Revista GGN

Assine

Sister Rosetta Tharpe, a madrinha do rock'n'roll

Enviado por jns

É gratificante relembrar e curtir os antepassados ​​negros que fizeram a história do blues americano, como a pioneira Sister Rosetta Tharpe, a madrinha-avó do Rock And Roll.

Os interpretes da ladainha black gospel e os pioneiros cantores de blues dos EUA, incluindo Sister Rosetta Tharpe, forneceram as bases sólidas para o rock e a ampla gama de outros estilos e sonoridades musicais, a partir da década de 60.

Ironicamente, Elvis e os seus parças branquelos esgueiravam-se nos fundos das igrejas negras para ouvi-la.

Não causa espanto que Presley, Jerry Lee Lewis, Isaac Hayes, Bob Dylan e Aretha Franklin tenham identificado Rosetta Tharpe como uma influência nas suas carreiras musicais.

Todas as bandas e interpretes notáveis de rock - Pink Floyd, Eric Clapton, Rolling Stones, Chuck Berry, Elvis e outros - ​​eram formadas por brancos apanhados na escuta das canções que louvavam o Evangelho negro e copiavam o blues dos pioneiros americanos.

O Rock nunca teria 'rolado' e nada teria acontecido sem a alma e o talento negro da América e sem a contribuição de artistas como Sister Rosetta.

Tal era a popularidade alcançada por Rosetta Tarphe, que, em 3 de julho de 1951, 25 mil pessoas pagaram para testemunhar o seu terceiro casamento com Russell Morrison, o seu empresário, em uma cerimônia realizada no Griffith Stadium, em Washington, DC.

Documentary: The Godmother Of Rock and Roll

Mais: http://www.encyclopediaofarkansas.net/encyclopedia/entry-detail.aspx?entryID=1781

A guitarrista que passou do Gospel ao Pop e encheu estádios antes de Janis Joplin nascer.
 
 "Elvis adorava Rosetta Tharpe", atesta Gordon Stoker, The Jordanaires, que tocou com Rosetta e também com Elvis. "Ele imitava, não só, a sua técnica de tocar a guitarra, como, também, imitava a maneira de cantar de Rosetta."
 
Tharpe levantou a ira da sua audiência religiosa, ao experimentar outros ritmos seculares, entre 1942-1944. 
 
Sam Cooke, no final dos anos 50, protestou: - "Como o mercado pop se atreve tirar a nossa irmã?"
 
Sister Rosetta era a voz maior do fogo do evangelho e um dos melhores guitarristas, em qualquer estilo, de sua época, tendo influenciado, mais tarde, com a pegada da sua guitarra rítmica, o lendário e histórico blues de Chicago.
 
A abençoada Rosetta Tharpe

Vídeos

Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Média: 5 (3 votos)

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de jns
jns

ROSETTA THARPE

5 - SRT performing in Cafe Society in 1940. Photo by Charles Peterson

Sister Rosetta Tharpe no Café Society, de Nova York, em 1940.

Foto: Charles Peterson / Cortesia Don Peterson.

1 - SRT in late 1930s. Photo from Roxie Moore

Sister Rosetta Tharpe no início dos anos 30. 

Foto: Roxie Moore

12 - r third husband Russell Morrison in the early 1950s. Photo from Roxie Moore

Sister Rosetta Tharpe com o seu terceiro marido e o gerente Russell Morrison no início de 1950. 

Foto: Roxie Moore

4 - SRT with Duke Ellington _ Cab Calloway in 1939. Photo by Charles Peterson

Sister Rosetta Tharpe com Duke Ellington (no piano) e Cab Calloway, com o trombonista JC Higginbotham e o trompetista Hot Lips Pagea olhando sobre o ombro do Duque, tomada em 1939. 

Foto: Charles Peterson / Cortesia Don Peterson.

6 - SRT with Lucky Millinder  and Moe Gayle in 1941. Photo by Charles Peterson

Sister Rosetta Tharpe gravando na Decca Records com bandleader Lucky Millinder (à esquerda) e o gerente Moe Gale (à direita) em 1941. 

Foto: Charles Peterson / Cortesia Don Peterson.

2 - Publicity photo of SRT taken in 1938 by James J. Kriegsmann

Foto divulgação de Sister Rosetta Tharpe com a idade de 23 anos.

Foto de1938 por James J. Kriegsman, cedida pelo Centro Schomburg de Pesquisa em Cultura Negra.

11 - Decca_s recording of SRT_s third wedding to Russell Morrison on 3 July 1951

Capa da gravação da Decca Recordsque registrou o terceiro casamento de SRT, com Russell Morrison, em 3 de Julho de 1951, no Griffith Stadium, de Washington, DC. 

Foto: F Gayle Wald

8 - SRT performing in the early 1940s. Photo by Charles Peterson

Sister Rosetta Tharpe no início dos anos 40. 

Foto: Charles Peterson / Cortesia Don Peterson / Via Peter Symes

14 - SRT on the cover of English Jazz Journal in 1957

Sister Rosetta Tharpe na capa da revista de música britânica Jazz Journal em novembro de 1957. 

Foto: Gayle Wald

9 - Decca advert for SRT recodings in the late 1940s

'America’s Greatest  Gospel Singers on Decca Records - Rosetta Tharpe'

Foto: Gayle F. Wald / Decca Records no fim dos anos 40.

10 - in 1947 by Karl_s Photo of St. Louis from collection of Mrs Annie Morrison

Sister Rosetta Tharpe (de casaco de pele) e Marie Cavaleiro (à direita, com uma estola de pele) com os fãs, depois de um concerto em St. Louis no dia 3 de junho de 1947. 

Foto: Karl Foto de St Louis da coleção da Sra. Annie Morrison.

15 - SRT on the cover of French magazine Jazz Hot in 1958

Sister Rosetta Tharpe na capa da revista francesa Jazz Hot música, em fevereiro de 1958. 

Foto: Gayle Wald

3 - foto Publicidade tomada em 1938 por James J. Kriegsmann2

Foto divulgação de Sister Rosetta Tharpe em 1938 com a idade de 23 anos.

Foto: James J. Kriegsman, cedida pelo Centro Schomburg de Pesquisa em Cultura Negra.

7 -1, with Katie Bell holding her daughter_s guitar. Photo by Charles Peterson

Sister Rosetta Tharpe, durante gravaçã,o na Decca Records, com a sua mãe Katie Bell segurando a sua guitarra em 1941. 

Foto: Charles Peterson / Cortesia Don Peterson.

16 - Headstone em grave SRT_s em Northwood Cemitério.  Foto por Mick Csáky em 2010

A lápide no túmulo de Sister Rosetta Tharpe em Northwood Cemetery, Filadélfia.

Foto: Mick Csáky de 2010.

http://www.thirteen.org/13pressroom/press-release/american-masters-2013-...

 

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.