Revista GGN

Assine

Raquel Pitta

Doleiro que está preso diz que se sentiu ameaçado por ex-ministro de Temer

Foto: Lula Marques
 
 
Jornal GGN - O doleiro Lúcio Funaro admitiu que pagou propina em dinheiro vivo e pessoalmente ao ex-ministro do governo Temer, Geddel Vieira Lima. Segundo informações de O Globo, ele ainda disse que os contatos reiterados de Geddel com sua esposa, Raquel Pitta, foram vistos como uma ameaça e, por isso, ele vinha emitindo sinais de que não faria um acordo de delação com a Lava Jato.
 
“Que o declarante fez várias viagens em seu avião ou em voos fretados, para entregar malas de dinheiro para Geddel Vieira Lima. Que essas entregas eram feitas na sala vip do hangar Aero Star, localizada no aeroporto de Salvador, diretamente nas mãos de Geddel. Que, realmente, em duas viagens que fez, uma para Trancoso e outra para Barra de São Miguel, o declarante fez paradas rápidas em Salvador, para entregar malas ou sacolas de dinheiro para Geddel Vieira Lima”, disse Funaro.
Média: 4 (4 votos)

O conveniente vazamento do vídeo de Geddel

 
Jornal GGN - Foi apenas para expôr Geddel Vieira Lima à humilhação ou o vazamento do vídeo da audiência de custódia teve outro propósito?
 
Preso por obstrução de Justiça, Geddel chorou diante de um juiz da Lava Jato tão logo percebeu que pode ter tomado um xeque-mate.
 
Participam da audiência, na quinta (6), o magistrado Vallisney Oliveira de Souza, a defesa de Geddel e representante do Ministério Público Federal. No mesmo dia, o vídeo foi vazado à imprensa. 
 
O destaque, em muitos portais, foi o choro de Geddel quando Vallisney indeferiu o pedido da defesa para que ele fosse transferido para a prisão domiciliar, com tornozeleira, entrega de passaporte e qualquer outra medida que fosse necessária.
 
Mas o vídeo contém outra informação importante para a Lava Jato.

Leia mais »

Média: 4.2 (5 votos)