Revista GGN

Assine
imagem de José Joaquim Alves

CONTEÚDOS DO USUÁRIO

Postagens

Toca o MPB4, aí! A harmonia de Temer desafia a ordem, a cultura e o progresso...

Acabo de ser interrompido, aqui na Rádio Mec, quando ia passar uma música do MPB4, e após um debate sobre a violência contra a mulher... Bem, fomos interrompidos por uma imediata palavra do presiente interino. E o que veio? Uma afirmação de que as denúncias de Sérgio Machado são levianas, e que vai se pronunciar como presidente que não pode ver sua imagem atingida, já que "nos lugares que vem sendo recebido", tem sido apoiado pelo povo... E, depois, que, como homem, vai processar o Sérgio Machado, e que sempre que for citado irá "contestar", e daí vai embora, sem contestar patavinas... Mas e aí, diria um dos jornalistas que foram ali acostumados com a presidente Dilma que sempre respondia às suas questões após seus pronunciamentos, e aí, o senhor pegou ou não um milhão e meio pro Chalita? Só dizer que o Sérgio Machado é leviano não nega o que ele afirmou. É isso? "É leviano", e acabou? Isso é o que o grande constitucionalista, péssimo orador, que não concatena lé com cré, acha que é ser "probo", "reto" ou simplesmente "macho" e (kkk) "estadista"? Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Vamos jogar o 21?

... Cartas e máscaras do ministério provisório temerário sobre a mesa da Republiqueta Brasilis...

  Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Golpe dos cupins

E porque o golpe se formaliza, após o primeiro discurso e após a primeira entrevista-solo de Temer para a Globo, é preciso evidenciar isso: o golpe se materializa, demonstra que veio para alterar a ordem social, para ser, de fato, aquilo que buscou, a princípio, ocultar: um golpe de Estado.

No discurso, Temer demonstrou toda a sua indisfarçável sanha por poder. Ao tentar repetir sua estratégia retórica de "dizer sem querer dizer" (a exemplo do discurso acidental vazado por um marqueteiro de plantão), afirmando, agora, estar disposto a fazer uma cerimônia "sóbria", e não o fazendo, confirmou seu espírito perverso e calculista, de quem escamoteia o que de fato pretende e realiza. Mas, deixou claro: sem ligar para sua ilegitimidade, veio para ficar. Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Dicas pro último debate e/ou último programa I

* Chamar Aécio de senador, acaba de vez com essa lenga-lenga de candidato, que aí todo mundo vai lembrar que ele não passa de senadorzinho, eleito desde sempre na cola do vovô Neves.

* Falar muito "A verdade" e dizer que "a verdade" dele, que ele fala tanto, não é verdade, de fato, mas birra de menino turrão que fala "não porque não" e não explica, nem responde nada. E enfatizar isso. 

* Questioná-lo sobre a Reforma Política, se ele é favor de fim de eleição para quem não recebe voto, elegendo-se na esteira dos "puxa-votos". E se ele é capaz de afirmar que não haveria distribuição de cargos entre nenhum de seus apoiadores de partidos nanicos como o PSB, se fosse eleito.

* Falar muito em mudança, e dizer que a "mudança" dele, não tem nada a ver com aquela dos protestos de junho de 2013. Que a mudança dos "tucanos" não era capaz de reunir mais do que 500 manifestantes, durante anos de "militância" do Cansei e depois do Milennium. A "mudança" dele é a daquele vídeo em que a tucanada não sabia nada da história do país, e ainda defendia a volta dos miltares. Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Uai, avaliação assim pode, assado não? Ah, é, Aé...? - A fábula dos 92%

Aécio, Aécio... Meninão, não esconda as coisas... Você passou a vida esperando a oportunidade de ser o que seu avô não foi, eleito para  presidente da República, pelo tal do "povo" que você tanto teve que aprender a dizer que gosta, mas você parece que não entende que não está mais no tempo em que Vovô Neves mexia seus pauzinhos e as coisas, às vezes, mudavam... Nem sempre pra melhor, mas quem se importa? O negócio era fazer política!...

Bem, você não aprendeu que hoje em dia é possível pesquisar as coisas na Internet? Ai, meu Deus, foi tão fácil...

Mas vamos deixar de prosa e ir ao que interessa, você tem muita coisa a aprender, a decorar, a ensaiar, a fabular... Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Fotos

Sem colaborações até o momento.

Vídeos

Sem colaborações até o momento.

Documentos

Sem colaborações até o momento.

Áudio

Sem colaborações até o momento.