O comunicado de um ator fundamental para a crise financeira global, o BIS

BIS terá papel central na coordenação do sistema financeiro internacional, durante e após a crise da coronavirus.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O BIS é o banco central dos bancos centrais. A nota é meio insossa. Mas o BIS terá papel central na coordenação do sistema financeiro internacional, durante e após a crise da coronavirus.

A Nota do BIS

Clipped from: https://www.bis.org/press/p200320.htm

O Comitê de Supervisão Bancária de Basileia realizou uma teleconferência em 20 de março de 2020 para discutir o impacto da rápida disseminação mundial da doença por coronavírus (Covid-19) no sistema bancário global.

A disseminação do Covid-19 atingiu uma fase crítica e está tendo um impacto cada vez mais significativo na atividade econômica. Os padrões de Basileia III reforçaram a resiliência do sistema bancário na última década. O sistema bancário global possui níveis significativamente mais altos de capital e liquidez e, portanto, está em uma posição mais forte para absorver choques e mitigar interrupções nos serviços bancários. Os bancos e supervisores devem permanecer vigilantes à luz da natureza evolutiva do Covid-19 para garantir que o sistema bancário global permaneça financeiramente e operacionalmente resiliente.

As jurisdições membros estão adotando uma série de medidas regulatórias e de supervisão para aliviar o impacto da Covid-19 na estabilidade financeira. Essas medidas visam o fornecimento de empréstimos pelos bancos à economia real e facilitam a capacidade dos bancos de absorver perdas de maneira ordenada. O Comitê apóia os objetivos dessas medidas e observa que os membros têm flexibilidade para adotar outras medidas, se necessário.

A estrutura de Basileia III inclui buffers de capital e liquidez projetados para serem usados em períodos de estresse. Isso inclui o buffer de conservação de capital e, por extensão, o buffer de capital anticíclico e buffers para bancos sistemicamente importantes. Eles também incluem o estoque de ativos líquidos de alta qualidade (HQLA) dos bancos. O uso de recursos de capital para apoiar a economia real e absorver perdas deve ter prioridade no momento sobre distribuições discricionárias. Os estoques de HQLA devem ser usados para atender às demandas de liquidez. Muitos supervisores já estão incentivando os bancos a usar essas ferramentas, o que permite flexibilidade para responder às circunstâncias atuais.

Leia também:  Governo faz alarde com verbas que destina à pandemia, mas não libera o gasto

O Comitê continua avaliando e abordando as implicações bancárias e de supervisão do Covid-19 e está coordenando ativamente com o Conselho de Estabilidade Financeira e outros órgãos de definição de padrões em questões transversais do sistema financeiro. No prazo imediato, o Comitê está suspendendo a consulta sobre todas as iniciativas políticas e adiando todas as avaliações jurisdicionais pendentes planejadas em 2020 sob seu Programa de Avaliação de Consistência Regulatória.

Nos próximos dias, o Comitê considerará medidas adicionais destinadas a apoiar a resiliência financeira dos bancos e a resiliência operacional da comunidade bancária e de supervisão durante esses tempos sem precedentes.

Nota aos editores: 

The Basel Committee is the primary global standard setter for the prudential regulation of banks and provides a forum for cooperation on banking supervisory matters. Its mandate is to strengthen the regulation, supervision and practices of banks worldwide with the purpose of enhancing financial stability. The Committee reports to the Group of Central Bank Governors and Heads of Supervision and seeks its endorsement for major decisions. The Committee does not possess any formal supranational authority, and its decisions do not have legal force. Rather, the Committee relies on its members’ commitments to achieve its mandate. The Basel Committee is chaired by Pablo Hernández de Cos, Governor of the Bank of Spain.

More information about the Basel Committee is available here.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

5 comentários

  1. É importante que todos os países esgotem as suas reservas nessa crise ou nas demais crises, quer políticas, quer naturais e que em breve tempo alcancem a inadimplência.
    De que outro modo essa enorme liquidez que os bancos detém poderia ser absorvida?
    Há modo mais interessante de criar riqueza do que emprestar a juros a grandes devedores com enorme patrimonio em garantia, como são os países?

  2. Não tem saída: há que se garantir a satisfação das necessita fases básicas da população através de uma renda básica universal enquanto não se obtiver a cura e/ou a imunização de rebanho.
    Bancos terão que suspender os juros nesse período
    Sou um Punk da Periferia, sou da Freguesia do Ó
    Aqui pra vocês
    Sou da Freguesia
    Transo lixo
    Curto porcaria

    • Quem é dono do dinheiro não tem medo de nada.
      Basta fechar os bancos e bloquear as economias.
      O povo sem dinheiro, sem emprego e doente vai enlouquecer.
      Moratória e encampação só quando interessa e para reserva de mercado consumidor futuro.
      É o poder econômico quem escolhe os governantes.

  3. É sério ? Você sabe que é um banco privado.
    Como houve a sua criação? E para quê?
    Bank for International Settlements > Banco para Assentamentos Internacionais, mas traduzido erroneamente Banco de Compensações Internacionais.

    Você Luis Nassif, você já leu o estatuto desse banco? Já leu, que ele se declara com Imunidade de Juridição?
    https://www.bis.org/about/headquart-en.pdf

    Sabe que o BC Brasil é um subordinado?
    https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decleg/1997/decretolegislativo-15-19-marco-1997-356388-publicacaooriginal-1-pl.html

    Que a reforma da previdência era uma das exigências para esta década no Brasil. ( Se não fizermos agora o próximo terá que fazer pior – Michel Temer – https://valor.globo.com/politica/noticia/2017/12/27/temer-reforma-agora-significa-adiar-mudanca-mais-radical-no-futuro.ghtml) -Dito e feito.

    E que a população do Brasil é apenas mais uma commoditie?

    Só no Brasil, imagina no mundo, https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/10/10/bancos-lucraram-r-109-bilhoes-ate-junho-de-2019-informou-bc.htm

    Esse banco BIS é o gerador das CRISES e GUERRAS MUNDIAS!

    Esse banco está diretamente ligado a criação do Estado de ISRAEL, este mesmo povo que crê que somente eles são filhos legítimos de Deus e os outros povos lhe devem submissão. Eles mesmo não creem em Jesus Cristo, como sua própria literatura antiga profetizava.

    Assista por favor, (A Besta está faminta- copilado por Daniel Simões) https://www.youtube.com/watch?v=FyLRfbdXlw4

    Bis o Banco para Assentamentos Internacionais não é um ATOR é o AUTOR da crise e das crises globais.

    A Estrutura Administrativa da submissão do Brasil (https://www.youtube.com/watch?v=nnfiDl7KXNY).
    O Brasil é uma corporação estado administrada pelo Bis.

    Por favor, de uma olhada no canal do Daniel Simões (faz um trabalho fantástico para uma pessoa só).
    No mais continuarei de olho em suas publicações. Grato pelo espaço, Luis Nassif.
    Rafaelle, sou um nada qualquer, um bosta, mas buscando a verdade, e me orientando nas palavras, no caminho e na vida de Jesus Cristo.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome