MP é composto por

O MP é composto por engenheiros frustrados, que adoram mesmo é embargar obras, sem se preocupar com os prejuízos financeiros e outros que atigem a população. Por mim, essa instãncia deveria ser extinta sumariamente e os procuradores/as que vão catar coquinho no asfalto. Quem sabe encontram, porque o que devem encontar mesmo sempre fica numa gaveta fuuuunda...

Seu voto: Nenhum (10 votos)
imagem de Neideg
Neideg

Vi passar nesses concursos

Vi passar nesses concursos foi um amontoado de Gilmar Dantas, com história de família inclinada mais pra Coronel do que para bacharel.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Super concordo.

Super concordo.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Essa perseguição - p o l í t

Essa perseguição - p o l í t i c a - aos réus da AP 470 é inaceitável. Fosse advogado deles faria o maior escarcéu. 

Ademais, construção, a conservação e a gestão dos presídios é de responsabilidade do Poder Executivo. Caberia, então, o governador do DF, do PT, repito, do PT, meter o bedelho nessa fuzarca que a imprensa, o MP e o Juízo das Execuções Penais estão fazendo. 

Sem falar da figura sinistra que está por detrás disso tudo: Sua Alteza Imperial Joaquim BRABOrbosa, o ressentido.

Seu voto: Nenhum (11 votos)
imagem de aliancaliberal
aliancaliberal

Isto é são paga pau do

Isto é são paga pau do governo, se vendem por verba publicitária.

Quando o governo (e frequentemente acontece) acusa a oposição por crmes que não comete como por exemplo o caso dos boatos da bolsa familia não se aplica a mesma regra, "A fábrica de "supostas irregularidades noticiadas" .

Temos o livro do Romeu tuma jr que comprova a "A fábrica de "supostas irregularidades noticiadas"" não pela imprensa e sim pelo governo, este gasta 900 milhões ao ano para promover se.

 

 

 

Seu voto: Nenhum (19 votos)
imagem de aliancaliberal
aliancaliberal

Uma pena que não to com

Uma pena que não estou com paciência para colocar os comentários (e apoios)  do livro Amauri Ribeiro Jr.

Observem o cinismo da esquerda com seu eterno, dois pesos e duas medidas, foi dito que o livro de Amauri Ribeiro Jr provaria N crimes. Estou a espera das prissões ate hoje, ou eram calunias, ou o PT não quer investigar nada.

Agora desqualificam o livro do Romeu Tuma Jr por ser contra o governo sendo o Romeu Jr participou do governo petista o que já da aval as suas afirmações.

A esquerda hilária brasileira é piada pronta. Vcs são desonestos intectualmente não tem coerência, mudam de valores , mudam discurso a toda hora, defendem a causa acima de qualquer coisa, nem que isso seja necessário destruir o país, a venezuela esta ai para provar isso.  

 

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de JoaoMineirim
JoaoMineirim

Os holofotes do PIG estão

Os holofotes do PIG estão preparados para se voltar a quem quiser falar mal do PT. Pode ser um corrupto pego com a boca na botija, tipo JEFF, outro corrupto mafioso, tipo esse daí, artistas que desejam voltar à mídia, tipo Lobão e Roger, apresentadores de TV oportunistas, tipo a Shera alguma coisa.  

Aproveita Aliança e escreve um livro. Precisa de prova não. É só falar mal que "tá comprovado" pra quem não sabe o significado de comprovar. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Uma Estúpida Publicação

"Temos o livro do Romeu Tuma Jr que comprova..."

COMPROVA?!

O que pode comprovar um livro denúncia que só traz impressões pessoais de seu autor?

Só se for a estupidez de seus cretin... ops, credulos leitores.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Tem o certo. Tem o errado. E tem todo o resto. (Cazuza)

"liberou geral".........

"liberou geral".........

Seu voto: Nenhum (11 votos)
imagem de almeid
almeid

Tem uma parte em que ele fala

Tem uma parte em que ele fala que foi defenestrado pelo PSDB por ter investigado a máfia dos fiscais e por isto foi enviado para a delegacia x e que seu pai abriu mão..etc..etc...

Mas, ahí me lembrei de ter assistido o mp dep C Sampaio na camara dizendo em alto e bom som que foi responsável pela denuncia que prendeu a máfia dos fiscais.

Explica pra mim..pois não entendi nada... digo, acho que não entendi nada.

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Só posso dizer uma coisa para

Só posso dizer uma coisa para um sujeitinho tão mentiroso e sem hombridade quanto esse covarde, que trolla no blog sem ter o mínimo de vergonha na cara para pelo menos usar o próprio nome, escondendo-se atrás de uma alcunha ridícula.

VSF seu FDP.

Utilizo os acrônimos para não atingir a sensibilidade da maioria dos comentaristas.

 

 

Seu voto: Nenhum (25 votos)

ABAIXO A DITADURA

 

imagem de aliancaliberal
aliancaliberal

Não espera menos que isso de

Não espera menos que isso de vc Ruy.

Argumentação elevada para variar.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Marcotog
Marcotog

"Mui" educado o Sr Acquaviva,

"Mui" educado o Sr Acquaviva, né?

 

Todos são trolls, imbecis, otários e outras cositas mais. Ele, não. É o supra sumo da inteligência, do moral. O Sr. Ruy sabe tudo, dono da verdade.

Há muito não frequentava este blog. Mas pelo que pude ver, ele continua como o pelego-mor.

Se julga no direito de ofender a tudo e a todos.

Muitas vezes discordo dos argumentos do Aliança Liberal e do André Araújo, mas seus pontos de vista sempre foram colocados de maneira respeitosa. Nunca descambaram para ofensas pessoais. 

Diz pra gente aí Ruy. O Sr. já devolveu o apartamento da USP que confessamente utilizava após haver concluído o curso?

 

 

 

Seu voto: Nenhum

Nível mais alto do que o

Nível mais alto do que o daquele a quem o comentário se dirige.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

ABAIXO A DITADURA

 

imagem de Álvaro Noites
Álvaro Noites

Comprovadas pelo Tuminha?

Se eu lhe acusar de algo apenas por acusar, tenho então já comprovada toda esta acusação?

A partir do que o comentarista escreveu, fica claro para todos como a direita está perdida, tendo que recorrer a acrobacias intelectuais ns ausência absoluta de fatos e dados.

Isto aqui tá parecendo o facebook. Daqui a pouco vem alguém aqui dizer que Socialismo e Fascismo são a mesma coisa. Eu hein!

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Aliança para o Progresso,

Aliança para o Progresso, digo, Liberal, 

Não seia legal(para rimar) tu apresentares alguma prova ou só mesmo um link acerca dessa informação acerca da ISTO É?

Outra coisa: as Organizações Globo(TV, rádio e jornal), a Bandeirantes, e praticamente todos as demais mídias do Brasil, inclusive a VEJA, recebem patrocínios do governo. O próprio Banco do Brasil, a quem servi durante tantos anos, patrocina quem?: Ora, as "vídeos cacetadas" do bobão, digo, Faustão.

E aí o que tens a dizer? Serão todos "vendidos" para o governo.

Numa coisa talvez concorde contigo: afora as estatais que competem no mercado, todas os demais ente públicos deveriam resumir sua publicidade em simples informes e com um número limitado, Fora disso é propaganda política.  

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Só lembrando que quem mais

Só lembrando que quem mais aumentou as verbas de propaganda foram os governos estaduais de São Paulo, Pernambuco, Minas Gerais e PAraná. Todos estados administrados pela oposição (uma delas recente, via virada de casaca). Não foi o governo federal.

Seu voto: Nenhum (13 votos)

ABAIXO A DITADURA

 

Comprova, é ?

Eu não iria ler o livro desse idiota. Mas, pelos comentários que vi, todos são unânimes em dizer que não comprova NADA do que diz, e por isso foi abandonado pelos 1ºs jornalistas que o ajudavam a redigir esse texto, depois é que oi para a veja, e apresentou sua bombástica versão, bem à moda da tal revista

Seu voto: Nenhum (13 votos)

Precisavam divulgar os nomes

Precisavam divulgar os nomes das 6 procuradoras. Elas precisam ser responsabilizadas nominalmente, uma por uma. Parece que o Judiciário não se dá conta de que também está sendo golpeado pelo Ministério Público. O atual presidente do STF, nunca deixou de agir como um promotor, assim foi o tempo todo na AP 470. Nas plenárias do STF, desrespeita e desafia os juizes e as leis, impunemente.  Por que os juizes, pelo menos os honestos, não fazem nada ? 

Seu voto: Nenhum (14 votos)

Também acho que os nomes

Também acho que os nomes devem ser divulgados.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de gaúcho
gaúcho

O ministério público é capaz

O ministério público é capaz de qualquer coisa, quem conhece a sua atuação na época da ditadura sabe o que eu digo.

Seu voto: Nenhum (11 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.