Equador amanhece com mais violência e repressão em 10º dia de protestos

A polícia do país continua utilizando de repressão e violência contra os manifestantes, em sua grande parte do movimento indígena do país

Jornal GGN – As ruas de Quito, no Equador, viveram neste sábado (12) mais uma jornada de dura repressão do aparato militar e policial do presidente Lenín Moreno contra a população que manifesta contra as medidas econômicas e o estado de Exceção implementado.

A polícia do país continua utilizando de repressão e violência contra os manifestantes, em sua grande parte do movimento indígena do país, com disparos de balas de borracha, gás lacrimogêneo e cassetetes, deixando novos feridos na manhã e tarde de hoje.

As cenas de como amanheceu Quito neste sábado foram registradas por fotografias nas redes sociais:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Grupo Puebla se posiciona contra o golpe na Bolívia

4 comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome