Revista GGN

Assine

Vestido Tubinho: um dos modelos mais famosos da história

 
Enviado por Gabriella Muller
 
A história de um modelo que nunca sai de moda
 
 
Considerado um dos maiores ícones da moda feminina, o vestido tubinho surgiu nos anos 1960, pelas mãos do famoso estilista Yves Saint-Laurent (1936-2008). A novidade causou verdadeiro alvoroço entre as mulheres ao adotar um conceito moderno e extremamente ousado para os padrões da época.
 
Naquele tempo, além dos tradicionais vestidos de renda, o cenário era dominado pelas clássicas saias e vestidos rodados, modelos que, apesar de valorizar o corpo feminino, ainda mantinham a discrição e o espírito conservador de seus antecessores. Os vestidos rodados, por exemplo, se tornaram famosos no corpo de celebridades como Marilyn Monroe e Brigitte Bardot, dois dos maiores símbolos sexuais da década de 1950.
 
 
 
Já o vestido tubinho, por sua vez, apresentava uma proposta completamente diferente. Com desenhos retos e justos, o modelito destacava as curvas femininas, deixando a inocência de lado e investindo na sensualidade e no poder de conquista da mulher. Dessa forma, mais do que uma peça de roupa, pode-se dizer que o vestido tubinho também representava a independência feminina, ao mesmo tempo em que desconstruía a imagem da mulher como sexo frágil perante a sociedade.
 
Uma das cenas mais marcantes envolvendo o vestido tubinho foi protagonizada pela atriz Audrey Hepburn, no clássico filme Bonequinha de luxo. Nessa cena, a inesquecível personagem Holly Golightly aparece vestida em um deslumbrante e luxuoso vestido tubinho preto. A imagem é, ainda hoje, uma das mais reproduzidas no mundo.
 

 

De la para cá, o vestido tubinho vem sofrendo diversas variações, mas nunca perdeu sua principal característica, que é a de destacar a silhueta feminina. Dono de um charme único e atemporal, o modelo tornou-se respeitado na história da moda, possuindo a habilidade de se adaptar a novas tendências e se reinventar a cada novo tempo.

Média: 5 (1 voto)
9 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de carla regina
carla regina

anaguas e combinaçoes

para min nunca sai de moda, ainda visto as bem rendadas por baixo de vestidos e saias, meu marido adora quando a renda aponta na barra ou na tranparencia do busto

Seu voto: Nenhum
imagem de jns
jns

Retrô

Nunca é tarde demais para olhar para trás e buscar inspiração na moda do passado. 

Como tem sido recorrente, os novos estilos nascem das referências do passado e são apenas reinventados a cada vez que o presente provoca tédio. 

A partir dos anos 50, cada década na história da moda tinha uma coisa ou outra para oferecer. 

ANOS 50

Era fase da mulher começar a ser tão feminina como você poderia e todas as habitualmente usavam vestidos.

Roupas

50s dressing-fashion look

Dois estilos de vestido que eram muito populares foram a saia lápis e o vestido saia até cobrir o joelho. 

Tudo precisava ser impecável  e cada peça devia ser bem adaptada ao conjunto.

Penteado, sapatos e acessórios

50s pointed shoes

Sapatos de bico fino eram comuns na década de 50.

50s retro hat 50s hat

Os chapéus eram acessórios importantes nesta época e a  jaqueta curta com mangas três quartos está alinahada com o estilo dos anos 50.

ANOS 60

Os anos 60 trouxeram uma explosão de cores e foi a época em que estilistas como Pucci e YSL introduziram os seus estilos únicos. 

Os vestidos tornaram-se mais curtos e mais geométricos e as cópias tornaram-se mais claras e estruturadas.

Roupas

60s fashion

A escolha perfeita para um look anos 60 seria um vestido curto de linha, de preferência acima dos joelhos, em uma mistura de cores ou estampas Pucci. Não se esqueça das luvas típicas de anjo que são reminiscências da época, que continuaram a entrar e sair de moda, desde os anos 60.

Podem ser usadas meias coloridas com o vestido ou deixar as pernas nuas.

Penteado, sapatos e acessórios

60s boots   60s kitten heels for women

 

Seria o ideal para emparelhar as botas de cano alto com o seu vestido curto até as articulações do joelho. Se você não quiser usar botas, tente sapatos com saltos de bloco em cores sólidas ou saltos gatinho.

60s hairstyle

A maioria dos penteados dos anos 60 ficavam incompletos sem uma bandana. Os cabelos eram bem definidos em cachos suaves ou curtos  penteados sem corte.

ANOS 70

O visual dos anos 70 é o mais popular quando se fala de roupas retrô. 

Os hippies tomaram conta do mundo e caracterizaram a década de 70 como umas das mais características para a moda

Roupas

70s long skirts fashion

Um vestido maxi solto em estampas étnicas é suficiente para parecer 70 anos. 

Havia outros estilos significativos do look hippie, como  kaftans, tops soltos e saias em tecidos leves com estampas psicodélicas ou inspiradas em motivos africanos.

70s fashion bell-bottoms

As calças boca-de-sino e camisas também foram populares nos anos 70.

Penteado, sapatos e acessórios

70s hippie hairstyle  70s hippie girl hairstyle

Os hippies não se importavam muito com o cabelo, por causa de sua natureza rebelde e espírito livre. Eles não ajustavam perfeitamente os penteados, deixando-os livres e indisciplinados.

70s footwear women 70s Funky Platform-shoes

Saltos plataforma, saltos de cunha de madeira ou coloridos sapatos arco-íris eram alguns estilos de calçados exclusivos dos anos 70. 

Os acessórios tinaham o sinal de paz e os lenços externavam toda a raiva e por isso foram usados pelas headbands.

ANOS 80

Punk, Disco e, claro, Madonna moldaram a cara dos anos 80. 

A silhueta slim fit entrou para o mainstream e o foco estava em enfatizar o que a pessoa tinha, seja cabelo, olhos, ombros ou cintura.

Roupas

80s clothing

Temos que mencionar o olhar ocasional nas ruas dos anos 80, que foram tão característicos da década. 

Ao falar das baladas noturnas, as lantejoulas cintilantes, as mangas bufantes, um monte de drapeados e babados ligados ao decote ou a cintura estavam na ordem do dia.

Penteado, sapatos e acessórios

80s hairstyles

Cabelo grande e encaracolado era o que todo mundo usava nos anos 80

80s accessories fashion

Uma pitada de dourado era uma das características da moda dos anos 80.

Grandes brincos, pendentes ou aros, correntes de ouro e pulseiras eram um must em termos de acessórios das roupas dos anos 80 roupas.

Quando se trata de sapatos, o comprimento das botas, de couro com saltos pontudos,  iam até o tornozelo, com variações para saltos cintilantes ou outros acessórios que incluíam jaquetas de motoqueiro, jaquetas jeans, polainas e luvas de couro.

[ http://www.glamcheck.com/fashion/2011/03/27/retro-clothing/ ]

Seu voto: Nenhum
imagem de Marly
Marly

Foto maior...

Esse é o tubinho que gosto. Sempre atual. Tenho um pretinho, sempre pronto para uma ocasião especial. 

Seu voto: Nenhum
imagem de Marly
Marly

Foto maior

Esse comentário era para ter saído  no comentário do Andarilho ( Free Walker ). A foto maior mostra o tubinho que jamais saiu de moda.

Seu voto: Nenhum

Yves Saint Laurent......falar

Yves Saint Laurent......falar de moda e não falar em YSL é simplesmente impossível.   Ele revolucionou a  moda, sua história é fantástica....  Seu primeiro trabalho foi na maison Dior (assumiu logo após a morte de Christian Dior) ...sua primeira invenção, o vestido trapézio....justo em cima e conforme desce, vai alargando. Foi um alvoroço na maison e acabou sendo demitido.  Voltou para o seu país, Argélia, e quando retornou a Paris, montou seu atelier com Pierre  Bergé, seu companheiro por uma boa parte da vida.  Para mim, além do tubinho preto, usado com o famoso colar de pérolas -  não só tornado famoso por Audrey mas também por Jackie O.- a maior invenção de YSL foi o smooking feminino...até hoje um clássico maravilhoso.  Uma típica roupa masculina, transformada num clássico feminino, muito usado por Catherine Denevue, musa e amiga. Há um filme muito bom que narra a trajetória de YSL contada por Bergé, O Louco Amor de YSL.  Para mim, ele foi o grande nome da Haute Couture mundial...até mais que Chanel. Assim como o tubinho, o smooking é atemporal....atravessando gerações, irretocável e chiquérrimo!! 

Seu voto: Nenhum
imagem de Confuso Velhinho
Confuso Velhinho

Muito bem lembrado

Só fiquei confuso com as fotos, pois não vi nenhum "tubinho", conforme minhas (erradas?) lembranças.

Aí o que vi foram exemplos de vestidos rodados (havia até armações para mantê-los, saias ou vestidos, armados ou não) e vestidos (ou saias) justos (que realçam reamente a silhueta) e existiam desde muito antes de 1960.

O que me lembro como tubinho era um vestido curto (não mini) que, a partir dos quadris, fazia um leve cone, quase cilindrico, como um "tubinho" (o da Audrey seria no mínimo, um "tubão"...)

Aproveito para lembrar que além das saias ou vestidos, as mulheres ainda usavam anáguas e combinações (lingeries) para encher -se ou proteger-se de olhos mais "atrevidos".

Portanto, a vestimenta feminina (primeira metade do séc.XX) podia ser composta de (além do eventual absorvente): meia, calcinha, combinação, anágua (eventuamente armada) e a saia ou vestido. No frio, agregavam-se ...

As rapidinhas eram um tanto mais lentas...

E eu estou mesmo velho...

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Free Walker
Free Walker

Os  tailleurs de Coco Chanel

Os  tailleurs de Coco Chanel  e os vestidinhos tubinho do YSL foram as maiores revoluções do século XX.... Mulheres e homens agradecemos....hehehe 

Seu voto: Nenhum
imagem de Sobrinho netto
Sobrinho netto

Eu me lembro..

Revolução maior na moda para a independência feminina foi a minissaia. Eu era rapazinho na época; como foi lindo (ou lindas)!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Free Walker
Free Walker

Arte pura

Do tubinho para a mini-saia foi um pulinho...

.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de laura
laura

Esse sim é tubinho!

Esse sim é tubinho!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.