Dallagnol, pare de fazer teatro com PowerPoint, por Eugênio Aragão

 
Por Eugênio Aragão
 
Minha cartinha aberta ao Dallagnol
 
Meu caro colega Deltan Dallagnol,
 
“Denn nichts ist schwerer und nichts erfordert mehr Charakter, als sich in offenem Gegensatz zu seiner Zeit zu befinden und laut zu sagen: Nein.”
 
(Porque nada é mais difícil e nada exige mais caráter que se encontrar em aberta oposição a seu tempo e dizer em alto e bom som: Não!)
 
Kurt Tucholsky
 
Acabo de ler por blogs de gente séria que você estaria a chamar atenção, no seu perfil de Facebook, de quem “veste a camisa do complexo de vira-lata”, de que seria “possível um Brasil diferente” e de que a hora seria agora. Achei oportuno escrever-lhe está carta pública, para que nossa sociedade saiba que, no ministério público, há quem não bata palmas para suas exibições de falta de modéstia.

 
Vamos falar primeiro do complexo de vira-lata. Acredito que você e sua turma são talvez os que têm menos autoridade para falar disso, pois seus pronunciamentos têm sido a prova mais cabal de SEU complexo de vira-lata. Ainda me lembro daquela pitoresca comparação entre a colonização americana e a lusitana em nossas terras, atribuindo à última todos os males da baixa cultura de governação brasileira, enquanto o puritanismo lá no norte seria a razão de seu progresso. Talvez você devesse estudar um pouco mais de história, para depreciar menos este País. E olha que quem cresceu nas “Oropas” e lá foi educado desde menino fui eu, hein… talvez por isso não falo essa barbaridade, porque tenho consciência de que aquele pedaço de terra, assim como a de seu querido irmão do norte, foram os mais banhados por sangue humano ao longo da passagem de nossa espécie por este planeta. Não somos, os brasileiros, tão maus assim, na pior das hipóteses somos iguais, alguns somos descendentes dos algozes e a maioria somos descendentes das vítimas.
 
Mas essa sua teorização de baixo calão não diz tudo sobre SEU complexo. Você à frente de sua turma vão entrar na história como quem contribuiu decisivamente para o atraso econômico e político que fatalmente se abaterão sobre nós. E sabem por que? Porque são ignorantes e não conseguem enxergar que o princípio fiat iustitia et pereat mundus nunca foi aceita por sociedade sadia qualquer neste mundão de Deus. Summum jus, summa iniuria, já diziam os romanos: querer impor sua concepção pessoal de justiça a ferro e fogo leva fatalmente à destruição, à comoção e à própria injustiça.
 
E o que vocês conseguiram de útil neste País para acharem que podem inaugurar um “outro Brasil”, que seja, quiçá, melhor do que o vivíamos? Vocês conseguiram agradar ao irmão do norte que faturará bilhões de nossa combalida economia e conseguiram tirar do mercado global altamente competitivo da construção civil de grandes obras de infraestrutura as empresas nacionais. Tio Sam agradece. E vocês, Narcisos, se acham lindinhos por causa disso, né? Vangloriam-se de terem trazido de volta míseros dois bilhões em recursos supostamente desviados por práticas empresariais e políticas corruptas. E qual o estrago que provocaram para lograr essa casquinha? Por baixo, um prejuízo de 100 bilhões e mais de um milhão de empregos riscados do mapa. Afundaram nosso esforço de propiciar conteúdo tecnológico nacional na extração petrolífera, derreteram a recém reconstruída indústria naval brasileira. Claro, não são seus empregos que correm riscos. Nós ganhamos muito bem no ministério público, temos auxílio-alimentação de quase mil reais, auxilio-creche com valor perto disso, um ilegal auxílio-moradia tolerado pela morosidade do judiciário que vocês tanto criticam. Temos um fantástico plano de saúde e nossos filhos podem frequentar a liga das melhores escolas do País. Não precisamos de SUS, não precisamos de Pronatec, não precisamos de cota nas universidades, não precisamos de bolsa-família e não precisamos de Minha Casa Minha Vida. Vivemos numa redoma de bem estar. Por isso, talvez, à falta de consciência histórica, a ideologia de classe devora sua autocrítica. E você e sua turma não acham nada de mais milhões de famílias não conseguirem mais pagar suas contas no fim do mês, porque suas mães e seus pais ficaram desempregados e perderam a perspectiva de se reinserirem no mercado num futuro próximo. Mas você achou fantástico o acordo com os governos dos EEUU e da Suíça, que permitiu-lhes, na contramão da prática diplomática brasileira, se beneficiarem indiretamente com um asset sharing sobre produto de corrupção de funcionários brasileiros e estrangeiros. Fecharam esse acordo sem qualquer participação da União, que é quem, em última análise, paga a conta de seu pretenso heroísmo global e repassaram recursos nacionais sem autorização do Senado. Bonito, hein? Mas, claro, na visão umbilical corporativista de vocês, o ministério público pode tudo e não precisa se preocupar com esses detalhes burocráticos que só atrasam nosso salamaleque para o irmão do norte! E depois fala de complexo de vira-lata dos outros!
 
O problema da soberba, colega, é que ela cega e torna o soberbo incapaz de empatia, mas, como neste mundo vale a lei do retorno, o soberbo também não recebe empatia, pois seu semblante fica opaco, incapaz de se conectar com o outro.
 
A operação de entrega de ativos nacionais ao estrangeiro, além de beirar alta traição, esculhambou o Brasil como nação de respeito entre seus pares. Ficamos a anos-luz de distância da admiração que tínhamos mundo afora. E vocês o fizeram atropelando a constituição, que prevê que compete à Presidenta da República manter relações com estados estrangeiros e não ao musculoso ministério público. Daqui a pouco vocês vão querer até ter representação diplomática nas capitais do circuito Elizabeth Arden, não é?
 
Ainda quanto a um Brasil diferente, devo-lhes lembrar que “diferente” nem sempre é melhor e que esse servicinho de vocês foi responsável por derrubar uma Presidenta constitucional honesta e colocar em seu lugar uma turba envolvida nas negociatas que vocês apregoam mídia afora. Esse é o Brasil diferente? De fato é: um Brasil que passou a desrespeitar as escolhas políticas de seus vizinhos e a cultivar uma diplomacia da nulidade, pois não goza de qualquer respeito no mundo. Vocês ajudaram a sujar o nome do País. Vocês ajudaram a deteriorar a qualidade da governação, a destruição das políticas inclusivas e o desenvolvimento sustentável pela expansão de nossa infraestrutura com tecnologia própria.
 
E isso tudo em nome de um “combate” obsessivo à corrupção. Assunto do qual vocês parecem não entender bulhufas! Criaram, isto sim, uma cortina de fumaça sobre o verdadeiro problema deste Pais, que é a profunda desigualdade social e econômica. Não é a corrupção. Esta é mero corolário da desigualdade, que produz gente que nem vocês, cheios de “selfrightousness”, de pretensão de serem justos e infalíveis, donos da verdade e do bem estar. Gente que pode se dar ao luxo de atropelar as leis sem consequência nenhuma. Pelo contrário, ainda são aplaudidos como justiceiros.
 
Com essa agenda menor da corrupção vocês ajudaram a dividir o País, entre os homens de bem e os safados, porque vocês não se limitam a julgar condutas como lhes compete, mas a julgar pessoas, quando estão longe de serem melhores do que elas. Vocês não têm capacidade de ver o quanto seu corporativismo é parte dessa corrupção, porque funciona sob a mesma gramática do patrimonialismo: vocês querem um naco do estado só para chamar de seu. Ninguém os controla de verdade e vocês acham que não devem satisfação a ninguém. E tudo isso lhes propicia um ganho material incrível, a capacidade de estarem no topo da cadeia alimentar do serviço público. Vamos falar de nós, os procuradores da república, antes de querer olhar para a cauda alheia.
 
Por fim, só quero pontuar que a corrupção não se elimina. Ela é da natureza perversa de uma sociedade em que a competição se faz pelo fator custo-benefício, no sentindo mais xucro. A corrupção se controla. Controla-se para não tornar o estado e a economia disfuncionais. Mas esse controle não se faz com expiação de pecados. Não se faz com discursinho falso-moralista. Não se faz com o homilias em igrejas. Se faz com reforma administrativa e reforma política, para atacar a causa do fenômeno é não sua periferia aparente. Vocês estão fazendo populismo, ao disseminarem a ideia de que há o “nós o povo” de honestos brasileiros, dispostos a enfrentar o monstro da corrupção feito São Jorge que enfrentou o dragão. Você e eu sabemos que não existe isso e que não existe com sua artificial iniciativa popular das “10 medidas” solução viável para o problema. Esta passa pela revisão dos processos decisórios e de controle na cadeia de comando administrativa e pela reestruturação de nosso sistema político calcado em partidos que não merecem esse nome. Mas isso tudo talvez seja muito complicado para você e sua turma compreenderem.
 
Só um conselho, colega: baixe a bola. Pare de perseguir o Lula e fazer teatro com PowerPoint. Faça seu trabalho em silêncio, investigue quem tiver que investigar sem alarde, respeite a presunção de inocência, cumpra seu papel de fiscal da lei e não mexa nesse vespeiro da demagogia, pois você vai acabar ferroado. Aos poucos, como sempre, as máscaras caem e, ao final, se saberá que são os que gostam do Brasil e os que apenas dele se servem para ficarem bonitos na fita! Esses, sim, costumam padecer do complexo de vira-lata!
 
Um forte abraço de seu colega mais velho e com cabeça dura, que não se deixa levar por essa onda de “combate” à corrupção sem regras de engajamento e sem respeito aos costumes da guerra.
 

64 comentários

    • Bons discursos são ótimos,

      Bons discursos são ótimos, mas devemos ter cautela! Antes de se pensar na candidatura de alguém é importante saber detalhes de sua vida. Caso contrário, certas organizações de espionagem externa (imaginam?) podem assenhorar-se de informações comprometedoras de suas vidas e chantagea-lo através da rede lobo ou de procuradores de encrenca inescrupulosos…Nós já vimos este filme antes com certos juízes…

    • Nenhum candidato de esquerda

      Nenhum candidato de esquerda que seja o Lula fraz 5 % dos votos. 

      E convenhamos, o discurso do Aragão é o que a população NÃO quer ouvir. Aragão diz o que deve ser dito e o que as pessoas deveriam ouvir, mas não é o que elas querem.

      A ideia me parece péssima sob um primeiro olhar, mas pode ser educativa. Eleições com a candidatura de Lula impedida nas bases em que ela será não são democráticas. Se a Eleição não é democrática, ela é um jogo de cartas marcadas e inviabilidade prática da esquerda também é teórica. Já que não vai ganhar ninguém mesmo,ponha-se Aragão dentro da casa das pessoas, para fazer o contraditório. Ele lança as sementes a serem colhidas no futuro. 

       

       

        • Que seja, mas não irá nem a

          Que seja, mas não irá nem a segundo turno.

          Ninguém dá golpe para o grupo político golpeado ganhar eleições e voltar em dois anos. As eleições não serão democráticas. O principal problema do Lula não ser candidato não é a esquerda perder o seu candidato mais competitivo, e sim que fica claro que as eleições não serão democráticas.

          Vamos supor que o golpe resolva que Lula poderá concorrer, para dar uma aparência democrática ao pleito, mas que as eleições sejam amplamente fraudadas. Alias, as próprias eleições de 2014 já tiveram sérias restrições democráticas.  

          A Lei da Ficha-limpa é antidemocrática, e finalmente ela vai mostrar à que veio… 

          A Saída para esse buraco que nos metemos passa longe de eleições. Eleições cobertas por essa mídia, com Gilmar Mendes no na presidência do TSE e organizada tanto pela quadrilha que está no planalto quanto pela quadilha que quer desalojá-la e tomar o seu lugar em 2017 serão qualquer coisa, menos democráticas.

           

  1. O Procurador Eugenio Aragão

    O Procurador Eugenio Aragão disse tudo e mais alguma coisa.Simplesmente perfeito,  irretocável. Que pena que ele teve tão pouco tempo á frente  do Minsterio da justiça.

  2. Eugênio Aragão: lucidez à toda prova

    Que orgulho um brasileiro assim, um homem que tem essa visão, muito conhecimento  e que fala tudo aquilo que eu na minha simplicidade queria falar.
    Quem dera tivessimos muito mais “Aragões” para ajeitar esse Brasil atual onde impera  hipocrisia e demagogia.
    Me orgulho de ser brasileiro e ver esse texto tão bem escrito, belo e lúcido.

  3. O estranho medo da mulher do Moro

    A esposa do Juiz Moro já está morando nos EUA. Moro segue em breve, depois de deixar o abacaxi com uma juíza substituta. Moro parece saber a hora de sair da festa. Primeiro sai nas fotos, pega o tira-gosto quente e o chope gelado e, depois que a festa perde glamour, sai de fininho. A sua esposa comenta ter medo de morar no Brasil e deve ter alguma razão, conhecendo o marido que têm e as consequências da inconsequência deste.

    https://www.brasil247.com/pt/247/parana247/271631/Por-seguran%C3%A7a-esposa-de-Moro-deve-se-mudar-para-os-EUA.htm

    http://www.esmaelmorais.com.br/2016/12/1a-dama-da-lava-jato-ja-mora-nos-eua/

    Coxinha sempre terá uma desculpa para morar nos EUA, um lugar onde se sentem pertencer. Moro é responsável por esta quebradeira que há no Brasil e, ainda, por esta persecução implacável acima do Lula e do PT, que já está começando a cansar à população e fazendo ao Moro perder credibilidade. A lava-jato começa a desandar e, pior ainda, o Moro sem pegar Lula até o momento em que já estão aparecendo os tucanos nas delações. Hora se sumir.

    A viagem deste casal está com cara de programa de proteção a testemunhas, como filme americano. Irão trocar o nome e identidade?

  4. Dá o país para o

    Dá o país para o cioncurseiros burrocratas administrarem,

     

    vamos ver o que essa gente que não produz nada e vive do gogó (e na maioria das vezes só sai m….) é capaz,

    dá logo essa joça já que se acham tão espertos, e que depois nos deixem em paz – só não reclamem se fizermos uma vaza a jato para investiga-los…….

    • A pouca esperança que tenho

      A pouca esperança que tenho no caráter do ser humano se deve a eugenio Aragão. A  defesa que fez de Genoino e a defesa que vem fazendo do Brasil é uma ilha de esperança….

    • Não transfira seu respeito ao

      Não transfira seu respeito ao Aragão para o judiciário, pois o Aragão não faz parte do judiciário.

      Enquanto continuarmos a achar que procuradores são juízes, não há salvação possível.

  5. Conteúdo político
    Vou me ater ao argumento do Eugênio!

    Ele só tratou das consequências da investigação. Quer dizer que os fins justificam os meios. Isto é, sabendo que a crise no país poderia surgir por causa das investigação, o MPF não poderia investigar?

    Isso é brincadeira.

    Ele traz uma carta aberta. Mais uma. Outra vez. Primeiro, foi uma carta aberta ao PGR, depois outra para a Universidade na Alemanha e agora para o Deltan. Na segunda, ele foi ouvido e recebeu uma resposta de os assuntos eram técnicos e não políticos. Uma resposta para quem está tentando acabar com as investigações.

    Não adianta!

    Como o Lula mesmo disse, morrer por uma causa é louvável. E mais pessoas se levantaram com o mesmo propósito. Construir uma justiça que não tenha medo dos grandes e quando afrontado persiga com mais determinação.

    • troll demente

      Jesus foi morto após julgado pela justiça.

      Sacco e Vanzetti executados por uma farsa da justiça.

      Dreyfus condenado por mais uma farsa da justiça.

      Mané de que tipo de justi$a estas a falar?

      Negros da terra do tio sam julgados e mortos a granel pela justi$a dos brancos.

      Resumindo, testa da cazzo com toda justiça.

    • Interpretação

      Onde, em qualquer momente deste texto ou em outra fala, o Aragão falou que o MPF não deveria investigar?

      Ele inclusive diz literalmente no penúltimo parágrafo: “investigue quem tiver que investigar sem alarde, respeite a presunção de inocência, cumpra seu papel de fiscal da lei”.

      Oras, o ponto não é defender a corrupção, mas entender que atitudes messiãnicas como as adotadas pela  foça tarefa não só não surtem resultado, como podem até piorar o problema…

    • Que um infeliz qualquer não

      Que um infeliz qualquer não tenha conseguido entender patavina do que o Eugênio Aragão escreveu, tudo bem, deixa pra lá.

      O problema é o Dallagnol.

      Será que ele vai conseguir entender a essência do que o ex-ministro escreveu?

      Um jovem procurador, educado, instruído, que ainda é capaz de repetir, publicamente, essa tese protozoária da diferença entre a colonização dos EUA e do Brasil, que revela essa admiração – como diz o professor Jessé de Souza – basbaque pelos Estados Unidos, como se lá não houvesse corrupção, nem miséria…

      Sei não.

      Eugênio Aragão produziu uma peça – mais uma – brilhante, mas creio que o destinatário da carta não está à altura da mesma.

      Vai tropeçar na primeira vírgula.

      • O Dalagnol pode ser maluco

        O Dalagnol pode ser maluco mas não é burro. Ele vai ler, vai entender, mas vai continuar maluco. Pode não ser só maluquice, em um golpe que todo mundo segue um script tão justo, tem alguêm coordenando, e pagando…

  6. Putz! A única palavra para

    Putz! A única palavra para descrever este artigio é : SENSACIONAL

    O Maligno sempre diz: ‘vaidade….meu pecado favorito”

    Se esses sujeitos tiverem um pouco de vergonha naquelas caras de peroba, vão pedir para sair

    Uma pergunta a nossos camaradas: não podemos mover uma ação coletiva contra estes caras (inclusive aquele promotor gordo de Curitiba, que é rápido para acusar e lerdo para trabalhar) por traição à Pátria? Não fizeram sacanagens com norte-americanos desrespeitando a base legal e o Estado Brasileiro?

  7. Besteirol

     O Dellagnol falou besteirol,será que realmente ele acredita que o Lula é chefe de quadrilha roubando 3 milhoes e Paulo Roberto Costa com 200 milhoes ou Cerveró por ai também 200 milhoes , será que ele acredita que o chefe da quadrilha aparece bem depois dos subordinados pois este pilantras do Paulo e Cerveró roubavam desde FHC seria comico senao fosse tragico Dellagnol seu power point é comico, chegamos ao ponto do ridiculo de uma visita a um apartamento torna o visitante proprietario.

  8. Reduzido a pó!

    A carta aberta do grande intelectual e conhecedor do Direito, o Procurador Eugênio Aragão, transformou em pó o procuradorzinho do power-point. Se estivesse em seu lugar pediria demissão do MP.

    Precisa ser esclarecida a fundo esta traição ao país.

  9. São pelas mãos destes que voltaremos ao mapa da fome.
    Os “Dalangnhois” são a síntese dá elite paulistana. Esta elite que não suporta cheiro de povo, não suporta povo ascendendo aos estamentos desta sociedade hipócrita. A elite paulistana é a âncora do Brasil. Nela está reunida tudo de mais retrogrado que pode existir na humanidade. Esta elite só estará completamente realizada quando o país retroceder à era FHC, aonde milhares morriam de fome todos os dias, o excedente de mão de obra obrigava o trabalhador a aceitar o que lhe era imposto, um filho de peão e de dona de casa, assim como eu, não tinha a oportunidade de ter um diploma de curso superior nem um emprego público, conquistado via concurso público. O que estava reservado só para ela, a elite paulistana.
    PS: o termo elite paulista é um termo lato sensu, pois a elite paulistana existe em Minas, Rio, Pernambuco, Rondônia, Paraná e em todos os estados dá federação.

  10. São pelas mãos destes que voltaremos ao mapa da fome.
    Os “Dalangnhois” são a síntese dá elite paulistana. Esta elite que não suporta cheiro de povo, não suporta povo ascendendo aos estamentos desta sociedade hipócrita. A elite paulistana é a âncora do Brasil. Nela está reunida tudo de mais retrogrado que pode existir na humanidade. Esta elite só estará completamente realizada quando o país retroceder à era FHC, aonde milhares morriam de fome todos os dias, o excedente de mão de obra obrigava o trabalhador a aceitar o que lhe era imposto, um filho de peão e de dona de casa, assim como eu, não tinha a oportunidade de ter um diploma de curso superior nem um emprego público, conquistado via concurso público. O que estava reservado só para ela, a elite paulistana.
    PS: o termo elite paulista é um termo lato sensu, pois a elite paulistana existe em Minas, Rio, Pernambuco, Rondônia, Paraná e em todos os estados dá federação.

  11. Bastavam 11 pessoas da

    Bastavam 11 pessoas da têmpera de um homem como Eugenio Aragão,para colocar ordem nesta josta,não 11 acovardados,desfigurados e avacalhados,escondidos acocorados debaixo de togas.

  12. Assim é. País sem pudor!

    Assim é. País sem pudor! Seis nomes, seis filasdaputa?
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2016/12/22/assim-e-pais-sem-pudor-seis-nomes-seis-filasdaputa/

    Os SEIS brasileiros que mais contribuíram para que 2016 fosse um ‘annus horribilis’ para o país. Por Paulo Nogueira

    ““Escrevi outro dia que era mais fácil escolher quem fizera de 2016 um annus horribilis do que quem contribuíra de alguma forma para melhorar o Brasil.
    Refleti e achei que seria útil elaborar a lista VIP da ruína brasileira.
    Fiz uma triagem severa, ou teríamos um catálogo telefônico. Acabei ficando com seis nomes. Eles estão abaixo. …”

  13. É isto aí Ministro!!!!

    Grande Eugênio!!! clap, clap ( barulho de palmas que você merece). mas, se avançarmos um pouco as ideias, eu entendo sim que na verdade, os vira latas são eles, representados pelo Dallagnol e Sérgio Moro, mas o pior é que ele tem razão: O povinho é pior do que vira lata. Senão veja: Eles, os faustos promotores chubidoo downdown, ainda conseguem anagariar a simpatia dos paneleiros amarelados. E isto só acontece porque estes segundos são piores do que eles. Quanto a consequencia de querer acabar com a corrupção e o tiro nas empresas nacionais e no vácuo no povão, ora, o que é isto para quem acha que o céu é o limite de seu umbigo fedorento.  

  14. O lamento de Sepúlveda

    O lamento de Sepúlveda Pertence esclarece tudo: “ajudei a criar um monstro”.  Há exceções? Há, sim, e o Eugênio Aragão é, hoje, uma delas e com a possibilidade de dizer a verdade no universo da informação. Os membros do Ministério Público (os da Procuradoria da República, então…) são, hoje, os atuais Procuradores do Rei da época de Luís XIV.

    Pior: o Dallagnol é apenas o piorado reflexo de uma constatação histórico-sociológica da atual identidade do MP. E o que é lamentável: ele nada mais é que um “coxinha” vaidoso e de evidente ignorância cultural, cujas atitudes traduzem a sua identidade de um verdadeiro Satanás de toga e incapaz de entender  – creio que ele entende, mas o Deus dele é o Tio Sam – que está destruindo um país. 

  15. Esse rapaz precisa sair do
    Esse rapaz precisa sair do armário.Tanto rancor acumulado não pode dar certo.
    Sai desse Sul machista e vem pro Rio que a cidade te acolhe e aceita como você é. Aqui o sol brilha, os corações são quentes e as praias frescas. E as penas coloridas das fantasias muito mais baratas. Vende esses apartamentos do Minha casa minha vida e vem pra cá que ainda dá tempo de garantir uma vaga de destaque na passarela do samba, em alguma escola. Seus pecados do passado serão lavados no suor da Praça da Apoteose.

    • O amigo carioca decerto acha

      O amigo carioca decerto acha que o Rio são meia dúzia de eleitores do Psol da classe média alta. 

      Não deve conhecer a realidade da população que votou em Crivella. 

  16. Exclusivo: Dr. Cristiano Zanin, o homem que destruiu o marketing

    Exclusivo: Dr. Cristiano Zanin, o homem que destruiu o marketing da Força Tarefa

    Em mais uma entrevista em parceria com a Rádio Kairos Angola, desta vez o colunista internacional do Cafezinho, Wellington Calasans, conversou com o Advogado de Defesa de Lula, Dr. Cristiano Zanin.

    “Lawfare”, perseguição ao ex-presidente, acusações sem provas, Sérgio Moro, Imprensa, ONU e outros assuntos de grande relevância foram abordados com a serenidade de um advogado que não se curvou ao merketing em torno de Sérgio Moro e da falácia do “combate à corrupção”, tão propagados na mídia.

    http://www.ocafezinho.com/2016/12/22/exclusivo-dr-cristiano-zanin-o-homem-que-destruiu-o-marketing-da-forca-tarefa/  

    • A verdade é que esse

      A verdade é que esse procurador da Lava Jato  Dallagnol, pelo menos até o momento, só fez besteiras. Ele pode ser muito bom dando palestras nas igrejas onde a manada é constituida de evanjegues. 

  17. ‘VOTO SE TRANSFERE” — RDmaestri

    Como eu gostaria de acreditar nisso Maetri.. Mas cara, esquece. Outros tempos. Nossa Presidenta foi “extirpada” do cargo pela qual foi eleita pelo Povo. Foi expulsa e não foi possível fazer nada. Olha, Maestri essa direita tem a favor a Justiça TODA e a mídia nacional. Não é pouco! Vão dar um jeito de trancar o Lula. Sem provas. Não precisa. Tanto que a esposa do Juiz já foi e já deixou a malinha dele pronta para ir a qualquer momento. Muito estranho, não? E por que deixaram isso vazar? Ninguém precisava saber antes que o Juiz iria fazer um curso nos EUA! Precisava? Não … Tem treta aí. Vão prender o Lula.

    O que podemos fazer? Nada. Claro, ficar aqui nos Blogs matracando o tempo todo. Continuam (noite e dia) defenestrando a imagem do Lula. Nós aqui, na Blogosfera, tentando segurar. Desmentindo. Mas a força de um JN, a capa de uma Veja, de um Estadão e de uma Folha,  junto com as radios CBNs, BandNewsFM, Joven Pum, Eldorado e mais uma dúzia delas espalhadas pelo país, no ouvido do povão o tempo todo, batendo pesado. É bucha. Não é brincadeira Maestri! 

    Lula cresce mesmo assim, como fermento, dizem.  Sim .. Mas até quando? Acho que Lula não deveria sair candidato. Deveria apoiar alguém e tentar eleger essa pessoa. 2018 temos eleições para presidente, governador, senador, deputados estaduais e federais.. 2018 vamos eleger mais de 50 novos senadores… Tá na hora do PT olhar para isso. O partido tem que trabalhar para aumentar sua bancada. Ou vão continuar a “cagar e andar” pro PT e seus militantes. Se não derem um jeito de extirpar a sigla também. Aliás, trabalham nisso dia e noite. Sonho deles é acabar com essa duas letrinhas e a estrelinha. 

     

     

  18. Assinaria

    Obrigado, Procurador Eugênio Aragão. Se esta carta aberta fosse coletiva, a assinaria com  duplo  prazer. Por ela representar tudo o que penso dessa turma de Curitiba e pelo fato de que, para assiná-la,  eu precisaria ser também procurador. E estaria com a vida ganha. E muito bem paga.

  19. para não dizer que foi uma enrabada merecida…

    digo apenas que humilhou ou fez gato e sapato da robustez teórica do Dallagnol

    para a maioria desses jovens MP é uma divindade criadora superior a tudo e a todos

    todos crias do mensalão, onde a robustez teórica da acusação funcionou muito bem e intimidou a capacidade de muitos em questioná-la…………………………………..Moro e Globo estão fazendo o mesmo com Lula

    • Robustez teórica?

      Uma peça de acusação fraudulenta e desprovida de fundamentação em provas que deu origem à farsesca operação AP 470 tem robustez teórica aonde? Nem o Roberto Gurgel teve a cara de pau da valorizar a peça na sua apresentação, quando já ressaltava a falta de provas na peça do seu colega Antônio Fernando de Souza.

      • sim, robustez teórica…

        indo ao encontro do que você colocou, mas com o seguinte sentido, que a meu ver foi a realidade do mensalão:

        …quando os fatos não coincidem com a teoria, mude os fatos e torne a teoria mais robusta a ponto de condenar qualquer um e todos…

  20. Sabedoria e generosidade de

    Sabedoria e generosidade de um homem vivido a um jovem sem noção. Mas não creio na capacidade de Dalagnol em receber críticas, muito menos ensinamentos. O rapaz é ruim de roda. Nem Jesus slava.

  21. é de lavar a alma!!!

    Eugênio Aragão, obrigado por traduzir nessa carta tudo o que queríamos dizer a esse arrogante e tosco procurador, esse falso moralista, esse justiceiro parcial que fala em Deus mas engaveta tudo que seja contra a Globo ou os tucanos, e só tem uma obseção, Lula, PT e suas ideologias entreguistas!!!! Aplausos!!!!!  O melhor texto sobre esse tema que já li até hoje!

  22. Essa turmazinha de

    Essa turmazinha de procuradores pensam que todo mundo é trouxa. Parabéns procurador Eugênio pela carta que começa a acordar os brasileiros. Quem acusa um cidadão de bem sem provas comete o quê? Estamos pronto para defender o Brasil, o judiciário e não aqueles que se acham justiceiros midiáticos. A verdade caminha a passos lentos mas sempre vence. Aos poucos a verdade vai vencendo esse mídia fascista. Quase três anos de lava jato e nada de tucano na rede. Agora vivem com esse besterou de sítio, de triplex sob essa utópica convicção. O presidente Lula é um homem de bom caráter. Temos prazer e honra em defender o presidente Lula.

  23. Eugênio ainda será ministro

    Eugênio ainda será ministro do Supremo, no terceiro mandato do presidente Lula. Podem anotar aí.

  24. Como se poderia estabelecer a

    Como se poderia estabelecer a democracia em um país com grande desigualdade social?

    O que aconteceria com uma nação que tem milhões de pobres e miseráveis, e com as riquezas concentradas nas mãos de poucos, se as decisões sobre os investimentos realmente viesse da vontade da maioria?

    A resposta é óbvia. A maioria optaria por programas de inclusão social, investimentos nos mais pobres e consequentemente, políticas para melhorar a distribuição de renda.

    Por isso, as democracias consolidadas e maduras vistas lá no primeiro mundo, só existem porque esses países já superaram a desigualdade social.

    Por aqui, e noutros países do 3.º mundo, as elites não admitem nem a ideia de redistribuição de renda.

    Para manter suas políticas de exploração dos pobres, marginalização dos miseráveis e concentração de renda, as elites dominam a economia e as instituições e garantem que a vontade da maioria não seja legitimada.

    Essa pseudo democracia sempre foi conseguida controlando-se os eleitores pobres em currais eleitorais, fraudando em compra de votos e impedindo os analfabetos (quanto mais analfabetos, melhor) de participar das eleições. E se, em algum momento, a vontade popular buscasse algum avanço, logo vinha um golpe pra colocar tudo no lugar.

    Após 12 anos de avanços sociais, com visíveis sinais de democratização dos recursos, com o país rumando a consolidar sua democracia, veio um golpe novamente.

    Agora, o instrumento do golpe é a mídia, além de, é claro, todo aparelhamento das instituições. 

    Após um ano de massiva lavagem cerebral, o povo foi convencido que o Brasil estava quebrado, que o governo não tinha condições de governar, que a corrupção atingiu um nível insustentável, que os programas sociais condenariam a economia e que, portanto, havia motivo de sobra para se destituir uma presidenta que acabara de ser reeleita.

    E a lavagem cerebral continua para consolidar o golpe. Um trabalho imenso da mídia para nos fazer engolir retrocessos como se fossem a melhor saída para todo o povo.

    Resta-nos saber por quanto tempo conseguirão manter essa farsa nesses tempos de internet.

    Mas imprescindível que caia a ficha do povão antes de 2018.

     

    • Era imprenscindível a ficha

      Era imprenscindível a ficha cair antes da PEC do teto aprovada e ainda esse ano.

      Duvido que um governo PEtista vá rever privatizações.

      Por que 2018 ??? O que tem em 2018 ??? 

      Urnas não resolvem o problema do Brasil, por que com essa turma no poder, duvido que tenhamos eleições limpas, e mesmo que tenhamos, garanto que só entregarão o poder se o PT não investigar essa galera de novo.

      O PT é muito Frouxo para botar essa galera no lugar.

      Só precisamos que 10% dos que dizwem que reprovam Temer nas ruas para derrubar esse governo e punirmos os golpistas. Mas não temos nem 0,1 % desse pessoa.

       

  25. Pergunta

    Ministro Eugênio Aragão, o sr. não conhece, não teria mais uma meia-dúzia de colegas com o mesmo caráter e destemor?

     

  26. Eugênio Aragão é o cara!

    Prezados,

    O Procurador da República e ex-Ministro da Justiça, Eugênio Aragão, tem algumas qualidades essenciais aos verdadeiros servidores públicos, as quais estão ausentes da maioria dos integrantes dos MPs e PJs neste País. A integridade, o espírito público, a coragem e  a hombridade para encarar de frente o corporativismo, o vedetismo, o pseudo-moralismo e pseudo-messianismo dos colegas de MPF fazem de Eugênio Aragão um bravo guerreiro, difícil de ser enfrentado, contestado ou abatido.

    É preciso descobrirmos se entre os juízes há alguém com as qualidades de Eugênio Aragão. Se houver, devemos estimulá-lo a tomar atitudes, escrever cartas abertas a colegas como sérgio  moro, desmascarando-os, desnudando-os, fazendo-os descer do pedestal em que se colocaram, como se estivessem acima da Lei e inimputáveis.

  27. Excelente texto, realmente

    Excelente texto, realmente brilhante.

    Só um reparo: não cabe ao Ministério Público julgar nem pessoas nem condutas. Só quem julga é o judiciário (que é outra peça do problema). Procurador tem de avaliar provas, indícios e evidências, coisa que o Demagogagnol faz muito mal, aliás.

  28. Dallagnol é um malandro

    Dallagnol é um malandro vendido, a serviço de projetos e interesses alienígenas, ou é um IDIOTA, como classificou-o o Conversa Afiada?

    https://www.youtube.com/watch?v=UCeRxB7DuoY

    Seja lá o que for há muitos indícios de comportamentos que podem ser associados a malandragem ou idiotice nas performances do valente Procurador. Só para citar algumas, temos:

     – o patrocínio de práticas criminosas consistentes em vazamentos recorrentes de informações sigilosas protegidas por sigilo judicial;

     – a parceria com organizações midiáticas criminosas;

     – o gasto de dinheiro público para promoção de evento espetacular para apresentação de denúncia em formato de Show com uso de Power Point, sem nenhum respeito aos requisitos legais;

     – a compra de imóvel construído por programa de moradia social para especulação imobiliária;

     – o patrocínio de um projeto de Lei de Iniciativa Popular produzido com campanha publicitária paga com dinheiro público, em gabinetes, sem a participação popular;

    E, por último, mas não menos importante, a conduta do tal Dallagnol revela graves problemas de falta de capacidade de autopercepção. Porque ele prega e proclama para o seu incauto público que tem uma solução de salvação para a humanidade por meio da eliminação da “corrupção”, que ele mesmo pratica de forma sistemática e recorrente, ao afrontar as leis gerais e as regras que regem as atribuições e competências do cargo que exerce.

    Portanto, é difícil identificar se há malandragem, ou idiotice, mas, é certo que ele e seus comparsas agem à margem da LEI. E quem age à margem da LEI, pode ou não ser idiota, ou malandro, mas, certamente é um MARGINAL.

    • Disse tudo, de forma franca, objetiva.

      Severino Oliveira,

      O tom das críticas deve ser esse: contundente, objetivo, embasado em fatos criminosos cometidos pelo procurador Dallagnol.

  29. Na verdade, se estivessem

    Na verdade, se estivessem cumprindo o seu dever, não estariam apurando crimes que aconteceram a décadas, teriam sim impedido que estes acontecessem, pois onde estavam, na ocasião dos fatos? Não são os fiscais da sociedade? Temos sim que apurar os crimes do passado, porém temos que impedir que os mesmos continuem acontecendo!

    Neste momento pergunto aos senhores fiscais da sociedade: Os senhores foram cúmplices ou imcompetentes?

    Em tempo: Esqueceu-se de mencionar as diárias pagas, de 1/30 avos do subsídio, ou seja, mais de um salário mínimo por dia, para dormir e se alimentar!

  30. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome