Revista GGN

Assine
imagem de Edison Brito
Profissão Profissional da Navagação Aérea
Formação Superior Engenharia

CONTEÚDOS DO USUÁRIO

Postagens

A esperança da oposição: manifestações de rua contra o governo federal.

Políticos da oposição, jornais, tvs, rádios, revistas, classe conservadora e reacionária em geral encontra-se em situação de desespero quando pensam, refletem e fazem prognósticos sobre as eleições de 2014. Não há saída dentro da normalidade: a derrota é inevitável.

Por quê? Apesar de todos os pareceres ao contrário o Brasil vai bem. A menos pessoas vivendo na miséria absoluta, há mais oportunidades de estudos, programas sociais de inclusão. Sócios dessa sociedade, que há anos esperam o país melhorar para aí então ter uma fatia do bolo da riqueza, totalmente desassistidos voltam a participar como atores de mudanças.

Quem nega estas conquistas ou não quer ver (o pior cego é este), ou incrédulo, ou ingênuo ou se escondem atrás da própria fraqueza para falar mal, pro falar simplesmente. E sentados aguardam a “bolha” estourar, como preveem articulista da mídia partidária do quanto pior melhor, para dentro de sua enorme sapiência reafirmar: eu não disse. E o país voltar à madorra.

O jornal o Globo traz na primeira página a seguinte manchete: Dilma vai bem na área social e mal na economia. Leia mais »

Sem votos

Retrospectiva 2013: “Forbes: Lula não está perto de entrar para lista de bilionários”.

Como estamos em tempos de retrospectiva, vou rememorar um fato que creio resume bem o poder de manipulação da mídia. O tal ditado de água mole em pedra dura tanto bate até que fura funciona no caso que é uma beleza. De tanto repetir uma mentira esta acaba virando uma verdade no imaginário de muitos.

Alguns creem piamente por alma conservadora, outros por falta de tempo só ficam sabendo o que a imprensa hegemônica destila através de repórteres, especialistas e articulistas chapa branca. Outros simplesmente não acreditam que jornais e a Globo possam mentir.

E outros de tão extremistas, na ingenuidade ou na maldade, chegam ao cúmulo de questionar publicações estrangeiras sobre o porquê de fulano tal não constar numa relação.

Todos já tivemos a oportunidade lermos, ouvirmos que Luís Inácio Lula da Silva é bilionário. Na sua primeira candidatura a um cargo executivo saiu a notícia de que Lula era dono da multinacional Caterpillar, fábrica de máquinas pesadas. Quem levou a sério ficou com cara de tacho. Leia mais »

Sem votos

O judiciário e a intromissão nos outros poderes da república.

“Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado democrático de direito e tem como fundamentos:

I – a soberania;

II – a cidadania;

III – a dignidade da pessoa humana;

IV – os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;

V – o pluralismo político.

Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.

Art. 2º São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário”.

O judiciário brasileiro está no momento BBB. Deslumbrado com os holofotes da mídia não consegue raciocinar com clareza sobre sua função precípua diante do estado democrático de direito. E desta forma tenta fazer às vezes de executivo. Seja municipal, estadual ou federal. Intrometendo-se diretamente nos outros poderes.

A constituição deixa isso bem claro, como se nota pelos artigos acima: isso não pode acontecer. Leia mais »

Sem votos

A AIDS e a indústria de medicamentos.

Mais um cientista lança dúvidas sobre a relação da indústria farmacêutica e as doenças persistentes na humanidade. Especificamente a AIDS, o vírus e os famosos coquetéis de remédios.

Mas antes de entrar propriamente neste assunto devemos lembrar que o capitalista almeja acima de tudo o lucro. Isto é fato, não há por que duvidar que os donos das empresas farmacêuticas façam o possível e o impossível para ver seus ganhos aumentarem. É a lógica do próprio sistema.

Debaixo de um véu de benesses e filantropismo o capitalista deste ramo sabe: se as doenças, por alguma razão deixarem de existir eles irão à falência. Lei da oferta e procura. Então por que eles combateriam de forma veemente, como alardeiam, quem os sustenta? É dar um tiro no pé.

E, assim como a indústria de tecnologia cria necessidades artificiais nos consumidores. Vendem fetiches e se dão muito bem, por que esses empresários de remédios não fariam o mesmo, certo? E usando o mesmo “modus operandi”, ou seja, propaganda. Leia mais »

Sem votos

A reserva Roosevelt, um marco de submissão.

Na sessão “Há um século” do jornal do Estado de São Paulo há um telegrama que mostra o quanto a classe dominante sempre foi submissa aos EUA.

Está escrito: “O sr. Presidente da república recebeu telegramma do sr. Theodoro Roosevelt: “Estou profundamente sensibilizado pelo vosso amável telegrama. Já matamos duas onças e varias outras peças de caça, tendo os naturalistas conseguido esplendidos especimens para suas collecções “”. O presidente à época era Hermes da Fonseca.

Doí ler esse telegrama. O primeiro pensamento é: não acredito que deixaram eles fazerem isso, é um barbaridade. Claro que é um absurdo, olhando como os olhos das pessoas do século XXI. Mas será tão absurdo assim? Proporcionalmente não será exatamente isso que a elite brasileira continua a fazer com as riquezas de nossa nação?

Pela resposta que Theodoro deu ao presidente brasileiro fica evidente que a nata da nossa sociedade não passava de lambe-botas dos americanos. E mais grave percebe-se que nossas riquezas eram dadas a preço de banana. Tal qual FHC fez com suas privatizações, Vale do Rio Doce em destaque. Leia mais »

Sem votos

A mídia e suas interpretações do resultado do ENEM 2012.

enem-2012

Título da reportagem do Estado de S. Paulo de 26 de Novembro:

“ENEM: elite pública supera rede privada”.

Alunos de escolas federais tiveram maiores notas entre os que fizeram prova em 2012; por áreas. Redação teve queda na média nacional”. Pag. A18.

“A média da geral da redação caiu… A pior queda é na rede estadual, mas a média das privadas também caiu”.

A comparação é feita por causa das cotas. Segundo Aloísio Mercadante: “Nossa preocupação são as cotas; Neste ano 25% das vagas do SISU (Sistema de Seleção Unificada das Universidades Federais) vão para alunos de escolas públicas. Esses 25% são melhores do que os das escolas privadas”. Leia mais »

Sem votos

O preconceito e a maldade no suposto erro do médico cubano.

O médico cubano teria errado e receitado uma super dosagem de dipirona para uma criança em Feira de Santana, Bahia. O profissional foi afastado. Depois de esclarecido o fato o  cubano foi reintegrado.

Os meios de comunicações deram o fato com o alarde. Sem averiguar a notícia saíram falando mal de todo um programa. Dando a entender que todo profissional cubano não presta.

E agora será que irão dar o mesmo destaque no “engano”, se desculpando com seus leitores e ouvintes? Não farão isso, amanhã é outro dia. A ética e a imparcialidade? fica pros ingênuo do faz-de-conta.

Há comparação com o julgamento do mensalão pelo STF e esse caso rocambolesco é inevitável.

Pois, assim como os juízes do STF fizeram para condenar réus do mensalão, a média Marca Porto usou do mesmo subterfúgio para desmoralizar um médico cubano,

Assim como os juízes do STF usaram de má fé para julgar os réus do processo 470, a médica Marcia Porto usou da mesma má fé para copiar a receita prescrita pelo médico cubano e postar na internet. Leia mais »

Sem votos

José Genoíno, o mártir que a direita constrói e a esquerda não quer.

Os falaciosos se apressam em afirmar: o PT quer transformar Genoíno em mártir. Precisam de um corpo para levantar bandeira do coitadinho, do injustiçado, do perseguido e com isso ganhar simpatia junto ao povo brasileiro. As eleições estão logo aí, certo?.

Errado! Só os conservadores nacionais com suas mentes decrépitas se atreveriam a imaginar que a esquerda necessita fabricar mártir. Ingenuidade dos puritanos de plantão.

Temendo o surgimento de tal figura jornalistas, mídia e STF tomam atitudes reles. Expondo o político à execração pública e ao linchamento.  Só não percebem que com este temor estão assinando uma confissão de culpa, de manipulação, de perversidade, de inescrupulosidade, de hipocrisia e de mau-caratismo. Pois, o mártir só existe porque foi martirizado.

E quem, no caso de José Genoíno, o martirizou? Respondo: STF, na figura de Joaquim Barbosa, a mídia e seus jornalistas paus-mandados. Que na hora da onça-beber-água irão se esconder. Leia mais »

Sem votos

Joaquim Barbosa e a falta de consciência, no dia da Consciência Negra.

 

A democracia sobrevive da verdade e da justiça. Quem dela se esconde tende a afundar no mar de lama da hipocrisia.

O modo como a mídia manobrou e como Supremo Tribunal Federal, na figura inefável de Joaquim Barbosa, se rendeu ao imediatismo da proposta farsante nos remete aos acontecimentos de 54 e 64. Personagens de novela globais se repetem no enredo, na fala e nos chavões. Vendem sentimentos. Choram e riem quando assim o desejam. Plantam árvores com disciplina e alienação espartana. Na ânsia e avidez do golpe e da vingança suburbana atropelam e inventam receitas do bom punir e executar. Sem a mínima cerimônia interpretam a lei monasticamente, despoticamente.

Joaquim Barbosa parece levar a sério o papel imposto pela mídia, a de super-heroi. O homem certo a nos redimir de séculos de corrupção. Então, vestindo a carapuça e somada a sua própria soberba comporta-se como o deus do destino. Leia mais »

Sem votos

E se o Palácio do Planalto fosse uma mãe à espera do filho…

goulart e expresidentes

E se o Palácio do Planalto fosse uma mãe à espera do filho…

Ela limparia toda a casa. Arrumaria o quarto do filho. Prepararia a comida que ele mais gostasse. Arrumar-se-ia toda. À espera do filho.

Falaria orgulhosa a toda vizinhança: o filho que há muito tempo se foi, vai voltar. Estaria louca de vontade de beijar e abraçar. O sufocaria de amor.  

Contaria, angustiada, os dias, as horas e minutos que faltassem para o grande momento. O reencontro com o filho.

Ansiosa aguardaria na entrada da casa. Ela e todos mais que dele gostassem. Ou se lembrassem. O coração materno estaria a ponto de arrebentar de saudades. Leia mais »

Sem votos

O jornal Estadão e o Fórum dos Leitores, revelador na essência.

jornais

De manchete em manchete a mídia vai, aos poucos, incriminando outros, que não os verdadeiros autores dos crimes de corrupção.

Na seção Fórum dos Leitores, alcunhado por mim de seção “Ódio ao PT”, o cidadão Edgard Gobbi escreveu: “Se algum país estrangeiro desejar saber como andam as coisas no Brasil- país líder da América do Sul, membro do Brics e a sexta economia mundial-, é só ler as manchetes na primeira página do Estadão de sábado (09/11/13): Contrato da Petróbras com Odebrecht é investigado, Quadrilha também agiria no IPTU, PF vê repasse de R$ 19,5 milhões do cartel de trens… Sem mais comentários”.

É alguém indignado, com toda razão, com a roubalheira e falta de caráter de certas pessoas que deveriam zelar pelo bem público. Leia mais »

Sem votos

PSDB, o partido partido e repartido.

psdb

O PSDB é um partido partido em partes desiguais. Uma nau sem timoneiro, sem capitão. Casa que ninguém se entende.

Desorientado, sem programa político, com liderança esdrúxula.

Com um amigo desses, quem precisa de inimigo? É o fogo amigo. É cuspir no próprio prato.

De pensamento resta, nos faz recordar versos de Gregório de Matos:

“A cada canto um grande conselheiro,
que nos quer governar cabana, e vinha,
não sabem governar sua cozinha,
e podem governar o mundo inteiro”.

Por que o PSDB deve voltar ao poder? “O que eu acho é que temos que ter alternância no poder. O PT está há muito tempo no poder”. Leia mais »

Sem votos

Os recentes escandâlos fazem de São Paulo o estado mais corrupto do Brasil.

Bandeiras Estados do Brasil

Aqui em São Paulo, estamos diante de mais um fato lastimável de corrupção. Aqui em São Paulo, mais uma vez as cifras são estratosféricas. Aqui em São Paulo, de forma nada surpreendente, a mídia trata eventos iguais com linhas editoriais diferentes.

Na prefeitura da capital paulistana foi desbaratada uma quadrilha de fiscais que vendiam “habite-se”, por um preço bem mais em conta, para grandes construtoras.  Com esse mecanismo a quadrilha desviou, até agora calculada, R$ 500 milhões de reais.  Os membros desfrutavam de uma vida nababesca. Vangloriavam-se do que possuíam e do modo como conseguiram. Tal é a sensação de impunidade no país. Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

O medo e a raiva que a esquerda e a direita têm dos Black Blocs.

manifestacao black

A direita tem raiva, a esquerda tem medo. Tanto um como outro está certo com seu sentimento.

A raiva da direita se resume na destruição dos bens materiais e, talvez na afronta às autoridades constituídas.  A maioria dos governantes, não importa o patamar, foi educado debaixo de o chicote militar. Aprendemos a olhá-los como mitos. Seres acima do bem e do mal. No que seria hoje o ensino fundamental tínhamos que decorar a biografia, autorizada, das personalidades. Cantar hinos. Hastear bandeiras e dobrá-las segundo o modo da caserna. Marchar. Desfilar. Não rezou era terrorista. Pobre, só existia por preguiça e indolência.  Aprendemos a nos calar. Ou no máximo cochichar. Reunião era dispersa. Desempregado, um simples vagabundo. Humilhado, sem força, perdia o respeito próprio. Era o fim. Leia mais »

Sem votos

O que Dilma e Angela Merkel sofreram foi voyeurismo, não espionagem.

dilma e angela

O que há de comum entre o Brasil e a Alemanha para “merecerem” ser espionados pelos norte-americanos?

A palavra “merecerem” está entre aspas, pois para um digníssimo professor da USP a presidenta deveria se sentir orgulhosa em vez de indignada por ter sido objeto da espreita.

Pois bem, agora se descobriu que Angla Merkel da Alemanha também foi vítima do mesmo proceder “yankee”. Fato que ocorre desde 2002. E agora como é que fica?

O Brasil não oferece perigo ao Tio Sam, em nenhum campo de atuação, e a Alemanha é unha-e-carne com eles. Então por que espioná-las?

Não encontrei uma resposta na área diplomática-econômica-cultural e de segurança. Leia mais »

Sem votos

Fotos

Sem colaborações até o momento.

Vídeos

Sem colaborações até o momento.

Documentos

Sem colaborações até o momento.

Áudio

Sem colaborações até o momento.