A oposição e os “salvadores da pátria”, por Mauro Santayana

 
Do blog de Mauro Santayana
 
 
A divulgação de “acusações” de delatores “premiados” contra os senadores Renan Calheiros, Randolfe Rodrigues, Fernando Collor e Aécio Neves vêm corroborar o que afirmamos recentemente em O impeachment, a antipolítica e a judicialização do Estado
 
A criminalização da política, na tentativa e na pressa de retirar o PT do Palácio do Planalto por outros meios que não os eleitorais, iria descambar para a condenação, paulatina, geral e irrestrita, da atividade como um todo.
 
Esse é um processo que parece estar focado, além de, principalmente, no PT, também nos partidos ou candidatos que possam fazer sombra, no campo adversário ao do governo, ao projeto messiânico de um “novo Brasil” que está sendo engendrado à sombra da ambição e do deslumbramento das forças surgidas da “guerra contra a corrupção” e da “Operação Lava-Jato”.

 
A entrevista da semana passada, com o procurador Deltan Dalagnoll, na primeira página do Correio Braziliense  e a capa da retrospectiva de Veja, com a cara fechada do Juiz Sérgio Moro, com o título de “Ele salvou o ano” (a segunda, se não nos enganamos) que – será por mera coincidência? – lembra a capa da mesma revista com o rosto de Fernando Collor, com o título de “O caçador de Marajás”, publicada muito antes de ele anunciar-se candidato a presidente da República – são emblemáticas do que pode vir a ocorrer – do ponto de vista midiático – nos próximos três anos.
 
Só os cegos, os surdos, ou os ingênuos, não estão entendendo para que lado começa a soprar – quase como brisa – o vento – ou melhor, para tocar que tipo de música está começando a se preparar a banda.

6 comentários

  1. candidato? SIM
    Minha opinião, e não é de hoje, é que a direita está desesperada para achar um candidato para 2018.

    Os que pretendem ser, tipos como aecio, alkimim, serra, não dão nem para a largada.

    O interessante é que será o PIG quem escolherá o candidato e não os partidos nem os seus apoiadores.

    Depois ainda dizem que são democratas de carteirinha.

  2. Oposição insiste em depositar fichas em heróis corruptos

    Os últimos heróis da oposição foram Demóstenes, Cunha, Aético, Youssef e seu “cumpadre” Álvaro Dias, todos eles criminosos de alta periculosidade. O grande picareta juiz tucano Moro, pelo conjunto da obra, teria que ser afastado. Além de manter estreitas relações e operar para a máfia demotucana, já foi contaminado pela mídia partidária do PIG, tendo a desfaçatez de receber prêmios dessa corja.  Dentro de órgãos públicos está “tudo dominado”. Fazem politicagem descarada, são omissos e coniventes com as falcatruas da organização criminosa demotucana, a qual são aliados, e perseguem seus adversários políticos. Tribunais de Contas (como o de Minas, que tem na presidência a esposa do mafioso Clésio Andrade, amigo de Aético), Ministérios Públicos, Polícia Federal, judiciário e imprensa estão infestados de grandes patifes canalhas que usam do cargo para expor suas predileções e se corromperem. Um grande absurdo, vergonha! Caso de polícia e para as instituições máximas resolverem! Espero que o destino desse pulha Moro seja o mesmo do bandido Demóstenes! Cansamos de ser enganados!

  3. Na falta de maquiagem,

    Na falta de maquiagem, photoshoparam sombra em excesso na cara de Moro.

    No resto, nem ele nem Dalagnol me interessam mais.

  4. rostos assustadores desses

    rostos assustadores desses caras – mais parecem

    aqueles fascistas da  primeira metade do século passado na

    itália registrados nos filmes do cineasta   berrnardo bertolluci

  5. Então…………………..

    Quando olho estes rostos, me vem a imagem de facistas/neo-nazistas, nada mais !!!!

    O mais lamentável é que estes individuos da Vaza Jato, estão paralizando o País, e chego a pensar que estão a soldo de interesses nada nacionais.

    Bando de entreguistas utra-conservadores !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

     

  6. Para mim, Moro e Bolsonaro

    Serão os candidatos do fascismo em 2018. Aécio e o PSDB – quando a malandragem é demais acaba comendo o dono – vão ser moídos – para não atrapalhar – não cerol da Lava-Jato. E o úncio caminho é cerrar fileirasc, agora, contra o fascismo na internet.  

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome