Revista GGN

Assine
imagem de Edison Brito
Profissão Profissional da Navagação Aérea
Formação Superior Engenharia

CONTEÚDOS DO USUÁRIO

Postagens

Movimento Nacional pela Anulação do Impeachment fez audiência com ministra Carmem Lúcia, presidente do STF.

Movimento Nacional pela Anulação do Impeachment fez audiência com ministra Cármem Lúcia, presidente do STF.
Aconteceu na manhã de quinta-feira (13), em Brasília, uma audiência de representantes do Movimento Nacional pela Anulação do Impeachment (MNAI) com a Ministra Cármen Lúcia, Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). Durante a audiência foi cobrado celeridade no julgamento dos mandados de segurança que pedem a anulação do golpe de Estado e a recondução de Dilma Rousseff ao seu cargo de Presidenta da República, eleita de forma democrática com mais de 54 milhões de votos.
Os mandados de segurança foram impetrados ainda no ano de 2016, há cerca de 10 meses, pela defesa da Presidenta Dilma e atualmente encontram-se na Procuradoria Geral da República (PGR). No dia 24 de maio foi encaminhada por Dilma uma liminar ao STF pedindo sua recondução imediata ao cargo e o julgamento dos mandados. Leia mais »

Imagens

Sem votos

Lula, condenado. E o povo, ameaçado.

O Lula foi condenado pelo Moro a 9 anos e 6 meses de prisão, 19 anos sem poder ocupar cargo público e multa de R$ 669,7 mil.
Não havia dúvida quanto a decisão do Mussolini de Curitiba. A “brincadeira” se resumia em adivinhar qual seria o tempo que pegaria e se ele seria encarcerado.
Tornar inelegível o ex-presidente, como é o caso agora, sempre foi o objetivo principal da turma dos golpistas, desde do Mensalão. Na época da ação 470 não conseguiram pegá-lo ou refugaram diante do apoio que Lula tinha da população, 80% de aprovação.
Passados 10 anos, já semi aposentado, mas não esquecido, seu nome voltou à baila. Derrubaram a Dilma e, como urubus em carniça, voaram ao seu encalço. E o desfecho é esse que vemos agora: Condenado!
Segundo inúmeros juristas, sem provas e sem delações que o implicassem em qualquer ato ilícito. Aliás, “Banestado” Moro utilizou a delação de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, como única prova para a condenação. Este sujeito já havia inocentado Lula na primeira delação e, depois de torturado, retificou e acusou-o em segunda delação. Que beleza de árbitro! Leia mais »

Imagens

Sem votos

Conforme Marco Aurélio, do STF: impeachment será anulado, por Edison Brito

Conforme Marco Aurélio, do STF: impeachment será anulado

por Edison Brito

Não foi de todo ruim a decisão do ministro Marco Aurélio de devolver o Aécio Neves ao senado. Basta olhar por um outro lado.

Primeiro. O STF acaba de dar um tapa na cara dos "coxinhas".

E não foi com luva de pelica não! foi com a de açougueiro, de aço. O juiz rebaixou-os a outra categoria, a de trouxinhas. Muitos questionam os "paneleiros", cadê vocês agora? por que não batem panela? Podem esperar sentado, essa turma só irá se manifestar novamente com a prisão do Lula.

Experimente. Dê uma de joão-sem-braço e questione o seu amigo, ou ex, que votou no Aécio, o que ele acha dessa decisão. Ou fica mudo, ou sai com a resposta chavão: sou contra todos os corruptos, roubou? tem que pagar. E dará as costas. Só o deus PATO AMARELO para salvá-los.

Leia mais »

Média: 4.4 (44 votos)

Diante das crises é que um povo cresce ou se apaga por séculos.

Diante das crises é que um povo cresce ou se apaga por séculos.

Participei domingo da manifestação pelo “Fora Temer e Diretas, Já” no largo da Batata, Pinheiros, São Paulo.

Sou, antes de tudo, um defensor da anulação do impeachment e a restituição de Dilma Rousseff ao poder. Leia mais »

Imagens

Sem votos

Aberta a temporada de caça aos dependentes químicos. Obrigado João!

O “prefake” de São Paulo João Dória e o governador Geraldo Alckmin, ambos do PSDB, inauguraram a temporada de caça aos dependentes químicos. Desde o dia 25 de maio está autorizado a internação compulsória de brasileiros que se encontrem nesta situação de penúria.

Muito bem! Eles estão de parabéns! Se mostram homens antenados com o momento de decadência que a nação vive. Leia mais »

Imagens

Sem votos

"vou sair dessa crise antes que se pensa", disse MT. Aí é que mora o perigo.

Michel Temer afirmou: "vou sair dessa crise antes que se pensa".

Aí reside o perigo. Se esta frase fosse dita por uma pessoa de caráter louvável poderíamos interpretar de maneira amigável. Mas... em se tratando de um traidor, golpista, corrupto e quadrilheiro temos que temer cada palavra.

O MT tem a chave do cofre, tem a caneta, tem o poder e exerce o poder de chefe da nação. Some-se a isso um cara de perfil inescrupuloso, comandando um bando de criminosos e que tem como missão implantar uma agenda ultra neoliberal .

Seu modus operandi já é conhecido. Vide os banquetes palacianos. A dotação de emendas parlamentares. A não cobrança da dívida de 25 bilhões do banco ITAÚ. A entrega do pré-sal aos americanos e etc.

Por ser quem é, a única maneira dele sair dessa crise rápido é distribuindo mais benesses e acelerar a aprovação do pacote de maldades contra a população. Leia mais »

Sem votos

Vamos descomemorar! 17 de abril de 2016. Um ano do golpe de estado. Uma ano de infâmia.

Dia 17 de abril de 2016 não será conhecido apenas como a data do golpe de estado mas também como o dia da infâmia.
Infâmia porque decorrido 1 ano da palhaçada proporcionada pela câmara dos deputados fica claro quem é quem nesta história toda.
Sabemos que a presidenta Dilma é uma pessoa extremamente honesta, justa e zelosa pelas coisas públicas.
Que, mesmo após meses de tortura psicológica a que foram submetidos os “delatores” pelo indigno juiz Sérgio Moro, ninguém, repito ninguém, ousou acusa-la de algo ilícito. Só citações.
Que combateu a corrupção com coragem.
Que não se curvou às chantagens de Eduardo Cunha e Michel Temer.
Que ela e a presidenta da Petrobrás Graça Foster estancaram a roubalheira na empresa.
Que deu todo o suporte disponível à PF nas investigações.
Que não censurou a imprensa.
Que não interferiu no MPF e na escolha do PGR.
Que nunca desceu ao nível de seus detratores.
Essa é a Dilma Rousseff.
Aí restou aos canalhas difamá-la. Geralmente é o que fazem os covardes diante de alguém com essa postura de vida. Leia mais »

Imagens

Sem votos

Lula será candidato à presidente nas eleições de 2018. Se eleições houver!

Lula será candidato a presidente nas eleições de 2018. Se eleições houver!
Que bom!
Porém, em vez de ficar plenamente satisfeito, fico apreensivo. Nada a ver com medo. É dó!
Dó do Lula, de sua família, de seus amigos e de nós, que acreditamos num país democrático, justo e igualitário.
Ele, sem dúvida alguma, é o favorito.
A quadrilha dos golpistas sabem deste favoritismo. E tanto sabem que em editorial de domingo último o estadão perguntou “se essa gente (que vota no Lula) não aprende” , antevendo a vitória do ex-sindicalista.
Ou seja, neste exato momento a máquina de destruição de reputações está sendo azeitada.
Vejamos, antes das eleições.
O serviçal Sérgio “Banestado” Moro tem como missão “lavajatense” inviabilizar a candidatura do mesmo. Acusando-o do que quer que seja, mesmo sem prova.
Falhando, o empregado da casa grande será posto no gelo. Ou no esgoto, se preferirem.
Aí a mídia, sabidamente golpista, cairá com todas as armas na pessoa do ex-presidente. A Globo colocará toda sua staff a trabalhar na desconstrução da imagem do Lula.
O STF, o legislativo, o judiciário, o MPF e os delegados da PF irão bater, bater, bater até não poder mais! Leia mais »

Imagens

Sem votos

Lula abraçou a bandeira errada! “Diretas, Já ” é uma falácia!

“Diretas, Já ” é uma falácia! A dificuldade para executá-la é tão grande que não há tempo hábil para tanto.
Ninguém apresentou o projeto. As manifestações jamais serão iguais a de 1984. O congresso é golpista. E os golpistas não querem eleições com o Lula apto a disputá-la.
Os que defendem essa plataforma têm certeza que não haverá eleições em 2017. Quiçá tenha em 2018!
Então, por que iludir o povo?
Querem reeditar 84, por que? Querem que apareça outro grande líder igual ao Lula? Firmar outro partido na cena política como aconteceu com o PT?
Oras bolas! Assistam “Os meninos do Brasil”. Neste momento de crise política, moral, ética, cultural e estética o filme ensina muito.
Não surgirá um novo Lula!
Não aparecerá um partido com a força e a esperança proporcionadas pelo Partido dos Trabalhadores!
Nada disso irá acontecer!
Talvez consigamos compreender essa campanha pelas Diretas à partir de análise de interesses mesquinhos. Fora isso não há explicação plausível.
Devolver o poder ao povo! Belas e inúteis palavras! São uns românticos, não são?
Bem, assim ensina a história. Leia mais »

Imagens

Média: 5 (1 voto)

Claro que não! Claro que os EUA não estão por trás do golpe, afirma o ratinho Topo Gigio.

Acreditar que os EUA ajudaram no golpe treinando o juiz Sérgio "BANESTADO" Moro, instruindo delegados e procuradores é o mesmo que achar que o homem realmente pisou na lua. Assim não dá!

Vejamos.

O Brasil, a Globo faz crer, é um país sem potencial. Com um povo ladino, indolente e doente. É febre amarela, dengue, zica e chikungunya.

Quem vai querer essa porra (como diria o ínclito senador Romero Jucá)?

Petróleo? Que nada! Desde 1964 que os EUA não dão mais a mínima para esta fonte energética. Agora é o xisto ! O óleo fóssil já era! Aliás, se eles fizerem o favor de comprarem o pre sal é porque ainda tem alguma consideração pela terra do samba e de mulheres bonitas. A quarta frota só foi recriada para proteger o atlântico sul de uma possível invasão dos...dos... perigosos esquimós. Leia mais »

Imagens

Sem votos

Classe média velhaca, ou podemos chamá-los de Zumbis letárgicos?, por Edison Brito

por Edison Brito

No filme "Guerra mundial Z" há uma cena deveras reveladora. Os heróis chegam a um laboratório de pesquisas de doenças infecto-contagiosas no País de Gales. Explicam o que querem e porque. O chefe mostra, através de um monitor, a ala onde os vírus e bactérias são estocados. E explica a dificuldade em pegá-los. O caminho está repleto de Zumbis. O protagonista, vivido por Brad Pitt, pergunta porque eles estão tão quietos. Precisam de estímulos para tirá-los do estado letárgico, diz um dos cientistas.

Bem, guardem esta passagem.

Leia mais »

Imagens

Média: 4.3 (11 votos)

O presidente do México está errado, a humilhação não tem limites.

O polêmico muro do Trump nem foi construído ainda e já barrou um “cucaracha”, o presidente do México, Enrique Peña Nieto.

Trump exige que o México pague a conta da obra. Algo em torno de 12 a 13 bilhões de dólares. Uma bagatela, convenhamos.

Donald, xará do pato, disse que se não for pra falar em dinheiro Enrique nem precisa aparecer na reunião agendada para o próximo dia 31.

O mandatário mexicano não irá. É muita humilhação, afirmou. O país merece respeito.

Esta certo o homem. É humilhação demais.

Assim não dá! Tudo tem limite, certo?

Calma valentão! Não é bem assim.

O que te doeu mais na fala “trampiana”?

Veja a lógica dessa exigência.

Os mexicanos que trabalham nos EUA enviam ao seu país de nascença US$ 24 bilhões por ano, então é justo que blá-blá-blá, blá-blá-blá…

É pela fronteira mexicana que entram as maiorias dos ilegais. Inclusive brasileiros. Não é mesmo?

Então, qual o problema de ser humilhado novamente? Agora precisa ver é se o americano tem ou não razão.

E quantos pés-na-bunda o México levou em poucos dias do novo governo? Contemos.

1- Nafta – tratado de comércio entre EUA, Canadá e México- se desfez. Leia mais »

Imagens

Sem votos

Ou derrotamos o golpe ou seremos eternos serviçais.

O maior patrimônio que um país tem é seu povo. Assim o Japão se transformou na potência que é. Valorizando sua gente. Os japoneses mostraram o caminho.

Aqui, no Brasil do golpe, ocorre o contrário. Os de cima desvalorizam seu povo.

Caso algum dia um sociólogo consiga estudar a camada de cima da sociedade uma das perguntas necessárias a se fazer é esta: O que de pior o Brasil tem? Não tenho dúvida, a elite dirá: o povo.

Não importa a forma de se falar. Podem usar diversos graus de eufemismo. Mas a conclusão será sempre essa: o povo não presta.

A classe média velhaca não cansa de refletir o desprezo à população.

São pessoas sem noção, tipo Fernando Henrique Cardoso. Este, então, um mestre em desfazer da terra aonde nasceu. Mesmo sendo ex-presidente. É uma vergonha nacional!

O traidor/golpista/canalha Michel Temer segue a mesma linha de raciocínio e desvaloriza oficialmente o brasileiro (surpresa seria se fizesse o contrário, não é mesmo?).

Retirando diversos direitos e garantias trabalhistas o traidor nada mais faz do que baratear a mão-de-obra.

O Brasil virou uma lojinha. Leia mais »

Imagens

Sem votos

O senador Paulo Bauer (PSDB, SC) escancara o medo que os golpistas têm do Lula.

O senador Paulo Bauer (PSDB, SC) apresentou um Projeto de Emenda Constitucional (PEC) que visa impedir que quem já chefiou o executivo duas vezes possa voltar a concorrer. Seria o caso do Lula.

Este é o plano “F” dos golpistas canalhas. Apelar para a constituição. “Carta Magna salve-nos de mais uma derrota humilhante”, oram os tucanos.

É “F” de fodeu! Fodeu os planos anteriores.

Fodeu o plano “A” – o diletante Moro (que digam os americanos da CIA e FBI) não conseguiu prender o Lula.

O plano “B” – os meninos da procuradoria e da pf falharam fragorosamente em incriminar o Lula.

O plano “C” – a Globo fracassou em destruir imagem do Lula.

O plano “D” – o STE não conseguiu cassar o Partido dos Trabalhadores.

O plano “E” – a receita federal não encontrou indícios de sonegação por parte do Lula.

Caramba!

Não é por nada não , mas é inacreditável como esse pessoal do PSDB tem medo do Luiz Inácio “Lula” da Silva.

Os psdbistas sabem que não ganham do Lula, de jeito nenhum.

O maior dos tucanos, Fernando Henrique Cardoso, não chega aos pés do ex-presidente. Seja em competência ou eloquência. Leia mais »

Imagens

Sem votos

O Brasil está uma suruba.

O legislativo age como executivo, o executivo como legislativo e o judiciário como se fosse os dois e, pretensiosamente, acima deles.

Se a constituinte gente fosse estaria perplexa diante deste quadro de anomalias.

Chorando, perguntaria: o que aconteceu com este país que muito prometia? Deixei tudo organizado. Escrito. Três poderes harmônicos e independentes entre si.

E o que vejo agora: estão metendo os pés pelas mãos. É triste, tem gente que não merece o que come.

Eleições organizadas. Um cidadão, um voto. Ganha que tiver a maioria.

Então chega um bando de canalhas, entreguistas e traidores e utiliza a única brecha que havia, o tal do impeachment. Mas mesmo esse dispositivo é bem claro. Tem que ter crime, tipificado, provado e sacramentado e não sobrar a mínima dúvida que a autoridade eleita cometeu banditismos.

Mas não! Os poderes se uniram em quadrilha. Deram um jeitinho. Puxa aqui, remenda ali, tapa acolá. Mistura, bate, divulga, achincalha, contrata uns loucos e pronto: saindo do forno um impedimento novinho em folha. Não tá bom, mas serve. Leia mais »

Imagens

Sem votos

Fotos

Sem colaborações até o momento.

Vídeos

Sem colaborações até o momento.

Documentos

Sem colaborações até o momento.

Áudio

Sem colaborações até o momento.