Revista GGN

Assine
imagem de Ze Guimarães
Profissão Mêcanico
Formação Ensino Médio

Conteúdos do usuário

Postagens

Brasileriros no exterior: Austrália

Visando fugir das sucessivas crises econômicas que de tempos em tempos assolam o Brasil, muitos brasileiros tem buscado no exterior oportunidades de trabalho, tem se dado bem no exterior, e revelam em seus vídeos como é a vida lá fora. Hoje em dia tem brasileiros vivendo em quase todos os pontos do planeta.

Média: 5 (1 voto)

Os Miseráveis

Victor Hugo

 

Victor Hugo, foi um dos mais brilhantes escritores que a humanidade já conheceu. Ele escrevia romances sobre as questões sociais. Seu célebre Romance "Os Miseráveis ", foi um estrondoso sucesso na França, depois transformado em filme, igualmente de grande sucesso.

Aqui algumas frases dele: Leia mais »

Média: 4.5 (2 votos)

As causas do golpe

Média: 4 (3 votos)

Sociedades sem prisões: Noruega

A maravilhosa história das prisões norueguesas. Extraído do site Sociedades sem prisões
 
 
Por Ze Guimarães
 
Conto aqui, a história verídica de um país europeu, que tem as prisões mais humanas do mundo, a Noruega, e consegue recuperar 80% dos presos.
 
Para quem quiser comparar, a taxa de reincidência de prisioneiros libertados no Brasil é de 70%; nos Estados Unidos é de 60%. Na Inglaterra, é de 50% (a média europeia é de 55%). A taxa de reincidência na Noruega é de 20% (16% em uma prisão apelidada de "ilha paradisíaca" pelos jornais americanos). Falaremos desta ilha.
 
A diferença entre os países está nas teorias que sustentam seus sistemas de execução penal. Existem três teorias:
 
1) Teoria da "retribuição, vingança e retaliação", usada nos EUA, o objetivo é fazer o preso pagar pelo que fez.
 
 2) Teoria da dissuasão, que é gerar na sociedade o medo de transgredir a lei, devido à punição.Também em vigor nos EUA.
 
3) Teoria da reabilitação, reforma e correição, em que a ideia é reformar deficiências do indivíduo (não o sistema) para que ele retorne à sociedade como um membro produtivo. Em vigor na Noruega.
Média: 4.6 (11 votos)

Fotos

Sem colaborações até o momento.

Vídeos

Sem colaborações até o momento.

Documentos

Sem colaborações até o momento.

Áudio

Sem colaborações até o momento.

Comentários

27/02/2017 - 07:00

Deixa eu adivinhar...

Primeiro, seria  por que Temer é discípulo assíduo de Maquiavel ?

Por que ele se aliou ás Forças Armadas, ao contrário de Dilma que tentou peitar o exército com a Comissão da Verdade ( que não deu em nada ) ?

Será que é porque ele tem maioria quase que absoluta no congresso, ao contrário de Dilma, que tinha uma base  " aliada " que era base inimiga na verdade ?

Por que ele comprou a mídia para falar bem dele ?

Por que os tucanos não querem assumir o abacaxi antes das reformas anti povo  estarem prontas, já que estas reformas vão "  queimar " a popularidade do presidente  ( mais ainda ) ?

Por que Temer promete pra elite fazer mais reformas e cortar mais direitos dos trabalhadores ?

Por que o MT é empregado informante do Tio Sam, ele tem as costas quentes com o Império e está entregando nosso petroleo a troco de banana para eles ?

 

Tudo isto e mais um pouco.

 

27/02/2017 - 06:55

Os anos passaram... Ou seriam séculos e milênios?

A elite e sua mídia venceram a guerra... Os trabalhadores foram alijados totalmente de seus direitos. Todas as tentativas de revanche foram negadas todas as revoluções foram asfixiadas com mão de ferro.

O congreesso modificou as leis eleitorais de forma que só reaças pudessem concorrer a um cargo político. A mídia deu pulos de alegria, Sangraram as reservas de petróleo do país, venderam as terras a estrangeiros, sucatearam as empresas. O país após algumas décadas estava mais destruído que " penico de bêbado ".

desemprego foi mantido alto por décadas, o PIB continuou a cair por muitos anos até chegar ao fundo do poço, SUS destruído, Previdência antes dos 70 anos agora era só para os militares e altos funcionários públicos, criminalidade explodindo nas alturas.

Tomaram as terras dos indígenas, dos quilombolas, autorizaram a lei marcial contra quem resistisse. Tudo parecia perdido, mas...

----

Naquele momento em que tudo parecia perdido, as celebres profecias do grande Sábio Leonardo Boff ecoaram novamente e foram relembradas pelo povo:

Disse Boff:

" Quem vencerá o capital neoliberal não será o proletário, mas sim a Terra. "

--------

Ano de 2046. A quantidade de gás carbônico ultrapassa os 500 ppm ( parte por milhão ) Uma grande parte disto, foi causada pelo desmate completo da floresta Amazônica, uma vez que governos neoliberais, incentivaram " botar tudo abaixo "

A maior parte do Brasil, notadamente o sudeste e centro oeste, se tornaram desertos, sem a floresta Amazônica. Toda a umidade destas regiões eram provenientes da Amazônia, que não mais existe, pois tentaram transformá-la em pastagens, que agora são desertos.

As geleiras da Antártida começaram a derreter pra valer, e os níveis dos mares se elevam bruscamente. Em princípio se elevam apenas 10, 15 metros, mas aos poucos, com o passar dos séculos, vão se elevando até os níveis dos oceanos chegarem a 60 metros de altura.

Todas as cidades costeiras do Brasil ficam definitivamente 60 metros debaixo d'água do mar. E o pior é que o interior é coberto por desertos, então a população não tem para onde ir. A Amazônia se transforma em um braço de mar, é possível tomar banho de mar na fronteira do Brasil com o Peru, ou com a Colômbia.

A economia do Brasil já arruinada por décadas de neoliberalismo, toma mais um golpe, e não resiste, a população finalmente começa a diminuir.

----------

Com o passar dos anos, o Império anuncia que tomará posse do Brasil, como sua " colônia " . Os coxinhas deliram de felicidade, pois acham que vão se tornar " cidadãos americanos " Mas depois ficam frustrados, pois descobrem que colônia não é o mesmo que ser parte dos EUA. Colônia significa que o Império poderia entrar e sair daqui quando quisesse, para saquear petróleo, e poderia também montar bases militares sem pedir autorização pra ninguém em nosso território.

Nem a língua inglesa eles não impuseram para nós, pois isto poderia lhes custar algum gasto extra.

-------------

Os milênios passam, agora estamos no ano de 7148. O gás carbônico continuou a aumentar  sem tréguas à  razão de 3 ppm por ano, pois todas as florestas da terra foram desmatadas para fazer dinheiro, e todos os mares se tornaram zonas mortas devido à poluição e pesca predatória.  No ano de  7148 temos mais de 21 mil ppm de CO² na atmosfera. Embora a maioria das espécies já tenham sido extintas, e o planeta Terra esteja quase que completamente desertificado, ainda sobraram algumas poucas espécies, notadamente as criadas pelo homem.

Com 21 mil ppm de carbono começa a extinção da humanidade por asfixia respiratória. Em princípio milhões de pessoas invadem os hospitais e pronto socorros com sintomas de asfixia respiratória. Logo a verdade vem a tona, e a revolta popular é horrível, porém inútil . A acidose respiratória aguda causada por alta concentração de CO² na atmosfera provoca fortíssimas dores de cabeça e asfixia.Uma extinção horrível, lenta e dolorosíssima, não só para a humanidade como para a maioria das espécies animais da Terra. Séculos, e milênios  dura esta extinção. Alguns animais resistem e não se extinguem como as aves migratórias de alta altitude, que possuem pulmões adaptados para maior eficiência respiratória.

Terríveis guerras pelas " fábricas de oxigênio " são travadas. Só os ricos e os que trabalham para eles conseguem respirar atmosfera condicionada com oxigênio fornecido por máquinas. Os que não conseguem empregos, são deixados para morrer aos poucos de asfixia. Pessoas se matam por um simples tubo de oxigênio.

No ano de 11148 estamos com 33 mil ppm de CO²... No anos de 20148 estamos com 60 mil ppm de CO²...Respirar 60 mil ppm de gás carbônco gera morte em poucos segundos.

Após séculos, milênios os recursos vão acabando e nem os ricos conseguem mais manter suas " fábricas de oxigênio " , pois as peças de reposição que dependeriam de outras fábricas e de recursos minerais raros, se esgotam. Com a diminuição da população da terra, a tecnologia vai se acabando, ficando esquecida, e a última fábrica de oxigênio pára, morrendo os últimos espécies da humanidade.

Perante a história da Terra fomos apenas uma nota de rodapé nas páginas do Livro da vida. A humanidade se extinguiu de forma suicida, e ninguém sentiu saudades por ela. a espécie " mais inteligente " que já existiue que  teve a extinção mais estúpida de todas.

---------

As ruínas da civilização aos poucos vão sendo esquecidas, após a extinção completa da humanidade. Com os milênios, as florestas repovoam a Terra, - sem nós - pois sem a humanidade para cortar as árvores elas crescem livremente.

Em poucos milênios a fotossíntese das florestas recicla o carbono em oxigênio novamente, e os poucos animais resistentes à asfixia repovoam a Terra. A atmosfera com oxigênio é restituida pelas plantas.

Novamente a Terra parece um Paraíso, os oceanos estão povoados novamente, florestas cobrem quase todos os continentes. Novas espécies surgem pela evolução e seleção natural. As ruínas da extinta civilização humana são decompostas pelo tempo e pelos elementos.

Por 100 milhões de anos prossegue a vida na Terra, em Profunda Paz e Harmonia. Até que o calor do sol aumentando, acaba por extinguir toda a vida na Terra.

-----------

O calor do sol prossegue aumentando, por milhões de anos. A um determinado tempo, os oceanos começam a ferver. O campo magnético da Terra se extingue, e a atmosfera é varrida para o espaço, pelos ventos solares. Quanto mais o sol queima seu combustível, hidrogênio de fusão nuclear, e transforma ele em Hélio, mais quente fica, pois a queima do Hélio gera muitíssimo mais calor.

Daqui há um bilhão de anos a temperatura na Terra é de 700 °C. O sol aumentou tanto o seu tamanho e sua temperatura que engoliu Mercúrio e Vênus e a Terra. Após 7 bilhões de anos  sol explode, e se torna uma anã branca, estrela pequena e de pouca luminosidade, os outros planetas do sistema solar, congelam.

Por centenas de bilhões de anos a anã branca que um dia foi o sol prossegue com sua luz fraca, até que se apaga, se tornando uma anã negra. estrela apagada.

Após trilhões de anos, o sistema solar cai em um buraco negro e é fundido a temperaturas de dezenas de milhões de graus.

--------

A vida reinicia em algum outro planeta Terra, em algum outro ponto do universo.

26/02/2017 - 18:05

O socialismo é uma ideologia desacreditada, que provavelmente nunca mais será posta em prática no mundo.

A Rússsia só conseguiu uma Revolução socialista, por condições específicas, que nunca mais se repetirão. A Rússia ficava no fim do mundo, numa época em que não havia meios tecnológicos para soccorrer de imediato a burguesia russa. Hoje, uma " Revolução Socialista " teria resposta quase que imediata do Império, com drones, e toda a cavalaria. Por isto o socialismo é coisa do passado. Pelo menos enquanto o Império existir. 

Nunca houve uma " democracia socialista ", pois se houvesse, o Império sabotaria de dentro para fora. com a ajuda da elite local, da mídia, a " democracia socialista " teria curta duração.

26/02/2017 - 15:18

Sonhar, é a única coisa que nos resta por enquanto. Uma revolução como a proposta pelo autor do post, só aconteceria se fosse dada pelo exército, e apoiada pelo Tio Sam, caso contrário não lograria êxito. Teria de ser uma revolução como a de 64, que invade redações dos grandes jornais na calada da madrugada, aposenta juízes, fecha o congresso, extingue o ministério Público, demite e renomeia Ministros do Supremo. 

Ressalto aqui que o grau de civilidade de um povo é a ausência de crueldade em suas Revoluções; na Revolução Francesa, escolheram a forma de matar inimigos por juri popular e se condenado era sentenciado a morte por guilhotina, pois supunha-se ser a morte mais rápida e indolor na época. Eles queriam apagar a horripilante  tirania de séculos de inquisição ( os inquisitores foram todos guilhotinados ), por isto baniram a morte por fogo e baniram as torturas. Daquele momento em diante só seriam aceitas execuções rápidas e " indolores ", para que ninguém escutasse gritos pavorosos dos torturados nunca mais. Estava fundada a Idade Contemporânea.

Pra que matar um inimigo com crueldade? Não basta que ele esteja morto ?

------------

Não creio que o povo brasileiro fosse se enganjar em qualquer Revolução, a menos que fosse conclamado por algum elemento da elite, das forças Armadas ou da mídia. Mas por que a elite, ou as Forças armadas ou a mídia dariam um golpe contra si mesmos ?

 Como dizia um amigo meu, enquanto o povo brasileiro tiver um pedaço de pão seco prar comer, jamais pegará em armas para derrubar governo nenhum.

Quase todas as Revoluções populares foram feitas por povos famintos, como a Revolução francesa por exemplo. ão Revoluções nas quais o povo já não tem mais nada a perder.

-----------

Se tudo não fosse feito ao mesmo tempo durante o golpe de 64, correria-se o risco de a mídia reagir, conclamando a população contra os revolucionários, o que daria uma sangrenta guerra civil. Por isto os militares agiram tão rápido na calada da noite.

Só que hoje sem o apoio do Império, se alguém fosse pego tramando tal golpe, seja pedindo apoio dos EUA, seja pedindo apoio das forças Armadas, a represália seria horrível, então, é pouco provavel que tal golpe um dia venha a existir, só nos resta sonhar e escrever histórias pós apocalipticas.

 

Os militares de 64 estes sim sabiam dar golpes com eficiência,  lamentável foi apenas  sua crueldade desnecessária.

26/02/2017 - 07:34

A maioria dos filmes pós apocalipticos americanos tem um medo obssessivo da extinção física da humanidade, da extinção da civilização, medo de guerras nucleares, etc.

Isto é facilmente explicável. Conheço pessoas aqui no Brasil, ricas, que tem pavor da morte, pois logicamente tinha tudo do bom e do melhor e a morte tiraria tudo dele.

Ao oposto, conheço pessoas de vida sofrida, ou pobre, que não tem o menor medo da morte, afinal, se a vida estiver horrível, não é parece tão ruim assim morrer.

O medo da morte no fundo também é o medo por ter vivido uma vida superficial e sem sentido. Quem viveu corretamente a vida, não tem o que temer da morte.

-----------

Os EUA, país mais rico e poderoso do planeta, tem pavor do dia em que seu Império cairá, pois muitos privilégios serão perdidos se isto acontecer. E isto acontecerá, pois todos os Impérios caem um dia, seja amanhã ou daqui a milênios. Seja pela guerra, ou por crise econômica, ou pelo que for.

O mesmo se diz com relação a morte, nem desejar a morte, nem temê-la, pois um dia ela chegará e quem estiver em paz consigo mesmo, desapegado dos bens materiais, não sofrerá com ela.

-------------

No filme do Exterminador do Futuro, há uma obssessão em " salvar a humanidade " de um extermínio físico, raramente um filme fala em salvar a humanidade de perigos muito mais terríveis, como a arrogância, o egoísmo, os vícios, coisas piores do que morrer fisicamente, pois tiram a nossa Dignidade.

---------

" Não possua nada. Se algo estiver ao seu alcance, desfrute. E quando se for, deixe que se vá com o coração cheio de gratidão. "

osho

---

" “À noite, antes de dormir, disse ainda: “Nunca temamos com os ladrões nem os assassinos. Estes são perigos externos, pequenos perigos. Temamos a nós mesmos. Os preconceitos, esses são os ladrões; os vícios, esses são os assassinos. Os grandes perigos estão dentro de nós. Que importa o que ameaça nossa vida ou nossas bolsas?! Preocupemo-nos apenas com o que ameaça nossa alma”.”

Victor Hugo

 

 

 

 

26/02/2017 - 06:24

O foro privilegiado é a última fronteira que impede a midia de dominar por completo este país. Se o foro privilegiado cair, o poder da midia será completamente ilimitado pois poderão ameaçar até mesmo o legislativo e executivo diretamente, através de manchetyes, que sem demora seriam transformadas em inqueritos.

Uma vez que o poder da mídia se dá nas sombras, ou seja, os donos da midia não tem nome próprio e a maioria da população nem sequer conhece seus rostos, então poderia-se dizer que o poder da midia seria maior do que o dos maiores Reis absolutistas da História.

25/02/2017 - 16:34

Caro Arkx

" A situação do Canadá e da Austrália não é tão boa quanto parece"

Esta parece ser uma opinião bem subjetiva sobre Canadá e Austrália. Se a gente procurar defeitos, todos os países tem.

Canadá e Austrália com IDH dos maiores do planeta, com salário mínimo maior do que os EUA ( 10 dolares a hora nos EUA e 15 dólares a hora no Canadá e Austrália  ). São países com analfabetismo zero, criminalidade baixa, sem favelas, sem desemprego, 100% de saneamento , sitema de saúde gratuíto ( nem os EUA tem isto ) ... E você me diz que a coisa não é tão boa como parece... Francamente

Austrália tem poluição... A maioria dos países tem poluição, EUA, Europa, China, tem poluição, se vier aqui em SP tem poluição também, até chuva ácida. E a mesma indústria que gera emprego gera poluição também. Só que  a poluição na Austrália seria bem maior se a população não fosse pequena.

Canadá é dependente dos EUA... Sim, mas isto não significa algo ruim, pois os canadenses são convidados de hon ra nos EUA, podem entrar e sair sempre que quiserem, os EUA não vão construir um muro com o Canadá como estão fazendo com o México. Além do mais o nível de vida dos Canadenses é tão alto quanto o dos EUA e Europa. Então não vejo nada de ruim em eles serem dependentes economicamente dos EUA então. Se um país não for Império, como os EUA, e destes países Imperio tem poucos, então será um país dependente, país satélite, nada de errado nisto ao meu ver.

Por que o Canadá tem entrada livre nos EUA? Por causa de sua educação esmerada, baixa criminalidade, nível de renda alto ? Também. Mas a principal causa no meu ver é que o Canadá sendo um país de pequena população e com baixa taxa de natalidade, não invade os EUA em densos bandos, como faz o México e outros países latinos. O Canadá não tem  3 milhões de canadenses morando nos EUA, o Brasil tem.

O Cnadá tem a menor taxa de natalidade das Américas, em segundo lugar Cuba em terceiro Brasil.

No meu entender, a situação de Canadá e Austrália estão entre os melhores países do mundo.

 

Aqui alguns vídeos feitos por brasileiros sobre Austrália e Canadá :

Talvez estes vídeos  te dêem  uma outra imagem sobre estes dois países.

Se Canadá e Austrália fossem tão ruins assim, então porque tantos brasileiros saem daqui do Brasil para irem trabalhar lá ? O oposto é raro, um canadense ou um australiano vindo trabalhar no Brasil.

24/02/2017 - 22:43

Caro Arkx

Concordo em parte que a densidade populacional alta diminui a qualidade de vida, em cidades como SP.

Mas discordo que isto irá mudar, é proprio do capitalismo concentrar riquezas - e com isto população. Discordo também que algo vá mudar no cenário do Brasil, ou no mundo com dominação neoliberal, este é um dos delírios da esquerda.

sim, é preciso diferenciar país com grande população, de país com grande densidade populacional, e de país com grande crescimento populacional. Todas as três coisas são desnecessárias, como atestam países como Canadá e Austrália, qvivem muito bem sem isto. E o que é desnecessário só atrapalha.

A miséria é sim causada pela exploração neoliberal, que diga-se de passagem veio para ficar, mas a concentração populacional desordenada em grandes cidades piora mais ainda este quadro, gerando violência, criminalidade, desemprego e outros males.

----------

Percebo que a situação é pior do que se possa imaginar, a esquerda está iludida achando que este golpe é passageiro, mas as coisas irão piorar.

Por isto acho sem sentido discutir idéias para melhorar a vida da população hoje, pois o golpe está apenas começando. Daqui há 10, 20 anos, quando a população estiver saturada de tanto sofrer, talvez seja mais oportuno falar sobre alguma idéia que ajude a população a se libertar da miséria. Só o sofrimento, leva as pessoas a acordarem e a tomar ousadia em ações pacifistas e a  tentar o que nunca tentaram antes, como o controle de natalidade voluntário por exemplo.

Hoje, a maioria das pessoas ainda está de barriga cheia, com as sobras de 13 anos de governo de bonança. Qualquer coisa que se sugira para uma pessoa de barriga cheia parecerá errada.

Daqui há algumas décadas porém, estas idéias pacifistas talvez ressurjam, quando o clamor do povo implorar por mudanças. Bem provável é que não diminuam o desemprego, antes o aumentem, mas o tempo dirá se isto acontecerá ou não.

-------------

Não pretendo obrigar ninguém a pensar como eu, só estou dando ferramentas pacifistas para que o povo possa dentro de suas limitações impostas pela elite, melhorar sua situação. Quem discorda, que viva tranquilamente sua vida, procrie  descontroladamente, e transforme se quiser o Brasil numa Índia, é um direito de cada um pensar como quiser.

------------

Abraços

 

24/02/2017 - 22:23

Caro Sr. Ribeiro

Comparar as pestes da idade média com os dias de hoje é sem sentido. Naqueles tempos as pestes matavam dezenas de milhões de pessoas, pois não haviam antibióticos que foram criados séculos mais tarde.

Justamente por isto ocorreu a explosão demográfica, a taxa de mortalidade caiu, após a invenção dos antibióticos, e a natalidade continuou elevada.

Hoje em dia as pestes não matam mais tanta gente quanto naquela época, pois a medician é mais avançada hoje em dia.

--------------

Nem tampouco faz sentido comparar as fomes dos séculos passados com as fomes de hoje. Exceto na África em países onde só há desertos e a população tem explosão demográfica descontrolada, raros são os países hoje onde populações inteiras morrem de fome.

A vitória sobre a fome foi conseguida no século XX com a revolução tecnológica - uma colheitadeira produz por cem trabalhadores rurais.

A única coisa que o neoliberalismo intenta conseguir, é deixar os trabalhadores de joelhos em situação de semi escravidão. Não pretendem matar populações inteiras, senão não teriam criado antibióticos, para salvar a vida de milhões, nem colheitadeiras, para sustentar outros bilhões.

24/02/2017 - 06:59

Caro Sr. Ribeiro

MArx pode não ter culpa de Índia e China terem super população, mas na hora de resolver a fome na China, só o Marx não deu conta, eles precisaram chamar o Malthus e fazer uma lei do filho único, para controlar a natalidade. 

Ou seja, quando a coisa aperta, o Marx não dá conta e pede arrego, aí eles chamam o Malthus para resolver.

-----------

Não tem relação entre o tamanho da população, mas tem relação quanto ao crescimento da população.

-----------------------

Caro Sr Ribeiro, não pretendo obrigar ninguém a pensar como eu, estou apenas fornecendo ferramentas para o povo sair da miséria. Caso tenham idéias diferentes, vivam conforme elas e sejam felizes. Sintam -se a vontade para super povoar o Brasil, tanto quanto a China, se isto vos agrada.

24/02/2017 - 06:57

Eu te respondo com outra pergunta: Porque o Norte e Nordeste tem a maior taxa de natalidade do Brasil e o Sudeste, tem uma das menores taxas de natalidade do mundo?

São Paulo tem uma das menores taxas de natalidade do ocidente,ganha até do Canadá que tem poucos filhos. São Paulo é quem puxa o Brasil para uma taxa de natalidade próxima a de países de primeiro mundo.

----------

São Paulo só é populoso porque o povo do Norte e do Nordeste vem em peso para cá procurar emprego, senão, seríamos um estado de baixa densidade populacional.

Aliás, esta fama do Sudeste ter muitos empregos a oferecer nem é mais verdadeira, pois com esta crise, São Paulo tem agora um dos maiores índices de desemprego do país. Graças claro a ser a cidade mais populosa do país com 12 milhões de habitantes, fica difícil arrumar emprego para tanta gente em uma economia capenga que vive em crise.

A cada crise, as cidades populosas são as primeiras a sofrer com o desemprego.

---------------------------

Todos os países desenvolvidos tem taxas de natalidade baixas. O Brasil quer imitar os países desenvolvidos ou quer imitar a Índia, onde a explosão demográfica ficou fora de controle?

----------

" Cada comentário amargurado revela uma certa frustração na vida "

23/02/2017 - 20:19

Sim, a exploração de trabalhadores produz muita miserria. Mas vc pode mudar isto? Como seria, iria enfrentar o Temer com paus e pedras?

A verdade é a seguinte, não podemos mudar o sistema capitalista de exploração. e mesmo que se mude algo, eles vem e e retornam tudo de novo ao que era antes, com mais cortes de direitos ainda. Ver o que podemos mudar isto sim seria  uma atitude útil e que resolve.

 

23/02/2017 - 20:08

Caro Arkx

Seu comentário foi bom, porém há um outro lado.

Realmente, se tivermos patrões egoístas e exploradores, qualquer configuração social será utilizada por eles para explorar.

Mas mesmo assim, com pouca população há vantagens, veja os exemplos:

Exemplo 1: Com pouca população, os empregadores ficam reféns dos empregados. Pois se os 10 empregados que vc citou quisessem pedir a conta e ir morar em algum lugar distante do país, algum quilombo, aldeamento, no interior, os patrões ficariam obrigados a fazer uma oferta maior de salário para eles ficarem.

Isto acontece no Nordeste, tenho um amigo que foi diretor de empresas e engeiro numa indústria no nordeste, ele me disse que lá os empregados trabalham uns 2 anos, depois pedem a conta e vão comprar um pedaço de terras para trabalharem para si mesmos no sossego.

Se fosse como são Paulo não aconteceria, pois não tem terra sobrando, a terra é cara, devido à alta densidade populacional.

------------

Exemplo 2 : É mais fácil que 10 funcionarios peçam a conta e se mudem para qualquer lugar do mundo do que 200 milhões de pessoas se mudarem. Se os dez funcionários que vc citou por exemplo pedissem a conta e fossem para o exterior, arrumariam emprego, mas conseguir emprego no exterior para 20o milhões isto é quase impossível. 

---------

Exemplo 1: Um povo de baixa densidade populacional não passará fome tão fácil quanto um de densidade populacional alta, pois poderá pescar em riachos limpos, coletar vegetais em florestas, se precisar de remédios poderá coletar ervas e chás nas matas. Poderá conseguir madeira para construir e reformar, de graça.

Os habitantes do norte do país tem peixe de graça no rio que passa no fundo do quintal, tem madeira de graça, ervas e chás de graça. Só o desmatamento pela ganância tem acabado  com isto

 

23/02/2017 - 19:55

Caro Sr. Ribeiro

Quem vos disse que a vida no sudeste é boa? Morei a vida toda em SP, a única coisa boa aqui é que se arruma ( arrumava ) é emprego mais fácil.

Aqui no sudeste tudo é caro, terra é coisa de ricos, casamento é só para os ricos ( ou para os irresponsáveis ), o número de divórcios é imenso, a criminalidade é assustadora, a favelização, os engarrafamentos, o stresse, tudo isto faz o sudeste parecer um inferno.

Conheço muita gente que conseguiu comprar  algumas casas de aluguel foi embora de SP para o interior, casou e passou a viver de renda com sossego, onde o custo de vida é mais barato, e se cria os filhos sem traficantes na porta de casa.

A vida no norte não é ruim, dependendo de onde vc mora. Conheço muitos amigos que vieram do norte para trabalhar aqui em SP, mas mantém sua casinha lá no norte, quando o desemprego aperta, aqui, eles voltam pra lá.

------------

O desemprego não tem a ver com Sudeste, Nordeste. O Sul do país, com baixa densidade populacional, tem a menor taxa de desemprego do país. Talvez porque a criminalidade no sul seja menor do que sudeste e nordeste.

A menor densidade demográfica garante qualidade de vida, mas para gerar empregos precisa de mais algo que atraia a economia para o lugar.

23/02/2017 - 19:45

O objetivo meu não é culpar ninguyém nem exigir que ninguém pense de determinada maneira.


O objetivo deste meu comentário é fornecer ferramentas para que as pessoas saiam da miséria apenas isto.

Quem discordar, sem problemas, continue com seu modo de vida, não se sinta culpado por super povoar o mundo se é isto que acredita mesmo.

-----------

Não podemos controlar os juros, não podemos controlar o quanto tempo Temer ficará no poder, não podemos controlar a mídia fazendo campanha contra o povo, mas podemos controlar a natalidade.

Ou fazer como a maioria dos esquerdistas faz, ficar reclamando da crise, do Temer e não fazer nada realmente útil.