Revista GGN

Assine

Douglas Kirchner

Conselho do MP atende pedido de advogados de Lula e dá acesso a provas

 
Jornal GGN - Nesta terça-feira (21), o Plenário do Conselho Nacional do Ministério Público confirmou decisão liminar do próprio órgão e atendeu um pedido dos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concedendo acesso as provas já documentadas da investigação que apura suposto tráfico de influência em benefício da Odebrecht, conduzida pela Procuradoria da República no Distrito Federal.
 
Na mesma decisão, o Conselheiro Leonardo Carvalho julgou improcedente pedido de abertura de processo administrativo contra o procurador Douglas Kirchner. Os advogados de Lula queriam que o CNMP apurasse se Kirchner vazou informações das investigações da revista Época. O Conselho alegou que o "vazamento de informação sigilosa já está sendo apurado".
 
Por meio de nota, a defesa de Lula criticou os veículos das Organizações Globo, como o G1, que havia publicado que o Conselho do MP tinha se recusado a abrir o procedimento requerido pelos advogados. 
 
Em março, o CNMP votou pela demissão do procurador Douglas Kirchner, acusado de agredir a mulher e mantê-la em cárcere privado, em Rondônia.

Leia mais »

Média: 4.5 (8 votos)

Procurador que representou contra Lula será demitido

A maioria do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) votou pela demissão do procurador Douglas Kirchner, acusado de ter agredido a esposa e a mantido em cárcere privado.

O que chama atenção na matéria não é o julgamento em si. Com as evidências levantadas contra ele, dificilmente Douglas escaparia.

Chamam atenção outros fatos.

Primeiro, a informação de que Douglas estava em estágio probatório. Segundo, o fato de, depois de cometido o crime, ter sido transferido de Rondônia para o centro político do país. Terceiro, a facilidade com que um procurador inexperiente, desequilibrado – como se viu – pode provocar uma crise política. Basta uma parceria com um veículo de mídia para provocar um fato político contra um ex-presidente da República (!).

O uso abusivo das prerrogativas, sem nenhuma espécie de controle interno, ainda vai custar caro ao MPF.

Da Folha Leia mais »

Média: 4.5 (35 votos)

Acusado de agredir a mulher, procurador não é exonerado do Ministério Público

Jornal GGN - Em sessãoi extraordinária, o Conselho Superior do Ministério Público Federal decidiu que não há motivos para a exoneração do procurador da República Douglas Kirchner, acusado de agredir a mulher física e psicologicamente. Kirchner investiga o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em caso de tráfico de influência relacionado ao BNDES.

A acusação contra o procurador diz que ele consentiu e participou de castigos praticados contra Tamires Souza Alexandre, quando os dois eram membros de uma igreja em Porto Velho (RO). Relatora do caso, a conselheira Ela Wiecko votou pelo afastamento do procurador, apontando "frágil estabilidade psicólogica". Já o conselheiro Carlos Frederico afirma que Kirchner foi transformado em vilão, alegando que ele foi vítima de lavagem cerebral. Leia mais abaixo:

Do Estadão

 
A maioria dos integrantes do Conselho Superior do Ministério Público Federal decidiu, em sessão extraordinária convocada para esta segunda-feira, 14, não haver motivos para exonerar o procurador da República Douglas Kirchner, que investiga o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso de tráfico de influência envolvendo o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O conselho analisou se Kirchner deveria continuar no estágio probatório, que termina em maio, ou se deveria ser afastado do cargo após a suspeita de praticar agressão física e psicológica contra a mulher dele, Tamires Souza Alexandre. A acusação é que ele consentiu e participou dos castigos praticados contra ela, quando ambos eram membros de uma igreja evangélica chamada Hadar, em Porto Velho (RO). Leia mais »

Imagens

Média: 2.3 (15 votos)

Deputada pede suspensão de procurador acusado de agredir ex-esposa

Do site de Margarida Salomão

Margarida Salomão se reúne com bancada feminina contra procurador que agrediu ex-esposa

Foi entregue pela deputada Margarida Salomão (PT-MG), durante reunião da bancada feminina do Partido dos Trabalhadores realizada nessa quarta-feira (2), uma moção a fim de recolher assinaturas pedindo ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) a suspensão do procurador Douglas Ivanowski Kirchner. Kirchner é acusado de agredir, física e psicologicamente, a ex-mulher no ano de 2014
 
Segundo o documento, Kirchner era, na época, procurador-chefe da Procuradoria do Estado de Rondônia, surrou a mulher a golpes de cinto e socos no rosto, confinando-a em cárcere privado e privando-a de comida e sono, além de expô-la a situações constrangedoras na igreja em que participavam. Após as denúncias, o corregedor nacional do Ministério Público, Alessandro Assad, instaurou procedimento por “incontinência pública e escandalosa que compromete, por sua habitualidade, a dignidade da instituição do Ministério Público”.

Leia mais »

Imagens

Média: 4.8 (9 votos)

Lula pede explicações ao CNMP sobre vazamentos para Época

Advogados consideram que procurador violou limites da Constituição e querem saber quem foi o responsável pelo vazamento
 
Lula durante comemoração dos 36 anos do PT
 
Lula durante comemoração dos 36 anos do PT
 
Jornal GGN - Nesta terça (1), os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolaram, junto ao Conselho Nacional do Ministério Público, um pedido de explicação sobre as ações do procurador Douglas Kirchner. A defesa de Lula alega que Kirchner violou os limites impostos pela Constituição e a legislação infraconstitucional.
 
Ainda de acordo com os advogados, o procurador negou acesso aos documentos do procedimento de investigação, mas vazou cópias destes documentos para a revista Época, apesar do procedimento estar sob sigilo. A defesa de Lula pede, além de acesso aos autos do processo, uma investigação sobre o responsável pelo vazamento para a revista.
 
A Bem da Verdade
 
De acordo com a colunista Monica Bergamo, da Folha de S. Paulo, os advogados do ex-presidente lançarão um site que terá todas as ações movidas por Lula contra jornalistas ou personalidades. Chamado A Bem da Verdade, o site também trará todas as respostas jurídicas às investigações que estão sendo feitas contra o ex-presidente.
 
Do Instituto Lula
 
 
Advogados consideram que houve violação da privacidade do ex-presidente
 
Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolaram junto ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), nesta terça-feira (1), um pedido de explicação a respeito das ações do procurador Douglas Ivanowksi Kirchner, do 5º Ofício de Combate á Corrupção em Brasília - DF. Segundo os advogados do ex-presidente Lula,  procurador violou os limites impostos pela Constituição Federal e a legislação infraconstitucional. 

Leia mais »

Imagens

Média: 5 (12 votos)

A história do Procurador Douglas Kirchner

Jornal GGN - Antes de se tornar personagem nacional, atuando em parceria com a revista Época em casos envolvendo o ex-presidente Lula, o procurador Douglas Kirchner foi aprovado em um concurso em 2012 e alocado no Ministério Público Federal de Rondônia.

Lá envolveu-se em problemas religiosos-amorosos. 

O procurador é fiel de uma seita em Porto Velho, a Igreja Evangélica Hadar, acusada de explorar crianças e adolescentes, obrigando os menores a vender sanduiches em vias públicas, de madrugada, a realizar serviços de faxina no templo.  Em agosto de 2014 a seita foi denunciada à DEPCA (Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente) (http://migre.me/t3ORW). Leia mais »

Imagens

Média: 4.4 (48 votos)