Rússia direciona indústria militar para produzir equipamentos contra coronavírus

A Rússia é hoje o 7º país com mais casos de COVID-19 no mundo, com 143 mil confirmados e mais 1,3 mil mortes

Jornal GGN – O site The Sun publicou nesta segunda (4) uma reportagem sobre os problemas de Vladimir Putin na condução da crise provocada pelo coronavírus. A matéria destaca cidadãos insatisfeitos com as medidas de Putin na economia. Em paralelo, o texto mostra hospitais de campanha sendo montado para desafogar o sistema de saúde e narra, com detalhes, como as empresas de equipamentos militares foram adaptadas para produzir materiais necessários ao enfrentamento da pandemia, como EPIs e respiradores. O GGN reproduz um trecho abaixo.

Do The Sun

(…)

Também surgiram detalhes de como a Rússia está direcionando suas fábricas militares para produzir urgentemente equipamentos desesperadamente necessários em hospitais.

A fábrica de máscaras de gás absorvente em Perm foi encarregada de produzir respiradores hospitalares.

A fábrica da NPO Splav em Tula – que normalmente produz vários lançadores de foguetes Grad e Smerch – agora está priorizando máscaras de rosto para os hospitais Covid-19.

Os ventiladores Loung estão sendo fabricados pelo KRET, fabricante de equipamentos de guerra eletrônica, informou a Zvezda TV, controlada pelo Ministério da Defesa da Rússia.

A fábrica de Polyot em Ivanovo – famosa por pára-quedas militares – foi condenada a fazer roupas médicas em meio a relatos frequentes de falta nos hospitais russos.

A fábrica de equipamentos de comunicação NPP Radiosvyaz na Sibéria agora é desviada para a fabricação de filtros de ar.

Uma fábrica de equipamentos militares – Zverev, em Krasnogorsk – desenvolveu e começou a produzir sensores médicos de calor em vez de óptica térmica e de visão noturna para o helicóptero Mi-28 e o míssil Kornet anti-tanque.

Leia também:  Estatais financiam canais que veiculam fake news no YouTube

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

2 comentários

  1. O Brasil também deveria usar suas fabricas militares para fabricar utensílios para ajudar no combate a Pandemia.
    Mas, a coisa é bem diferente, o Brasil importa até os uniformes do Exército brasileiro.

  2. Por que a fábrica foi CONDENADA? Ou o autor do texto explica o que ele afirma ou cai no descrédito, pois em momento algum tocou que as empresas militares russas estão sendo obrigadas por lei a mudarem a produção.

    “A fábrica de Polyot em Ivanovo – famosa por pára-quedas militares – foi condenada a fazer roupas médicas em meio a relatos frequentes de falta nos hospitais russos.”

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome