Revista GGN

Assine

10 anos

Por que a TAM saiu ilesa do acidente que vitimou mais de cem, por Luis Nassif

Acidente com avião da TAM no aeroporto de Congonhas completa 10 anos
Acidente com avião da TAM no aeroporto de Congonhas completa 10 anos - Foto:Milton Mansilha/Agência Lusa

A não-identificação de nenhum culpado no acidente da TAM de dez anos atrás, que vitimou mais de uma centena de pessoas, é mancha na reputação do Ministério Público Federal, particularmente do procurador Rodrigo de Grandis.

O Procurador buscou culpados individuais, operador de vôo, pilotos (que morreram no acidente), ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). Levou algum tempo para entender que um acidente de tal porte não depende de um fator específico, mas de uma soma de fatores.

Aqui no Blog um leitor trouxe o fio da meada para entender o acidente, logo após sua ocorrência. Mas há uma incapacidade crônica de alguns procuradores de trabalhar fora dos autos. Ora, um acidente de tal relevância exigiria uma investigação que transcenderia a mera elaboração de laudos técnicos, seja do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da ANAC ou de quem quer que seja. Mesmo porque, esses órgãos se limitam a identificar aspectos parciais da questão, como o fato do piloto ter se enrolado no manejo dos instrumentos. Além disso, a imprensa estava empenhada em atribuir a Lula todos os males do país, e concentrou-se especificamente na questão do recapeamento da pista.

Leia mais »

Média: 4.8 (26 votos)

Projeto da Cia. Treme Terra leva aos palcos a mitologia dos orixás

Jornal GGN - Terreiro Urbano é o nome do novo projeto da Cia. Treme Terra de Música e Dança Contemporânea, que comemora 10 anos de história. O título, que decora a capa do primeiro álbum do grupo, é o mesmo do espetáculo que será apresentado nesta sexta-feira, 17 de março, no Teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo, e que segue temporada pela capital. 

O espetáculo “Terreiro Urbano” é uma criação coletiva da companhia, inspirado na mitologia dos orixás. Com direção de Firmino Pitanga e João Nascimento, a peça é baseada em um xirê, uma cerimônia tradicional de saudação e exaltação a todos os orixás, com sequência de danças do candomblé. As cenas são compostas por coreografias e músicas, que dialogam com este universo e formam fotografias da diáspora africana e suas influências sobre outras culturas.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Novo Sabesp Day em meio à crise de abastecimento de água em São Paulo?

Jornal GGN - Circula nas redes sociais essa semana um vídeo institucional resgatado de maio de 2012. Trata-se da comemoração dos 10 anos do lançamento da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) no mercado de capital. Há dois anos, a atual presidente Dilma Pena foi à Nova York, acompanhada de uma comitiva, para tocar os sinos da bolsa americana. Em 2002 que a Sabesp começou a atrair fortemente o interesse de investidores estrangeiros, hoje responsáveis pelo controle de 24,2% da empresa.

Reportagem do GGN revelou, com base em dados divulgados em março de 2014 pela Diretoria Econômico-Financeira e de Relações com os Investidores, que desde que iniciou a venda de ações, a Sabesp distribuiu pelo menos R$ 4,3 bilhões em lucros para os acionistas (valores não atualizados). Isso representa cerca de um terço do lucro líquido da companhia entre 2003 e 2013, ou o dobro do que a Sabesp diz investir anualmente em saneamento básico.

Leia mais: Sabesp distribui até 60% dos lucros aos acionistas durante governo Alckmin

Os números da empresa mostram que durante o governo Geraldo Alckmin (PSDB), a Sabesp sempre distribuiu mais dividendos entre os acionistas do que seu estatuto recomenda. Pelo documento, 25% do lucro líquido poderiam ser repassados aos investidores. Mas a Sabesp bateu recordes e nos anos que antecederam a atual crise de abastecimento de água, atingiu payout de quase 28%. Em 2003, o índice foi de 60%.

Leia mais »

Média: 4 (4 votos)

Em dez anos, Bolsa Família tirou 36 milhões pessoas da extrema pobreza

Jornal GGN - Em dez anos, o Programa Bolsa Família já beneficiou mais de 13,7 milhões de famílias. Desde o lançamento do programa, em 2003, o governo federal destinou quase R$ 120 bilhões aos beneficiados. Só este ano já foram mais de R$ 16,4 bilhões. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o programa já tirou 36 milhões de pessoas da situação de extrema pobreza.

O programa foi criado em 20 de outubro de 2003 pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por meio da Medida Provisória Nº 132. Em 9 de janeiro de 2004, a MP foi convertida na Lei 10.836. O Bolsa Família uniu o Programa Nacional de Renda Mínima vinculado à Educação (Bolsa Escola), o PNAA (Programa Nacional de Acesso à Alimentação), o Programa Nacional de Renda Mínima vinculada à saúde (Bolsa Alimentação) e o Programa Auxílio-Gás.

Para determinar o valor do benefício, que varia entre R$ 32 e R$ 306, o governo leva em consideração o número de integrantes, o total de crianças e adolescentes de até 17 anos e a existência de gestantes e nutrizes. Leia mais »

Sem votos