Revista GGN

Assine

pesquisa

Pesquisa revela que empresários não são necessariamente bons gestores públicos

Foto: Getty Images
 
Jornal GGN - Assim como fez Donald Trump, um megaemporesário norte-americano na Presidência da potência, João Doria também usou sua imagem de "bom gestor" para ganhar votos e comandar a prefeitura da mais importante capital do Brasil. Mas o currículo empresarial nem sempre significa uma boa administração pública. É o que revela um estudo da London School of Economics (LSE).
 
Uma das mais renomadas universidades do Reino Unido resolveu entender se realmente há verdade na crença de que empresários são bons gestores públicos. E a resposta foi não. Dois pesquisadores da LSE decidiram levantar os dados quando Trump anunciava a intenção de se candidatar à Presidência dos EUA.
 
Um dos pesquisadores é Eduardo Mello, professor de Relações Internacionais da Fundação Getúlio Vargas, que concluiu doutorado na LSE este ano. Segundo reportagem da BBC Brasil, Mello explicou que a pesquisa, ainda que em andamento, resolveu focar em prefeitos de cidades brasileiras e já trouxe resultados:
Média: 5 (4 votos)

Temer tem a pior avaliação de governo desde FHC, aponta CNT

Enquanto isso, o ex-presidente Lula aparece com vitória larga em todos os cenários à Presidência em 2018
 

Foto-montagem: Brasil247
 
Jornal GGN - O presidente Michel Temer obteve a pior aprovação pessoal e de governo já registrada pela pesquisa CNT/MDA, desde 1998: 75,6% dos entrevistados avaliam de forma negativa a gestão do peemedebista. Outros 84,5% desaprovam o desempenho pessoal de Temer, também alcançando o recorde negativo histórico da avaliação, que é feita desde 2001.
 
Realizada entre os dis 13 e 16 de setembro, a pesquisa CNT/MDA consultou 2.002 pessoas em 137 municípios de 25 unidades federativas, de todas as cinco regiões do Brasil, e tem 95% de nível de confiança, com uma margem de erro de 2,2 pontos percentuais.
 
A pesquisa perguntou como a população enxergava a atuação de Temer na Presidência da República: a pergunta é feita desde o segundo mandato de Fernanrdo Henrique Cardoso. Até então, a ex-presidente Dilma Rousseff atingia o pior índice, de 70,9% em julho de 2015, valor superado agora por Temer, com 75,6%.
Média: 5 (2 votos)

Cresce rejeição a Moro, principalmente no Norte e Nordeste, aponta pesquisa

Foto: Lula Marques

Jornal GGN - No mês em que condenou o ex-presidente Lula no caso triplex, o juiz Sergio Moro registrou uma queda considerável em seu índice de aprovação, ao passo em que a rejeição cresceu, de acordo com pesquisa Ipsos divulgada nesta segunda (28).

Segundo o estudo, a rejeição ao magistrado cresceu 9 pontos percentuais (de 28% para 37%) entre julho e agosto. No mesmo intervalo, a aprovação a Moro recuou outros 9 pontos percentuais (de 64% para os atuais 55%). 

A rejeição teve crescimento maior nas regiões Nordeste (de 34% para 55%) e Norte (de 21% para 40%). E, pela primeira vez na série histórica, a desaprovação é maior do que a aprovação ao analisar apenas os entrevistados das classes D e E (39% de aprovação contra 47% de desaprovação), avançando 18 pontos percentuais no período.

Leia mais »

Média: 4.1 (8 votos)

Vão à luta! Desobedeçam! Saiam do tédio!, disse a juíza, por Armando Coelho Neto

Vão à luta! Desobedeçam! Saiam do tédio!, disse a juíza

por Armando Rodrigues Coelho Neto

“É o golpe da maconha intrujada, Lewandowski!”. Este é o título do texto que veiculei neste espaço em maio do ano passado, quando o golpe contra o povo brasileiro entrava em sua fase final. Nele, foi chamada a atenção para a relatividade da lei e das condenações, registrando, por exemplo, que todas as atrocidades cometidas durante o nazismo estavam de acordo com as leis vigentes. No mesmo sentido, chicotear, vender e matar negros durante a escravidão tinham amparo legal. Com igual ênfase, lembramos as mulheres cujos clitóris eram ou são mutilados ou tem suas vaginas costuradas mundo afora, casamentos precoces, trabalho escravo e infantil. Tudo dentro das leis dos países que adotam tais métodos.

Em jogo, portanto, a circunstancialidade das leis no tempo e no espaço.

Leia mais »

Média: 4.4 (15 votos)

Vácuo deixado por neoliberais favorece Bolsonaro, por Marina Lacerda

Condenação não afeta Lula; Bolsonaro cresce no espaço entre a ausência do ex-presidente e os defensores do neoliberalismo – dados das últimas pesquisas eleitorais

por Marina Lacerda

Pelo menos duas pesquisas sobre o cenário eleitoral para Presidente da República já foram feitas após a condenação de Lula pelo juiz Sérgio Moro. Apesar de terem resultados e metodologias diferentes, ambos os levantamentos apresentam algumas tendências em comum: crescimento e liderança de Lula; crescimento de Bolsonaro.

Leia mais »

Média: 2.3 (3 votos)

A guerrilha científica no Brasil, por Felipe Melo

A guerrilha científica no Brasil

por Felipe Melo

No Brasil existe uma forte cultura de superação, seja do que for. O brasileiro gosta de ver seus compatriotas superando dificuldades, que são exaustivamente garimpadas pela mídia e propagadas como exemplos de vida. São os heróis nacionais verdadeiros quase sempre de bolso vazio. Atletas pobres que conseguiram subir ao pódio apesar da infância descalça e faminta. São portadores de deficiência que insistem em exercer sua cidadania em cidades onde só gozam desse direito os donos de carros quando estão enlatados numa dessas armaduras. Quando então alguém encontra e devolve dinheiro alheio garante seu acesso à TV e ao céu, simultaneamente, afinal o maior heroísmo dos brasileiros é a honestidade.

Leia mais »

Média: 4.9 (13 votos)

Ibope: Para 79%, deputado que salvar Temer é "cúmplice de corrupção"

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN - Uma pesquisa Ibope encomendada pela Avaaz mostra que o deputado federal que rejeitar a denúncia da Procuradoria Geral da República contra Michel Temer estará cometendo "suicídio político". Isso porque 8 em cada 10 brasileiros acham que Temer deve ser investigado pelo caso JBS, e 7 em cada 10 afirmam que ficarão indignados se isso não ocorrer.
 
Outro dado alarmante para os deputados é que a maioria dos entrevistados admitem que vinculam os parlamentares dispostos a salvar Temer a casos de corrupção. Frente à afirmação “Acho que a denúncia é correta e o deputado que votar contra a abertura do processo é cúmplice da corrupção”, 79% dos entrevistados disseram que concordam com ela, 18% discordam e 3% não sabem ou não respondem. 
Média: 4.3 (6 votos)

Delatado pela JBS, Aécio vê votos de mineiros evaporar, aponta pesquisa

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN - Pesquisa feita em Belo Horizonte mostra que o apoio a Aécio Neves (PSDB) despencou desde a delação da JBS, na qual o senador mineiro aparece solicitando R$ 2 milhões da empresa de Joesley Batista, que decidiu pagar o valor em 4 malas de R$ 500 mil. A Polícia Federal suspeita que empresa de Zezé Perrella foi usada para lavar os recursos.
 
Segundo levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas, Aécio não conseguiria se eleger presidente da República e tampouco governador de Minas Gerais. 
Média: 4.8 (5 votos)

Temer tentou mudar nome de programa social de Dilma, mas deu errado

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN - Michel Temer tentou mudar o nome do programa Minha Casa, Minha Vida e até encomendou uma pesquisa qualitativa para saber o que a população acharia da iniciativa. Porém, o estudo apontou que o povo não vê necessidade em trocar o nome do projeto e encararia isso, aliás, como uma tentativa de apagar o legado de Dilma Rousseff, cujo governo foi responsável por criar a ação social.
 
A reportagem do BuzzFeed revelou, nesta terça (4), que a pesquisa qualitativa foi feita pelo Instituto Análise e finalizada em 25 de maio deste ano. O contratante foi a Secretaria de Comunicação da Presidência. O valor não foi divulgado.
Média: 5 (5 votos)

Folha derrapa entre conceitos e feitos, por Luis Felipe Miguel

Folha derrapa entre conceitos e feitos

por Luis Felipe Miguel

A Folha dá outra manchete para os surveys de seu instituto de pesquisa e observa um crescimento da "esquerda" na população brasileira. O resultado é baseado em índice criado a partir das respostas a 16 perguntas. É de esquerda, por exemplo, quem responde que a pobreza "está ligada à falta de oportunidades iguais". A resposta da direita é que a pobreza "está ligada à preguiça de pessoas que não querem trabalhar". A resposta de que a pobreza é consequência de desequilíbrios estruturais do capitalismo não é uma alternativa.

Questões sobre economia, sobre direitos e sobre valores são misturadas livremente. Foi considerado de direita quem concordou com a afirmação "quanto menos eu depender do governo, melhor será minha vida", interpretada como uma oposição aos programas sociais. Mas quem discordaria dela, sabendo que os benefícios recebidos do Estado podem a qualquer momento ser ameaçados por algum governo golpista? Melhor não depender mesmo.

Em suma, a pesquisa é um planetário dos erros metodológicos e da ingenuidade epistemológica que caracteriza grande parte dos surveys e da construção de índices, algo sobre o qual falei outro dia. Creio que seu valor como perscrutação das posições "ideológicas" (posição no eixo esquerda-direita não é "ideologia", mas essa é outra discussão) dos brasileiros tende a zero.

Leia mais »

Média: 3.9 (8 votos)

Lula lidera no 1º turno com Bolsonaro crescendo. No 2º, tem disputa com Moro

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
 
 
Jornal GGN - Apesar das investidas da Lava Jato, o ex-presidente Lula segue liderando a pesquisa de opinião feita pelo Datafolha de olho na eleição de 2018. Nas simulações de primeiro turno, o petista desponta diante de todos os concorrentes e, no segundo turno, Lula só enfrenta disputa acirrada com Marina Silva e o juiz Sergio Moro. Em meio à crise de Aécio Neves, ex-presidenciável do PSDB, Jair Bolsonaro (PSC) cresce e chega em segundo lugar. No segundo turno, a disputa é acirrada com Sergio Moro e Marina.
Média: 5 (3 votos)

Datafolha: Temer tem maior rejeição em 28 anos e 81% defendem impeachment

Foto: Lula Marques/PT
 
 
Jornal GGN - Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (24) mostra que Michel Temer bateu o recorde de rejeição aferido pelo instituto nos último 28 anos, perdendo apenas para José Sarney. Após as delações da JBS, Temer mantém apoio de apenas 7% da população. Sarney, em 1989, tinha apoio de 5%.
 
O estudo mostra que o governo Temer é rejeitado por 69% do eleitorado. Outros 23% dos entrevistados consideram a gestão "regular". 
Média: 4.7 (3 votos)

Porque Bolsonaro não tem chances em 2018, por Adriano Oliveira

Foto: Fabio pozzebom/Agência Brasil

Jornal GGN - As chances de Jair Bolsonaro sair vitorioso de uma disputa em 2018 são praticamente nulas, aponta Adriano Oliveira em artigo publicado no Poder 360, nesta sexta-feira (5). Isso porque o deputado federal e seu discurso utraconservador só se presta (e, portanto, se alimenta disso) a combater o lulismo. Nesse contexto, Bolsonaro tem de abater um grande adversário de Lula: o candidato do PSDB, que poderá vir a ser João Doria.

Só num cenário em que não exista a figura de Lula nem um postulante tucano capitalizando a onda anti-PT é que o discurso de Bolsonaro ganha repercussão. Ainda assim, é preciso considerar se ele tem potencial para atingir a maioria dos eleitores. Pesquisa feita na capital de Pernambuco ajuda a entender o perfil do eleitor e Bolsonaro: endinheirado, com ensino superior e declaramente conservador.

Leia mais »

Média: 3.7 (13 votos)

Maioria dos brasileiros acredita que Temer é corrupto, diz Datafolha

O PT volta a liderar com folga ranking dos partidos preferidos pela população: quase quatro vezes mais que o PSDB e o PMDB
 

Foto: Lula Marques - Agência PT
 
Jornal GGN - A grande maioria da população acredita que o presidente Michel Temer teve participação direta nos esquemas de corrupção da Operação Lava Jato. É o que mostra o levantamento divulgado hoje pelo Instituto Datafolha: 73% defendem isso. E a percepção é homogênea: são homens e mulheres, de todas as faixas etárias, nas cinco regiões do país, de todas as rendas e níveis de escolaridade.
 
Também a grande maioria dos ouvidos pelo Instituto não apoiam a decisão de Temer de manter na Esplanada os ministros investigados de corrupção. Chega a 82% aqueles que defendem a demissão dos ministros, e apenas 13% concordam com a medida do peemedebista de só afastar assessores que forem denunciados e só demitir auxiliares que se tornarem réus.
Média: 5 (6 votos)

Belchior, uma morte anunciada, por Jorge Hélio Chaves de Oliveira

Foto: Gustavo Pellizzon/ Rádio Verdes Mares 810

Morreu, aos 70 anos e meio, o cantor e compositor cearense Belchior, o mais complexo letrista da MPB. E o corpo do autor de “Coração selvagem” cumpre um estranho ritual de volta. Sai de Santa Cruz do Sul, no interior dos Pampas, para a Sobral de sua infância, na região norte do seu Ceará natal. Faz o caminho inverso daquele que as charqueadas empreenderam no final do século XVIII, quando um certo Pinto Martins tangeu suas últimas cabeças de gado rumo às campinas do extremo sul da então colônia portuguesa. Foram, ele e seu gado, os precursores da BR-116.

Leia mais »

Média: 4.4 (14 votos)