Coronavírus: até 10% de pacientes curados voltaram a ficar doentes

Estudo foi elaborado na cidade de Wuhan; funcionários de hospital dizem que não há evidências de que pacientes tenham se infectado após recuperação

Jornal GGN – Estudo elaborado por médicos na cidade chinesa de Wuhan – ponto zero da pandemia global de coronavírus – mostra que, aproximadamente, de 3 a 10% dos pacientes que se recuperaram da Covid-19 apresentaram testes positivos após receber alta do hospital.

Segundo informações do jornal South China Morning Post, os médicos do hospital Tongji disseram à emissora estatal CCTV que não encontraram evidências de que esses pacientes que testaram positivo novamente se tornassem infecciosos, com base em observações de seus familiares e em exames laboratoriais.

Embora a amostra seja relativamente pequena, a pesquisa é considerada relevante uma vez que a China começa a ter mais pacientes recuperados do que novos casos confirmados.

De acordo com Wang Wei, presidente do hospital de Tongji, cinco dos 147 pacientes recuperados que estudaram (pouco mais de 3%) testaram positivo novamente nos testes de ácido nucleico após a recuperação.

Enquanto isso, o Life Times, um canal de notícias de saúde afiliado ao People’s Daily, informou nesta semana que as instalações de quarentena em Wuhan relataram que cerca de 5 a 10% de seus pacientes recuperados foram positivos novamente.

O continente chinês, onde a doença surgiu pela primeira vez em dezembro passado, recebeu alta de mais de 90% de seus pacientes infectados e cerca de 4,3 mil pacientes confirmados ainda estão recebendo tratamento em hospitais. O país registrou pelo menos 81 mil casos e mais de 3,2 mil mortes, mas a maioria dos novos casos foi importada.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Plano de saúde deve cobrir testes para confirmação de infecção por COVID, diz ANS

2 comentários

  1. Título nao condiz com o que o texto fala… O texto nao diz que eles se tornaram doentes novamente, apenas que testaram positivo, mas “que não encontraram evidências de que esses pacientes que testaram positivo novamente se tornassem infecciosos”.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome