Bolsa começa semana em alta de 1,49; dólar sobe quase 2%

Desdobramentos do cenário político brasileiro afetaram operações domésticas, em meio ao aumento da cautela em mercados de maior risco

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O mercado brasileiro terminou a segunda-feira em alta, com as preocupações sobre o coronavírus e eventos no cenário político e econômico do Brasil.

O Ibovespa (índice da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo) fechou a segunda-feira em alta de 1,49%, aos 78.835 pontos e com um volume negociado de R$ 17,834 bilhões.

No Brasil, os agentes acompanharam os desdobramentos do cenário político brasileiro: segundo informações da agência de notícias Reuters, o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), afirmou que a votação no Senado da chamada PEC do orçamento de guerra, que separa os gastos com a crise do coronavírus do Orçamento principal, foi adiada para quarta-feira.

Já o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que está trabalhando para votar ainda nesta segunda-feira um projeto de socorro aos Estados e municípios, o chamado “Mansueto light”, para o enfrentamento da crise do coronavírus.

No exterior, as incertezas com os efeitos das medidas de combate à disseminação do novo coronavírus na atividade econômica geraram cautela com a temporada de resultados corporativos nos Estados Unidos.

A postura mais criteriosa dos agentes foi mantida mesmo depois que o governador de Nova York, Andrew Cuomo, declarou que “o pior já passou” para o Estado, e após o acordo para corte na produção mundial de petróleo fechado entre a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), a Rússia e outros países produtores de petróleo como forma de sustentar os preços.

No mercado cambial, a cotação fechou em forte alta por conta da movimentação no exterior, justamente devido à maior cautela em mercados de risco. O dólar comercial encerrou a segunda-feira em alta de 1,86%, negociado a R$ 5,1825 na compra e R$ 5,1855 na venda.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome