Revista GGN

Assine
imagem de Fábio de Oliveira Ribeiro
Profissão advogado
Formação universitária

Conteúdos do usuário

Postagens

As ruínas da velha injustiça colonial paulista

01 de abril de 2148. Faz 130 anos que a guerra civil finalmente havia devastado as instituições da antiga capitania hereditária que existiam sob um verniz republicano. Levei meu netinho para ver as ruínas do antigo Tribunal de Justiça que durante muito tempo havia legitimado tanto a corrupção desenfreada do Palácio dos Bandeirantes quanto a odiosa brutalidade da extinta Polícia Militar.

As ruínas eram imponentes. Uma das portas de entrada do prédio ainda estava em pé, parcialmente derretida pelo incêndio. Junto a ela uma pequena seção da parede que a sustentava apresentava marcas dos tiros de canhão que havia recebido. Aquele havia sido um dia glorioso. O dia zero do ano zero.

Os livros contam a história em detalhes. Todos os desembargadores e juízes que se recusaram a aceitar a nova ordem foram presos no edifício do antigo Tribunal. Eles foram fazer companhias aos outros detentos que estavam no edifício: coronéis da PM, políticos desonestos, fiscais da receita estadual que haviam enriquecido de maneira duvidosa, a cúpula do Ministério Público e diversos deputados estaduais. As portas e janelas do prédio foram lacradas por fora. Leia mais »

Sem votos

Vidas Paralelas: Joaquim Barbosa x Alexandre de Moraes

Joaquim Barbosa foi levado ao STF pelo presidente Lula. Ao escolher JB, Lula atendeu os requisitos da CF/88 e dois outros: a origem social de Joaquim Barbosa e a cor dele.

Hostilizado por Gilmar Mendes, JB respondeu de forma igualmente grosseira o grosseiro Ministro tucano no STF. Ele também bateu boca com outros colegas de Tribunal. Numa oportunidade JB violou as prerrogativas de um advogado e mandou que ele fosse retirado do plenário do STF. As cenas dos melhores momentos de JB ainda podem ser vistas na internet https://www.youtube.com/watch?v=Uh-jLlwjPgQ. Pouco antes de se aposentar, JB comprou um apartamento nos EUA realizando operações financeiras consideradas duvidosas http://www.conjur.com.br/2013-jul-28/ajufe-apuracao-empresa-joaquim-barbosa-eua. Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Vidas paralelas: Calígula e Michel Temer

Decidi republicar este texto, pois sire Michel Temer confirmou que é um duplo de Calígula. Em 29 de novembro de 2016 ele mandou seus soldados atacar ferozmente a manifestação pacífica da UNE e UBES contra a PEC que vai excluir o povo brasileiro do orçamento da União. Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

O poder de Lula e a impotência da imprensa

Em 02/09/2000 Luiz Gonzaga de Mello Beluzzo publicou na Folha de São Paulo o artigo “Democracia na América”. Entre outras coisas, ele disse que:

“Os partidos políticos, os governos e os fatos políticos só existem pela via dos meios de comunicação. O poder real há muito tempo migrou para os cérebros e para as mãos dos donos da informação, que se entregam ao trabalho de ‘orientação’ das massas desarvoradas. O eleitor pode mudar de partido, o espectador de canal, e tudo continua na mesma. Os amigos dos reis costumam contra-atacar, argumentando que é ridículo supor uma conspiração entre a mídia, os governos e os negócios. Têm toda razão: o pior é que não há mesmo nenhuma maquinação. São apenas consensos produzidos pelo andamento normal dos negócios.”  (citado na obra Imprensa e Poder, Luiz Gonzaga Mota - org., texto Imprensa e controle da opinião pública de  - Roberto Amaral, editora UnB, Brasília, 2002, pg. 81) Leia mais »

Sem votos

A capa da IstoÉ e a pós-morte do falecido jornalismo, por Fábio de Oliveira Ribeiro

A capa da IstoÉ e a pós-morte do falecido jornalismo

por Fábio de Oliveira Ribeiro

As reações à capa da Istoé mostrando o cidadão que teria entregado uma mala de dinheiro ao Lula oscilaram entre a seriedade, a ironia e o sarcasmo. Além de ser especialista em mosquitos do PT, o autor da denúncia contra Lula também tem capivara criminal.

Leia mais »

Média: 4.4 (13 votos)

A sexpistolsnização do Estado promovida pelo governo Temer

Então Secretário de Segurança, Michel Temer perseguiu ferozmente os punks tardios da cidade de São Paulo na década de 1980. Tratados como inimigos do Estado, os punks eram vagamente anarquistas. Isto era o suficiente para a PM tratá-los como analfabetos, vagabundos, agitadores, briguentos e vândalos.

Décadas depois, como se fosse um punk anarquista, Michel Temer assaltou o poder e instalou nos Ministérios diversos bandidos perseguidos pela Justiça. No segundo escalão milhares de vagabundos foram nomeados para ciceronear os ladrões nomeados pelo usurpador. Alguns deles são tão analfabetos que requisitam verba para despesas de viagem grafando a palavra viagem com J.

Na ONU Temer disse ter orgulho do que fez para depor Dilma Rousseff. Ele raramente desautoriza publicamente os arruaceiros que nomeou. O golpista, seus ministros bandidos e os proxenetas que hoje ocupam cargos no segundo escalão nem mesmo se importam de ser notoriamente conhecidos por agir como mafiosos. Leia mais »

Média: 4.8 (4 votos)

Michel Temer e o menino que rasgava livros

 

O filme A menina que roubava livros emocionou dezenas de milhões de pessoas ao redor do mundo.

A obra pode ser encontrada na íntegra na internet: https://www.youtube.com/watch?v=Wk9RMGAU_2A

Pois bem.

Michel Temer tem ser esforçado bastante para deixar as crianças brasileiras fora das universidades e longe dos livros.

Não só isto, apesar de ser jurista ele deliberadamente esqueceu o conteúdo da CF/88 e dos livros de Direito Constitucional que foram escritos e publicados no Brasil nas últimas décadas.

Fim de jogo.

Ninguém mais deve ler ou roubar os livros dos golpistas.

Eles devem ser apenas rasgados:

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1469687219721768&id=100000415136357

 

Sem votos

O crepúsculo do Estado dentro do Estado dentro do Estado

Há algum tempo fiz, aqui mesmo no GGN, uma reflexão sobre a imoralidade do Direito Penal do Amigo http://jornalggn.com.br/blog/fabio-de-oliveira-ribeiro/kant-e-o-direito-penal-do-amigo-no-brasil. Volto ao tema porque uma nova hipótese me ocorreu.

A brutal construção do Estado precedeu historicamente a formação do povo brasileiro. No imenso território que foi sendo conquistado palmo a palmo pelos colonos e seus descendentes ocorreu “...um processo continuado e violento de unificação política, logrado mediante um esforço deliberado de supressão de toda identidade étnica discrepante e de repressão e opressão de toda tendência virtualmente separatista.” (O povo brasileiro, Darcy Ribeiro, Companhia das Letras, 2006)

Este fenômeno explica o abismo que existe entre o Estado e o cidadão comum, entre ricos e pobres e entre políticos e eleitores. Leia mais »

Sem votos

O POVO BRASILEIRO (resenha do livro de Darcy Ribeiro)

“Conhecer a nós mesmos na história é ver a nós mesmos
como objetos; é ver a nós mesmos no modo da terceira
pessoa em vez de deliberar e agir como sujeitos e
agentes na primeira pessoa.”


Akeel Bilgrami, Introdução ao livro HUMANISMO
E CRITICA DEMOCRÁTICA (Edwar W. Said)

 

  Leia mais »

Média: 4.3 (14 votos)

Sérgio Moro, Nemo e Robur ou a tragédia do absolutismo egocêntrico, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Fábio de Oliveira Ribeiro

Mais famoso que Robur, o Capitão Nemo é protagonista de dois romances de Júlio Verne: Vinte Mil Léguas Submarinas (1870) e A Ilha Misteriosa (1874). Sobre ele há um excelente verbete em inglês na Wikipédia:

Leia mais »

Média: 4.5 (12 votos)

Os promotores paulistas vistos por um advogado, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Os promotores paulistas vistos por um advogado

por Fábio de Oliveira Ribeiro

Sou advogado há mais de duas décadas. Em razão da divulgação dos super-salários do MP de São Paulo resolvi narrar três histórias envolvendo promotores paulistas.

A primeira ocorreu em meados da década de 1990, quando eu era um jovem advogado. Eu era advogado de uma mulher carente que havia procurado o Centro de Assistência Jurídica dos Alunos da Faculdade de Osasco. Ela queria o divórcio, o marido dela se recusava a aceitar a separação do casal que havia ocorrido há vários anos. Citado, ele não produziu defesa e o juiz marcou audiência para fazermos a prova da separação de fato há mais de dois anos.

Leia mais »

Média: 4.7 (32 votos)

Sobre os Cagnazzos e Graffiacanes que vomitam injustiças no STF, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Sobre os Cagnazzos e Graffiacanes que vomitam injustiças no STF

por Fábio de Oliveira Ribeiro

A acusação de plágio que pesa sobre Alexandre de Moraes é grave. Mais grave, porém, é o silencio obsequioso dos 10 membros do STF que sentarão ao lado dele caso o Senado aprove a indicação de Michel Temer.

Os senadores encarregados de entrevistar Alexandre de Moraes são ou serão réus em processos a cargo do STF. Infelizmente, a regra do jogo permite a eles escolher e empossar os membros daquele Tribunal. Não é segredo guardado na Venezuela ou em Cuba, que o STF ora obedece as regras ora as contorna, sempre para prejudicar petistas ou para beneficiar tucanos e peemedebistas.

Leia mais »

Média: 4.5 (8 votos)

Lula, Bertold Brecht e o "outro Dr. Spock" iluminarão as penumbras do Brasil?

A disputa eleitoral de 2018 começou oficialmente no dia em que Dilma Rousseff tomou posse para cumprir o segundo mandato. Este fenômeno bizarro foi produzido porque a imprensa e o candidato derrotado não aceitaram o resultado da eleição.

O golpe de estado de 2016 interrompeu o mandato de Dilma Rousseff e consolidou o vácuo político. O vazio está sendo preenchido pelo Judiciário ao custo do esvaziamento de sua própria autoridade na medida em que persegue injustamente Lula e o PT e garante a tranqüilidade de um governo constituído predominantemente por mafiosos do PMDB e do PSDB que assaltaram a presidência para garantir a própria impunidade.

Apesar de todos os truques tecnológicos empregados pelo MPF e das artimanhas processuais de Sérgio Moro, Lula não poderá ser condenado.  A prisão do líder petista só poderá ocorrer se a inexistência de provas da materialidade do crime e a ausência de culpa forem transformadas em fundamento da condenação. Caso em que depoentes como FHC terão que responder por crime de falso testemunho.  Leia mais »

Sem votos

A terceirização causará prejuízos à economia brasileira?

Não gosto de escrever sobre um assunto importante sob a pressão da necessidade. Há algum tempo fiz uma análise do PL 4330/2004 http://jornalggn.com.br/blog/fabio-de-oliveira-ribeiro/o-pl-4330-2004-e-responsabilidade-por-acidentes-e-doencas-profissionais-dos-terceirizados . O foco da minha abordagem naquela oportunidade foi a responsabilidade do tomador dos serviços e da empresa que loca mão de obra em caso de acidente do trabalho ou doença profissional. Volto ao tema terceirização por causa das investidas do usurpador contra a CLT. Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Terceirizados, os novos semi-escravos das multinacionais

Michel Temer parece acreditar que a terceirização é a solução para todos os problemas brasileiros. Quem conhece os efeitos que a mesma produz sabe exatamente que isto é uma inverdade cuja repetição insistente só tem uma finalidade: rebaixar o padrão de vida do trabalhador brasileiro a condições equivalentes àquelas que existiam antes da promulgação da Lei Áurea.

Advogado há 27 anos, estou acostumado a atender empregados terceirizados. Eles são, em geral, os trabalhadores em situação mais vulnerável e os que mais sofrem em razão da peculiar situação a que são submetidos. Mencionarei abaixo alguns casos em que advoguei: Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Vídeos

Sem colaborações até o momento.

Documentos

Sem colaborações até o momento.

Áudio

Sem colaborações até o momento.

Comentários

22/02/2017 - 14:26

Concordo e digo mais.

Ao enfiar Alexandre de Moraes no STF #MichelTemer apenas confirmou que é um duplo de Calígula.

Afinal, o imperador romano nomeou seu cavalo Senador de Roma. Seu duplo brasileiro conseguiu enfiar no STF um jumento xucro que plagia textos de outros juristas.

 

http://jornalggn.com.br/blog/fabio-de-oliveira-ribeiro/vidas-paralelas-caligula-e-michel-temer

22/02/2017 - 14:19

Ao enfiar Alexandre de Moraes no STF #MichelTemer apenas confirmou que é um duplo de Calígula.

Afinal, o imperador romano nomeou seu cavalo Senador de Roma. Seu duplo brasileiro conseguiu enfiar no STF um jumento xucro que plagia textos de outros juristas.

 

http://jornalggn.com.br/blog/fabio-de-oliveira-ribeiro/vidas-paralelas-caligula-e-michel-temer

22/02/2017 - 13:59

Sexpistolsnização do promovida pelo usurpador já é notícia na França

http://linkis.com/www.liberation.fr/pl/VyvRJ

22/02/2017 - 10:57

O mesmo Estado que gasta dinheiro inutilmente para perseguir o inocente Lula, gasta muito mais dinheiro para garantir a impunidade de criminosos como Aécio Neves, Romero Jucá, Michel Temer, José Serra, o Angorá e outros.

Chegou a hora de destruir totalmente este Estado.

Ele não cumpre sua principal função: proporcionar educação, saúde, bem estar social, emprego, renda e segurança alimentar para a maioria da população brasileira. 

 

22/02/2017 - 10:06

Em algum momento estes filhos da puta começarão a morrer cheios de furos.

Pequena perda, direi. 

22/02/2017 - 08:46

Nenhuma novidade.

A sexpistolsnização do Estado chegou enfim ao STF:

http://linkis.com/jornalggn.com.br/blo/QEGZg

21/02/2017 - 17:00

Alexandre de Moraes no STF coroa o processo de sexpistolsnização do Estado promovida pelo governo Temer http://jornalggn.com.br/blog/fabio-de-oliveira-ribeiro/a-sexpistolsnizac...

21/02/2017 - 10:15

Se for aprovado pelo Senado, Alexandre de Moraes será o primeiro Ministro do STF a ter seu livro rasgado no Facebook:

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1458216064202217&id=100000415136357

Alexandre de Moraes não deveria ser empossado como Ministro do STF, se for não pode proferir votos, se os proferir deve sempre ser voto vencido.

21/02/2017 - 09:33

Mano, na boa...

O turbante foi introduzido na África pelos árabes.

Isto ocorreu quando da expanção do islamismo nos territórios que um dia pertenceram ao Império Romano.

Portanto, nenhum africano ou afrodescendente pode alegar que é dono da cultura do turbante. 

Além do mais, toda esta discussão é bastante estúpida.

Os negros tem sido brasileiros há séculos.

Eles não falam dialetos africanos, não tem organizações políticas e instituíções públicas autônomas distintas daquelas que unem os brasileiros de origem portuguesa e indígena.

Os negros bebem café (originário do Oriente Médio) em xícaras de porcelana (origem chinesa) e tomam guaraná (usado pelos indígenas) e se empanturram de cerveja (que foi do Egito para a Europa e de lá veio ao Brasil) e andam de carros (inventados por norte-americanos).

Se querem ser autênticos, puros, purificados, os negros devem abandonar todas as coisas que eles gostam (inclusive a feijoada). Não creio que eles possam ou queiram fazer isto.

Eu sou calvo. Se fosse cabeludo usaria tranças rastafari e, diante de questionamentos idiotas como aqueles que fazem às mulheres de turbante) mandaria qualquer filho-da-puta branco, negro ou amarelo se foder.

Somos livres para usar aquilo que gostamos.

E não temos obrigação nenhuma de gostar dos cretinos que ficam policiando os hábitos alheios.  

21/02/2017 - 08:23

Fim de jogo.

Os golpistas rasgaram a CF/88.

Portanto, resolvi rasgar os livros que eles publicaram:

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1469687219721768&id=100000415136357

20/02/2017 - 14:40

Michel Temer vende o Brasil.

Geraldo Alckmin vende o Estado de São Paulo.

Doria Jr. vende a cidade de São Paulo.

E a economia continua afundando.

Alguma dúvida sobre a incompetência destes três governantes neoliberais?

20/02/2017 - 14:07

Não cunho ideológico?

Sei....

Isto explica porque a força tarefa vai para cima de Lula com uma denúncia estapafúrdia deixando a mulher e a filha de Eduardo Cunha soltas, apesar de ambas serem co-autoras dos crimes que ele cometeu.

 

20/02/2017 - 12:58

O patriotismo norte-americano dos golpitas é comovente.

O Tio Sam certamente deve estar comovido.

Quanto ele pagou pelos serviços prestados pelo MPF e pela Justiça Federal?