Coronavírus: Maia e Alcolumbre dão respaldo a Mandetta

Depois de terem sido procurados pelo Planalto, presidentes da Câmara e do Senado recusam encontro com Bolsonaro e jantam com o ministro da Saúde

Os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. foto: Wilson Dias/Ag.Brasil

Jornal GGN – Os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) recusaram um convite para um encontro com o presidente Jair Bolsonaro na noite desta quinta-feira (02), e jantaram com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, o convite foi feito pelo ministro Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo). Sem combinar, Maia e Alcolumbre rejeitaram o convite para encontrar com o chefe do Executivo.

Relatos de pessoas próximas aos congressistas dizem que Alcolumbre recusou o encontro por acabar de se recuperar da Covid-19, e pela falta de uma pauta clara para o encontro, enquanto Maia entendeu que seria uma reunião ruim, pois Bolsonaro insiste em relaxar o isolamento social.

Por outro lado, Maia e Alcolumbre disseram a Mandetta durante esse jantar que ele tem total apoio do Congresso Nacional.

Mandetta e Bolsonaro têm vivido em pé de guerra por divergirem em assuntos como isolamento social e o uso da hidroxicloroquina para o tratamento de casos graves de coronavírus. Ao mesmo tempo, o ministro da Saúde tem tido uma aprovação muito maior do que a do presidente, segundo informações da última pesquisa Datafolha.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Moro diz que Bolsonaro é "incoerente" em bandeira anticorrupção

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome