Minha opinião sobre @GabrielaPrioli e a @CNNBrasil, por Felipe Neto

Não dá para uma pessoa da qualificação dela ficar perdendo tempo debatendo com um lunático burro e preconceituoso, ainda mais com a mediação sendo feita de maneira tão tosca.

Minha opinião sobre @GabrielaPrioli e a @CNNBrasil, por Felipe Neto

Em 1º lugar, é preciso olhar pro início.

Gabriela topou fazer um programa de debate, onde sempre teria um tema e o “oponente” seria o Caio Coppola, famoso bolsonarista que acha que o Presidente está sempre certo.

De início, @CNNBrasil errou feio na escolha do oponente.

Caio não é um intelectual, é um repetidor de texto conspiracionista que aprendeu meia dúzia de palavras formais. Gabriela é Mestre em Direito Penal e PROFESSORA DE PÓS-GRADUAÇÃO!

O abismo era imenso.

No 1º programa, Gabriela deu uma surra tão grande no Caio que a coisa viralizou no país inteiro, foi um massacre.

E isso aconteceu porque o Caio tentou debater no mesmo nível, ele tentou ser técnico, só que faltava conhecimento básico. Foi constrangedor de assistir.

Aí veio o 2º

No 2º programa, Caio mudou de tática. O tema era um e ele decidiu sair falando superficialmente sobre 18 temas diferentes, sem concluir nenhum.

Ele começou o debate CITANDO A BÍBLIA e enaltecendo Sérgio Moro.

Foi uma coisa horrorosa, resultou num programa tosco.

Depois disso, Caio sumiu. Ninguém sabe o que aconteceu.

Depois de ser surrado no primeiro debate e parecer um paspalho no segundo, nunca mais foi visto nos corredores do programa.

Nesse momento, a @CNNBrasil poderia ter feito a coisa certa. Mas o que fez foi inacreditável.

Ao invés da @CNNBrasil trazer um conservador qualificado pra debater, decidiu trazer um tal de Tomé Abduch, um cara que faz o Caio Coppola parecer o Einstein.

Conspiracionista, olavista, preconceituoso ao extremo, incrivelmente ignorante e que não sabe falar português!

Leia também:  The Guardian: Bolsonaro, o líder do Brasil em apuros

A situação ficou insustentável pra @GabrielaPrioli, os debates começaram a ficar quase “inassistíveis”.

Pensa você ver uma Mestre em Direito Penal, intelectual e brilhante, debatendo com um camelo. Foi isso que o programa virou.

O abismo intelectual era impraticável.

O que a @CNNBrasil fez foi patético para o jornalismo, para o Brasil e para a imagem da emissora.

Se dar voz a um Caio Coppola já é validar a insanidade, dar voz de debate a um Tomé Abduch na CNN é qualificar um discurso preconceituoso, burro e alucinado como aceitável.

O que a @CNNBrasil precisa entender é que não existe debate com olavistas.

Não existe debate com terraplanistas, anti-vacina, que defendem fim do isolamento. Essas pessoas devem ficar nos porões do obscurantismo e não devem ser trazidas à luz por uma emissora de prestígio mundial!

O que ficou claro é que @CNNBrasil não quer debate qualificado, ou traria um intelectual conservador para servir de contraponto.

Só que aí ele não defenderia fim do isolamento e não diria as ATROCIDADES que Tomé diz.

A CNN não quer debate, quer audiência, quer Casos de Família.

Então, com isso tudo exposto, a @GabrielaPrioli está certíssima em sair dessa insanidade.

Não dá para uma pessoa da qualificação dela ficar perdendo tempo debatendo com um lunático burro e preconceituoso, ainda mais com a mediação sendo feita de maneira tão tosca.

Espero, do fundo do coração, que a @CNNBrasil reveja seus conceitos absurdos, pare de dar voz para pessoas doentias e qualifique os conservadores que quer ter em sua grade.

Leia também:  Sobre editoriais e canalhices, por Pedro Carajilescov

Caso contrário, vai ter perder todas as Gabrielas e vai ter que ter uma programação recheada de Tomés.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

8 comentários

  1. A CNN é, como se diz aqui no interior do Nordeste e seus resistente sotaques galegos, A RÁDJA DE BOLSONARO e seus “camisas pretas”, os bolsominions!
    Que quer alguém cabeça ou de oposição ali sentado a discutir com pistoleiros intelectuais, alguns deles do mais baixo nível?
    Alguém isento, científico ir bater de frente com esses “releasistas” é como um cara cheio de dinheiro sentar pra jogar pôquer com um quebrado: SÓ TEM A PERDER. Se ganhar, não recebe; e se perder, o fez pra quem não tinha nada. Um golpista.

  2. Este canal é suspeito de ser um ardil dos tentáculos da Record( edir macedo). Não perderei meu tempo nele. A jovem fez certo e a tempo de preservar sua reputação. É MUITO mais inteligente abrir um canal no YouTube.

  3. Pra mim ela é uma grata revelação, sobretudo em algo que anda em baixa valoração, não só nas redes sociais, mas nos media corporativos em geral: o caráter.
    Com sua atitude mostrou dignidade, responsabilidade e seriedade no que faz.
    Gabriela Prioli, eu acompanho → Redes sociais: simplificação e discurso agressivo → https://youtu.be/-twEka7N6yw

  4. Gabriela tem uma trajetória de vida interessante. Guarda uma herança de mulheres fortes. Sua mãe ficou viúva e assumiu toda responsabilidade da família quando ela tinha seis anos. Sua avó paterna era uma imigrante portuguesa que dignamente assinava o nome com o polegar; sua avó materna era uma mezzo-soprano que se recusou a interromper a carreira devido ao casamento:
    Lenice Prioli canta “N’uma Concha”, de  Souza Lima com  poesia de Olavo Bilac; ao piano Selma Asprino. → https://youtu.be/HAgkKEMCDiM
    Lenice Priol, Mezzo-soprano, com Céline Imbert e outros, sob regência do Maestro Eleazar de Carvalho, canta no 17º Festival de Inverno de Campos do Jordão: 9ª Sinfonia/Ode à Alegria(Beethoven) → https://youtu.be/OjJXn_MIeR4
    Cinco Poemas de Outono para mezzo-soprano e piano: Lenice Prioli e Amaral Vieira → https://youtu.be/TJZWUPsXLKY
    Osvaldo Lacerda – Piano e Flauta – Piano e Canto (Álbum completo), participação de Maria José Carrasqueira, Lenice Prioli e Toninho Carrasqueira → https://youtu.be/e3PyPRfeTRU
    Tank, Herr, Prioli, Marques, Faustini – Os Mestres Cantores de São Paulo – Curitiba – 1983 → https://youtu.be/SMDa_SI4wME

    PS. Alô, alô, GGN! Corram para entrevistar a moça.

  5. Perdão Felipe, em se tratando de intelecto o Caio é o que contém um dos maiores índices, portanto é dali para baixo a representatividade da ala Bolsonarista, inclusos parlamentares, fardados e togados, as exceções são desprovidas de caráter, talvez ali possa se achar algum debatedor, mas o resultado será idêntico ao apresentado pelo Caio.

  6. Perdão Felipe, em se tratando de intelecto, o Caio é o que contém um dos maiores índices, portanto é dali para baixo a representatividade da ala Bolsonarista, incluindo aí os parlamentares, os fardados e os togados, as exceções são desprovidas de caráter, mas talvez ai se possa se achar algum debatedor, mas o resultado será idêntico ao apresentado pelo Caio.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome