Pandemia pode criar ‘desastre de direitos humanos’, diz ONU

A Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, pediu aos países que se abstenham de violar os direitos fundamentais "sob o pretexto de medidas excepcionais ou de emergência".

Jornal GGN – A chefe de direitos da ONU alertou que os países que desrespeitam o Estado de Direito em nome do combate ao novo risco de pandemia de coronavírus, provocam um “desastre de direitos humanos”.

A Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, pediu aos países que se abstenham de violar os direitos fundamentais “sob o pretexto de medidas excepcionais ou de emergência”.

“Os poderes de emergência não devem ser uma arma que os governos possam usar para reprimir a dissidência, controlar a população e até mesmo perpetuar seu tempo no poder”, alertou ela em comunicado.

“Eles devem ser usados para lidar efetivamente com a pandemia – nada mais, nada menos.

Informações do Al Jazeera

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Rede de cooperativas desafia Capitalismo de Plataforma, por Shyam Krishna

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome