Exportadores de carne sofrem novo golpe com suspensão dos EUA

pecuaria_arnaldo_avles_anpr.jpg
 
Foto: Arnaldo Alves/ANPr
 
Jornal GGN – Alguns meses depois da Operação Carne Fraca, que resultou em diversas restrições à carne brasileira, os exportadores sofrem um novo golpe, dessa vez dos Estados Unidos. Autoridades norte-americanas decidiram suspenderam as importações carne ‘in natura’ do Brasil.
 
A decisão foi tomada pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, que alegou “preocupações recorrentes sobre a segurança de produtos destinados ao mercado americano”. O órgão também disse que a suspensão irá durar até o Ministério da Agricultura brasileiro tomar medidas que os norte-americanos considerem “satisfatórias”. 
 
Apesar dos EUA não ser o principal destino da carne fresca produzida no Brasil, o país é considerado um “passaporte” para outros mercados. Os americanos voltaram a comprar o produto in natura depois de dez anos de veto.

 
Segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), foram importados US$ 19 milhões em carne in natura entre os meses de janeiro a maio deste ano. Ainda de acordo com a Abiec, as exportações de carne bovina tiveram alta de 27% em maio, em um total de 115,3 mil toneladas embarcadas para o exterior. 
 
A suspensão ocorre após o aumento da fiscalização pelo Serviço de Segurança e Inspeção de Alimentos do Departamento de Agricultura, em razão da Operação Carne Fraca. Foi recusada a entrada de 11% das carnes frescas produzidas no Brasil, um percentual muito maior que a taxa média de rejeição, de 1%. 
 
As autoridades americanas recusaram 106 lotes da carne brasileira, o equivalente a 860 toneladas. O comunicado do Departamento de Agricultura não especifica quais os problemas encontrados com a carne in natura. 
 
Maggi irá para os EUA
 
Blairo Maggi, ministro da Agricultura, deverá viajar para os Estados Unidos para prestar esclarecimentos e tentar retomar as exportações do produto. Ele também afirmou que abrirá uma sindicância sobre a reação da vacina contra a febre aftosa, que seria a razão do embargo dos EUA. 
 
“Muito provavelmente, os problemas que ocorrem têm a ver com a reação a componentes das vacinas. Mas vamos abrir uma sindicância, uma investigação, para vermos o tipo de reagente que está sendo utilizado e se está deixando resíduos”, afirmou o ministro. 
 
Concorrência
 
Blairo Maggi também disse que existe pressão pela suspensão das importações de carne brasileira nos EUA, já que os norte-americanos são os maiores concorrentes do Brasil no setor. 
 
Nesta semana, o colunista Mauro Zafalon, da Folha de S. Paulo, escreveu que os EUA, após recuperaram sua produção de carne bovina, tentam encontrar uma melhor posição no mercado externo e foram atrás dos importadores chineses. 
 
“O participantes do mercado de carnes dos Estados Unidos entendem que esse é um bom momento para voltar a vender para a China. Na avaliação deles, o Brasil, maior exportador para o país asiático, está às voltas com os escândalos no setor”, afirmou Zafalon.
 
Assine
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

9 comentários

  1. Será que dessa vez aprendem

    Será que dessa vez aprendem que nada mais valioso do que a democracia e o progresso com avanço e benefício para todos. Deram o golpe e agora está levando naquele lugar. Chamem a bancada BBB bola biblia boi quem sabe dão um jeito.

  2. A Vaca Foi Pro Brejo?

    Nassif: os gringos estão promovendo isto para comprarem a JBS a preço de banana. E assim, conforme o combinado os do Judiciário, vai ser Odebrecht, os projetos de Defesa Nacional, a Base de Alcântara, as terras agriculturáveis, de fronteira ou não, os planos do Submarino atômico e as centrífugas, bem como 90% da Petrobras e as reserva minerais da Nação.

    Essa da vaca louca foi só o começo.

    E o que começou no BANESTADO, inclusive com infiltração autorizada de agentes da CIA, está a todo vapor.

    Você, por acaso, suspeita de quantos falsos CPF e documentos de identidades foram judicialmente autorizados (na calada da noite) desta vez?

    Um viva a Savonarola dos Pinhais (também conhecido por Josemary Baby’s), pai da criança…

  3. Muita pena deles

    Como diz um ditado:

    Muito coidado com o que você quer, você pode conseguir.

    99% destes idiotas foram a favor do golpe. 

    Todos eles eraam vizinhos de uma fazenda do filho do Lula com mais de 10 mil cabeças de gado.

  4. exportadores…..

    A vingança contra a JBS continua a todo vapor. Alguém pensava que ficaria somente na “Carne Fraca”? E ainda permitiram que os criminosos continuassem no Congresso Nacional e na Presidência da República, para destruirem o tal setor e empresariado que eles não conseguiram colocar no bolso e no cabresto. Enquanto isto, que se danem os 10.000,000 de empregos que esta cadeia produtiva agrega. E o Anticapitalismo Tupiniquim justifica. O Brasil se explica. E se lamenta.  

  5. É mentira

    Esse argumento usado pelo Departamento de Agricultura dos EUA é conversa para boi dormir.

    E o ministro Maggi disse que vai abrir uma sindicância para as reações adversas da vacina contra a febre aftosa.

    Como ele só planta soja, deve ser um imbecil por não conhecer na prática as reações da vacina por erros técnicos na hora da aplicação

    Os seus efeitos podem ser minimizados com boa assepsia no local da aplicação e por via subcutânea. O grande incomveniente é a quantidade de animais a serem vacinados. Imaginem uma propriedade com 10 mil, 20 mil ou 50 mil cabeças? A vacinação se dá no piloto automático, e seja o que Deus quiser.

    Essa sindicância é também conversa para boi dormir.

    A grande mentira dessa estória é exatamente esse argumento: a presença de nódulos ou abcessos na carne provocados pela vacina.

    Que existem as reações, claro que existem, e aos montes.

    E os babacas do governo aceitam candiamente esse argumento dos EUA.

    Nem para o comércio interno, a inspeção das carcaças bovinas dentro do frigorífico deixam passar, retirando nacos do local que podem chegar até a 2 kg de músculo (carne).

    Os frigoríficos sacaneiam os pecuaristas no abate dos seus animais na chamada “toillet”; retirada de excessos de gordura, apronevrose (pelancas) das superfície das carcças ou dos músculos. Essa operação, como desculpa, reduz o peso da carcaça na hora do pagamento. Coisa de brasileiro sacana.

    Agora imaginem, se isso estaria presente nas carcaças in natura exportada, ao EUA?

    Só o Blairo Maggi e o quadrilheiro Temer para acreditar nessa estória.

    O que Dilma conseguiu com grande êxito, essas bestas humanas estão destruindo.

    O detalhe mais importante é que os EUA nunca na vida importaram carne in natura do Brasil. 

    E pelo visto, vão continuar a não importar.

  6. Questões sanitarias são

    Questões sanitarias são habitualmente usadas para fins comerciais. O Brasil deu um tiro no proprio pé com a Operação Carne Fraca, demos razões para nossos concorrentes nos combaterem, como tambem em todos os alvos da cruzada moralista,

    destruimos o mercado para nossas empreiteiras na America Latina e Africa, quase liquidamos com a EMBRAER, que foi multada em US$209 milhões nos EUA por informações que vieiram do Brasil e hoje tem dois inspetores americanos dentro da empresa indicados pelo Departamento de Justiça. Estamos liquidando nossas empresas e empregos porque queremos ser santos, corretissimos, honestos, eticos, enquanto o resto do planeta segue seu caminho.

    Enquanto isso a classe media moralista bate palmas,  o prestigio mundial do Brasil vai para a lata do lixo, soterrado por delações e inqueritos. Na FOLHA de hoje, primeiro cadrno TODAS as paginas tratavam de  materias judiciarias, unico tema do Pais.

     

    • Questões sanitárias são…

      Perfeito o comentário do André. 

      Vejo, também, outro ângulo. O estado brasileiro está sendo USADO, por Temer, em sua vendeta contra os “FriReprodutores” DELATORES.  BNDES, BBB, CADE, RFB, etc. 

      Pergunto ao André: Tendo apenas 20% das “plantas”, no Brasil, você não observa um CONTRA ATAQUE direto da FRIBOI, à partir das retaliações do TEMER, já que pouco perderão com o comprometimento de multas e a força de instituições brasileiras contra o grupo? A pròpria FRIBOI SUBRIRÁ este mercado “abalado”, à partir de outras plantas, na Autrália e no EUA, mesmo, não? 

      Abs. André. 

  7. Como rasgar o diploma de jornalista em 2 minutos e 16 segundos

    Se eu fosse dono de jornal ou revista, eu daria emprego para a Cynara Menezes sim, de Diretora da Central de Fotocópias (operadora de xerox). Quero crer que a passagem dela pela Carta Capital foi um equívoco do Mino Carta. é por isso que a blogueira morena é o que é, uma nulidade, irrelevante como jornalista, e um fracasso como blogueira. Ninguém a lê ou assiste. 

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=XnAgk2tWQvg%5D

    • “Controlled Opposition”
      e,

      “Controlled Opposition”

      e, pelo visto, das fracas, sem tutano nenhum.

      parece que ela não sabe (ou finge não saber) o que se passa no mundo.

       

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome