Como os EUA passaram a controlar a Petrobras e a JBS

jbs_petrobras_eua.jpg

A respeito do post “Xadrez de como Janot foi conduzido no caso JBS” (https://goo.gl/ubAHLX) recebo informações de leitores que complementam a questão geopolítica apresentada.

Há duas áreas estratégicas no Brasil, de interesse direto dos Estados Unidos. Uma, a área de energia/petróleo; outra, a área de alimentos. Nelas, a Petrobras e a JBS.

O interesse estratégico na JBS se deve ao fato de ter se transformado no maior fornecedor de proteína animal para a Rússia e a China. Na Petrobras, obviamente pelo acesso ao pré-sal.

Nos dois casos, o Departamento de Justiça logrou colocar sob fiscalização direta do escritório Baker & McKenzie, de Chicago, o maior dos Estados Unidos, o segundo maior do mundo, com 4.600 advogados e 13.000 funcionários mundo e com estrutura legal de uma sociedade registrada na Suíça (Verein) para pagar menos impostos. É considerado ligado ao Departamento de Estado e ao Departamento de Justiça e é visto em todo o mundo como um “braço” do governo americano, atuando em alinhamento com ele na proteção dos interesses essenciais dos EUA.

No Brasil, o nome de fachada da Baker & McKenzie é o escritório de advocacia Trench, Rossi & Watanabe.

Trata-se de uma nova versão originaria do primeiro escritório Baker & Mackenzie no Brasil, fundado como Stroeter, Trench e Veirano em uma pequena casa na Rua Pará em Higienópolis em 1973. O cabeça era o advogado Carlos Alberto de Souza Rossi, filho do empresário Eduardo Garcia Rossi, ligado à SOFUNGE fundição do grupo Simonsen. Depois o Veirano saiu e montou seu próprio escritório e entrou o desembargador aposentado Kazuo Watanabe, um dos pais dos Juizados de Pequenas Causas.

Leia também:  A pouca transparência da Transparência Internacional

O Trench, Rossi & Watanabe foi indicado pelo Departamento de Justiça como fiscal dentro da Petrobras, serviço pelo qual já cobrou mais de 100 milhões de reais. Hoje a Petrobras está sob supervisão direta  do BAKER MCKENZIE, que analisa todos seus contratos, vasculha seus e-mails, tentando identificar novas áreas de atuação suspeita.

Agora, assumiu a defesa da JBS, inclusive nas negociações com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos. O Baker McKenzie é o principal escritório da JBS nos EUA. O caso JBS está sendo monitorado de perto pelo governo dos EUA porque os EUA poderão ter de graça sob seu controle a maior empresa de proteína animal do mundo.

Na realidade a JBS “salvou” a indústria de frigorificação de carne dos EUA, toda ela quebrada, e salvou com dinheiro publico brasileiro.
O Brasil praticamente “entregou” a JBS ao controle do EUA. Os Batista não têm saída a não ser virarem americanos. É mais um bom serviço prestado pelos  moralistas do Brasil.

Antes os EUA usavam pastores evangélicos para penetrar nos países, hoje usam promotores.

Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

74 comentários

  1. “Não tem saída”? Não, já queriam sair

    Os Batista não têm saída a não ser virarem americanos.

    Não. Os Batista queriam virar americanos. E pelo menos desde o final de 2015. A delação só serviu pra tornar a situação inevitável.

    Lembram quando tentaram mudar a sede da JBS pra Irlanda, há um ano atrás? Que o BNDES surpreendeu todo mundo e… barrou? Então.

    A vingança é um prato que se come frio também em Anápolis. Derrubou Temer e derrubou Maria Silvia.

  2. “…Há duas áreas

    “…Há duas áreas estratégicas no Brasil, de interesse direto dos Estados Unidos..”

    só a PETROBRÁS e JBS ?!

    e como ficam as CONSTRUTORAS que já marcavam presença por todo planeta ? ..a INDUSTRIA NAVAL, de sondas e plataformas, a petroquímica, o SUBMARINO e tecnolologia nuclear, o SATÉLITE nacional ?  ..áreas que nos tornariam, como nunca, independentes ?

    e na PRODUÇÃO AGRICOLA com seus aditivos, fertilizantes, implementos, armazenagem, compra, transporte, comercialização e sementes conrolados em sua mairoia por eles ?

     ..ou no contrabando e exploração de minerais preciosos, com a manipulação e formação de preços ? (tipo como dizem que ocorre com o nióbio) 

    e aonde se encaixam as recentes tentativas em se mexer na autorização pela compra de TERRAS por estrangeiros, latifúndios inclusive, permitidos por todo país ?!

     

    olha ..por enquanto parece que não aprontaram com os caças mas.. mas ainda estou aguardando o que estaria por trás dessa nosssa “adesão” a OCDE que se noticia..

    ..estou aguardando pra ver o que mais estaremos perdendo  ..visto que com o desembarque que nos forçaram por termos sido um dos BRICs (privilegiados que seríamos pela preferência num mercado de 3 BILHÔES de indivíduos),  por isso,  eu já sei que perdemos

  3. uma questão vem a tona depois

    uma questão vem a tona depois destas perdas que o país vem acumulando: contratos com BNDES agora terão uma cláusula proibindo desnacionalização futura daquele que tomar dinheiro brasileiro?

  4. E tem o promotor que é

    E tem o promotor que é pastor, dr. Detanol, aquele que trouxe as tabuas de jeová em um powerpoint.

  5. O governo dos EUA devem

    O governo dos EUA devem pensar baixinho = “Ah, se todos os países tivessem uma elite tão fdp, tosca, moralista e ridícula quanto a elite brasileira, quantas guerras evitaríamos, quantos americanos não teriam morrido nas invasões que fazemos em nome do Bem. Por que não tivemos a sorte divina do Vietnã ter uma elite assim ?  “

    Enquanto aqui no Brasil o desemprego segue sua onda tsunâmica, nossa elite entregou empregos pros americanos – e empregos que exigem a mão de obra pouco qualificada que ajudou a eleger o Trump. E que grosseiro é esse Trump = nem pra agradecer nossa gentileza. Brasileiro é tão bonzinho (é rir pra não chorar 🙁 

     

     

    • Que nada. A indústria privada

      Que nada. A indústria privada bélica dos EUA ganha um dinheirão usando a máquina estatal daquele país para atacar belicamente outros países e chamar de guerra. E grande parte dos cidadãos que vão nessas missões de terrorismo são terceirizados, mercenários empregados de outras empresas, também privadas. Segundo estudiosos, Naomi Klein em especial, já há mais mercenários nas presenças dos EUA no exterior do que soldados. Além desses mercenários não estarem sujeitos às leis marciais as próprias leis civis dos EUA prevêm perdão no caso desses caras cometerem crimes. E, em certos casos, até premiam esses assassinos com honras, medalhas e dinheiro, transformam seus crimes em filmes como “Sniper”. Na verdade os EUA ganham dinheiro até vendendo propaganda embalada como se fosse denúncia ou oposição como os filmes “Doutrina de Choque”, “Citizenfour”, etc. E a moçada, ao assistir a esses filmes, se revolta e acha que com esse sentimento está combatendo o imperialismo. Mas sai do cinema e vai comer um sanduíche no Mac Donald’s, tomar uma Coca-Cola e vai para casa num Chevrolet. No caminho liga o rádio e ouve música em inglês que (mal entende a letra e passa longe do sentido cultural). Antes de chegar em casa dá uma paradinha e enche o tanque num posto Shell…  Ah, o cinema era de uma empresa texana, o Cinemark…

      • Renato, realmente não tinha

        Renato, realmente não tinha pensado por esse ângulo. Então vou refazer meu pensamento = Os EUA devem temer que todos os países tenham um elite entreguista como a brasilieira, porque aí não dá pra usar a indústria bélica, e isso afetará o PIB americano (Rs). E realmente não só a força das armas, mas a força de impor uma ideia é uma coisa massacrante. Isso no cinema salta aos olhos = um blockbuster (hoje filme de herói que destroem cidades e você não vê uma gota de sangue) toma conta de todas as salas de cinema, deixando quase nada para os outros filmes que não têm essa força de grana. 

        • rs…

          Pois é, caro Joel, querem ganhar com ou sem uso da força bélica. Mas o que eles querem é problema deles. Nosso problema é se a gente quer mesmo perder para que eles ganhem, se a política deles atende aos nossos interesses. E talvez caiba aqui perguntar: “Nossos, de quem?” Bem… da turma do golpe é que não, os interesses dessa turma, os 1%, são os interesses estrangeiros. Acho que “nossos” refere-se aos 99% outros brasileiros… será?

  6. Se fosse

    um governo petista, nessa hora teria um monte de militar caudilho (nossos militares sempre se sentiram superiores aos demais militares da América Latina, recusando até o último fio de cabelo o rótulo de caudilho. Na verdade são simplesmente caudilhos e nada mais, para essa tigrada lutar pela soberania nacional é simplesmente pisar na garganta do povo e manter o status quo.) gritanto e fazendo ameças de uma possível intervenção. Eita puteiro.

  7. Xeque-mate na PGR e na Fraude a Jato

    Isso aí, grande Nassif. Jornalismo investigativo e de denúncia. Na veia! Fatos, fatos e provas; nada de powerpoints e convicções.

    Juntando esta análise ao Xadrez de hoje tem-se a exumação completa do cadáver da Fraude a Jato.

    • Embraer ……..

          Na area de “defesa” ( A-29 ) ela atende pelo nome de SNC-Embraer ou Sierra Nevada Corporation, com sede em Sparks (Nevada USA ), já com respeito a divisão de jatos executivos ( a mais lucrativa da empresa ), a sede encontra-se na Flórida, em Jacksonville.

           Já foi……

      • PF e os jatos…

        …   Não por acaso existe um processo com a estória dos caças suecos, a aeronáutica teria firmado parceria com a embraer e montar os jatos juntos e a embraer teria acesso a tecnologia onde poderia ser empregado a tecnologia militar dos caças em aviões comerciaís, tecnologia militar empregado na avião comercial é comum em outros países, mesmo pq é uma forma das forças armadas angariar maior recurso, outro exemplo é o uso comercial do GPS que financia a mesma tecnologia para área militar, poucas pessoas sabem que o GPS do seu carro ajuda a enviar bombas em outros países até uma dessas bombas caírem na cabeça de quem usa o GPS em seu carro, bem irônico !

        • Erro comum

              Equipamentos GPS comuns, tipo de automoveis, celulares, computadores etc… os “civis”, são completamente diferentes dos GPS de utilização militar em varios aspectos, podem ser “apagados” facilmente, assim como derivados e/ou enganados com uma simples alteração de frequencia e de pulso, tanto que na industria aeronautica civil, nas aeronaves mais modernas, é utilizado o DGPS ( GPS diferencial ), e nas aeronaves/UAVs/UCAVs militares ocidentais, este sistema DGPS somente é efetivo quando combinado em uma “rede” de frequencias segregadas criptografadas.

  8. Interesses Americanos Estúpido!

    Existe um gravíssimo problema na forma como as investigações são realizadas no Brasil e também como são punidos os crimes de corrupção que envolvem empresas. A justiça brasileira joga a culpa nas empresas, ou seja, nas pessoas jurídicas, quando deveríamos punir as pessoas físicas que realizaram os crimes. O que estamos vendo é a tentativa clara da Polícia Federal, do Ministério Público e da Justiça Federal de punir pesadamente a Pessoa Jurídica e não as Pessoas Físicas envolvidas nestas falcatruas. Com isto o que temos é a destruição de mais de 100 mil empregos somente na Andrade Gutierrez e na Odebrecht e a JBS vai se tornar uma empresa Americana para poder evitar as enormes punições da “Justiça Brasileira” que podem inviabilizar estas empresas. O Brasil hoje passa por uma enorme recessão causada em boa parte por este trio de instituições citadas acima. A corrupção é um gravíssimo problema do nosso pais que deve ser tratado de forma dura punindo as pessoas que praticaram os atos; mas jamais deveria se punir as empresas até pelo fato de serem, por exemplo, as citadas acima, sociedades anônimas, onde uma série de pessoas que não cometeram crime algum estão sendo punidas, isto em meu humilde ponto de vista vai contra o estado de direito, e ainda pior pune toda a sociedade brasileira quando produz recessão e defende interesses alienígenas pois como sabemos a maioria das informações veio da NSA.  Destruir o nascente capitalismo brasileiro com o surgimento de multinacionais brasileiras é claramente interesse Americano, além do que o “Mercado” deseja que o Brasil continue sendo o paraíso dos juros altos garantindo com isto que os juros básicos seja no mínimo o dobro da inflação anual, para isto crises econômicas são criadas e mantidas artificialmente e pessoas são postas em postos chaves como o Ministério da Fazenda e a Presidência do Banco Central para dar legitimidade a esta política de juros. Junte-se um grupo de pessoas que querem aparecer a qualquer custo com interesses escusos, o que teremos é o desastre que estamos vendo. Precisamos de lei para coibir isto, e claro, mais patriotismo verdadeiro!

    • O mercado e EUA querem o
      O mercado e EUA querem o Brasil como fornecedor de mateeria prima in natura e nada pais. E o golpista faz sua parte vendendo com 92% de desconto o que nos resta, de satelites a aquiferos, passando por Base de Alcantara e tudo q for de interesse dos EUA. E nao se ouve nenhuma panela nas varandas gourmet

  9. Com relação ao último
    Com relação ao último parágrafo :
    Os pastores evangélicos usados eram AMERICANOS. Hoje os promotores usados pelos americanos são BRASILEIROS.
    E isso deveria fazer toda a diferença. Dá Lesa-Pátria e Alta Traição ou não dá ?

    • Noriega morreu essa semana:
      Noriega morreu essa semana: os “nossos” procuradores não têm medo da forca e sim do Grande Satã.

  10. como….

    como os EUA  passaram a comandar JBS e Petrobras? Fácil. Por que o Brasil as entregou de graça. E com este fatalismo, vitimismo e complexo de achar que os americanos são culpados por tudo, não mudaremos nunca nossa realidade. Bipolaridade tem limites até para nós. Nossa elite intelectual, politica, pública, de imprensa se consagrou Anticapitalista. Sewndo anticapitalista, o capital nunca foi a saída nem a solução. Nem empresas, nem empregos, nem formar uma classe média sólida que é a base para a Democracia no Mundo inteiro. Alias, Classe Média é coisa de Burguês liberal. Não se lembram? Não dá para ter discussão nesta conversa de lunáticos !! JBS é a produção agropecuária que dá certoe e produz riqueza para toda a sociedade. Rotulada preconceituosamente de Agronegócio. Agora ela nos interessa? Mas quem está fudendo com a JBS se não é seu próprio país? (desculpem o termo) E a culpa é dos americanos? Industrialçização, nacionalismo, meritocracia, desenvolvimento, produção de riquezas, classe média assalariada nunca foi o objetivo nacional, muito menos de uma esquerdopatia. Temos uma única e ampla elite nacional. Depende exclusivamente de um Estado que proporcione rendimentos estratosféricos. Para que desenvolvimento? Para que concorrência? Para que classe média botando pressão e enchendo o saco? Quando as contas  se apertam é só vender mais um pedaço de patrimônio público. A vitima da vez é o fatiamento da Petrobras. Quem, da centro-esquerda que dominou o país nestes 30 anos, propos algo diferente ou a busca implacávekl por industrialização?  Vamos começar a ter oibjetivos claros e lutar por isto. E para de culpar os outros por nossos erros e nossas burradas. 

  11. Como dizia Henry Kissinger…

     “Control oil and you control nations; control food and you control the people.”

  12. Segurança nacional

    Deve haver um orgão de segurança nacional e ele deve estar atento a estes perigos por que passa nosso país.

    Ë um mínimo que se pode esperar.

  13. França …

    … O jornalista Paulo Moreira Leite escreveu um artigo explicando o mesmo fato envolvendo empresas francesas, Alcatel por exemplo foi parar nas mãos de estadunidenses em torno da mesma temática da corrupção. No Brasil o lobby é ilegal quando adido de alguma embaixada, tenta envolver alguma instituição brasileira para abordar um tema que não é permitido pelo ministério das relações exteriores, o funcionário público tem que sofrer processo e o adido tem que ser considerado um espião, pois isso é o que mais acontece, adido dos eua tenta abordar algum tema que o ministério da relações exteriores (MRE) não concorda, esses adidos das embaixadas ficam aliciando pessoas do MP e outras instituições sem a permissão do MRE.

  14. Caro Nassif
    Vc deve fazer

    Caro Nassif

    Vc deve fazer outro posto “Como os EUA passaram a controlar o MPF e o Judiciário do Brasil”

    Porque nem naqueles governos da república velha abaixavam tanto as calças para as potências como essa ganga do judiciário e mp

  15. o buraco é mais embaixo
    1. eles têm a PEMEX, e todo golfo do mexico. da Petrobrás só precisam o conhecimento geológico de camadas de petróleo abiótico, e a tecnologia de perfuração e exploração.

    2. com a JBS deram um tiro no pé. conquistaram o mercado russo e chines em função dos controles sanitários que o país foi obrigado a implantar. lá na gringolandia não há nada disso, daí o estado falimentar de sua indústria de carne (nenhum país compra). e, ainda, o mercado russo acabou, estão se tornando exportadores de carne e transformando toda a agricultura em orgânica.

    3. que a nossa classe de “compradores” e “comissarías” não se iluda, o projeto de washington para a america do sul é de terra arrasada de tipo Líbia. como o seu fôlego está encurtando, é menos uma preocupação.

  16. Petróleo, comida… faltou

    Petróleo, comida… faltou falar da água. Que por mais questionável que seja o alarmista “a água do mundo está no fim”, sempre vai ser negócio apropriar-se da indústria de engarrafamento. A gente sabe: empresas ganham na venda do produto, na fixação da imagem institucional mas também na compra de trabalho, contratação da mão-de-obra. Se passar a reforma trabalhista, então, aí é que podemos decretar “estado de pobreza generalizada”. E nós, brasileiros, vamos comprar água brasileira dos EUA. Mas com rótulo em inglês… que finos!

  17. Na verdade os EUA sempre

    Na verdade os EUA sempre usaram os idiotas nativos para controlar países. No Brasil, onde não somos uma civilização, mas um juntamento de idiotas essa tarefa sempre foi muito fácil.

  18. COXINHAS OTARIOS

    De como os coxinhas acabaram com o Brasil. Brasileiros otarios, bemvindos  novamente á condição de colonia, da qual quase nos tinhamos safado durante o governo Lula, com a descoberta do Pre sal e a formacao da maior empresa de carne do mundo. Os coxinhas foram fundamentais, dentro do esquema de manipulação da midia brasileira, para apoiar o golpe que nos devolve á situação de colonia. Nos tiraram dos Brics, nos tiraram a Petrobras e a JBS. NOSSA UNICA SALVACAO SERA A ELEICAO DE UM GOVERNO QUE TENHA PEITO DE RETOMAR OS CAMPOS DE PETROLEO ENTREGUES A PREÇO DE BANANA PARA AS MULTI, E VOTAR LEIS IMPEDINDO O PAIS DE ENTREGAR SUAS EMPRESAS COMO A JBS PARA CONTROLE EXTERNO. E ASSIM VEREMOS OS IRMAOS METRALHA DA FRIBOI SEREM PRESOS, POIS OS USA EXIGIRAM DELES A ENTREGA DA EMPRESA PELA SUA LIBERDADE.

  19. Nassif escreveu mesmo

    Nassif escreveu mesmo isso…?

    “A jbs salvou a indústria frigorífica de carne nos EUA”….Se isso fosse mesmo importante Obama teria passado para controle estatal, por um tempo, assim como fez com a GM.

    Ou teria injetado dinheiro a perder de vista, como fez com os grandes bancos. No caso da justificativa da Petrobras não vou nem comentar…

    As respostas pra tudo isso acho que estão debaixo de nosso nariz. Teoria da conspiração já encheu o saco!

    • Burraldo! A GM é uma empresa.

      Burraldo! A GM é uma empresa. O setor de frigoríficos são milhares espalhados por todos os EUA. A manufatura norte-amerciaana foi dizimada em várias áreas, sem que o governo se movesse. Detroit virou quase uma cidade fanrtasma. E vem você com esse ar de entendido falando em injetar dinheiro a perder de vista,

        • Ô burraldo! A JBS se tornou

          Ô burraldo! A JBS se tornou estratégica pelo fato de ter se transformado na maior fornecedora de proteína animal para a Rússia e para a China. Qual frigorífico americano que tinha esse papel? Nenhum. Aprenda a ler. Uma coisa é a crise dos frigoríficos americanos. Outra coisa é o fornecimento de proteína animal para China e Rússia. Repete comigo: a JBS tornou-se estratégica por exportar para China e Rússia, e não por salvar frigorificos americanos.

          • Solle ė a cara do jeca
            Solle ė a cara do jeca brasileiro que alias abunda por ai. Sao analfabetos de pai e mae no que diz respeito a defesa do interesse nacional e geopolitica. E nao adianta ensinar viu.

    • São situações completamente

      São situações completamente diferentes. A GENERAL MOTORS foi atingida pela crise de 2008  por falta de liquidez temporaria porque o mercado de bonus ficou paralisado mas a empresa tinha plena solvencia, o Tesouro americano atraves do programa TARP injetou US$72 bilhões na GM que foram DEVOLVIDOS em oito meses.

      A industria da carne estava com quase todos os grandes frigorificos falidos, era um problema estrutural de não modernização,

      a JBS comprou muito barato e trouxe capital de giro novo, alem de bons metodos de gestão, eles são bons administradores.

      O que a JBS fez o Tesouro americano não poderia fazer.

  20. além dos pastores não serem

    além dos pastores não serem pagos com nosso dinheiro, eram gordinhos e até simpáticos. ao contrário desses arrogantes do judiciário, se fingindo de sábias sapiências e defensores da moral & bons costumes quando não passam de  criminosos contra o povo e o país. 

  21. Jogada de Mestre Enxadrezista

    Agora os EUA controlam as nossas exportações de carne para Rússia e China. Ou seja, quando os EUA quiserem fazer um bloqueio comercial a seus países inimigos nem precisam pedir a ninguém, apenas ordenam à JBS, que agora lhes é submissa.

    Em caso de um terceira guerra mundial isto seria muito útil, poder dominar os suprimentos de alimentos do inimigo, jogada de Mestre !

    Será que China e Rússia já pensaram nisto?

    ————-

    Com o tempo o Brasil vai acabar se enquadrando nas ordens do Império, devagar e aos poucos, imperceptivelmente. Se eles quiserem, vamos ser obrigados a adotar o Brazil com ” z “, vamos reduzir a natalidade até nos tornarmos um Canadá ( que também não tem submarino nuclear nem nada e é super submisso ao Império ), enfim, ninguém bate de frente com o Império e vence, ainda mais que estamos tão perto deles.

    E se o brasileiro não quiser, e tentar desafiar o Império, será pior, muito pior. Assim como eles forçaram a Odebrecht, até que se enquadrou nas ordens do Império, assim forçará o povo.

    Só vai nos faltar adotar a língua inglesa, mas acho que não chegaremos a tanto, pelo menos não a curto e médio  prazo.

    Muito mais ganhou Joeslei, que se enquadrou de imediato, poupando a sua empresa de ter o fim da Odebrecht.

    Como já dizia Saruman, ” contra o poder de Mordor, não pode haver vitória “. 

      • 85 é que é o problema

        O pessoal de 64 podem ter inúmeros defeitos horríveis, como torturar pessoas, etc. Mas o problema que enfrentamos hoje não é culpa deles e sim do pessoal da redemocratrização. Foi o pessoal do Ministério Público, quem incentivou fortemente a redemocartização, e incentivaram a ” autonomia ” plena do Ministério Público, coisa que não existe em país algum do planeta que eu saiba. Eles almejavam  poder e riquezas. 

        Por isto hoje o MP tem autonomia plena para quebrar empresas, grampear presidentes da república, coisa que país nenhum do mundo tem. 

        O pessoal de 64 era meio patriótico, mas o pessoal do MP e do MDB não possuiam patriotismo nenhum, ou seja com o fim da ditadura saímos de uma friaa para entrar numa gelada. Encerramos algo ruim, que era a ditadura,  para começar algo horrível, que é o que temos hoje. 

    • a criação de um monopólio no setor de carnes

      foi criação dos EUA ou foi obra do governo brasileiro via BNDES??

      • Os EUA só colhem

        Caro Sr Intolerável

        Os EUA dificilmente plantam ou criam alguma coisa em algum país de terceiro mundo; semelhante a aves carniceiras, eles preferem pegar pronto, são oportunistas. 

        Aa JBS foi obra do BNDS, pois a família Batista sabia conseguir alianças políticas. Os EUA só colheram pronto o que outros plantaram. 

        Mas quem criou ou plantou, não tem importância agora, pois a JBS está em vias de se tornar a mais nova empresa americana de carnes. 

  22. O banco Goldman Sachs de Nova

    O banco Goldman Sachs de Nova York acaba de comprar US$2,8 bilhões em bonus da PDVSA, estatal petrolifera da Venezuela, pelo visto a PDVSA não tem problemas no Departamento de Justiça dos EUA embora seja um caos administrativo e financeiro completo, quanto a corrupção é melhor nem comentar. Compliance e monitoramento é só para a PETROBRAS.

    A diferença é que nenhum venezuelano entregou a PDVSA em Washington.

    • US$ 5,0 Bilhões

           Esta aquisição de bonus, venciveis em 2022 com desagio > 60% de face pelo Goldman, pode até auxiliar qua a CITGO ao final deste ano, não tenha seu controle transferido para a russa RosNeft, pois a PDVSA recebeu um empréstimo da RosNeft de US$ 5,0 Bilhões a serem quitados até o final deste ano, mas ofereceu como garantia aos russos, 49,9% da CITGO.

           E caro AA, fora os US$ 500 mil que a CITGO doou para a campanha de Trump – na “aberta” – o lobista da CITGO, desde 2005 é apenas Rudolf Giulianni.

    • Bolivarianos e os EUA – pragmatismo-realismo (?)

      Por que o governo Maduro não cai ?

      Internacioalistas de bom calibre relevam o fato de que, hoje, não se explica a resiliência (vocábulo-chavão do mundo corporativo) do governo atual da Venezuela sem levarmos em conta dois ingrediantes que se tornaram vitais na dinâmica deste país caribenho: China e Rússia. Ou seja, é a enxurrada de investimentos (créditos e adiantamentos de recursos x embarques de petróleo) que tem dado sobrevida a Nicolas e o seu governo.

      No entanto, fato pouco relevado ou percebido é essa intrincada relação com os EEUU. De um lado, vemos os bolivarianos com os discursos usuais do tipo “imperialismo yankee”. Por outro lado, do alto do Fenway Park, vemos uma enorme outdoor da Citgo, reluzente a iluminar as partidas de beisebol dos Red Sox em Boston. Agora vemos essa: maio de 2017, Goldman adquirindo bônus da dívida da PDVSA com ágio de 60%, dando de ombros às críticas da oposição. Ademais, Citgo doadora de Trump. No limite, deve ser a prevalência do pragmartismo-realismo. De duas ou uma: ou para garantir o suprimento de óleo ou contenção às peso sino-russo no vizinhho caribenho. Não deixa de ser uma relação interessante, tema para de uma análise dos internacionalistas. 

  23. JBS e carne de garo

    A JBS não cria gado, processa a carne fornecida por terceiros. O gado americano tem alto custo de produção e nem mesmo a JBS conseguirá os mesmos preços da carne brasileira. O know how da JBS vale para o Brasil, não para os EUA. Tem algo muito estranho nesse arranjo.

    • Os maiores exportadores

      Os maiores exportadores mundiais de carne são o Brasil, EUA, Australia e Argentina/Uruguai, a JBS é a principal processadora de carne bovina em todos esses paises, o maior mercado mundial é a China e a JBS é a principal fornecedora.

      • os….

        Caro sr. André: JBS, Brasil e China. O que os EUA tem a ver com isto. Passamos a corrente no nosso próprio pescoço e depois acusamos a fantasmas. Anticapitalistas vêem americanos em todo lugar, mas não enxergam seus erros amadores. abs. 

    • É por ai o que eu penso. E se

      É por ai o que eu penso. E se fosse questão de estratégia, como no caso de maior fornecedor à China, a JBS já devia ter sido abocanhada por uma grande multinacional, como a Tyson Foods, que até já cogitou, no passado, comprar a BRF. Engraçado que a Tyson vendeu seus negócios remanescentes no Brasil para a própria JBS, em 2014.

       

    • Nem precisa criar gado…

      O tamanho e participação da JBS, no mercado de qualquer um dos quatro grandes produtores lhe dá peso suficiente para manipular preços.

      Além disso, chineses e russos não compram gado de fazendeiros, mas de processadores de carne.

      Mas, se o governo brasileiro quiser, basta apertar as cravelhas fiscais sobre as empresas da JBS no Brasil que logo, logo vão ter multas em montante suficiente para que estatizem as empresas. Isto feito, readquirimos o controle sobre nossas exportações de proteína animal. 

  24. Terra arrasada. Nada nos
    Terra arrasada. Nada nos restara pois os golpistas instalaram a black friday onde o que ainda nos resta está sendo vendido com 92% de desconto: plataformas de petroleo, satelites, Embraer sob controle dos EUA, destruicao dos servicos publicos e da nossa ciencia. Quem está ganhando com isso? O povo brasileiro é que não é. Ah e pra completar o jogo sujo os EUA querem calar uma voz importante como a de Lula.

  25. Quando o Dept. de Estado entra…

    https://goo.gl/nKdxWt Assumi como concursado na CAIXA em Cuiabá-MT e este texto me lembrou aquela saga em MT quando a Globo embarcou pesado nas reportagens contra o ‘comendador Arcanjo’ porque, segundo dizem, o assassinado Sávio tinha feito um seguro nos EUA e entregue uma fita denunciando o comendador caso fosse morto. A seguradora dos EUA pagou o seguro, mas teria acionado o dep. de estado estadunidense e, a partir daí, o assunto se tornou internacional e não poderia mais ser acorbertado…

  26. Creio que esteja faltando o 

    Creio que esteja faltando o  nosso exército agir.

    O exército juntos aos legalistas devem retirar o Rato do Planalto e REVER TODAS as delações.

    Retirar todos os benefícios dos CAGUETAS e PROCESSAR TODAS que CAGUETARAM a SOBERANIA do Pais, propondo a estes a PENA DE MORTE.

    Após isso, quebrar o monopólio da mídia e propor eleições DIRETAS em 2018.

    Só dessa forma nosso País poderá retomar o RUMO do DESENVOLVIMENTO.

  27. https://www.ihs.com/industry/

    https://www.ihs.com/industry/oil-gas.html

    Segundo a IHS (anteriormente Cambridge Energy Research), maior consultoria de petroleo e gas do mundo, 93% das reservas de oleo e gas do mundo pertencem a empresas estatais. Nesse enorme universo, a PETROBRAS é a unica que está sob monitoramento do Dpartamento de Justiça. As demais nem sonham com semelhante humilhação, a PEMEX, PDVSA, NIGERIAN PETROLEM, SAUDI ARAMCO, QATAR OIL, KUWAIT OIL, ECOPTROL, IRAQ NATIONAL PETROLEU, NIOC-NATIONAL  IRANIAN OIL CO., RUSSNEFT,  YPFB, SONANGOL, SONATRACH, todas grandes empresas onde

    não há uma trajetoria de santidade mas há uma historia de independencia em relação aos paises centrais.

    A PETROBRAS foi entregue ao Departamento de Justiça que indicou dois monitores americanos que hoje trabalham na sede da Petrobras no Rio de Janeiro e lá ficarão por dez anos, alem disso deve multa-la em no minimo US$2,6 bilhões.

    O impressionante é que essa questão não desperta qualquer debate no Congresso brasileiro.

    • Esse tipo de informação não rende.

      Demanda demais da capacidade intelectual do parlamentar de facebook, e de seus assessores de confiança (com as falhas de formação que essa confiança traz), pesquisar, catalogar, formular um discurso e se indispor com os colegas ao denunciar a ouvidos moucos na tv Senado ou Câmara. Vemos que nem o Requião, que ousa se expor a uma gama mais ampla de assuntos, entra nessas tecnicalidades. 

      Para quem vive de se vender em Twitter e Facebook, é muito mais eficiente viver do tautismo da renovada indignação diária pautada pela Globo em suas versões, escrita, falada e televisionada. Vão causar com o Gentilli, Frota e MBL, rendem muitos mais likes e views a exposição paupável contra o inimigo real de carne e osso.

      É demandar demais de gente que usa Iphone pra filmar e ainda o segura na vertical. De gente que usa telefone grampeado, tendo criptografado disponível, e que recebe notícias via facebook, nem ler os blogs sujos leem. 

      Enfim, assim como os 98 bi de prejuízo em swaps de 2016, fato patente e facilmente verificável, entretanto, noticiado apenas pelo senhor, se tornou um mero ocorrido. Vamos ter de esperar alguns meses ou anos até que alguém faça um meme que viralize e chegue aos iPhnoes de nossos representantes.

    • Parlamentares …

      … Uma das coisas que mais me chama atenção no parlamento são os congressista realizarem suas falas com jornal do dia e relatando o que está escrito, acho isso incrível, um parlamentar que deveria estar estudando determinados assuntos para dirimir falhas em projetos do governo, levantando teses para gerar alguma solução e estas pessoas chegam ao parlamento retratando a solução advinda de um jornal qualquer, os meios de comunicação geram uma influência incrível nos parlamentares, interessante eram quando os jornalistas retratavam os parlamentares que estavam construindo projetos para o país, hoje os parlamentares não tem idéia do que fazem e recorre ao porta-voz da elite que sugere e influencia através dos jornaís, lamentável.

      • São tão fracos que a gente nem pensa…

        Que os zé manés poderiam ter informações privilegiadas, que poderiam conhecer o jogo por dentro, que se aproveitam do trânsito dentro do Congresso ao menos para se informarem (quem sabe filmar, gravar e provar então…) sobre quem é o homem da mala que entrou e saiu da sala do golpista da vez…

        Que seus assessores fizessem clippings diários, com a qualidade de terceiros secretários do Itamaraty, que um gabinete lotado destes teria o poder de um think tank.

        Mas isso só existe na cabeça dos coxas que “sonham” que um cargo eletiv de total dedicação, e centenas de milhares de reais por ano permitiriam a um petralha bolivariano ser um germen potencial de Cuba.

        Mas ao menos eles usam de seus “assessores” para fazerem transmissões ao vivo, tremidas e cortadas, de comentários de notícias do PiG, que receberam via whatsupp, ou de eventos organizados por qualquer um que não são eles. Vou te falar, isso é caaaaro…

        Vimos o caso do Rafael Vieira, dos MST em GoIás sob a lei antiterrorismo, dos bobos pegos como terroristas pelo Moraes. Nada disso se torna pauta para estes se não for antes colocada na capa do PiG, ou seja, nem a desesperada auto imolação da juventude durante o regime golpista enternece o populismo autocongratulatório. 

         

        Mas vai ter Diretas Já! 

        Com esses parlamentares…

        Lula e DIlma estão fu….

    • Isso é muito antigo.

      Já contei isso aqui, não sei se foi publicado, se não foi, repito. Foi entre 1998 e 1999, eu tinha uma reunião com pessoal da área de IT da Petrobras, cheguei bem cedo porque era muito difícil de estacionar no centro do Rio. Entrei no edifício e fiquei esperando na sala de recepção do setor. Peguei uma das revistas de Petróleo em inglês que estavam na mesinha de centro.

      A certa altura passou um indivíduo “uniformizado” de estadunidense: camisa branca de mangas curtas COM gravata, uma horrível calça de tecido e sapatos de solas de pneu, ridículos. Cabelos vermelhos cortados rente. Foi direto na recepcionista e ordenou, em inglês, que ela transferisse uma ligação para a sala dele. Como é que esse gringo que nem fala português tem uma sala aqui dentro, pensei com meus botões. Não suportei a curiosidade, uns minutos depois interpelei a moça: -“Esse gringo tem sala aqui na PETROBRÁS?????!!!”. A pobre moça respondeu, muito assustada que não podia falar sobre isso, senão perderia o emprego. Respeitei os temores dela, sentei-me e tornei à revista. Naquela época época, O Globo e o Jornal do Brasil já falavam com insistência e muita simpatia na privatização da nossa empresa de petróleo.

  28. Terras com águas

    Sem mencionar a quantidade de terras com nascentes e cursos d’água que a JBS possui no Brasil. 

  29. Golpe, de quem, porque e por quem.

    #OGolpeFoiParaIsso

    Tornar esta grande NAÇÃO um país destruído, insignificante, subserviente, dependente, coadjuvante e sem qualquer protagonismo no cenário internacional e um protetorado estadunidense.

     

    #OGolpeTambémFoiParaIsso

    Um fornecedor de matérias primas, um provedor de força de trabalho barata e desqualificada, um grande mercado interno carente de serviços básicos para as privadas lucrarem indecentemente.

    Um brazil para as privadas e elites.

  30. Não nos livramos do complexo de colonizados!

    Não nos livramos do complexo de colonizados! São muitos os vira-latas…

    Nas antigas estórias do 007 quem facilitava a vida dos espiões eram charmosas e lindas mulheres, na nossa estória são rechonchudos e rosados promotores!!! Todos laureados pelas “escolas de formação” americanas e homenageados pela mídia totalitária, que não informa o público sobre estes fatos.

  31. Atualizado HOJE:

    A questão de como os Procuradores atropelaram o Min. Justiça nos acordos de cooperação bilateral – nos quais o MJ é especificamente denominado como ~a~ “autoridade central”, o ponto focal no Brasil para qualquer interação com estrangeiros.

    (i) Na “melhor” das hipóteses, isso tudo pode embasar pedido de nulidade das provas obtidas / produzidas em parceira.

    Os advogados das empreiteiras, no início, faziam esse tipo de alegação. Antes da fase de “delações” e “leniências” começar.

    Pararam.

    Não apenas porque essa fase começou, mas, principalmente porque esse será um argumento invocado ~depois~…

    “Por cima”…

    Lá em Brasília…

    Como uma das pernas do… acordão.

    (ii) na pior das hipóteses, as estripulias (quais??) dos Procuradores, do juiz Moro e da PGR com seus “coleguinhas gringos” pode gerar responsabilidade ~penal~ e sanções administrativas pesadas, como o afastamento de seus cargos.

    Entendem por que Moro, arbitrariamente, impede a defesa de Lula de produzir provas sobre esse tema – inclusive negando o registro em ata (!) das perguntas de Zanin a testemunhas, réus e até ao MPF (!) sobre o tema (que faz Moro sair do sério)?

    E, no verso da moeda, compreendem por que a defesa – e o próprio Lula em pessoa! – faz questão de bater nessa tecla olhando no olho de Moro e dos Procuradores??

    Quem tem ** tem medo.

    Exato: Lula deve expor mto bem tds os esqueletos do MPF/Moro

    Assim, aumenta a sua alavancagem para a negociação política por cima.

    Pois esse “jogo” é tudo ~menos~ jurídico.

    *

    Mais em:

     

    OLHO NO “ACORDÃO”: MORO, JANOT E FACHIN DANÇANDO NESSE “BAILE”

    Por Romulus & Núcleo Duro

     

    Como temos registrado no blog, houve nos últimos dias muitas “piscadelas”, de um lado, e “exibição de músculo”, do outro, entre os diferentes atores do “baile” do acordão possível. E segue a valsa!

    Depois da confirmação, ontem, pela fonte de Fernando Morais de TODAS as nossas especulações, surge mais uma peça: Nassif revela hoje um dos vários “esqueletos no armário” que empurrarão, ao fim e ao cabo, a PGR e o MPF para esse acordão.

    Eis o que foi colocado na mesa de negociação ~hoje~:

     

    LEIA MAIS »

  32. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome