Revista GGN

Assine
imagem de Alexandre Ramos
Profissão Professor

CONTEÚDOS DO USUÁRIO

Postagens

Acidente de Fukushima e níveis inimagináveis de radiação?

Uma notícia é alarmista e, a meu ver, prejudicial.

Analisei os relatórios da agência internacional do período a que se refere a notícia. O sítio que mantém atualização constante sobre as operações de recuperação do sítio do acidente é essa:

https://www.iaea.org/newsce.../focus/fukushima/status-update Leia mais »

Sem votos

Entrevista Mano Brown

Entrevista de Mano Brown, concedida à revista Trip. O repeiro é um importante intelectual, com capacidade analítica diferenciada e capaz de representar o pensamento de parcela significativa da nação. Em certo momento da entrevista, Mano Brown expressa com clareza a ausencia de projeto de nação (nação é a palavra por ele utilizada) e como esse projeto faz falta. Nesse momento, a entrevista assume novo rumo. O entrevistador, qualquer que seja seu motivo, não dá ao entrevistado a oportunidade de aprofundar-se no tema. Outros assuntos importantes foram abordados e a leitura vale a pena. Mano Brown não é doutor e não teve educação formal mas demonstra aptidão cognitiva que a posse de diploma, per se, não confere a ninguém. À entrevista disponível no sítio:

http://revistatrip.uol.com.br/trip/entrevista-mano-brown-paginas-negras-...

================================================================================================== Leia mais »

Média: 3 (2 votos)

Manifestação do Conselho da Sociedade Brasileira de Física

Enviado por Alexandre Ramos

Manifestação do Conselho da SBF

Acontece na SBF, semana de 08 de dezembro de 2016

O Conselho da Sociedade Brasileira de Física – SBF, reunido em 25 de novembro de 2016, considera seu dever como órgão máximo da SBF manifestar-se publicamente em relação à grave situação do país, em particular nas áreas de ciência e tecnologia e de educação. A SBF é atualmente a maior sociedade científica do Brasil, com cerca de 13.000 associados entre pesquisadores, professores e estudantes de física. Ela comemora, neste ano, seu cinquentenário de criação e, ao longo de sua história, sempre agiu e se manifestou firme e construtivamente em prol do avanço da física e do desenvolvimento científico, tecnológico e educacional do país. Externamos, com esta manifestação, nossa profunda preocupação com o atual quadro político, econômico e social, e tecemos as seguintes considerações sobre pontos que julgamos críticos para o país:

Leia mais »

Média: 5 (7 votos)

Urânio: perderemos a oportunidade?

Embora publicado ainda em 2013, o artigo do Dr. Leonam dos Santos Guimarães sobre a oportunidade que o domínio da tecnologia de enriquecimento de urânio representa à nação preserva atualidade. Há no mundo, atualmente, 60 usinas nucleares em construção (http://www.nei.org/Knowledge-Center/Nuclear-Statistics/World-Statistics/Nuclear-Units-Under-Construction-Worldwide), 20 delas na China. Esse total representará a adição de aproximadamente 60.000 MWe à rede elétrica mundial. Cada reator nuclear produzindo 1.000 MWe de eletricidade demanda em torno de 27 toneladas de urânio enriquecido anualmente (http://www.world-nuclear.org/information-library/nuclear-fuel-cycle/introduction/nuclear-fuel-cycle-overview.aspx). Leia mais »

Sem votos

Fotos

Sem colaborações até o momento.

Vídeos

Sem colaborações até o momento.

Documentos

Os 70 anos do méson pi e os institutos de pesquisas do Brasil

Manifesto em defesa da ciência como elemento importante à realização de um projeto de nação. Simbólico que apareça o logo do CTI -- Renato Archer. Renato Archer, juntamente com o Alm. Álvaro Alberto foi figura central para o estabelecimento de uma política nuclear sistemática no Brasil. Isso foi iniciado pela fundação do CNPq que tinha como uma de suas metas suportar a formação de pessoal para atuar em ciência e, em particular, na área nuclear. 

Ao manifesto, disponível na página: https://www.cti.gov.br/noticias/os-70-anos-do-méson-pi-e-os-institutos-de-pesquisas-do-brasil

  Leia mais »

Áudio

Sem colaborações até o momento.