Revista GGN

Assine

inovação

Querem distribuição de renda? É preciso Estado, indústria e inovação, por Luiz Roque Miranda Cardia

do Portal Disparada

Querem distribuição de renda? É preciso Estado, indústria e inovação.

Luiz Roque Miranda Cardia

A esquerda tem uma obsessão: a distribuição de renda. É uma obsessão justa, afinal de contas expressa o valor fundante do conceito de esquerda ainda na Revolução Francesa: a justiça social. Como se sabe, o real lema revolucionário burguês deveria ser Liberdade, Igualdade e Propriedade. A fraternidade servia apenas como retórica para unificar os pobres aos burgueses, que lutavam efetivamente pela liberdade de empresa, igualdade jurídica e defesa da propriedade. Dessa forma, a Assembleia Nacional Francesa se dividiu, ficando à esquerda do púlpito do orador os jacobinos que lutavam ferrenhamente pela justiça social. À direita ficavam os girondinos, defensores do direito dos ricos de ficarem mais ricos. No centro ficava o pântano, como era conhecido à época, o setor oportunista que apoiava o governo de plantão (é o que hoje conhecemos como PMDB, ou mais recentemente “centrão”). Ora, compreendo que a expressão “ser de esquerda” não se restringe à concepção iluminista originada na Revolução Francesa e que pode assumir significados muito diversos, no entanto considero relativamente seguro dizer que essa é origem histórica do termo e que continua sendo o seu uso corrente mais comum.

Leia mais »

Média: 4.3 (10 votos)

Crise afetou investimentos em ciência, tecnologia e inovação, aponta relatório

supercomputador_foto_tomaz_silva_-abr.jpg

Supercomputador da UFRJ. Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Do IEDI

A Carta IEDI de hoje apresenta as tendências recentes das estratégias nacionais de ciência e inovação – em particular, das políticas de estímulos à inovação empresarial – dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), bem como nas principais economias emergentes, como África do Sul, Brasil, China, Índia, Indonésia e Rússia.

A análise baseia-se no relatório Science, Technology and Innovation Outlook, divulgado no final do ano passado pela OCDE. Este mesmo relatório já foi objeto de síntese da Carta IEDI n. 775, mas naquela ocasião foi dada ênfase nas projeções para os desenvolvimentos em Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) nos próximos 10-15 anos. 

De acordo com a OCDE, os investimentos empresariais, incluindo atividades de inovação, são essenciais para a reativação da dinâmica empresarial e para o crescimento da produtividade. 

Leia mais »
Média: 3.7 (3 votos)

Na China, Nicolelis recebe prêmio por seu trabalho em neurociência

nicolelis_premio_na_china.jpg

Jornal GGN - Na manhã desta sexta-feira (26), o cientista Miguel Nicolelis recebeu o prêmio Daniel E. Noble For Emerging Technologies, concedido pela IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), em Shangai, na China. Leia mais »

Média: 5 (9 votos)

Workshop reúne estudantes de desenvolvimento de foguetes

foguetes_estudantes.jpg

No workshop prático, estudantes fazem cálculos e registro de medidas, previamente ao teste estático de motor de um foguete. Foto: Arquivo de João Canalle.

Do Clube de Engenharia

 
studantes de cinco universidades, membros de diferentes grupos de foguetes, em uma conversa franca com o presidente Pedro Celestino apresentaram suas ideias, dúvidas e ambições: com dificuldades tanto nas atividades teóricas quanto práticas, falta de acesso à tecnologia e até mesmo à informação, precisavam de espaço para se reunir e desenvolver projetos. Participaram, ainda, das muitas conversas agendadas, o coordenador da Secretaria de Apoio ao Estudante de Engenharia (SAE), José Stelberto Soares; o secretário executivo Luiz Fernando Taranto; e o conselheiro Luiz Bevilacqua. O resultado foi imediato. Em pouco mais de um mês, a entrada na SAE de coletivos que desenvolvem projetos de foguetes já rendeu frutos. Em 8 e 9 de abril aconteceu, no Clube de Engenharia, o Workshop de Propulsão e Operação com a participação de 53 estudantes. Leia mais »
Média: 5 (2 votos)

Desenvolvido no Brasil, polímero orgânico absorve óleo vegetal ou mineral da água

img_3358.jpg

Jornal GGN - Totalmente desenvolvido no Brasil, um polímero é capaz de absorver óleos vegetais e minerais presentes na água, auxiliando na solução de problemas ambientais.

Chamado de Fohm.Life, a substância pode ser reutilizada e também pode ser usada como adubo orgânico e aplicado tanto em pequena quanto em larga escala, como na retirada de manchas de óleo no oceano.

Leia mais »

Média: 5 (8 votos)

Finep receberá US$ 1,5 bilhão do BID para financiar pesquisas

 
Jornal GGN - Segundo nota do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, a Financiadora de Estudos e Projeto (Finep) receberá US$ 1,5 bilhão do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o financiamento de pesquisas pelos próximos cinco anos.
 
Deste total, US$ 310 milhões serão executados neste ano. Entre os projetos que receberão recursos do BID, o Padiq (Plano de Desenvolvimento e Inovação da Indústria Química) e o Inova Mineral (voltado para o setor da mineração). 

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

Política industrial e de inovação: o avanço fugaz dos últimos anos, por Paula Quental

Nos anos Lula e Dilma, o Brasil desenvolveu políticas de inovação com potencial para começar a reduzir a distância que separa a nossa economia da de países mais avançados, como mostra estudo de Glauco Arbix. Uma promessa que se esvai com as atuais medidas de austeridade

do Brasil Debate

Política industrial e de inovação: o avanço fugaz dos últimos anos

por Paula Quental

A grave crise em que o Brasil está submerso, para a qual o atual governo só oferece como solução cortes de gastos e mais austeridade, pode enterrar a jovem política industrial com foco em inovação que começou a avançar no país a partir de 2003. Tal política, ou conjunto de políticas, tinha como objetivo reduzir a distância que separa a economia brasileira dos países desenvolvidos e das práticas industriais mais avançadas.

E é justamente em tempos de crise que investimentos em tecnologia e inovação não devem cessar, por serem ativos estratégicos que podem impulsionar e sustentar o crescimento, defende Glauco Arbix, professor Titular do Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo e pesquisador do Observatório da Inovação do Instituto de Estudos Avançados – USP.

Leia mais »

Média: 3 (2 votos)

Temer decreta o fim da Ciência no Brasil, por Janio de Freitas

Jornal GGN – O tema desta quinta-feira do colunista da Folha, Janio de Freitas, é sobre o desmonte da Ciência logo depois do desmonte da Educação por decreto. Depois de muita luta para organizar o Ministério da Ciência e Tecnologia, o governo em questão soterra o trabalho criando um ministério que junta Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, uma salada de funções que vai impedir qualquer trabalho sério.

Na segunda parte do artigo, Janio de Freitas aborda a eleição dos neopentecostais. Crivella já tem levantado a crista para a criminalização do aborto e das drogas, além da pauta LGBTT. O não avançar vai sendo substituído pelo retroceder e isso por um candidato que ganhou do Psol mas perdeu para os votos brancos e nulos.

Além disso fala da vitória do PSDB, que se não levou votos viu a ascensão de partidos coligados, que o fortalecem no discurso e nas pautas.

Leia o artigo a seguir.

Leia mais »

Média: 4.4 (19 votos)

Brasileiros desenvolvem equipamento que barateia exame da retina

Jornal GGN - Desenvolvido por três pesquisadores brasileiros, ex-alunos da USP, o Smart Retinal Camera pode diminuir o custo dos exames de retina em até dez vezes, ampliando o acesso às avaliações oftalmológicas preventivas.

Com o retinógrafo portátil, os pesquisadores venceram o primeiro lugar na seleção brasileira e irão para Berlim na final do The Falling Walls Lab, evento que reúne as melhores ideias de inovação científica.

De acordo com os desenvolvedores, o Smart Retinal Camera ainda terá de passar por exames clínicos, e eles esperam que o produto possa ser comercializado até 2018.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Evento debate inovação e competitividade em Campinas

Jornal GGN - Entre os dias 20 e 21 de outubro, a cidade de Campinas (SP) receberá a 3ª edição do InovaCampinas – Fórum Regional de Inovação e Desenvolvimento Sustentado, que abordará os desafios e as oportunidades do ecossistema regional de inovação e desenvolvimento territorial.

O evento pretende reunir startups, grandes empresas e também instituições de pesquisa para debater ações e a criação de políticas públicas voltadas para o fortalecimento da inovação, da economia e da competitividade na região.

Leia mais »

Sem votos

Fapesp oferece R$ 15 milhões para inovação em pequenas empresas

Jornal GGN - A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo está oferecendo R$ 15 milhões de apoio para pequenas empresas (com até 250 empregados) que apresentarem ideias inovadoras.

Integrante do Programa Fapesp Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (Pipe), a iniciativa apoia projetos em duas fases, uma de demonstração de viabilidade e outra de desenvolvimento de produto ou processo inovador. A primeira fase tem duração máxima de nove meses, no qual os projetos aprovados contam com até R$ 200 mil. Na segunda fase, que dura até 24 meses, o apoio é de até R$ 1 milhão.  

Leia mais »

Sem votos

Porque o Brasil deve investir em soberania energética, por Thiago Burckhart

Jornal GGN - Com o esgotamento de um modelo de produção de energia "suja", que se utiliza principalmente do petróleo e do carvão, se faz cada vez mais necessário repensar o modelo energético atual e investir em alternativas. E, para conseguir sua soberania energética, o Brasil pode se aproveitar de seu potencial para geração através de outras fontes, como solar ou eólica.

O pesquisador Thiago Burckhart, em artigo no Justificando, afirma que a geografia e o clima do Brasil permitem o desenvolvimento de tecnologias capazes de gerar energia com quase nenhum prejuízo social e ao meio ambiente. No entanto, pouco deste potencial é aproveitado, como no caso da geração solar. Para ele, uma política energética preocupada com a soberana pode posicionar o país como um Estado com grande potencial de inovação, e até mesmo exportador de tecnologias. 

Leia mais »

Média: 3.7 (3 votos)

App da Secretaria de Segurança do RJ recebe denúncias de crime

Jornal GGN - Nesta terça-feira (13), a Secretaria Estadual de Segurança do Rio de Janeiro lançou um aplicativo que permite que os moradores façam denúncias de crime e comuniquem emergências policiais. Chamado de Emergência RJ, o app vai funcionar como um canal alternativo para entrar em contato com a Central 190 da Polícia Militar.

Outro objetivo é facilitar o acesso de pessoas com deficiência de fala e de audção à central de denúncia da PM. “A gente espera atender a esse público que, porventura, tenha algum tipo de dificuldade na fala e que são aproximadamente 4,8% da população da região metropolitana”, disse Edval Novaes, subsecretário de Comando e Controle da Secretaria. Leia mais »

Sem votos

Inovação é importante para superar crise, diz vice-presidente da Fiep

Jornal GGN - Durante seminário realizado na última terça-feira (30) em Curitiba (PR), Rodrigo Martins, vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), falou sobre a importância da inovação para a superação da crise econômica. Ele também comentou sobre o papel do Instituto Senai de Inovação em Eletroquímica no esforço para a inovação. “Nossa missão é aproximar as empresas e as pesquisas da inovação. Independente da crise, a inovação é fundamental para a competitividade das empresas”.

O vice-presidente da Fiep participou da abertura do 2º Seminário Internacional de Inovação Industrial em Eletroquímica, realizado na capital paranaense, com a participação de universidades e institutos do Brasil e de países como Alemanha, Portugal, França e Canadá.

Leia mais »

Sem votos

Pesquisa aponta crescimento em investimento em P&D, mas diminuição na inovação

Jornal GGN - Neste ano, a indústria nacional deverá investir R$ 6,8  bilhões em pesquisa e desenvolvimento (P&D), um valor 4,9% maior do que no ano anterior. É esperado também um aumento nos investimentos em gestão, passando de R$ 8,5 bilhões para R$ 9 bilhões, mas também uma queda de 8,6% do investimento em inovação, de R$ 11,5 bilhões para R$ 10,5 bi. No total, há uma queda de 0,8%;.

Os dados são da Pesquisa Fiesp de Intenção de Investimento em Inovação e foi realizada entre os meses de 14 de março e 22 de abril, com mais de 1.100 empresas. Leia mais »

Média: 2.3 (3 votos)