Secom e lockout: a estratégia de Bolsonaro para derrubar a quarentena

Quando a pandemia explodir de vez, haverá comoção nacional. E a responsabilidade será jogada inteiramente nas costas dos governadores, já que a presidência abrirá mão de qualquer papel de coordenação, pelo simples fato de não haver mais nada a ser coordenado.

Duas novas ofensivas para arrebentar com o sistema de quarentena contra o coronavirus.

A primeira, um vídeo da Secom estimulando o brasileiro a se rebelar contra a quarentena. O segundo, uma ameaça do braço rodoviário do bolsonarismo – uma ala dos caminhoneiros – ameaçando o abastecimento se o país não sair imediatamente da quarentena.

Bolsonaro dobra a aposta e e coloca em xeque toda a estratégia de prefeitos e governadores para enfrentar a peste.

A intenção é simples. Desmobilizando a guerra contra o coronavirus, o governo poderá esconder sua notável incompetência para deliberar sobre temas relevantes, porém complexos, como criar a rede de segurança para autônomos, desempregados e  informais. Poderá se eximir também da ajuda aos estados e da mobilização dos bancos públicos em defesa da economia real. Ficará cada pessoa jogada à própria sorte.

Quando a pandemia explodir de vez, haverá comoção nacional. E a responsabilidade será jogada inteiramente nas costas dos governadores, já que a presidência abrirá mão de qualquer papel de coordenação, pelo simples fato de não haver mais nada a ser coordenado.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Reino Unido planeja US $ 1,7 bilhão em projetos de construção para elevar a economia

8 comentários

  1. Prezados Nassif e camaradas

    Por isso que a anistia para esses bandidos é uma proposta inescrupulosa. Quem ficar nesse governo não passa de criminoso

  2. É por isso que vocês têm que PRENDER e EXECUTAR Bolsonaro e filhos O QUANTO ANTES. É incrivelmente estúpido ficar fazendo “joguinhos de intrigas” para derrubar um psicopata que JAMAIS poderia ter se tornado presidente em primeiro lugar.

    2
    1
  3. esse desgoverno apenas sublinha a incapacidade do nosso militarismo, ineficaz de perceber que o exército está longe de ser a inteligência da nação. vide o presidente ser rodeado por patentes altas, e essa guerra de palavras…

    31 CAPÍTULO VI DO CHEIO E DO VAZIO Sun Tzu diz: Uma das tarefas essenciais que deves realizar antes do combate é escolher criteriosamente o terreno do campo de batalha. Para isso, é preciso agir rápido. Não permitas que o inimigo tome a dianteira. Ocupa o terreno antes que ele tenha tempo de te reconhecer, antes mesmo que ele possa estar ciente de tua marcha. Qualquer negligência nesse sentido pode ter conseqüências nefastas. Em geral, só há desvantagem em ocupar o terreno depois do adversário.

    • ” E a responsabilidade será jogada inteiramente nas costas dos governadores, já que a presidência abrirá mão de qualquer papel de coordenação, pelo simples fato de não haver mais nada a ser coordenado.”
      De onde saiu essa ideia? Será Bolsonaro o responsabilizado exatamente por ter aberto mao de suas obrigações institucionais e ter jogado contra a ciencia. Os governadores vao bater nele até nao mais poder. Nesse momento ele nao terá mais ninguém com ele além do grupelho de adoradores de sempre, talvez nem eles quando seus pais e avós comecarem a morrer também.

  4. Esses caras não se tocaram que a situação mudou. O mundo hoje é diferente daquele em que fizeram uma paralisação nacional e tiveram amplo apoio popular, com as pessoas dispostas a enfrentar sacrifícios em troca da obtenção de redução nos preços dos combustíveis.
    Agora a história é outra.
    Eles moram em periferias onde precisa prestar satisfações aos irmãozinhos das comunidades.
    Se houvesse autoridade responsável nesse país já estariam presos.
    Se não há, o próprio povo se encarregará de mostrar a lei das ruas para esses bandidos.
    Se ousarem, e não ousarão, vão levar porradas no meio da rua.

  5. Bolsonaro agora vem dizer que não confia nos números divulgados até agora…
    Ele vai jogar o brasileiro no buraco da dúvida…
    Vai brecar a ajuda aos mais pobres, micro e pequenas empresas que já viviam com a corda no pescoço…
    E ai teremos ondas e mais ondas de corona vírus!
    Seremos o último pais a sair da pandemia e certamente o maior em mortalidade…
    É criminoso…
    Os outros países vão investir na saúde de seus cidadãos!
    Ele só ajuda rico!
    Assassinato dentro de hospitais…

  6. Sei não, mas há mais dois crimes aí:
    1) Governo investindo em propaganda politica (de opinião), e não de informação.
    2) Incitação de parte da população uns contra os outros, contra instituições nacionais e internacionais, governos federados e a ciência.
    E isso não é incompetência, é objetivo!
    Distrair para agir, tumultuar para arrebentar.
    Ele nunca saiu do quartel, nunca saiu de 1964.
    Deve sua prosperidade à um julgamento marcial, do STM, em tempos de ditadura militar
    Emfim, a lista de crimes cresce sem parar.
    Já passou da hora de parar a lista.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome