Revista GGN

Assine
imagem de Marcia
Profissão Bacharela em Direito

CONTEÚDOS DO USUÁRIO

Postagens

A corajosa índia Paraguaçu


PARAGUAÇU  -  Filha do morubixaba Taparica, da nação Tupinambá da Bahia. Casou-se com o português Diogo Álvares Correia, conhecido como Caramuru – homem de fogo. Conta a lenda que Diogo naufragou na Maraquita em 1510. Como era de costume de alguns povos, ia ser devorado, e salvou-se graças a índia Paraguaçu, que intercedeu a seu favor. Embora ela estivesse prometida para o índio Gupeva, conseguiu unir-se a Caramuru e quando já tinham alguns filhos viajaram para a Europa. Chegaram em Saint Malo em julho de 1528, onde foi batizada como Catarina Alvares, em homenagem a Catharine des Ganches, mulher do capitão do navio que os levou para lá. Voltando à Bahia, o casal foi muito importante no estabelecimento de alianças entre os Tupinambá e os portugueses.

Imagens

Média: 3 (2 votos)

'Artistas e intelectuais organizam manifesto pró-Dilma

Texto assinado por Leonardo Boff e Chico Buarque convoca artistas 'a somarem forças para garantir os avanços' do governo Lu

la

 

 

 

Em apoio a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, um grupo de artistas e intelectuais liderados por Leonardo Boff, Chico Buarque, Emir Sader e Eric Nepumuceno está articulando adesões a um manifesto de apoio político à petista.

O documento será entregue à candidata na próxima segunda-feira (18), em um ato político organizado pelo grupo no Teatro Oi Casagrande, no Leblon, zona sul da capital fluminense, às 20h. Leia mais »

Sem votos

Gil apoia Dilma, mas Caetano não declara voto

Amigos de longa jornada, os  compositores Gilberto Gil e Caetano Veloso, que de vez em quando se separam ideologicamente,  têm grandes chanches de  caminharem juntos de novo no segundo turno da eleição presidencial. 

Gilberto Gil anunciou que no dia 31 de outubro votará na candidata do PT, Dilma Rousseff, segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. Caetano é mais cauteloso e pede tempo para decidir, mas antecipa que não acha “previsível que Marina (PV) apoie José Serra (PSDB)”.

Ex-ministro da Cultura do governo Lula e notável do PV, no primeiro turno Gil fez campanha para a candidata do seu partido, Marina Silva. Caetano também apoiou a senadora e chegou a dar entrevista defendendo que  as eleições fossem resolvidas no segundo turno.  "Deve haver uma sensação de que há críticas, há gente de olho, há dúvidas na sociedade”, argumentava o compositor. Leia mais »

Sem votos

É impressão minha ou estamos "frios" para a Copa?

Para animar aí vai a música-tema da Copa 2010:

Vídeos

Veja o vídeo
Sem votos

13 de junho, dia de Santo Antonio, ou, para os íntimos, Antoninho!

ALGUMAS SIMPATIAS DE SANTO ANTÔNIO

           Conhecido, carinhosamente, como Antoninho, Santo Antônio tem fama de casamenteiro. Dizem que as simpatias evocadas em seu nome dão certo. Claro que tudo isso faz parte das supertições bem características do povo brasileiro. Talvez pela mistura de raças e crenças, não sabemos, mas a posição que temos diante dessas brincadeiras, vamos chamar assim, é a grande necessidade das pessoas conseguirem uma fórmula para tudo na vida.

 1 – Quem deseja descobrir o nome do futuro companheiro deve comprar um facão e, à meia-noite do dia 12 de junho, cravá-lo numa bananeira. O líquido que escorrer da planta deve formar a letra do futuro amor. Leia mais »

Sem votos

Fotos

Pintura do artista plástico Caribé

A maravilhosa pintora da Bahia: Nide

Mais da pintura de Nilde:

A extraordinária arte do pintor iraniano IMAN MALEKI

Vídeos

CESÁRIA ÉVORA - "NEGUE"

Jaques Wagner - Animação 3D - Três irmãos de fé (Dilma, Lula

Legião Urbana - Hoje a noite não tem Luar

Falamansa - Xote da Alegria

Animadíssimo esse forró.

IMAN MALEKI - SUA OBRA PARECE RETRATO, MAS É PINTURA

Volver Carlos Gardel

Placido Domingo singing El dia que me quieras

Documentos

ARTHUR DE SALLES, O POETA BAIANO POUCO CONHECIDO.

ARTHUR DE SALLES

(1879-1952)

 

  Leia mais »

"ORAÇÃO AOS MOÇOS" - RUI BARBOSA

Senhores:      Não quis Deus que os meus cinqüenta anos de consagração ao direito viessem receber no templo do seu ensino em São Paulo o selo de uma grande bênção, associando-se hoje com a vossa admissão ao nosso sacerdócio, na solenidade imponente dos votos em que o ides esposar.
      Em verdade vos digo, jovens amigos meus, que o coincidir desta existência declinante com essas carreiras nascentes agora, o seu coincidir num ponto de interseção tão magnificamente celebrado, era mais do que eu merecia; e, negando-me a divina bondade um momento de tamanha ventura, não me negou senão o a que eu não devia ter tido a inconsciência de aspirar.
      Mas, recusando-me o privilégio de um dia tão grande, ainda me consentiu o encanto de vos falar, de conversar convosco, presente entre vós em espírito; o que é, também, estar presente em verdade.
Leia mais »

Áudio

Odara de Caetano Veloso


4:35 minutos (4.2 MB)

Geraldo Azevedo/Elba Ramalho


2:47 minutos (2.55 MB)