Revista GGN

Assine
imagem de Matê da Luz
Profissão Terapeuta
Formação Psicologia - Anhembi Morumbi

CONTEÚDOS DO USUÁRIO

Postagens

Machismo: um bom tema para o Carnaval, por Matê da Luz

Por Matê da Luz

No post anterior, sobre duas moçoilas que foram contra uma publicidade de uma grande marca de cerveja, além da rápida resposta dos leitores, o que mais chamou atenção foi o cunho dos comentários. Não tenho parâmetros neste ambiente pra dizer se foram muitos ou nem tantos assim, mas particularmente senti uma certeza triste: target de campanha ou concordância com o processo fora, o machismo existe e está à solta.

Se eu não sabia disso?

Bem, digamos que minha história de vida me apresentou a um belíssimo exemplar da espécie há uns três anos e, após um longo, denso e profundo processo, achei que este tipo de pessoa - homens com traços machistas opressores - eram a representação maior de azar ou resgate de carma que poderia existir. Mas não. Os comentários daquele post me lembraram que machismo não é somente oprimir escancarada e violentamente alguém, normalmente do sexo feminino: há um machismo nosso de cada dia que, quando contrariado, ataca acusando de feminismo nazista, feminazi pros íntimos.

Leia mais »

Média: 3 (9 votos)

A propaganda da Skol e uma vitória importante, por Matê da Luz

Presenciei hoje, arrepiada e com lágrima nos olhos, uma baita vitória: duas mulheres derrubaram a campanha pré-carnaval da Skol.

Indignadas com o "Esqueci o não em casa", completaram a campanha com "e trouxe o nunca", compartilhando uma foto com dedo em riste praquilo que consideram absurdo: uma mensagem facilitadora e sem limites dias antes do carnaval.

Pra quem não entendeu, "deixei o não em casa" significa que tudo bem, pode vir, não precisa nem perguntar - remetendo ao clima ~descontraído~ desta época do ano. Porém, contudo, todavia, esta época do ano é também a recordista nacional em casos de estupro, de abuso sexual e (vale citar) de acidentes por embriaguez. Esquecer o não em casa é, pra dizer o mínimo, irresponsável.

Leia mais »

Média: 4.2 (40 votos)

Nassif me convidou prum samba

Belo dia, sentada como que por milagre - eu não paro muito tempo sentada, quem me conhece sabe - toca o telefone: ele quer que você escreva. Ele, no caso, é o Nassif e você, no caso, sou esta aqui que vai tentar fazer um post de apresentação porque pretende que a gente se fale, se converse e, vai saber, acabe convergindo por aqui. É esta a proposta dele, o Nassif, pra mim. E é esta minha proposta pra você: copiando e colando, pretendo que a gente se fale, converse e converja por aqui sobre assuntos que permeiam o universo feminino. Independência, empreendedorismo, maternidade, trabalho, beleza, família, desenvolvimento pessoal, dinheiro e um tanto mais de tópicos que, espero, interessem tanto a você quanto à mim. Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Fotos

Sem colaborações até o momento.

Vídeos

Sem colaborações até o momento.

Documentos

Sem colaborações até o momento.

Áudio

Sem colaborações até o momento.