Revista GGN

Assine

blogueiros

Blogueiros e ativistas debatem liberdade de expressão no contexto do golpe

Senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) estará na sessão de abertura do encontro, às 18h30 de sexta-feira (FOTO AGÊNCIA SENADO)

da Rede Brasil Atual

Blogueiros e ativistas debatem liberdade de expressão no contexto do golpe

Nesta sexta-feira (9) e sábado (10) será realizado em São Paulo o 3º Encontro Estadual de [email protected] e Ativistas Digitais. Um dos destaques será a presença da senadora Gleisi Hoffmann na abertura

por Redação RBA

São Paulo – Blogueiros e ativistas digitais encontram-se na sexta-feira (9) e sábado (10) para a realização do 3º Encontro Estadual de [email protected] e Ativistas Digitais de São Paulo. O evento é promovido pelo Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé. O tema das discussões deste ano é Liberdade de Expressão em Tempos de Exceção.

A sessão de abertura, às 18h30 de sexta, terá a mesa de debates com participação da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e da deputada federal Luciana Santos (PCdoB-PE). Participam também a jornalista Maria Inês Nassif e o presidente do Centro Barão de Itararé, Altamiro Borges.

Leia mais »
Média: 5 (3 votos)

"Únicos derrotados são os que deixam de lutar", diz Mujica no Brasil

A blogueiros e mídia alternativa, o ex-presidente do Uruguai e senador José Pepe Mujica afirmou que a crise política "não é nenhuma catástrofe", que "é hora de lutar" e que a esquerda deve ter "humildade estratégica"

Jornal GGN - O ex-presidente do Uruguai e senador José Pepe Mujica concedeu entrevista coletiva a blogueiros e mídias alternativas do Brasil na manhã desta quarta-feira (27), em São Paulo. Mujica falou sobre o cenário de crise política no Brasil e na América Latina. O ex-presidente permanece no país até o dia 29 de abril, em agenda com movimentos sociais e participação no Congresso da Confederação Sindical das Américas.

"Primeiro sou latinoamericano, depois uruguaio", disse Pepe Mujica, afirmando que tem "muitos defeitos", mas também "autoridade para dizer que me sinto um homem feliz e vou morrer feliz porque vivo o sonho que tenho e vivo para o que penso". Diante do cenário de crise política, sobretudo no Brasil, o ex-presidente uruguaio conclamou os movimentos de esquerda a não desistirem e não deixarem de lutar.
 
Apesar da avalanche da extrema direita que se vê atualmente na América Latina, Mujica acredita que o cenário é natural e que nem tudo está perdido. "As moedas têm duas caras, as duas caras pertencem a história do ser humano. O ser humano sempre teve uma cara conservadora, e outra solidária, humana. Jesus, Santo Agostinho, São Francisco... Não me alcançaria a manhã inteira para nomear os companheiros de esquerda da história humana", disse.
 
"Não sei o que passa com a história do Brasil agora, mas não vão perder tudo, não podem perder tudo, porque a próxima direita tem que negociar, tem que ceder. Essa é a história da humanidade. A direita descobriu uma magia. O que passava há dois anos que ganhamos eleições por todos os lados? Obra de uma conspiração? Ou foi uma maturidade da sociedade? Podemos comparar essa diversidade de hoje com a ditadura que vivemos? Acima da terra os únicos derrotados são os que deixam de lutar. A derrota é um serviço importante", afirmou. "Mas não estamos derrotados. E nunca triunfamos definitivamente, há que ter a humildade estratégica", completou o ex-presidente.
 
Leia mais »
Média: 4.5 (16 votos)

Brasil é apenas o 104º no ranking de liberdade de imprensa

Do Justificando

A falsa liberdade de imprensa facilita os golpes de todos os tipos

Por Mauro Donato

Segundo o mais recente ranking sobre liberdade de imprensa da ONG Repórteres Sem Fronteira, o Brasil ocupa a 104ª posição. Caiu 5 posições (havia caído 9 em 2013 e agora desceu mais um pouco). Centésima quarta posição entre 180 países é uma colocação preocupante e vexatória. Determinantes para a queda foram o aumento da violência contra jornalistas, o registro de ameaças e a quantidade de mortos durante o ano passado. Total de sete jornalistas assassinados.

Como pode isso?

Para os leitores dos grandes jornais, telespectadores dos canais abertos de TV e ouvintes das grandes rádios, um ranking desses irá soar como peça de ficção. Claro, nada disso acontece com os jornalistas que trabalham para aquela meia dúzia de famílias detentoras de quase oitenta por cento da mídia. Estes estão alinhados e repetem em uníssono o que seus chefes querem que seja dito e escondem o que seus patrões desejam que seja escondido.

A perseguição é sobre os independentes, é inegável. Veja quantas dificuldades o DCM enfrentou ao publicar o documentário Helicoca. “É um ambiente de medo para os jornalistas, sobretudo os jornalistas independentes, blogueiros”, disse Emanuel Colombié, chefe do departamento de pesquisas da Repórteres Sem Fronteiras.

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

"Daqui para a frente, vou processar todo mundo", reage Lula

Em conversa com blogueiros, o ex-presidente afirmou que "o PT vai ressurgir das cinzas muito mais forte" e que acredita que Dilma será "ousada"
 
Jornal GGN - "Daqui para a frente, vou processar todo mundo para ver se colocamos ordem na casa", disse o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em café da manhã com blogueiros, nesta quarta-feira (20).
 
Durante o encontro, Lula se posicionou sobre diversos temas, como o cenário econômico, a geração de emprego, como a presidente Dilma deve gerir a crise econômica em 2016, os obstáculos impostos pelo Tribunal de Contas, entre outros. Mas o que tomou mais espaço das declarações do ex-presidente foi o tratamento dado pela imprensa com as investigações e vazamentos seletivos.
 
"Já ouvi que delação premiada tem que ter o nome do Lula, senão não adianta", disse o ex-presidente, assegurando-se: "Duvido que tenha um promotor, um delegado, um empresário que tenha a coragem de afirmar que eu me envolvi em algo ilícito".
 
Para ele, a forma dos grandes meios de comunicação publicarem informações a seu respeito não teve início quando assumiu a Presidência da República, em 2003. "Sempre tive um tratamento diferenciado [da imprensa] no Brasil, desde que fui dirigente sindical. Nunca fui bem-tratado, sempre fui tratado com certo desdém", afirmou.
Média: 4.4 (28 votos)

Lula conversa com blogueiros em primeira atividade de 2016

 
Jornal GGN - Em seu primeiro encontro do ano, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva conversa com blogueiros, na em um café da manhã desta quarta-feira (20), no Instituto Lula, em São Paulo, a partir das 10h.
 
Lula responderá a perguntas feitas por blogueiros e jornalistas sobre diversos temas. Acompanhe, ao vivo, abaixo:
 
Média: 3.4 (5 votos)

A guerra contra os blogueiros, por Percival Maricato

Por Percival Maricato

O jornalista Luis Nassif enfrenta diversas ações de indenização propostas por Eduardo Cunha, Gilmar Mendes e outros notáveis da República. O mesmo problema ocorre com Paulo Henrique Amorim e outros blogueiros que escrevem artigos sob uma ótica  progressista. Não poucas são as ações penais com o mesmo fundamento: injúria ou difamação, algumas poucas por calúnia, eis que o acusado deste último crime tem direito a exceção da verdade, ou seja, de provar que o escrito ocorreu mesmo e portanto, noticiar o fato não é crime.

Como advogado de alguns acusados tenho visto muitas dessas ações se basearem em fatos cansativamente divulgado pela grande mídia. Não obstante, alguns criticados preferem se atirar contra os blogueiros, cujo dano e poder econômico para indenizar é bem inferior.

Nessas ações, os magistrados ficam sujeitos a um conflito teórico sobre direitos: de um lado, o cidadão defendendo sua honra, sua reputação, sua auto estima; de outro, o jornalista querendo noticiar o que acha ser de interesse de seu público: denunciar falcatruas, atos anti éticos, criticar o que julga errado, sob cobertura do direito à liberdade de imprensa.

Leia mais »

Média: 4.6 (17 votos)

Muito do que chamam de crise ocorre sistematicamente, avalia Dilma

Cíntia Alves e Luis Nassif

Em entrevista exclusiva a blogueiros, a presidente demonstrou calma em relação ao momento turbulento para o governo e projetou a recuperação da economia a partir do final do ano

Jornal GGN - "Muito do que se considera crise ocorre sistematicamente no Congresso", avaliou Dilma Rousseff (PT), na manhã desta terça-feira (14). Apesar de os jornais noticiarem diariamente problemas com aliados políticos, resistência ao ajuste fical, manifestações de direita contrárias ao governo e até os pedidos de impeachment, a avaliação de Dilma diante do cenário é de que esse clima de terceiro turno deve ser encerrado em breve. "A chegada de [Michel] Temer na negociação política vai dar um grande salto. Nao é uma mágica qualquer, é uma negociação", ponderou.

Dilma rebateu reportagens que questionam seu poder de controle sobre o pacote fiscal encampado pelo ministro Joaquim Levy, criticado pela base mais à esquerda que ajudou na reeleição da presidente. "Não tem a menor correspondência com a realidade dizer que Levy é o verdadeiro presidente da República. Para ser ministro da Fazenda e para defender medidas políticas, ele depende da Presidência da República. Não pode defender nada que a presidência da República não concorde. Ele faz porque o governo dá respaldo. Ele não tem meios de fazer [sozinho]", disse.

Em entrevista aos jornalistas Luis Nassif, do Jornal GGN, Maria Inês Nassif (Carta Maior), Paulo Moreira Leite (Brasil 247), Cynara Menezes (Socialista Morena), Altamiro Borges (Barão de Itararé) e Renato Rovai (Revista Fórum), Dilma falou ainda sobre os protestos anti-PT, a Operação Lava Jato, a regulação da mídia, o projeto de lei da terceirização, alterações em programas sociais, as projeções do governo e a nomeação do ministro que vai ocupar a vaga deixada por Joaqui Barbosa no Supremo Tribunal Federal. Segundo ela, o mistério acaba ainda nesta terça-feira.

A presidente aproveitou para defender a política econômica usada para reduzir os impactos da crise. "Foi uma política para diminuir o custo do trabalho em uma conjuntura internacional em que redução está se dando por perda de avanços sociais e demissões." Sobre o ajuste fiscal, ela citou o caso do seguro desemprego, argumentando que está resolvendo casos sem desprorpocionais. "Tínhamos a menor taxa de desemperego da série histórica, [acompanhada de] um nível de gastos [com seguro desemprego] fora de qualquer proporção", comentou.

Leia mais »

Média: 4.1 (31 votos)

II Encontro estadual de blogueiros e ativistas digitais de SP

PROGRAMAÇÃO

 
II ENCONTRO ESTADUAL DE BLOGUEIROS E ATIVISTAS DIGITAIS DE SP*





TEMA: A COMUNICAÇÃO COMO DIREITO HUMANO

 

24/04 – ABERTURA

18:30h – Credenciamento

19h – Mesa de abertura

  • Altamiro Borges – Presidente do Centro de Estudos de Mídia Alternativa Barão de Itararé
  • Aparecido Araujo – Comissão Nacional de Blogueiros e Ativistas Digitais
  • Izabel Heitor – Comissão organizadora do 2BlogProgSP
  • Emiliano José – Secretário de Serviços de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações
  • Simão Pedro – Secretário Municipal de Serviços da Prefeitura de SP

Leia mais »
Média: 3 (6 votos)

Blogueiros à Dilma: por que a senhora apanha calada da grande mídia?


Jornal GGN - Profissionais da chamada blogosfera progressista foram recebidos pela presidente Dilma Rousseff (PT) na tarde desta sexta-feira (26), no Palácio da Alvorada, para uma entrevista coletiva que foi transmitida ao vivo na internet. Em meio a perguntas sobre saúde, segurança, economia, infraestrutura e política, Dilma pôde esclarecer projetos encampados ou abandonados (caso do trem bala) durante seu mandato, além de corrigir falas que, segundo ela, foram distorcidas por veículos da grande mídia. Aproveitando o gancho, coube a Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania, perguntar à presidente por que, ciente da situação corriqueira, ela preferiu apanhar calada da imprensa durante quase quatro anos - esboçando, somente agora, em ano eleitoral, alguma reação.

Para embasar a questão, Guimarães e outros blogueiros citaram, antes, a manipulação de informações pelos grandes grupos de comunicação, que vai desde a Petrobras até o recente discurso da presidente na ONU. Muitos jornais manchetaram que Dilma é a favor de “negociar com terroristas”. A petista não justificou a postura passiva que teve nos últimos anos, mas concordou que construir um contraponto em defesa do próprio governo é algo que precisa ser perseguido mais incisivamente num possível segundo mandato.

“O que nós vemos é que, no Brasil, tem uma forma de fazer oposição que tem que ser denunciada, que é a forma do quanto pior [for o desempenho do atual governo], melhor [para esta oposição]. Tem uma parte da imprensa que faz oposição, mas a oposição [dos partidos políticos] também faz. Essa história da imprensa fazer oposição não é monopólio do Brasil. Acontece em várias partes do mundo. O que é verdade é que a situação agora é mais difícil. Por isso, cheguei à conclusão de que, na minha campanha [à reeleição], a verdade vai vencer a mentira. Eu tenho tentado [fazer esse contraponto à oposição], e agradeço a quem me ajuda. É um debate que terá de ser feito no segundo mandato”, comentou Dilma.

Leia mais »

Média: 4.3 (20 votos)

Carta aberta a Aécio Neves, por Paulo Nogueira

Jornal GGN - Jornalista e fundador do Diário do Centro do Mundo, Paulo Nogueira publicou nesta segunda (8) uma carta aberta a Aécio Neves (PSDB). O senador e candidato a presidente move na Justiça uma nova ação por calúnia e difamação contra 66 blogueiros ou ativistas online. Na carta, Nogueira questiona o conceito de liberdade de expressão e imprensa livre de Aécio. Ele defende que o DCM pratica jornalismo independente, e sugere que a falta de controle sobre o portal deve desagradar o tucano. Aécio afirma que há uma rede orquestrada para difamá-lo na internet. 

Abaixo, o artigo na íntegra.

Carta aberta a Aécio Neves

Por Paulo Nogueira, no Diário do Centro do Mundo

Caro Aécio: qual é seu conceito de liberdade de expressão?

Pergunto isso porque fui surpreendido com uma notificação judicial sua. Soube depois que outros 65 internautas tiveram a mesma surpresa desagradável.

Leia mais »

Média: 4.9 (21 votos)

A caça aos blogueiros, por Paulo Moreira Leite

Sugerido por El Cid

Da Istoé

 
Quem impede o debate sobre a democratização dos meios de comunicação força o jogo na sombra de verbas públicas
 
Paulo Moreira Leite
 
Vamos falar da substância das coisas. A caçada a blogueiros simpáticos às conquistas criadas no país depois da posse de Lula, em 2003, iniciada com a investigação sobre um suposto “bunker” do PT na prefeitura de Guarulhos, deve ser visto como aquilo que é.
 
Uma tentativa autoritária de silenciar vozes que divergem do monopólio político da mídia.
 
Sei que essa frase parece panfleto esquerdista mas não é.
 
Num país onde 141 milhões de eleitores foram transformados em reserva de mercado de uma midia monopolizada pelo pensamento conservador,  a internet tornou-se um espaço de resistência de uma sociedadde contraditória e diversificada. Todo mundo – direita, esquerda, centro, nada, tudo, xixi, cocô – está ali.  
 
Vamos combinar. Hipocrisia demais não funciona. Truculência também não. 

Leia mais »

Média: 4.6 (20 votos)

Lula responde a O Globo: "Dou entrevista para quem eu quiser"

Jornal GGN – Na manhã desta sexta (16), durante o Encontro Entre Blogueiros e Ativistas Digitais, em São Paulo, o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), respondeu à investida de O Globo contra blogueiros que participaram de uma entrevista exclusiva com ele no início de abril.

Lula disse que ficou muito “chateado” com a ação do jornal, que abordou todos os jornalistas para saber por que eles foram convidados para a coletiva de imprensa que não contou com participação de nenhum veículo de comunicação tradicional. Para o petista, a imprensa ficou "indignada" com sua postura.

“Fiquei muito chateado com a violência com que alguns setores de comunicação trataram a entrevista que dei aos blogueiros. Sobretudo, a procura posterior com perguntas ofensivas, quase que indignados. ‘Por que o Lula deu entrevista para aquela tal de Conceição’? É porque eu não tenho nenhum cargo público e me dou o direito de dar entrevistas para quem eu quero e na hora que eu quero", disparou o ex-presidente.

Na fala, Lula se refere à repórter Conceição Lemes, do blog Viomundo. A jornalista, também abordada pela equipe de O Globo, compôs a mesa de debate com Lula ao lado de Ênio Barroso. O ex-presidente discursou por volta de uma hora, na presença do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e do candidato do PT ao governo do Estado, Alexandre Padilha, entre outras lideranças.

Leia mais »

Média: 4.6 (27 votos)

Conceição Lemes e as perguntas do O Globo aos blogueiros

Sugerido por Nilva de Souza

Do Viomundo

Resposta em público a O Globo

por Conceição Lemes

Nessa segunda-feira 13, uma repórter de O Globo enviou-nos um e-mail:

“Estou fazendo uma matéria sobre a entrevista que o ex-presidente Lula concedeu a blogueiros na semana passada. Gostaria de conversar contigo por telefone”.

Pedi que enviasse as perguntas por e-mail. Hoje, às 12h27 elas foram encaminhadas:

Nada contra a repórter. Embora não a conheça, respeito-a profissionalmente como colega.

Já a empresa para a qual trabalha, não merece a nossa consideração.

Com essas perguntas aos blogueiros, O Globo parece estar com saudades da ditadura, quando apresentava como verdadeira a versão dos órgãos de repressão. Exemplo disso foi a da prisão, tortura e assassinato de Raul Amaro Nin Ferreira, em 1971, no Rio de Janeiro.

Com essas perguntas, O Globo parece querer promover uma caça aos blogueiros progressistas. Um macartismo à brasileira.

O marcartismo, como todos sabem, consistiu num movimento que vigorou nos EUA do final da década de 1940 até meados da década de 1950. Caracterizou-se por intensa patrulha anticomunista, perseguição política e dersrespeito aos direitos civis. Leia mais »

Média: 5 (11 votos)

Filho de Jango concederá entrevista para blogueiros

Sugerido por Marcelo de Sousa Nascimento

Do Centro de Estudos Barão de Itararé

Filho de Jango concede entrevista a blogueiros e mídias alternativas

No mês em que o golpe militar de 1964 completa 50 anos, o filho do ex-presidente Jango, João Vicente Goulart, participa de entrevista coletiva exclusiva a blogueiros e veículos da mídia alternativa. A atividade acontece nesta quinta-feira (10), às 11h, na sede do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé.

Em pauta, o cinquentenário do golpe que impôs os anos de chumbo da ditadura militar no país – período marcado por implacável supressão de direitos civis e brutal repressão política; as importantes reformas de base, um dos temas favoritos do então presidente Jango e que despertou a ira das elites brasileiras; além da reconstituição da história política e da biografia pessoal de Jango. João Vicente tem atuado em todas estas frentes e, em especial, na apuração das reais causas da morte do pai, quando exilado na Argentina.

Leia mais »

Média: 4.4 (7 votos)

O Globo e Folha distorcem fala de Lula sobre defesa da Petrobras

Jornal GGN – Os sites da Folha de S. Paulo e O Globo distorceram, na tarde dessa terça-feira (8), a fala do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a respeito da CPI da Petrobras sugerida pela oposição para investigar, prioritariamente, a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. Em nota à imprensa, a assessoria de Lula disponibilizou o áudio da entrevista concedida a blogueiros pela manhã, alertando que ambos os veículos “alteraram a declaração do ex-presidente sobre o assunto, atribuindo a ele algo que não foi dito”.

Em sua homepage, a Folha manchetou “PT precisa ‘ir pra cima’ contra CPI da Petrobras, defende Lula”, e O Globo, por sua vez, cravou: "Lula pede reação de seu partido contra instalação da CPI: 'O PT tem que ir para cima”. O áudio da entrevista de Lula comprova que, na verdade, o petista avalia que o governo Dilma deve defender a estatal com “unhas e dentes”, e não se furtar do debate político incitado pela oposição, seja ele qual for. Lula, inclusive, disse que se houver abertura de CPI, que seja com foco na Petrobras – defendeu, portanto, o modelo de investigação proposto pelo PSDB e aliados.

“Mais uma vez os interesses políticos estão fazendo com que, em época de eleição, a oposição que não tem bandeira, não tem programa e não tem voto, levante uma CPI. Eu nem acho que por conta de uma CPI você tem que fazer outra”, disse Lula em alusão à estratégia governista de tentar emplacar uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar assuntos que respigam em gestões do PSB e PSDB, como o cartel dos trens paulistas.

Leia mais »

Média: 5 (10 votos)