Coronavírus: Ministério da Saúde ‘errou’ ao pedir verba para Guedes

‘Erro’ teria sido percebido após questionamento de Bolsonaro sobre verba para SUS em meio à pandemia do coronavírus; presidente menospreza doença

Jornal GGN – O Ministério da Saúde informou que “errou” ao afirmar que precisaria de R$ 410 bilhões extras para enfrentar a pandemia do novo coronavírus no Brasil pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O valor correto seria de R$ 10 bilhões.

Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, a pasta encaminhou ao Ministério da Economia um ofício assinado pelo ministro Luiz Henrique Mandetta abordando a necessidade de aporte de recursos. O documento foi enviado ao ministro da Economia, Paulo Guedes.

“Esclarecemos que, de fato, a cifra consta em documento preliminar enviado ao Ministério da Economia com vistas a negociação de empréstimo junto ao Banco Mundial”, diz o ministério, em nota.

“Porém, o valor está errado. Trata-se de um erro material. O valor estimado correto seria R$ 10 bilhões. O algarismo “4” foi escrito por engano — deveria ser um cifrão, que fica na mesma tecla do “4”. O erro passou despercebido na revisão do documento. O Ministério da Saúde solicitou ao Ministério da Economia na manhã desta quinta-feira a devolução do estudo para as correções devidas”.

A nota foi elaborada depois que o presidente Jair Bolsonaro questionou Mandetta sobre o valor pedido a Paulo Guedes – vale lembrar que o presidente tem minimizado o impacto da pandemia do coronavírus, falando várias vezes que se trata de uma “gripezinha” e fez o mesmo em discurso em rede nacional na última terça-feira.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Após alertas de bancários da Caixa, DPU recomenda ações para suspensão de prestações da Faixa 1 do Minha Casa Minha Vida

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome