Revista GGN

Assine

CBF

MP espanhol quer garantias de que MP brasileiro vai investigar a CBF, por Luis Nassif

Para transferir para o Ministério Público brasileiro o inquérito de Ricardo Teixeira, o Ministério Público espanhol exige garantias reais de que as investigações não serão abandonadas.

A informação é de Jamil Chade, correspondente do Estadão em Genebra, e primeiro jornalista a levantar o tema, em entrevista ao Jornal GGN Não se sabe de que maneira o MPF brasileiro poderá dar essa garantia. E ela é fundamental porque, depois de transferido o inquérito, o MP espanhol não poderá requere-lo de volta.

Ricardo Teixeira foi denunciado juntamente com o presidente do Barcelona Sandro Rossel, por esquema criminosa envolvendo a Seleção Brasileira de futebol e a venda de direitos da Copa Brasil.

Leia mais »

Média: 4.4 (9 votos)

Decisão judicial determina que MST deixe fazenda de Ricardo Teixeira

mst_teixeira_-_midia_ninja.jpg
 
Foto: Mídia Ninja
 
Jornal GGN - Um pedido de liminar dos advogados do ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol, (CBF), Ricardo Teixeira, foi acolhida pela Justiça e pede a reintegração de posse da Fazenda Santa Rosa, ocupada por militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).
 
A ocupação da propriedade de Teixeira foi realizada na manhã de ontem (25) e faz parte da jornada de mobilizações do MST, que também ocupou fazendas ligadas a Blairo Maggi, Michel Temer, Henrique Eduardo Alves e Eike Batista.
 
A decisão judicial determina o prazo de três horas, a partir da notificação, para a saída dos manifestantes, e autoriza o uso de força policial caso a ordem seja descumprida.

Leia mais »

Média: 1.8 (5 votos)

Teixeira criou organização criminosa, diz pedido de prisão enviado ao Brasil

 
ricardo_teixeira_-_jose_cruz_abr_1.jpg
 
Foto: José Cruz/Agência Brasil
 
Jornal GGN - Enviada pela Espanha, o ponto principal da ordem de prisão de Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF é a acusação de que ele formou uma organização criminosa para desviar milhões de euros da seleção brasileira de futebol e da CBF. 
 
De acordo com o correspondente Jamil Chade, do Estadão, as autoridades brasileiras vão solicitar mais detalhes sobre o processo e propor que ele seja transferido totalmente para o Brasil, para que o cartola seja julgado pela Justiça brasileira. 
 
A acusação em Madri afirma que Teixeira teria sido a pessoa mais importante na formação da organização criminosa e também seu principal beneficiário. Com isso, o ex-presidente da CBF pode ser acusado formalmente por lavagem de dinheiro pelos procuradores brasileiros. 

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

O cartola, por Vladimir Aras

do blog do Vlad

O cartola

por Vladimir Aras


Ricardo Teixeira é oficialmente procurado pela Justiça espanhola pra responder por crimes que teria praticado no exterior.

Havendo ou não tratados, brasileiros natos não podem ser extraditados, por expressa proibição constitucional.

Países que se recusam a extraditar seus cidadãos devem cumprir a regra "aut dedere aut iudicare", isto é, extradite ou julgue.

Teixeira será mais um brasileiro acusado de crime no exterior a enfrentar uma investigação ou processo penal na jurisdição brasileira.

Já que a via da extradição está interditada, o Ministério Público Federal negociará com as autoridades judiciais e do Ministério Público da Espanha a transferência do procedimento penal ao Brasil, com base no tratado de assistência penal entre os dois países e no princípio da reciprocidade.

Leia mais »

Média: 1 (2 votos)

O cartola, por Vladimir Aras

Foto: Fotos Públicas

Por Vladimir Aras

Do Blog do Vlad

Ricardo Teixeira é oficialmente procurado pela Justiça espanhola pra responder por crimes que teria praticado no exterior.

Havendo ou não tratados, brasileiros natos não podem ser extraditados, por expressa proibição constitucional.

Países que se recusam a extraditar seus cidadãos devem cumprir a regra "aut dedere aut iudicare", isto é, extradite ou julgue.

Teixeira será mais um brasileiro acusado de crime no exterior a enfrentar uma investigação ou processo penal na jurisdição brasileira. Leia mais »

Média: 1.7 (6 votos)

PGR recebe comunicação oficial do pedido de prisão de Ricardo Teixeira

ricardo_teixeira_-_jose_cruz_abr_0.jpg
 
Foto: José Cruz/Agência Brasil
 
Jornal GGN - Nesta quarta-feira (19), a Procuradoria-Geral da República recebeu um comunicado oficial das autoridades da Espanha a respeito do pedido de prisão do ex-presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Ricardo Teixeira. O cartola também teve ordem de prisão emitida nos EUA em 2015. 
 
No país europeu, Teixeira é acusado de lavar dinheiro de comissões ilícitas obtidas com a venda de amistosos de seleção brasileira de futebol. As autoridades espanholas afirmam que ele montou uma organização criminosa com Sandro Rossel, ex-presidente do Barcelona que está preso há quase dois meses. 
 
Já nos Estados Unidos, o ex-presidente da CBF é acusado de fraude, lavagem de dinheiro e de recebimento de propina para beneficiar empresas de marketing esportivo, dentro do ‘caso Fifa’.

Leia mais »

Média: 5 (6 votos)

Justiça espanhola emite ordem de prisão contra Ricardo Teixeira

Foto: Agência Brasil
 
 
 
Segundo o site espanhol Cronica Global, a justiça da Espanha emitiu ordem internacional de busca e captura contra o ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira.
 
O motivo seria a participação do cartola brasileiro no esquema montado por Sandro Rosell, ex-presidente do Barcelona, para desviar milhões de dólares em jogos amistosos da seleção. A ordem teria partido da juíza Carmen Lamela, da Audiência Nacional.
 
“(Ricardo) Teixeira obteve, de forma indireta, mediante a um emaranhado societário que se nutria da renda do acordo da ISE para a Uptrend, grande parte dos 8,3 milhões de euros que a ISE transferiu para a Uptrend pela suposta intermediação desta última”, afirmou Lamela.
Média: 5 (3 votos)

Ricardo Teixeira nega recebimento de propina e diz que não há lugar mais seguro que o Brasil

ricardo_teixeira_-_jose_cruz_abr.jpg
 
Foto: José Cruz/Agência Brasil
 
Jornal GGN - Ricardo Teixeira, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), réu nos Estados Unidos e investigado na Espanha, afirmou que não há lugar mais seguro do que o Brasil.
 
“Vou fugir de quê, se aqui não sou acusado de nada? Você sabe que tudo que me acusam no exterior não é crime no Brasil. Não estou dizendo se fiz ou não”, afirmou o cartola, em entrevista para a Folha de S. Paulo.
 
O Relatório Garcia, divulgada nesta semana pela Fifa, levanta a suspeita de que Teixeira recebeu propina para ajudar o Qatar a ser escolhido como sede da Copa do Mundo de 2022. 
 
O FBI e as autoridades espanholas também acusam o ex-presidente da CBF de receber propina, neste caso na venda de direitos da seleção brasileira e de torneios no Brasil e em outros países. 

Leia mais »

Média: 1 (4 votos)

Marin admite acordo de delação com FBI, por Wanderley Nogueira

Foto: AP

Jornal GGN - Envolvido com esquema de corrupção na Fifa e acusado de receber propina para negociar direitos de TV, o ex-presidente da CBF José Maria Marin admite a possibilidade de fechar um acordo de delação premiada com as autoridades dos Estados Unidos, desde que começou a ventilar na imprensa que Roberto Teixeira também estaria de olho nos benefícios da cooperação. Além de Marin, Teixeira teria sido incitado a confirmar o nome de cartolas que teriam ajudado a enviar dinheiro ilícito para o exterior. As informações são de Wanderley Nogueira, em seu blog no site da Jovem Pan.

Leia mais »

Média: 5 (5 votos)

CBF pode ser multada pela Fifa por gritos homofóbicos

 
Jornal GGN - A Federação Internacional de Futebol (Fifa) poderá multar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em razão de gritos homofóbicos de seus torcedores. No dia 6 de setembro, durante o jogo entre Brasil em Colômbia pelas eliminatórias da Copa da Rússia, muitos espectadores na Arena da Amazônia, em Manaus, gritavam "bicha" quando goleiro colombiano cobrava os tiras de meta. 
 
De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a Fifa confirmou que irá abrir um processo disciplinar, baseado em informações de seus observadores, sobre o comportamento dos torcedores durante a partida. O Comitê Disciplinar da Fifa irá analisar os dados e depois vai decidir se punirá a CBF.
 
Os gritos homofóbicos tem provocado diversas multas da Fifa contra federações desde o começo desde ano. Argentina, Peru, Chile e Uruguai já foram multados e advertidos, e o México também foi punido por esta razão.

Leia mais »

Média: 4.8 (8 votos)

Dunga é demitido e Tite ainda não decidiu se assume seleção

 
Jornal GGN - Nesta terça-feira (14), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou a demissão do técnico Dunga, que já era esperada após a derrota para o Peru e a desclassificação da seleção brasileira ainda na primeira fase da Copa América. Também estão de saída Gilmar Rinaldi, que atuava como coordenador de Seleções, e toda a equipe de Dunga, que estava no cargo desde 2014 e já havia sido técnico da equipe entre 2006 e 2010, durante a Copa do Mundo na África do Sul.
 
Tite, comandante da equipe do Corinthians, foi convidado pela CBF para assumir o cargo e participou de uma reunião de três horas com os cartolas da confederação na noite de ontem, sem ainda anunciar sua decisão. Os dirigentes corintianos tentam evitar a saída do técnico gaúcho, que venceu dois campeonatos brasileiros, uma Copa Libertadores e um Mundial pelo clube paulista. Segundo jornais, a CBF esperava que já fecharia com Tite na noite de ontem. Ontem, o jornalista Juca Kfouri lembrou que o técnico do Corinthians assinou um manifesto no final do ano passado que pedia pela renúncia de Marco Polo Del Nero, presidente da CBF. 

Leia mais »

Sem votos

Brasil e Haiti são eliminados da Copa América

Jornal GGN - Domingo, Brasil e Haiti ocuparam os dois últimos lugares de seus grupos e foram eliminados da Copa América. Semana passada, os dois times se enfrentaram em partida realizada nos Estados Unidos. Doze anos atrás, a seleção brasileira de Ronaldo, Ronaldinho e Roberto Carlos também jogou contra o Haiti em partida amistosa na capital do país, o evento é chamado de Jogo da Paz. O Jornal GGN relembra que, dois meses antes do Jogo da Paz, inicou-se a missão MINUSTAH: o Exército Brasileiro passa a ocupar o país.

O MINUSTAH é uma missão do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas e está programado para encerrar em outubro desse ano. O novo comandante-geral do MINUSTAH, Ajaz Porto Pinheiro, disse à BBC Brasil que será o último a partir. De acordo com o Wikipedia, a missão tem o objetivo de desarmar grupos guerrilheiros, fornecer alimentos e fazer a segurança durante eleições presidenciais, entre outros.

Leia mais »

Média: 2.3 (3 votos)

Membro do Bom Senso deixa Grupo de Trabalho da CBF

Do jeito que as coisas vão caminhando, teremos uma “reforminha”, ao invés de uma reformulação
 
 
Jornal GGN - O membro do Bom Senso Futebol Clube e autor do documento "Um Calendário de Bom Senso para o Futebol Brasileiro", Luis Felipe Chateaubriand decidiu, na última quarta-feira (13), deixar o Grupo de Trabalho sobre o Calendário da CBF. 
 
Na nota de despedida Chateaubriand declarou ser "lamentável" ver a maioria do grupo rejeitar a proposta do Campeonato Brasileiro ser um campeonato anual, a adequação do calendário local ao calendário europeu, e que todos os clubes brasileiros tenham ocupação por, pelo menos, nove meses. 
 
A partir dessas três medidas, explica Chateaubriand, o campeonato do Brasileirão "que reúne todos os pré-requisitos para ser o mais importante do futebol de todas as Américas", se tornaria a principal competição do calendário.
 
Já a adequação do calendário nacional ao europeu reduziria os conflitos de datas entre competições de clubes e seleções, reduzindo os "nocivos efeitos das janelas de transferência de jogadores". E a obrigatoriedade de todos os clubes atuarem por nove meses, no mínimo, ajudaria centenas de times Brasil afora que, por conta do calendário atual, ficam mais de seis meses sem participar de jogos.
 
Sem votos

A corrupção na família do deputado que abraçou o Pixuleco

Jornal GGN – O deputado que na segunda-feira (4) exibia um boneco do “Pixuleco” na audiência da comissão do impeachment da Câmara é uma figura conhecida na CBF. Marcelo Aro chefia a Diretoria de Ética e Transparência da instituição.

Ele tem família influente na Federação Mineira de Futebol (FMF). O avô foi presidente da entidade na época da ditadura militar. Depois dele, o pai e o tio também ocuparam o mesmo cargo.

Os parentes também já estiveram envolvidos em escândalos de corrupção. Eles foram afastados da FMF depois de acusação de formação de quadrilha, falsificação de documentos e apropriação indébita. O tio chegou a confessar a prática de nepotismo e sonegação de impostos.

Leia mais »

Média: 4.7 (12 votos)

Torcidas organizadas usam arquibancadas para protestar contra CBF e Globo

“Rede Globo, o Corinthians não é seu quintal”

 

Jornal GGN - As torcidas de futebol não podem ser analisadas de forma parcial. Os grupos organizados trazem dados mais complexos que devem ser analisados a luz de mais fatos, é o que explica a matéria à seguir, da coluna de Peu Araújo, no Vice Sports.

Nos últimos jogos, por exemplo, sugiram faixas de protestos mostrando um aumento de politização desses grupos. No domingo passado (14), no clássico entre Corinthians e São Paulo, a torcida da Gaviões da Fiel levantou nas arquibancadas faixas com os dizeres “CBF, FPF a vergonha do futebol”, “Ingresso mais barato”, “Futebol refém da Rede Globo” e “Quem vai punir o ladrão de merendas?”.

Alguns dias antes, durante jogo do Campeonato Paulista na partida do Corinthians contra o Capivariano, que aconteceu no dia 11, a torcida corintiana mandou: “Rede Globo, o Corinthians não é seu quintal” e “Cadê a$ conta$ do e$tádio”, também no meio da arquibancada, e foi repreendida pela Polícia Militar.

A revolução virá das arquibancadas

Por Peu Araújo, do Vice Sports


Se você já foi a um estádio de futebol, provavelmente já presenciou o barulho e a energia agressiva das torcidas organizadas. Se você se informa sobre as arquibancadas pelos jornalões convencionais já se acostumou a criminalizá-las.

Uma coisa que precisa ficar clara para entender os parágrafos a seguir: as torcidas são muito mais complexas do que esse maniqueísmo. Não, não é só um bando de bandidos reunidos e também não é um bonde dos bonzinhos. “Se você vier aqui atrás de briga, você vai encontrar meia dúzia de cabeça de bagre que tá atrás da mesma coisa, mas a torcida é muito mais do que isso”, explica Wildner Rocha, o Pulguinha, ex-presidente da torcida e liderança histórica dos Gaviões.
Leia mais »

Média: 4.3 (12 votos)