Bolsonaro diz que auxílio a informais começa a ser pago semana que vem

Contudo, sanção presidencial ainda não foi publicada no Diário Oficial da União; MP libera até R$ 1.200 para mães que são chefes de família

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro declarou nesta quinta-feira (02/04) que os pagamentos de R$ 600 para os trabalhadores informais afetados pela pandemia do coronavírus começarão na próxima semana.

“Está a todo vapor. Semana que vem começa a pagar”, disse Bolsonaro, na saída do Palácio da Alvorada em Brasília, segundo informações do jornal Folha de São Paulo.

“Eu assinei ontem [quarta-feira], estava aguardando outra Medida Provisória porque não adianta dar um cheque sem fundo”, acrescentou. Bolsonaro afirmou ainda que o governo aguarda a edição de uma Medida Provisória com a indicação do crédito para cobrir a despesa.

O auxílio foi apelidado de “coronavoucher” e será pago em três prestações mensais, conforme texto votado no Senado. O valor pode chegar a R$ 1.200 para mães responsáveis pelo sustento da família. Bolsonaro chegou a declarar nesta quarta-feira que o custo da concessão do benefício será de R$ 98 bilhões, e que 54 milhões de pessoas serão atingidas.

Apesar do pronunciamento, a sanção presidencial ainda não foi publicada no Diário Oficial da União.

 

Leia Também
Governo Bolsonaro insiste em cortar salário dos trabalhadores
Bolsonaro diz que manutenção de empregos pode custar R$ 92 bi

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A promoção da ignorância é a estratégia política da extrema-direita, por Luis Felipe Miguel

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome