FBI mata homem que planejava ataque terrorista na crise de coronavírus

Uma investigação de meses determinou que o homem era um extremista violento, motivado por crenças religiosas, raciais e antigovernamentais

Jornal GGN – O jornal The Guardian informa nesta quinta (26) que um agente do FBI matou Timothy Wilson, de 36 anos, que vinha sendo investigado por supostamente arquitetar um bombardeio a um hospital no Kansas, em meio à epidemia de coronavírus.

“O comunicado não detalha o que aconteceu quando os agentes cumpriram o mandado, mas disse que Wilson estava armado quando foi ferido e morreu mais tarde em um hospital”, relata o jornal.

Uma investigação de meses determinou que Wilson era um extremista potencialmente violento, motivado por crenças religiosas, raciais e antigovernamentais, de acordo com o comunicado. Ele havia planejado por vários meses realizar um bombardeio e decidiu alvejar um hospital na área de Kansas City usando um explosivo improvisado “transportado por veículo”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Manchetes dos jornais dos EUA

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome