Revista GGN

Assine

Sobre a segurança privada em jogos de futebol

Por Schell

Comentário ao post "A violência em Joinville e a bagunça institucional"

Para variar, os privados fizeram a bagunça e, agora, querem culpar o MP e a Polícia Militar. Evento particular, fechado, com cobrança de ingressos. No máximo, caberia à Polícia Militar fazer a ronda externa (pública). Aos responsáveis pelo evento particular (fechado, repito), caberia a segurança interna. Em SC a PM cobra para fazer a segurança interna de jogos de futebol, o que é ilegal. O MP, portanto, está correto. Agora, os de sempre (privados), sabendo com o que estavam lidando (rebaixamento do Vasco), "economizaram" na segurança particular, deu no que deu. Aliás, o Brasil todo sabia que o Vasco iria colocar elementos de provocação entre as torcidas, buscando o "tapetão" eou a suspensão da partida se o resultado lhe fosse desfavorável.

Agora, alguém lembra de PM fardado e armado em boates? Ou em festas de casamento? Ou em bailes sociais?

Ora, ora e ora: a responsabilidade total é de quem "acolheu" o jogo em Joinville.

O resto, desculpas esfarrapadas dos de sempre.

 

Média: 4.3 (6 votos)
23 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

É isso aí,   Basta ter bom

É isso aí,

 

Basta ter bom senso.

Seu voto: Nenhum

Te que ser instituída uma

Te que ser instituída uma taxa (sim, mais um tributo) de segurança para grandes eventos, pois a polícia deixa de alocar pessoal em outras situações para segurança do negócio e do lazer de alguns.

Seu voto: Nenhum

PJ não VOTA!

O Jornalismo acabou e a eleição não tem fim!

Tributo pra usar a

Tributo pra usar a polícia?

Amigo, vc acha isso recomendável?

Basta isso? Pagou, a polícia está disponível? É assim?

 

Nem pensar, ta doido?

Seu voto: Nenhum

Tributo pra usar a polícia em

Tributo pra usar a polícia em locais fechados ao público.

Acho isso recomendável para evitar privilégios

Basta isso: pagou seus tributos e a polícia estará disponível sem preterir ouutras ações. É assim.

Pensar é sempre melhor. Dá uma força?

Seu voto: Nenhum

PJ não VOTA!

O Jornalismo acabou e a eleição não tem fim!

imagem de Evandro Trigueiro Tavares
Evandro Trigueiro Tavares

  Se os clubes de futebol não

 

Se os clubes de futebol não têm condições de dar segurança aos torcedores... paciência! Que os jogos sejam feitos com estádios vazios, ou então com um público mínimo, fácil de ser monitorado. O que não é admissível é centenas de PMs serem tirados das ruas para serem babás de torcedores sociopatas. A Rede Globo, Record, os Clubes e a CBF, além de repórteres que, na verdade, são empresários de determinados jogadores, ganham milhões com o futebol, não têm por que passar para o erário público a despesa com segurança. Exceção são jogos Olímpicos, Paraolímpicos, panamericano, Copa, Mundialito.

Ou que se mudem as leis e os PMs possam receber um bônus especial, como se fosse hora-extra.

Seu voto: Nenhum
imagem de Heitor_pr
Heitor_pr

Mesmo no futebol apesar de

Mesmo no futebol apesar de alguns achar perda de tempo existem regras, regulamentos e inclusives são oriundos de Leis estaduais e federais. 

1) O responsável pela segurança antes, durante e depois da partida é do clube mandante e da sua federação.

2) Que indepedente da culpa a federação seja a PR ou SC e o Atlético e seus DIRIGENTES são responsavel por toda e qualquer indenização e prejuízo que ocorrer na partida. Conforme o Estatudo do torcedor.

Art. 19. As entidades responsáveis pela organização da competição, bem como seus dirigentes respondem solidariamente com as entidades de que trata o art. 15 e seus dirigentes, independentemente da existência de culpa, pelos prejuízos causados a torcedor que decorram de falhas de segurança nos estádios ou da inobservância do disposto neste capítulo.

3) A federação do PR ou SC e o Atlético e seus DIRIGENTES devem solicitar aos agentes de segurança PÚBLICOS a liberação do jogo. Os jogos mesmo PRIVADOS também devem ter agentes PÚBLICOS de segurança IDENTIFICADOS (fardados) DENTRO e fora do estádio. Conforme o Estatudo do torcedor.

O art. 14  "I – solicitar ao Poder Público competente a presença de agentes públicos de segurança, devidamente identificados, responsáveis pela segurança dos torcedores dentro e fora dos estádios e demais locais de realização de eventos esportivos;"

A CBF (apesar de não parecer) também tem seus regulamentos exigidos pelo Estatudo do Torcedor.

1) Até horas antes do jogos a Federação pode cancelar o jogo. Depois só o arbrito da partida.

2) O arbrito pode suspender ou cancelar entre outras causa por falta de segurança inclusive mesmo que o COMANDANTE do POLICIAMENTO der condição de segurança.

3) Pode pararilzar o jogo por 30 minutos prorrogaveis por mais 30 minutos. Depois suspende o jogo.

4) Se os clubes não tiverem culpa, por exemplo chuva forte, o jogo procegue ou inicia preferencialmente no outro dia com portões fechados.

5) Se um clube ou os dois forem responsável pela paralização do jogo. Que for responsável perde o jogo por no mínimo 3x0 .

Existe a posibilidade de suspender o jogo entre o Atlético x Vasco dúvido que isso aconteça mas não seria algo de outro mundo.

 

Seu voto: Nenhum
imagem de sergio l
sergio l

Se é privado não deve ser policiado

Por essa "lógica", nos aeroportos, portos e estradas privatizados, não caberia nenhuma atividade de vigilância policial, cabendo aos potencialmente afetados a contratação de segurança privada. Da mesma forma, nos shows, eventos religiosos, visitas de personalidades etc.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

A proteção do papa, é assunto

A proteção do papa, é assunto de Estado.

A proteçãod e delegações estrangeiras durante a COPA, é assunto de estado.

Essa linha de argumentação é ridícula. Coisa de quem não consegue diferenciar o que é e o que não é assunto de estado.

 

Deixa eu explicar, existe "algo" que representa O Povo brasileiro. Chama-se Estado.

Seu voto: Nenhum
imagem de Heitor_pr
Heitor_pr

Perfeito. É claro que a PM

Perfeito.

É claro que a PM devia estar dentro do estádio. O próprio Estatudo do Torcedor fala na obrigação de agentes de segurança Públicos devidamente identificados dentro e foras do estádio.

 

 

 

Seu voto: Nenhum

Esse negócio de segurança

Esse negócio de segurança privada me lembra a SS do Hitler.

Seu voto: Nenhum
imagem de joe
joe

Vcs estão querendo o quê

Vcs estão querendo o quê ?

Propaganda de cerveja chama os jogadores de guerreiros.

Um jogador do Grêmio é apelidado de Guerreiro.

A rede Globo estimula ,através dos seus cronistas ,o fim do futebol arte motivando os volantes violentos e brucutus.

A mesma rede Globo mostra cenas de extrema violência(MMA,e alegam que isso é um esporte!!!!!  ) e sacanagens (Novelas entre tantas outras deformações) atraves de sua grade de programação.

Os dirigentes cartolas de todos os clubes pagam transporte,hospedagem ,ingressos e passagens para as tais torcidas organizadas.Permitem que essas torcidas agridam e interfiram nas atividades desses clubes.

A mídia não faz uma campanha séria e educativa contra a violência pois ,segundo elas,tiraria o ibope e , consequentemente não haveria faturamento.

A CBF,o Ministério dos Esportes ,PM ,MP e interessados não tem o mínimo interesse em punir definitivamente esses vândalos ,bandidos e criminosos(entre eles os cartolas) .

Será que temos coragem de levar nossas famílias em um estádio após tais cenas praticads por esses criminosos?????

Tá tudo dominado e nó estamos funicados

Seu voto: Nenhum
imagem de Aliançatucanal
Aliançatucanal

O privado é sempre assim, são

O privado é sempre assim, são incompetentes em várias áreas, mas quando a coisa faperta jogam a culpa no Estado. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Segurança privada em eventos de massa

Schell, não dá para comparar um jogo de futebol em estádio com capacidade para dezenas de milhares de pessoas com festas de casamento ou bailes sociais. Segurança privada não tem poder de polícia, não pode exigir apresentação de documentos, não pode fazer revista sem consentimento, não pode prender (a não ser em flagrante), não dispõe (felizmente) de armamento de contenção de disturbios. Se para a PM fardada já é um sufoco impor a ordem sem cometer abusos, imagine para um bando de seguranças de aluguel.

Além disso, a última coisa de que precisamos no Brasil é de empresas de segurança privadas oferecendo batalhões próprios de tropa de choque  – armados com bombas de efeito moral e espingardas de bala de borracha – para enfrentar essas torcidas organizadas que flertam com a bandidagem.

Há inúmeros exemplos de eventos privados onde há participação de agentes de segurança pública. A polícia sempre fez a segurança dos Rock in Rio e shows equivalentes, em lugares fechados e com cobrança de ingresso. Finais do Brasileirão da CBF no estádio do Morumbi também são eventos privados, fechados e com cobrança de ingresso. E, desde que eu me entendo por gente, sempre tiveram policiamento ostensivo da PM, dentro e fora do estádio.

Se é mesmo ilegal essa cobrança feita pelas PMs por trabalhos realizados em eventos privados, que a prática seja regulamentada. Um MP realmente interessado no bem-estar do cidadão deveria se preocupar em encontrar soluções dentro da legalidade, sugerir aperfeiçoamentos na legislação e promover os ajustamentos de conduta. E não em criar problemas e dificuldades, e depois dizer que não tem nenhuma responsabilidade quando – previsivelmente – as merdas acontecem.

Mas é obvio que a culpa não é só do MP. Até o gramado dos campos de futebol sabe que essas torcidas organizadas só existem graças a uma mistura de cumplicidade, chantagem e favorecimentos com a cartolagem dos clubes, que as financia, paga o transporte e dá ingresso de graça. E na hora que acontece a encrenca fazem pose de indignados.

 

Seu voto: Nenhum

André Borges Lopes www.bytestypes.com.br

imagem de jofra
jofra

público x privado

O Transporte coletivo na cidade de São Paulo era público e funcionava, privatizou e hoje é pior; A CPFL era pública ( mista ), privatizou e hoje tem desligamento todo o dia e o dia inteiro; a RFFSA era pública / mista mas funcionava para transporte de  carga e a manutencão nas ferrovias existiam, hoje não funciona, muito menos as manutenções; a telefonia era pública/ mista ( havia falta de telefone ), privatizou e hoje funciona mais ou menos mas é uma das mais caras do mundo; a Segurança é pública, quando privatiza dá MERDA ( Vide atléticp/PR x Vasco ). Finalizando, quando se privatiza, funciona por um tempo, mas na hora que precisa fazer investimento, a iniciativa privada não o faz e a "coisa"deixa de funcionar! Portanto é impossível tirar conclusões de o melhor é público ou privado! Agora: Segurança, Saúde, Educação, habitação e também transportes é necessária a presença do poder público! Viva o Brasil, o Lula e a Dilma!!!!!

Seu voto: Nenhum
imagem de Eduardo Oliveira
Eduardo Oliveira

Schell, A copa do mundo é um

Schell,

A copa do mundo é um evento privado. Vc também é contra a presença da polícia militar nos jogos da copa do mundo?

Seu voto: Nenhum (3 votos)

A Copa é um evento ORGANIZADO

A Copa é um evento ORGANIZADO pelo ESTADO BRASILEIRO.

Quer que desenhe?

Seu voto: Nenhum
imagem de evandro condé de lima
evandro condé de lima

E aproveitando, ninguém nunca

E aproveitando, ninguém nunca viu PMs formando uma linha divisória entre torcidas. Cada um que me aparece.

Seu voto: Nenhum
imagem de Paulo Figueira
Paulo Figueira

Não me parece que o clubismo

Não me parece que o clubismo seja uma boa abordagem para a questão, a tocida paranaense invadiu o espaço destinada a torcida carioca e deu início ao conflito.


O atlético paranaense era o mandante da partida e responsável pela sua organização, havia dois seguranças separando as duas torcidas numa total falta de bom senso e organização.


Bom senso que faltou ao Ministério Público e as autoridades do Estado de Santa Catarina, pode-se até discutir o caráter privado do evento e de quem seria a responsabilidade pela segurança, mas diante do fato concreto de que haveria uma partida com alto grau de dramaticidade e que envolvia torcidas que já haviam entrado em conflito na véspera do jogo na porta do hotel onde o vasco estava hospedado, os agentes públicos foram extremamente irresponsáveis.


 

Seu voto: Nenhum
imagem de anarquista sério
anarquista sério

Não existe segurança privada

Não existe segurança privada em eventos públicos.

   Isso é contra lei.Contra o bom senso.Contra o óbvio.

    Então,eu convoco meu time ( 7 de setemmbro da Agua Rasa) pra disputar uma final de campeonato de várzea contra o bola 7 da zona oeste no Pacaembu e a prefeitura concorda.

          Concorda mas não se responsabiliza pela segurança?

               Diz que pagaram 25 000 pelo aluguel do campo.Que a prefeitura cobrasse um pouco mais pra deslocar a PM.

                 Mas dizer que não é responsávell pela segurança ultrapassa o ridíuculo.

                 Bela economia,heim,prefeitura de Joinvile....

                    Inacreditável!!!

               Em tempo: Não faça isso,Vasco. Palmeiras,Corinthians,Gremio,Atletico mineiro,Fluminense,Curitiba e tantos grandes cairam pra segunda divisão com galhardia.Sem querer ''arengar''.

               Vasco,caiu no fufebol.Mas não caia na dignidade querendo levar o episódio pro tapetão.

Seu voto: Nenhum

Por sinal, porque diabos um

Por sinal, porque diabos um jogo de um time carioca e de um paranaense foi realizado em Santa Catarina?

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Heitor_pr
Heitor_pr

Exatamente. Pelo regulamento

Exatamente. Pelo regulamento o jogo deveria ser no Paraná no mínimo a 100 km de Curitiba porque o Atlético-PR estava cumprindo punição por causa de briga no jogo contra Coritiba.

A CBF pode aceitar o jogo em outro estado desde que devidamente justificado. Provavelmente o Atlético alegou e CBF aceitou que o jogo em Joinvile teria mais segurança do que no PR. Sugestão para o delegado pedir a CBF o pedido do Atlético para marcar o jogo em Joinvile. 

Seu voto: Nenhum

Devido ao comportamento da torcida do Atlético PR

Castigo dado ao Atlético PR (perda de mando de campo) pelo mesmo comportamento no clássico Atlético PR  X  Coritiba.  

Quem acompanha futebol, sabe muito bem que existe rivalidades entre as "torcidas organizadas".  A torcida do Atlético mineiro é inimiga da torcida do Atlético do Paraná. Por outro lado, é amiga da torcida do Coritiba. Já a torcida do Vasco é amiga da torcida do Galo mas inimiga também da torcida do Atlético PR. 
 

Esses detalhes são muito bem conhecidos pela PM. Pelo menos pela PM aqui de Minas. Quando o Vasco vem jogar aqui ou o Coritiba, não existe alerta vermelho. Se vem o Atlético PR, a PM fica mais alerta. 

E outra: futebol no Brail nunca é particular. Deveria ser tratado como coisa pública. Por isto está esta merda: CBF  e Rede Globo tomando conta do maior patrimônio cultural do povo brasileiro. Êta inveja do povo argentino que deu um chute na bunda do Clarin!

Seu voto: Nenhum

Uai, Atléticos são inimigos?

Uai, Atléticos são inimigos? Não deveria ser o contrário. Cabeça de torcedor de futebol é um tanto quanto esquisita.

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.