Revista GGN

Assine
imagem de rdmaestri

Conteúdos do usuário

Postagens

Enquanto na França a esquerda domina um espaço, o YouTube, no Brasil quem fala são os bolsomitos e olavetes!

 

As “brilhantes cabeças” da mídia alternativa, em que incluo Luis Nassif e mais outros, continuam insistindo na mídia escrita na Internet, há um espaço que está sendo ocupado pela direita e extrema direita e não há a mínima reação para mudar mais uma forma de difusão de ideias.

Claro que a maioria das pessoas que escrevem aqui no GGN provavelmente já passaram dos 50 anos e alguns ainda mais velhos do que eu, que já passei dos 60, são arredios a novas formas de divulgação de ideias corretas sem as farsas características da velha mídia. Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

BOULOS é o primeiro prisioneiro político da nova fase do golpe.

Se chamarmos de gatinho um Leão ele não se comportará como um bichano, ele rugirá e se estiver com fome nos comerá.

Não podemos chamar BOULOS nos dias atuais como se começou a chamar, sinto muito que tanto um cientista social e mais grave a presidenta deposta da presidência da república lastimavelmente façam declarações como estas:

- "é um absurdo e uma repressão aos movimentos sociais e suas lideranças. Isto faz parte deste triste momento de ataque à democracia brasileira, com um governo golpista e sem legitimidade....”

ou

"Os movimentos sociais devem ter garantidos a liberdade e os direitos sociais, claramente expressos na nossa Constituição cidadã, especialmente, o direito à livre manifestação. Prender Guilherme Boulos, quando defendia um desfecho favorável às famílias da Vila Colonial em São Paulo, evidencia um forte retrocesso.....”

Nenhum dos dois disse que o Leão era um Leão e não um gato, pois se tivessem dito isto estariam dizendo o que realmente ocorre:

BOULOS É CLARAMENTE O PRIMEIRO PRISIONEIRO POLÍTICO DA NOVA FASE DO GOLPE. Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

A corrupção ou a percepção da corrupção. Qual a diferença? Qual a verdade? (Parte I)

A corrupção ou a percepção da corrupção. Qual a diferença? Qual a verdade? (Parte I)

Na desordem mental que andamos nos últimos tempos, atribulados por uma série de fatos ou factoides que aparecem a cada dia ou até a cada hora nas notícias do dia a dia, muitas vezes, perdemos por completo o sentido das palavras ou expressões que nos chega nestes períodos.

Uma das coisas que aparecem extremamente seguido na imprensa é o grau de corrupção do Brasil, quando vamos escrever ou falar algo sobre o assunto da validade da intensidade do combate à corrupção no nosso país, vem logo, quase que como uma autocrítica nacional ou a seguinte introdução:

“Eu sou contra a corrupção, mas...”

ou para quem vai em outra direção:

“Eu sou contra a corrupção, logo...”

ou seja, implicitamente todos internalizaram a mensagem que a corrupção no nosso país é algo que é “endêmica” e fantástica, e que falando contra ou a favor ao combate da mesma temos que nos desculpar antes de falar qualquer coisa. Leia mais »

Sem votos

O MPF trabalhou para inocentar a Galvão Engenharia!, por Rogério Maestri

Voltando dois anos ao passado, o MPF trabalhou para inocentar a Galvão Engenharia!

por Rogério Maestri

Tenho um hábito que adquiri lendo várias dezenas de trabalhos que meus alunos entregavam todos os semestres, lê-los! Lia ao ponto de verificar que trabalhos executados um ou dois anos antes eram plagiados pelos alunos, recebendo os mesmos a devida pena, ZERO.

Pois lá em fevereiro de 2015, li com cuidado os documentos fornecidos pelo Ministério Público Federal de Curitiba, que se tratavam naquele momento da denúncia contra a Galvão Engenharia, o documento no qual me baseie o meu artigo em 28/02/2015, pode ser encontrado em  http://www.mpf.mp.br/pgr/copy_of_pdfs/AIA_GALVAO%20assinada.pdf/at_download/file , deixando de lado toda e enrolação que os promotores colocavam no início do sua denúncia fui exatamente no que interessa, as provas sobre o superfaturamento que resultariam em tese das propinas pagas aos diretores da Petrobras, no caso Paulo Roberto Costa.

Leia mais »

Média: 4.5 (23 votos)

A candidatura Jean-Luc Mélechon progride bem mais que a esquerda pequeno burguesa deseja.

A candidatura Jean-Luc Mélechon progride bem mais que a esquerda pequeno burguesa deseja.

Já começo o artigo com uma provocação, meio que transferindo o debate francês para nossa terra, pois a candidatura de JLM está provando uma coisa, que a esquerda pode e deve voltar a ser esquerda e ousar.

No artigo que falei sobre JLM como uma nova esquerda que nasce na França, houve críticas que considero pueris, pois falavam que não se podia definir este candidato como uma novidade, pois o mesmo é um dos mais antigos (se não for o mais antigo) dos candidatos das eleições presidenciais francesas, porém esquecem alguns que a definição de novidade não está somente na idade e na inexistência anterior do candidato na política.

Jean-Luc Mélenchon apresenta novidades programáticas em grandes agremiações que quem vive na triste realidade da política brasileira estranharia muito a existência de algumas propostas.

Primeiro, La France insumise, o nome da frente que propõe o candidato (Insoumise » rebelde), propõe uma revolução no modo e nas formas de produzir, pensando de forma ecológica e sustentável sem perder em momento nenhum o sentido social desta proposta. Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Falência do Estado se agrava a cada dia, inclusive a do sistema repressivo, por Rogério Maestri

Um ministério público e um judiciário vingativo, em parte grandes responsáveis do agravamento deste sistema punitivo, ainda não são atingidos por este flagelo, mas que não se enganem a sua hora chegará.

por Rogério Maestri

A falência do Estado está cada dia mais se agravando, inclusive a do sistema repressivo.

A irresponsabilidade dos golpistas que derrubaram o Governo Dilma agrava a falência do Estado, levando consigo até o sistema repressivo que é e sempre foi à base de sustentação da sociedade iníqua, desigual e elitista brasileira.

Todas as pessoas com mais conhecimento sabem perfeitamente que o nosso sistema de justiça, mesmo durante os governos do PT, nas suas diversas instâncias simplesmente tem servido para manter a segurança patrimonial e não a segurança das pessoas.

Temos uma polícia, um ministério público e uma justiça que dedica mais tempo e dinheiro para a garantia do patrimonialismo da oligarquia do que qualquer coisa, logo devido a isto o que se vê que no lugar de procurar ir na direção da correção dos objetivos de todo este sistema, priorizando a vida e principalmente a LIBERDADE das pessoas de todas as classes sociais, estamos indo no sentido contrário disto tudo.

Leia mais »

Média: 4.2 (5 votos)

A importância da produção de Bonecas Barbie frente à construção de sofisticados equipamentos.

A importância da produção de Bonecas Barbie frente à construção de sofisticados equipamentos.

Infelizmente não achei o meu texto que escrevi em 2006 sobre a importância da fabricação de bonecas Barbie na ultrapassagem tecnológica que países como a China e a Índia estão próximos a conseguir em áreas de alta tecnologia.

O título do artigo parece uma mera provocação, entretanto no desenvolvimento deste artigo vou mostrar a onde os chineses e indianos acertaram e onde os acadêmicos e estrategistas do primeiro mundo erraram.

Há quinze ou vinte anos toda a inteligência internacional do mundo dito desenvolvido viam países como a China ou a Índia países como meros produtores de produtos de baixo valor agregado e longe dos produtos de tecnologia de ponta. Leia mais »

Sem votos

O Iogurte azedou!

 

Duas coisas apareceram na grande imprensa e vão dar muito que falar, os massacres nos presídios e a notícia da retirada de um trilhão de crédito na economia.

As duas notícias podem parecer desconexas, mas indicam claramente uma coisa, o prazo de validade do governo Temer venceu!

Os massacres nas penitenciárias, que pelo visto continuarão e poderão as lutas entre os bandos rivais ser transferida para as ruas, é o produto da falência dos estados brasileiros, que num segredo de polichinelo fizeram a mais estúpida das escolhas de deixar os presidiários na gestão dos presídios! Leia mais »

Média: 2 (1 voto)

O Império não quer mais sócios, quer servos, por Rogério Maestri

O Império não quer mais sócios, quer servos

por Rogério Maestri

Vou ficar rouco de tanto gritar pois o que escrevi há dois anos, e foi considerada uma verdadeira teoria da conspiração, cada vez mais se aproxima da realidade. Vou mudar um pouco a redação sem mudar o sentido principal:

O Império não quer mais sócios, ele quer servos.

A maioria dos artigos de todos os economistas, políticos de esquerda dos mais diversos matizes ou comentaristas econômicos partem de uma hipótese totalmente equivocada de que o Imperialismo Internacional quer dominar o mercado interno para dele retirar lucros.

Esta hipótese esta completamente equivocada, pois o Imperialismo não quer mais sócios nem novos negócios no Terceiro Mundo, eles querem somente matéria prima e produtos primários com baixo valor agregado, e por mais absurdo que possa parecer, que o consumo destes países se reduza a níveis pré-industriais.

Leia mais »

Média: 4.8 (18 votos)

Helena Chagas não sobreviveria como vidente!

Ao ler uma tentativa de previsão do futuro feita pela jornalista Helena Chagas do grupo os Divergentes, vaticinei de imediato uma segunda previsão sobre o seu texto, que:

Helena Chagas não sobreviveria como vidente!

Para justificar o meu ponto de vista que coloquei nos comentários fiz um pequeno arrazoado sobre o infeliz vaticínio que o colocarei aqui.

Olhando o currículo da jornalista Helena Chagas vi que a mesma foi ministra-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República Federativa do Brasil de 2010 a 2014 durante o governo Dilma, isto mostra que realmente a sua capacidade de antecipação sobre fatos políticos é bem limitada.

Jornalistas que fazem a cobertura das intrigas palacianas são geralmente péssimos antecipadores de cenários, uma atividade que para o mundo empresarial global é de extrema importância e são executadas por expertos no ramo. Esta expertise geralmente é cara para se obter as informações, pois com elas permitem os que as compram de se manter meses ou até alguns anos a frente dos concorrentes. Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Qual é a verdadeira posição política de Jair Bolsonaro? Alguém sabe?, por Rogério Maestri

Qual é a verdadeira posição política de Jair Bolsonaro? Alguém sabe?

por Rogério Maestri

Muito se tem falado nos últimos anos nesta figura política que se chama Jair Bolsonaro que milita como deputado federal há décadas (1991-até a presente data=25 anos), bem menos tempo que serviu ao exército (11 anos) de forma, que já tentando localizá-lo no espectro político, podemos dizer que ele representa mais as forças conservadoras do que o próprio exército, pois sua “memória de militar” já faz parte de seu passado longínquo.

Pois bem, muito se tem falado, mas na realidade poucos falam sobre qual a verdadeira posição política deste político bem votado no Rio de Janeiro. Geralmente as críticas a este político vêm principalmente de dois deputados federais, a deputada Maria do Rosário do PT e mais recentemente do deputado Jean Wyllys do PSOL.

Leia mais »

Média: 3.9 (36 votos)

O problema é que os golpistas esqueceram que o Mundo existe, por Rogério Maestri

O problema é que os golpistas esqueceram que o Mundo existe

por Rogério Maestri

O que teremos nos próximos meses e anos é um realinhamento das forças políticas que colocarão a Rússia e a China com muito mais evidência que o arsenal nuclear russo e a grandeza da economia chinesa os confere no mundo atual.

Putin simplesmente deu um baile na titubeante diplomacia Norte Americana que é mais conduzida por paspalhos como o John Kerry que bate de frente contra diplomatas russos profissionais como Sergey Lavrov que tem uma carreira de mais de quarenta anos na diplomacia.

Se, por exemplo, o absurdo de prender mais de 110 espiões no meio de Aleppo fosse ao contrário do que ocorreu, onde desta centena 11 eram oficiais norte-americanos e outra penca de oficiais da OTAN e de Israel, fosse os Estados Unidos que tivessem feito à apreensão teriam feito um enorme espalhafato com a CNN filmando os espiões. Mas simplesmente Putin e a diplomacia russa segurou o nome da maioria, divulgou somente 11 e colocou a diplomacia ocidental aos seus pés.

Leia mais »

Média: 4.8 (20 votos)

Guetização serve como uma cunha conservadora na política, por Rogério Maestri

por Rogério Maestri

Discussões éticas e morais sobre assuntos como aborto, eutanásia, movimento de libertação das mulheres, LGBT e outras não deixam de ser importantes para qualquer sociedade civilizada, entretanto centralizar as discussões políticas nestes temas simplesmente está servindo de cunha para a entrada de programas políticos retrogradas em economia, educação, segurança alimentar, combate a miséria e mais dezenas de assuntos que devem ser resolvidos para a próxima semana. A guetização destes assuntos servem mais para isolá-los do que para resolvê-los.

Muitos setores esquerdizantes colocam toda a sua militância política em assuntos não centrais que seriam resolvidos naturalmente com a evolução da educação e da cultura na sociedade.

Mas qual o problema de centralizar o debate em questões mais éticas e morais do que problemas mais prementes de nossa sociedade?

Leia mais »

Média: 4.9 (8 votos)

A simplificação característica de um panfleto num trabalho que pretende ser científico.

 

Por mais que Márcia Tiburi seja adorada por determinados setores da esquerda, pelo seu livro “‘Como conversar com um fascista”, que pretende ser um libelo contra o fascismo, ao meu juízo, acho que as simplificações, mistificações e erros diversos são um mais um desserviço a causa antifascista do que uma contribuição.

Li também alguns artigos de Márcia Tiburi e neles vejo insistentemente os mesmos erros que servem mais para atrapalhar a luta antifascista do que auxilia-la, principalmente porque para lutarmos contra o inimigo temos que ter uma visão clara e correta do mesmo.

Para mim o pior erro da autora é confundir por completo o que chamo a Ideologia Fascista, e o Comportamento Fascista.

A Ideologia Fascista é uma ideologia política que é assente a alguns pressupostos básicos, sendo uma das últimas saídas da burguesia contra o socialismo, quando este atinge grau de mobilização que põe em risco a sociedade burguesa. Leia mais »

Média: 3 (2 votos)

Porque a terceira fase do golpe não é desejada pelos golpistas, por Rogério Maestri

Porque a terceira fase do golpe não é desejada pelos golpistas

por Rogério Maestri

O golpe dado contra o governo legitimamente eleito de Dilma Rousseff pode para muitos é desdobrado em três fase, a primeira foi a derrubada de Dilma com a posse de Temer, a segunda é a derrubada de Temer para colocar um representante mais aliado ao Imperialismo internacional e não ao fisiologismo nacional, e a terceira e última, no caso de ruptura do tecido social um golpe militar.

Porém já escrevi a bastante tempo que a terceira fase não tem a mínima simpatia do Império, pois o que pode vir desta terceira fase seria algo que varia de inconveniente a altamente inconveniente.

O comandante do exército, como já disseram outros, não é a voz do exército e muito menos das Forças Armadas em geral. Não é que estou desqualificando o pronunciamento do General .... que colocou claro que a instituição permanecerá dentro dos limites da constituição, pois esta declaração além de não vir de simpósios, assembleias ou reuniões gerais para tratar deste assunto com todo o oficialato superior, simplesmente porque as Forças Armadas não fazem simpósios, assembleias ou reuniões para tratar destes assuntos, a composição destas forças é tão heterogênea como a própria sociedade brasileira, temos pessoas mais progressistas (não diria de esquerda), temos conservadores e temos conservadores de direita.

Leia mais »

Média: 4.5 (19 votos)

Fotos

Sem colaborações até o momento.

Vídeos

Sem colaborações até o momento.

Documentos

No século XX, a Eugenia, no século XXI a Pegada Ecológica.

Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4 Leia mais »

Áudio

Sem colaborações até o momento.

Comentários

17/01/2017 - 18:55

Tem um texto claro sobre o evento e ele é intitulado diretamente:

BOULOS é o primeiro prisioneiro político da nova fase do golpe.

http://jornalggn.com.br/blog/rdmaestri/boulos-e-o-primeiro-prisioneiro-p...

17/01/2017 - 14:57

Se chamarmos de gatinho um Leão ele não se comportará como um bichano, ele rugirá e se estiver com fome nos comerá.

Não podemos chamar BOULOS nos dias atuais como se começou a chamar, sinto muito que tanto um cientista social e mais grave a presidenta deposta da presidência da república lastimavelmente façam declarações como estas:

- "é um absurdo e uma repressão aos movimentos sociais e suas lideranças. Isto faz parte deste triste momento de ataque à democracia brasileira, com um governo golpista e sem legitimidade....”

ou

"Os movimentos sociais devem ter garantidos a liberdade e os direitos sociais, claramente expressos na nossa Constituição cidadã, especialmente, o direito à livre manifestação. Prender Guilherme Boulos, quando defendia um desfecho favorável às famílias da Vila Colonial em São Paulo, evidencia um forte retrocesso.....”

Nenhum dos dois disse que o Leão era um Leão e não um gato, pois se tivessem dito isto estariam dizendo o que realmente ocorre:

BOULOS É CLARAMENTE O PRIMEIRO PRISIONEIRO POLÍTICO DA NOVA FASE DO GOLPE.

Já era previsto por muitos que uma nova fase em breve iria se inaugurar no atual GOLPE, fase da perseguição política com a truculência características de golpistas.

Temos que começar dar o nome certo as coisas, prisioneiro comum não se diferencia do prisioneiro político pela injustiça que muitas vezes atinge o primeiro e sempre atinge o segundo. Prisioneiro político não se distingue dos outros pelo crime que lhe é imputado, pois por mais truculenta que venha ser uma ditadura sempre haverá leis para punir os que são contra a ela, prisioneiro político é alguém que é preso por estar contra a um regime político estabelecido, geralmente ilegal, e não por estar contra uma lei.

Não podemos sonhar que uma ditadura seja implantada com a edição de leis que vem escrito acima, Lei ditatorial nº1, ditaduras são implantadas usando os recursos legais existentes. O que diferencia um regime democrático com somente prisioneiros ditos comuns, não são as leis, mas sim a forma com elas são usadas.

Chega de se citar os movimentos com a denominação de “MOVIMENTOS SOCIAIS”, no caso de um regime ilegítimo temos os “MOVIMENTOS DE RESISTÊNCIA” ou “MOVIMENTOS DE LUTAS” ou ainda “MOVIMENTOS DE CONTESTAÇÃO”, todos eles com as palavras “AO GOLPE” colocadas logo ao seu fim.

Infelizmente os golpistas por verem que seu caráter CLEPTOCRATA estar ficando claro, passaram para a nova fase, a do encarceramento dos PRISIONEIROS POLÍTICOS, os mais jovens que não pensem que de um dia para o outro, criando-se instantaneamente LEIS DE EXCEÇÃO e colocando-as imediatamente em rigor que se começa um REGIME DE EXCEÇÃO.

Não há uma bandeira clara que sinalize quando constitucionalidade dá origem a exceção e se houve algo semelhante foi quando a presidenta da república foi expulsa do seu cargo sem crime, após isto a constituição foi rasgada e com ajuda do JUDICIÁRIO criou-se um REGIME DE EXCEÇÃO.

A presença do USURPADOR, e todas as leis que ele assinou, todos os ministros que ele nomeou, com todos os atos correlatos estão fora da lei. E exatamente por isto que criminalizar qualquer pessoa dos MOVIMENTOS DE RESISTÊNCIA AO GOLPE, não adianta sacudir a frente de todas leis existentes, pois a ilegalidade de quem as executa é que tornam Boulos prisioneiro POLÍTICO.

Chega de mistificação, estamos esperando o que para declarar alguém como um prisioneiro político, uma lei que saia no seu cabeçalho, Lei para Crimes Políticos?

Não é porque vamos chamar um leão de gatinho que este se estiver com fome deixe de nos devorar, porque um gato é um gato, um leão é um leão e um PRISIONEIRO POLÍTICO É UM PRISIONEIRO POLÍTICO.

16/01/2017 - 21:50

Caro Mário, o título acima parece simples e uma mera provocação, porém verás que há muito em relação a isto.

Esta tua pergunta é algo característico que havia no período quando o colonialismo era forte, parou por um tempo e depois voltou com o chamado "droit d'ingerence", coloco em Francês porque por incrível que possa parecer este tal direito de ingerência é algo que foi habilmente colocado na pauta internacional por uma figura muito singular e suspeita que se chama Bernard Kouchner, este médico foi fundador de duas instituições, mas tanto a sua ação política baseada na chamada ação humanitária mostra o que há na base deste direito de ingerência.

O direito de ingerência parte do pressuposto que há pessoas mais cultas, mais bondosas e mais humanitárias que por isto tem o direito de se meter em países mais fracos do terceiro mundo para minorar as penúrias destes, ou seja, num país do terceiro mundo há alguém que é denominado "ditador" segundo a imprensa do primeiro mundo e segundo a quem manda nesta imprensa (não podemos pensar que só no Brasil tenhamos influência dos poderosos na imprensa). Pois bem, como este "ditador" é malvado e cruel com os pobres povinhos daquele país, e como o "ditador" está fazendo barbaridades com os desassistidos povos, o primeiro mundo manda uma expedição punitiva para matar ou até prender o ditador, e como eles são civilizados eles vão ajudar a implantação do regime correto, a democracia burguesa ocidental.

Bernard Kouchner inventou antes do "droit d'ingerence" os chamados "Médecins Sans Frontières" que pelas coisas que acontecem no vida fui conhecer através de um médico brasileiro que foi até o Afeganistão durante a "invasão" soviética, e ele tirava fotos sensacionais e fez uma seção de fotos sobre a sua permanência, o mais interessante foi a foto de um médico Norte-americano, que segundo este brasileiro ele achava que era militar, pois o sujeito conhecia o calibre dos obuses pelo som que eles faziam, ele ia adiantando: Vamos nos abaixar bem que começaram os tiros de X milímetros, conhecia os helicópteros russos e mais outras coisinhas, coisas que não se ensinam na escola de medicina!

Após algum tempo o pessoal que trabalhava como voluntário nos "Médecins Sans Frontières"  acharam que estavam sendo utilizados pelo Kouchner e houve uma divisão do grupo, formando-se os "Médecins du Monde" que seguem Kouchner enquanto os "Médecins Sans Frontières" procuram não se envolver na política dos países.

Cansado de fazer propaganda para si mesmo nos meios médicos Bernard passou a política coisa que ele já vinha pulando de galho em galho desde seu tempo de estudante, foi comunista, socialista, direitista (membro do governo da UMP - Nicolas Sarkozy), é expulso do PS para votar pelas gordas mãozinhas de Holande para ministro das relações exteriores do atual governo.

Pois bem, além de tudo isto, Bernard Kouchner foi interventor da ONU no Kossovo de Julho de 1999 a Janeiro de 2001 onde acobertou  Hashim Thaçi que a procuradora da ONU queria julgá-lo pelos crimes de contrabando de Heroína e Cocaína. Bernard Kouchner ajudou a vitória do Partido Democrático do Kosovo nas primeiras eleições, partido este do citado possível contrabandista que surpreendentemente virou PRESIDENTE DA REPÚBLICA em fevereiro do ano de 2016.

Veja, fiz todo este resumo histórico para contextualizar o chamado direito de um país enfiar o seu nariz nos negócios dos outros e fazer as maiores barbaridades possíveis, uma das derrotas deste princípio ocorreu exatamente na Líbia, porém voltando ao principal,

O POVO RUSSO QUE SE VIRE COM PUTIN, O RESTO É DIREITO DE INGERÊNCIA QUE CONTRARIA O BOM DIREITO INTERNACIONAL, logo não tenho nenhuma opinião do que o Putin fará com o povo russo ou que o pavo russo fará com o Putin, já são grandinhos e eles que decidam.

Segunda coisa, Mário, se quiseres bater em mim bata mais forte!

16/01/2017 - 19:50

Lula sabe muito bem dos riscos e está topando a parada, se Lula chegar no fim da campanha eleitoral, morto ou vivo, com a classe operária organizada, conscientizada de tudo o que estão querendo fazer com ela, acho que Lula fará o seu maior trabalho de sua vida.

O que vale ganhar o governo com um bando de desqualificados, fazer uma política de traição ou no mínimo de contemporização com as classes dominantes, tendo que trair a classe operária. Lula sabe perfeitamente isto, ele está adquirindo a estatura de um Getúlio Vargas, que partindo de ser um latifundiário chegou a ser um verdadeiro representante do povo. Lula já é um representante do povo, mas ele sabe que tem que ser mais do que isto, ele sabe que o que Getúlio disse no seu último discurso no Primeiro de Maio tem que se tornar verdade, ele disse: Se hoje vocês apoiam o governo amanhã vocês serão o governo.

Agora uma coisa, eu já existia em 1954 e apesar de ter um ano de idade vi uma rádio dos diários e emissores associadas a pegar fogo. Se quiserem matar Lula, não serão só os prédios que pegarão fogo, logo acho que por este lado a integridade física de Lula será garantida.

16/01/2017 - 19:35

Este é o problema, frente de esquerda somente se houvesse realmente partidos de esquerda com capacidade de ganhar votos, agora fazer ajuntamento!

16/01/2017 - 19:33

Nem vou criticar esta, mas Haddad "o bom de voto", seria sensacional.

Faria o que o fez na prefeitura de São Paulo, uma política para a esquerda que gosta de andar de bicicleta aos domingos.

16/01/2017 - 19:23

Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.

Ou seja, só há um poder e este é o do povo indiretamente ou DIRETAMENTE.

16/01/2017 - 18:42

Parece que com todo este tempo de Lava-Jato não apreendeu?

Somos limpinhos, somos limpinhos, ui!!!

 

16/01/2017 - 18:38

Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.

16/01/2017 - 18:35

Qualquer pessoa de esquerda que queira governar o Brasil, ou governa pondo toda a oposição a cabresto dos movimentos populares ou não governa. A nossa constituição diz isto:

Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.

16/01/2017 - 18:31

Quem ganhou a guerra civil espanhola?

16/01/2017 - 18:29

PSOL e Rede????? Isto são pessoas de esquerda para fazer uma frente?

BURRICE é achar que este pessoal é de esquerda. Os candidatos do PSOL  a eleição municipal em Porto Alegre e Rio de Janeiro aceitavam as terceirizações na prefeitura!

Dizer que é de esquerda é uma coisa, se comportar como esquerda é bem diferente.

16/01/2017 - 18:25

Vou fazer uma pergunta geral. Quem faz parte desta frente de esquerda?

16/01/2017 - 18:19

O momento é para enfrentamento e não frente.

16/01/2017 - 18:17

E tu achas que com uma frente de esquerda fajuta vai se conseguir isto?

Passou o tempo da frente, agora é o tempo do ENFRENTAMENTO.