Ratos e insetos infestam o Palácio da Alvorada

Outros endereços oficiais também apresentam problemas com ratos e insetos, e serão incluídos no edital.

Jornal GGN – Enquanto a pandemia grassa, pragas urbanas infestam as instalações do Palácio da Alvorada, residência do presidente da República Jair Bolsonaro. São ratos e insetos por todo o complexo.

Para resolver o problema das pragas urbanas, o governou soltou hoje, dia 1 de junho, um edital para contratação de serviços de desratização e desinsetização do Palácio da Alvorada, lar da família Bolsonaro, e do Palácio do Jaburu, lar de Hamilton Mourão.

Outros endereços oficiais também apresentam problemas com ratos e insetos, e serão incluídos no edital. A estimativa de gastos é de R$ 153.315, e incluem pombos, morcegos, ratos e abelhas. Não foi informado a presença ou não de baratas.

Com informações do Uol.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Após alertas de bancários da Caixa, DPU recomenda ações para suspensão de prestações da Faixa 1 do Minha Casa Minha Vida

7 comentários

  1. Comentários acerca do empresário que disse que o policial é macho na favela mas marmita de empresário no Alphaville:

    Ana Maria Cruz
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Eis a prova cabal de que o alvo da brutalidade da polícia tem cor, classe social e CEP bem definidos.

    Renan Gonçalves
    Na verdade não, na periferia é enviado outro tipo de policial, o policial que vai pra lá, já está preparado pra arriscar a vida, por isso a abordagem é outra. Não dá prá comparar. Infelizmente o pessoal da periferia não colabora mesmo, isso não é culpa dos policiais. Quantos policiais morreram em Alphaville? Agora me fala quantos já morreram em qualquer periferia aí? Se sou delegado, eu faço mesma coisa, envio os casca grossa pra periferia, e pra Alphavile os mais de boa, natural. Cada um colhe o que planta, e infelizmente uns bons pagam pelos maus.

    Wilson José Targino
    Um Coronel afirmou que há uma polícia para os Jardins e uma outra para a quebrada.

    Ronaldo Tovani
    Neste caso me pareceu mais que a experiëncia do PM o levou a fazer a coisa certa: gravou, chamou reforço e aí sim o prendeu e à força o levou, como aconteceu.

    Jose Silva
    Ronaldo Tovani o melhor comentário.
    Parabéns.

    Elias Leoncio de Souza
    Não foi tão à força. Duvido você achar uma foto dele algemado e no camburão. Se vacilar, ele foi pilotando a viatura e um policial foi no camburão

    Tiotato Domínguez
    Se tivesse sido um rapaz negro da periferia, o policial iria a ficar assim tão quieto?

    $r. Renan Gonçalves, você acha que se a polícia fosse tão civilizada na periferia quanto é civilizada no Alphaville, haveria tantas mortes, tanto de moradores quanto de policiais, nas mencionadas periferias?

    A toda ação corresponde uma reação, de mesma intensidade e sentido contrário. Terceira Lei de Newton

  2. Comentários acerca do empresário que disse que o policial é macho na favela mas marmita de empresário no Alphaville:

    Ana Maria Cruz
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Eis a prova cabal de que o alvo da brutalidade da polícia tem cor, classe social e CEP bem definidos.

    Renan Gonçalves
    Na verdade não, na periferia é enviado outro tipo de policial, o policial que vai pra lá, já está preparado pra arriscar a vida, por isso a abordagem é outra. Não dá prá comparar. Infelizmente o pessoal da periferia não colabora mesmo, isso não é culpa dos policiais. Quantos policiais morreram em Alphaville? Agora me fala quantos já morreram em qualquer periferia aí? Se sou delegado, eu faço mesma coisa, envio os casca grossa pra periferia, e pra Alphavile os mais de boa, natural. Cada um colhe o que planta, e infelizmente uns bons pagam pelos maus.

    Wilson José Targino
    Um Coronel afirmou que há uma polícia para os Jardins e uma outra para a quebrada.

    Ronaldo Tovani
    Neste caso me pareceu mais que a experiëncia do PM o levou a fazer a coisa certa: gravou, chamou reforço e aí sim o prendeu e à força o levou, como aconteceu.

    Jose Silva
    Ronaldo Tovani o melhor comentário.
    Parabéns.

    Elias Leoncio de Souza
    Não foi tão à força. Duvido você achar uma foto dele algemado e no camburão. Se vacilar, ele foi pilotando a viatura e um policial foi no camburão

    Tiotato Domínguez
    Se tivesse sido um rapaz negro da periferia, o policial iria a ficar assim tão quieto?

    $r. Renan Gonçalves, você acha que se a polícia fosse tão civilizada na periferia quanto é civilizada no Alphaville, haveria tantas mortes, tanto de moradores quanto de policiais, nas mencionadas periferias?

    A toda ação corresponde uma reação, de mesma intensidade e sentido contrário. Terceira Lei de Newton. Elementar, meu Caro Watson

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome